Origem Numa galáxia distante, a 20. 000 anos-luz de distância, um planeta desconhecido chegou a um fim abrupto após milhões de anos de evolução. Cinco criaturas alienígenas que sobreviveram miraculosamente à extinção, estão hoje na Terra



Baixar 61.01 Kb.
Encontro29.11.2017
Tamanho61.01 Kb.

Foi possivelmente um dos primeiros projectos nascidos em Portugal que desde o início se pretendeu espraiar por diversas plataformas. A música, no entanto, era o que estava no centro pelo que, logo após os primeiros ensaios, a prioridade foi criar um enredo interessante que inspirasse as letras e uma marca passível de viajar pelas actuais e futuras tendências de entretenimento do público jovem. E já que a “cama” instrumental surgida nos ensaios apontava claramente para uma toada electrónica, o enredo tinha de ser coerentemente futurista. Por outro lado, os aromas “rock” que aqui e ali penetravam as camadas de electrónica, puxavam às tonalidades épicas.

Uma fantasia épica de ficção científica, com passado, presente e futuro começa a ser concebida em finais de 2006. Os músicos recebem personalidades, atributos e super-poderes próprios, em coerência com o seu papel criativo na sala de ensaios. É assim que o universo Noidz começa a ser definido. Quem, o quê, quando, porquê, de onde e para onde.

Origem

Numa galáxia distante, a 20.000 anos-luz de distância, um planeta desconhecido chegou a um fim abrupto após milhões de anos de evolução. Cinco criaturas alienígenas que sobreviveram miraculosamente à extinção, estão hoje na Terra. Vivem entre nós.

Chamam-se a si próprios Noidz!

Como chegaram?

Onde habitam?

O que querem de nós?

Ninguém parece saber mas também… ninguém parece estar sequer interessado.

A sua vontade própria permanece desconhecida mas se os interessados forem suficientemente astutos e seguirem as pistas deixadas em vários meios, virtuais e reais, verá que eles adoram a criatividade humana e querem devolver algo aos habitantes do planeta terra.

 

Querem criar a geração seguinte.



Querem escolher-vos como humanoidz.
O cenário está definido. Conheça agora os personagens.



Zork

É o General e comandante do exército. Simboliza a liderança, é forte e poderoso. Mestre das ilusões mentais, pode controlar a mente humana.

A sua personalidade divide-se: Timoneiro Nocturno ou ditador?

Zork é mestre em todos os instrumentos musicais.

Monkka

É o escravo de Zork, o seu braço-direito. É um projecto inacabado programado por Zee, Metade besta, metade máquina é o mais forte dos Noidz. Traumatizado, vive com o seu eterno dilema: ser simultaneamente predador natural e sobrevivente racional. Teme Zork e permanece eternamente obediente a Dr Zee. Um caçador solitário.

Monkka é o enjaulado baterista selvagem.

Dr Zee

Possui conhecimentos científicos, é o génio intelectual. Físico e engenheiro electrotécnico, assume a posição de mentor tecnológico. É o inspector de dados, mestre digital, conector do mundo e o cérebro por trás das ideias de Zork.

Dr. Zee é o DJ hipnótico.

Zdion

É o visionário, pode ver o futuro. Como soldado honrado, hábil piloto espacial e mestre de armas letais, adora lutar. Está a recuperar de amnésia e sente-se abandonado. Só sabe que a sua ira continua a crescer. Quer vingança.

Zdion é o “guitar shredder”.

Lunattika

É tida como a irmã gémea de Zdion. Parece-se com uma humana mas é uma criatura hermafrodita. Apesar da sua orbita solitária, quer ser uma Deusa. O seu grande poder é a capacidade de se teleportar mas também consegue viajar deslizando na electricidade. Tem capacidades de hipnose e telepatia. É mais rápida do que os companheiros e é a única Noidz que pode voar.

Lunattika gosta de soltar sex-appeal em palco.

Enquanto o trabalho de estúdio prossegue em busca da exacta fórmula de fusão de electrónica e rock, vários o logótipos Noidz são desenhados. E o que merece unanimidade é um símbolo que flutua entre a ficção científica e o traço Art Spiegelman para Maus.

Como parte de um engenhoso plano de divulgação, as primeiras pistas começam a ser lançadas numa plataforma multimédia nascida pouco tempo antes: o youtube.

http://youtu.be/URti8HgWZ0w

Ao longo do primeiro semestre de 2007 a imagem de cada um dos personagens é desenhada e redesenhada dezenas de vezes até chegar ao ponto em que a ligação ao enredo imaginado é natural e orgânica. Por outro lado, o trabalho contínuo na sala de ensaios já ultrapassava a mera fusão de electrónica e rock industrial, incorporando também peças do folclore tradicional português.

Cientes de que a sua sonoridade pioneira dificilmente penetraria na rádio portuguesa, os Noidz apostam nas plataformas alternativas para chegarem ao público. O site www.noidz.net é aberto no Verão de 2007 e revela publicamente o universo do grupo, localizado entre os videojogos e a ficção científica, num “look & feel” altamente tecnológico em que as versões instrumentais registadas na sala de ensaios enquadram na perfeição uma história de aventuras espaciais de alienígenas exilados no nosso planeta.

Além do anterior “teaser” lançado no youtube, mais 5 mini-filmes são estreados no site, enquadrando os primeiros encontros dos AlieNOIDZ com os humanos.

“Fear in the Woods” - http://youtu.be/WvpzNBudwUM

“The Unexpected Guest” - http://www.youtube.com/watch?v=que-1BfR3Vs

“Nightmare” - http://www.youtube.com/watch?v=AILm6naqzXo

“Monkka Attack” - http://www.youtube.com/watch?v=Reoq_4MNiz4

“Trance Girl” - http://www.youtube.com/watch?v=T7ToqKI_FpU
Com o ultimo mini-filme os Noidz penetram de rompante do circuito semi-underground do “trance” e o clip origina os mais inusitados comentários que, ao fim de mais de 20.000 “views”, obrigam a banda a contratar um “social network manager” para gerir as verdadeiras batalhas verbais surgidas entre os viajantes do youtube.
“Waterworld” é a primeira gravação dos Noidz a sair do estúdio. Sob a forma de CD single exclusivamente promocional, tem 1.000 cópias distribuídas nos circuitos mundiais do “trance” e do “metal”, predominantemente vivo na blogosfera, o novo universo dos antigos fanzines. E as reacções não se fazem esperar:

What a crazy yet really cool mixture... Really excellent and unique stuff. I can’t wait to hear the full length record.” - Scott Heller, Aural Innovations



(Ver mais no anexo 1)

Mas não é só no circuito “trance” - dono de uma linguagem muito própria e quase espiritual - que “Waterworld” causa impacto positivo. Na blogosfera metálica os Noidz são recebidos com igual mas surpreendente aclamação, cunhando o termo classificativo “Trance Metal”.

They mix dance music with industrial, and some occasional metal/rock riffs...If you like to party hard, even without metal music, this should be definitely on your check out list. Bounce!” - DemonDust, Metal Rage

(Ver mais no anexo 2)

Em 2008 uma versão mais longa do trabalho dos Noidz – o CD “The Great Escape” - é distribuída no mercado de forma discreta e quase sorrateira, sendo novamente dada prioridade à chegada ao circuito mundial de promoção. Por cá a experiência destina-se a “apalpar” terreno junto dos lojistas: em que categoria os colocariam? “Dance”? “Metal”? “Alternative”? “Nacional”? A questão ainda hoje está por responder já que, no turbilhão financeiro que assolou o Grupo Impresa e a editora iPlay durante 2008, quebram-se os contactos entre o grupo e a discográfica.

Mas os Noidz prosseguem sozinhos encarregando-se de fazer chegar o CD às mais diferentes paragens e dirigindo os curiosos para o myspace, onde “The Great Escape” está disponível integralmente em “streaming”. E se o single “Waterworld” e o mini-filme “Trance Girl” os inseriam algures entre o “trance” e o “metal” bebendo aqui e ali no “industrial rock” dos Tool e Nine Inch Nails ou no “tecno jungle” dos The Prodigy, “The Great Escape” levava o grupo mais longe com a primeira incorporação de influências lusas no tema “Root Sounds From Earth”. Uma orgânica gaita-de-foles reproduzindo o tema tradicional transmontano “Passeado De Rio D’Onor” rasga as fronteiras musicais e geográficas da sua música. De facto, só em Portugal é que poderia surgir um tema como “Root Sounds From Earth” e é nessa “portugalidade” passada a música que os Noidz investem para o primeiro “music video” que reune as 5 curtas-metragens anteriormente reveladas online.

O ano de 2009 é dedicado à estreia ao vivo de todo o conceito de som e imagem, pondo em palco um super-espectáculo que inclui uma jaula onde a besta máquina Monkka toca bateria, um trono giratório para o General Zork e uma dezena de ecrãs de vídeo que recria o universo multimédia dos Noidz. Estranhado desde o início pelos agentes do circuito continental de concertos, o espectáculo é agarrado corajosamente pelas Associações de Estudantes e pelas ilhas adjacentes: são 4 Queimas das Fitas e 2 Semanas da Juventude que assistem ao super concerto multimédia dos Noidz, o mesmo que precisa de 1 mês de viagem marítima para levar 2 contentores de material aos Açores, que, no entanto, é visitado 3 vezes nesse ano.

A primeira reacção é de estupefacção mas a batida forte da secção rítmica e a parafernália sonora criada pelas guitarras e sintetizadores rapidamente contagiam plateias de admiradores e provocam uma explosão de filmagens caseiras e comentários no youtube, myspace e outras redes sociais.

A energia que eles transmitem do palco é brutal” - tsukyMiharu (*)



(Ver mais no anexo 3)

Sem editora nem meios para chegar à comunicação social mainstream os Noidz valem-se das modernas plataformas de comunicação e da recomendação entre pares para fazerem chegar a sua música mais longe. E a internet prova-se realmente global quando a meio do ano começam a chegar pedidos de informação para actuações no estrangeiro. E em Novembro a banda parte para concertos no Japão (2 concertos em Tóquio), Estados Unidos (Festival Coachella, São Francisco e Nova Iorque) e Canadá (Vancouver).

E é novamente na internet que o feedback surge:

Trance with an agressive metal edge works really well. Best of luck” James from Canada

 

Your music is fukin class! Keep that up! Love metal but the mix between it and the trancey thing really works. Great stuff guys!!” Meridian from Ireland



 

Planet earth needs more music like this” Kira from Japan


(Ver mais no anexo 4)
A digressão mundial continua em Abril e Maio de 2010 com 12 concertos no Brasil que incluem Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. No regresso, na análise das experiências recentes, os Noidz concluem que não só a incorporação da tradição musical lusitana enriquece o seu universo e é coerente com o conceito de extra-terrestres exilados no Planeta Terra mas-que-aterraram-em-Portugal-e-não-na-América, como também que a reacção a temas cantados é duas vezes superior aos instrumentais “Trance Metal” que desenvolveram em mais de 3 anos. Bastou-lhes ver como os concertos aquecem quando “The Beautiful People” dos Marilyn Manson ou “Breathe” dos Prodigy entram no alinhamento para decidirem que o próximo passo era criar linhas vocais e letras.

E é aqui que começa a viragem que traz os Noidz aos dias de hoje. Alguns dos instrumentais já revelados são agora experimentados com letras e o resultado excede as suas expectativas. Mas para manter a capacidade de surpreender era preciso ir mais longe e levar a fusão de “trance”, “rock” e música tradicional a um outro patamar. Ousadamente, pegam num dos temas mais marcantes de sempre do cancioneiro português e vestem-no com as roupagens Noidz. Mandam o resultado aos seus autores e é com alegria que recebem uma resposta positiva por e-mail.



Caros Membros dos " NOIDZ",

Gostei muito de ouvir a nova versão de "O Pastor" pelos NOIDZ, do arranjo das guitarras, da complexidade das percussões, da abertura com a sanfona, da construção do impacto instrumental e da naturalidade e energia melódica do canto...




Gostei ainda mais que aquele refrão,"... Ao Largo Ainda Arde, a Barca da Fantasia..." voltasse a ser cantado por uma banda portuguesa, já que " O Pastor " é um hino ao sentimento de esperança que mora em nós, quando cultivamos na nossa vida desperta a fantasia dos nossos sonhos e o fazemos tão a sério, que transformamos o que parecia impossível em diária acção, praticando permanentemente a coragem de nos procurarmos, o que constitui, em si mesmo, uma forma de libertação.


Agradeço-vos muito o facto de terem sabido reconhecer a poesia e a força desta canção e conseguido produzir uma nova versão tão orgulhosamente ancorada no arranjo original dos Madredeus. É uma mensagem que passa...


Desejo-vos as maiores alegrias pelo longo caminho dos vossos concertos.

Um grande abraço,

Pedro Ayres Magalhães

Encorajados, concluem que não têm nada a perder em perseguir mais um sonho: colaborar com um dos mais geniais instrumentistas portugueses vivos. E surpreendentemente, recebem nova resposta positiva.



Os Noidz entraram em minha casa em formato MP3!

«Ó Júlio, gostaríamos que participasses numa música nossa»!

Pus o player a tocar e o chão tremeu. O subwoofer curtiu e a vizinha queixou-se.

Boa onda, boa produção, boa energia!

Nem hesitei! Já estava a gravar!

 

Júlio Pereira

Assim, o álbum que os Noidz estão a preparar será mais uma etapa de um percurso que se quis e quer coerente e que por isso mesmo tem sido feito lenta e reflectidamente. Só verá a luz do dia em 2011 se acharem que a obra está no nível de excelência a que já habituaram o seu público e que o mercado está finalmente maduro para o digerir. Porque se a aceitação de algo invulgar sempre foi difícil, no campo da música as barreiras parecem multiplicar-se.

Para já, aqui fica o single de apresentação que Pedro Ayres louvou e que, pela reacção já colhida em diversos concertos ao vivo, acreditamos que poderá ser um dos grandes sucessos radiofónicos de 2011.





Anexo 1 – Reacções internacionais a “Waterworld”

A crazy blend of different genres... Unexpected and intense.” - Ken McGuire, Kilkenny Music


Noidz music consist in a cool mixture of cranberry techno, metal and stilted orchestra chunks” - Robert Ryttman, Zero Music


Some heavy guitar is mixed with pure electronics but in a very cool way. If you dig Eat Static, Shamanic tribes on Acid” - Scott, Low Cut


 
”We may consider them as a heretic wedding between Samael and Icon Of Coil, a two headed monster that’s able to arouse the interest of many music lovers thanks to their heterogeneousness. Very juicy!” - Giorgio Fogliata, Silent Scream
 
”A project that can take advantage of that free space between Industrial and EBM” - Massimiliano Barbieri, EUTK
«Word has reached us via pulse space that we are about to be invaded by Alienoidz from the other side of cyberspace. As yet they have only embarked on a brief reconnaissance mission into our dimension but the footprints they have left behind are quite scary.

They are a five-piece outfit from outer space that seamlessly mix trance and metal into something truly breathtaking. “Metal and dance music, like the prodigy then?” No, these take it to a whole other level, we are talking proper trance and real metal… two types of hardcore meeting to make double fuckin hardcore with nails sticking out of it, like the house band on an Klingon bird of prey.

The tracks on the Myspace are simply rough cuts, so we can’t wait to hear the real thing. Shame you can’t download em… come on Noidz, we wanna blast it out of the Iguanamobile stereo!

The word is, there will be a global release in the very near future and a world tour to go with it, and they will be brining their own stages from beyond the edge of the Milky Way, which does not sound very ‘grass roots’ like the stuff we are normally into, but sounds like one hell of a night out.
That’s about all there is to say at the moment, the whole thing is a bit top secret at the moment to stop people panicking, we will say more when we hear anything.


Noidz… you’re ace… it is not often we get so excited about a band after hearing so little. Please don’t disappoint us! - www.peppermintiguana.blogspot.com (UK Blog)


Anexo 2 – Reacções internacionais a “Waterworld” Blogosfera Metal

Very powerful stuff, with a great compliment on the song structure” - Gerardo, Industrialized Metal


 
”O Noidz pode ser uma grande alternativa para aqueles que estão sempre em busca de sons diferentes aliados ao peso das guitarras” - Edson Rocha, Novo Metal
 
”Noidz sketch a lot of fat dance floors soundtracks... Portugal has something to offer - Noidz are the best example of it.” - Dieter Kaiser, FFM-Rock
  
”Super duper cool band!” - Jonny, Avantgarde Metal
  
”If NOIDZ can crank out quality music like this, they’re welcome to stay on this planet.” - Armen, Metal Observer


Anexo 3 – Comentários nas redes sociais aos primeiros concertos dos Noidz

Esta tocou em torres vedras na festa da juventude 2009 butaaaaaaaaaallllllllllll” - pedropatrocinio

Oh eu tava la!!! Eu tava no meio do moche!! Kurti bue mas desculpa la, ao vivo e mt mas mt mais BROTAAAL!!!!” - Lembemupixo

Isto e' UMA LOUQURAAA !! Ao vivo mt melhor qlaro xD E' bombaaa memo !! =D” - YoOzinHa4



NOOOOOOOOOOOOOOOIIIIIIIIIIDZZZZ !!!! A melhor banda do momento no mundo inteiro XD” - Dreamsstalker

Foi espectacular no enterro deste ano! Nunca os tinha ouvido e sao mm espectaculares ao vivo, super cuidados na apresentaçao e musica” - Cantarola 



Partiram tudo em Torres Vedras, no festival da juventude” - Kalau14

“Ja os vi 2 vezes este ano e caminho para a terceira hoje! é abuso! aconselho! Faltava algo assim! Perfeito perfeito!”ppereirex 

“Mas onde eu arranjo o album deles???? ALGUEM ME PODE DIZER???? sou louco por este som... ISto mete me CRAZYYYY” - Malheirovski48

“ARREBENTARAM o pavilhão do nerba em bragança!!!!!” - zarroc1987

“NOIDZ é realmente algo de novo....trance rock metal à seria!!!!! semana académica de Lisboa!!!! melhor banda da noite.....estive lá!!!! a gritar q nem um maluco”gibsonlespaulluxe 

“Eu também tive na semana académica, foi simplesmente BRUTAAL!” - senimars

“Noidz e sem duvida das melhores bandas que andam prai na actualidade” - ICBMPOiSon

“Brutal, melhor da semana académica de lisboa! não os conhecia! agora aconselho! 5 estrelas...” - Fusopiranha

“Vi-os no verão passado!! :) excelente!!” - karenina5

Simplesmente Brutal!! Noidz no seu melhor!! Continuem assim.... ; )” - HyperBlass

“Vi este ano no Maiact a abrirem para Moonspell acho que é bastante bom!” - ViciousXminds
Vieram ca ao faial e foi o concerto da minha vida ganda banda mesmo ... mesmo os remakes como breathe dos prodigy e the beautifull people de marilyn manson tokados por eles parecem originais seus” - faial2006

“Estiveram na semana do Mar no Faial e foi lindo.” - Baroncamara

Foi o melhor do ano!!!!!! espetacular... não ha outro concerto em portugal como o espetaculo dos noidz!!!!! ja vi 3 vezes....” - loukofernando

“Excelente não há outras palavras” - Rogerjak

“Foi o melhor do ano!!!!!! espetacular...não ha outro concerto em portugal como o espetaculo dos noidz!!!!! ja vi 3 vezes....” - loukofernando

“Nunca pensei que musica folclore acaba-se por ficar tão louca... Brutal!!
Já vi ao vivo e a banda tem uma excelente performance em palco!”
- parvalhoes

“Yea i got addicted into this band...too bad they have only one álbum” - ToxicMaggot

“Isto foi em T.Vedras eu estive la e tb estive na semana academica de lisboa e foram os dois concertos brutalissimos espero voltar a velos em lisboa brevemente XD” - Dreamsstalker

Awesome love this band :) really amazing music!” - Startrance666

Noidz foi uma grande surpresa! Bom visual, excelente presença em palco e uma sonoridade brutalestes gajos tem um grande potencial, e a continuar assim vão dar cabo deste planeta!!! :)) Força nisso e voltem á Maia no próximo ano!!!!” - zzoommbbiiee

Estes senhores precisam é de mais divulgação, eu próprio admito que os desconhecia!” - starDEVIL666




Estive lá naquela noite, no Maiact. Também nunca tinha ouvido falar deles, mas adorei a mistura. Agora a minha irmã, a quem mostrei logo o que andei para lá a ouvir, tem esta música como toque de telemóvel e não consigo tirá-la da cabeça lol”SqueezyWay

“Estes gajos abusam tanto. vidrei-me todo lá à frente” - kalinas 

Quem nao disser k noidz sao a melhor banda tuga do momento é pq n tem espirito. NOIDZ!!! OS MAIORES” - dREAMSTALKER

Ih! Estive lá :D Amei Noidz. Não conhecia. Trance Metal é muito muito muito bom :DDDD E encheram melhor o palco do que os Moonspell, tinham um espectáculo fabuloso.” - SqueezyWay



Really amazing how they mix metal with trance.Insane how addicting this music is for me O_o would love this kind of music on a rave.” - Startrance666 

“Eu ja estive num concerto deles...simplesmente abusivo... é outro mundo xD” - Risingpow
Daaaamn! These guys own!!! I wanna be alienoidz! xD” - ToxicMaggot 

“Esta banda se continuar dentro do mesmo ritmo e a produzir essas espectaculares musicas acreditem que dentro em breve estarao no topo, digo topo nao de portugal mas do mundo... a musica deles é de uma originalidade incrivel. novo fã =D” -slavo41

Anexo 4 – Comentários nas redes sociais à primeira digressão internacional dos Noidz

You've got some really incredible music, I really love it! It's a great combination of electronica and heavy metal. Keep it up” Stranger Sun from USA

 

Those are some awesome tunes you have mixed together. Best of luck to you and your musical experimentations” Chris from USA



 

I love trance and i love metal...Therefore your music is perfection!!! Keep up the good work, you alien things you!!!” Billy D from England

 

Hey this sounds nice! Your rough mixes are perfect to take a girl and dance with her all night long! :)” Cirex from Porto Rico



 

The music sounds awesome!” Absolute H from USA

 

Wow Man.. Your tunes are some of the best metal/techno blends i've ever fucking heard.. Keep the tunes flowing either way!! I WANT MORE!!!!” James Perkins from USA



 

Your music is Bad Ass, I can't wait for an album so I can blast it from my car!” Joe Andrew from USA

 

Your music is heaven to my ears and I must spread the word of your greatness (Like I have been). I must inform my friends of your existence!!” Chris from USA



 

"hey loving your sound i will be spreading the word about your music downunder in australia keep rockin!!!” Liquid Memory from Australia

 

wow! Fukken awesome Musik! The aliens who brought new sound to yet a soundless earth..Fukken Nice! Cheerz to you Supreme Beings!” I am Your Loving Hate from EUA



 

Wow, Now that's something that has never been tried before...D&B/rock mixes...let alone doing it damn well...you are truly out of this world...I am Monkkafied!” Luis Waves from EUA

 

Another great 4 tracks. I am addicted to this new sound Noidz is producing” Chris from USA


Noidz make great music, enjoying the trip to your world !” ExclamationMarks from USA

 

Wow man, you got some killer tunez man... Shit ive never heard b4 this well... Fuckin killer Fusiong of Semi Hardcore Tech + Heavy Metal.... Get a fucking CD out man so i can blast this shit in my car and show it to my friends!!!!!!!!!!!!!!!!!!” Senor James from USA



 

Your music excites me. I wish to have a copy of Noidz CD. I never would have thought that beings from another world could come and combine the thing we humans have worked on for ages and do it better than we ever have. Are you sure you are not gods?” Vicious Incarnation from USA

 

 “You are my favorite aliens!! Peace my cosmic bro” Joe from USA



 

Ur music is awesome!! unique sound finally!!” Iliana from Cyprus

 

I love your sound and can't wait for the full length CD!!” Satanistic from USA



 

You and Zork have a strong musical talent. Very captivating music!” StrictlyWeather from USA

 

wow awesome! love the music, it kicks ass!” Adam’s Nattie from USA



 

Love the tunes!” Stephen from Estonia



 

Great Style” TheSizer from Germany



 

 “The sounds you have created are stellar..tecno beats with metal guitars..out of this world” Clock of the Long Now from USA



©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal