Os contratualistas



Baixar 14.91 Kb.
Encontro27.12.2017
Tamanho14.91 Kb.

OS CONTRATUALISTAS


AUTORES

ESTADO DE NATUREZA

CONTRATO SOCIAL

ESTADO POLÍTICO

FORMA DE GOVERNO

Thomas Hobbes

1588 - 1679



Livro: “Leviatã”

1)Os homens são isolados, gananciosos e interesseiros;

2) não existem leis, cada um julga conforme achar melhor.

3) Situação de constante guerra

4) “o homem é o lobo do homem”; estado de barbárie;

5) não há garantias de propriedade e vida; o uso da força é única garantia;

6) total liberdade, mas com a vida sempre em risco;



1) É um contrato de submissão: surge da necessidade de garantir a sobrevivência.

2) os homens renunciam ao uso da força e a transferem a um ser superior (Estado), assim como seu direito de julgar e punir.

3) Em troca o Estado na figura de um governante (soberano) garante a vida e sobrevivência de todos.


1) É um Estado artificial: o homem não deixa de ser egoísta, mas passa a ser controlado;

2) O Estado detêm todo poder (julgar, punir, matar) para garantir a sobrevivência;

3) O estado (soberano) > povo.

4) O poder do estado é ilimitado,

5) Ele está acima das leis, e não se pode derruba-lo.


  • Monarquias Absolutistas; O poder era absoluto.

John Locke


1632 - 1704



Livro: “Ensaio sobre o governo civil”

1) Ñ era um estado de guerra.

2) Os homens eram livres e viviam numa relativa harmonia

3) A propriedade era um direito natural, fruto do trabalho.

4) Entretanto havia alguns inconvenientes. Não existia lei comum (para todos).

5) Cada um julgava de acordo com sua opinião, isso poderia gerar tensões futuras.


1) A fim de viverem melhor, e evitarem conflitos os homens criam o Estado, principalmente para garantir a liberdade e a propriedade.

2) Concedem o direito de punir e legislar a um governo em quem depositam confiança.

3) Mas a propriedade não é cedida, pois é fruto do trabalho de cada homem, cabendo ao estado protegê-la.


1) Estado subordinado ao consentimento do povo;

2) dividido em legislativo e executivo;

3) legislativo é o poder supremo, fruto da voz do povo;

4) o executivo é subordinado ao povo e ao legislativo, podendo ser derrubado pelo povo;

5)indivíduos>legislativo>executivo

6) cabe ao estado político garantir a liberdade individual de cada um;




  • Monarquia parlamentarista

  • Republica parlamentarista;

  • O poder maior fica nas mãos do parlamento;

  • Governos liberais; o poder era limitado por leis,

Jean Jacques Rousseau


1712 - 1778


Livro: “Contrato social”


1) O bom selvagem:Os homens eram bons, iguais e livres.

2) vivia-se em perfeita harmonia;

3) dependiam da natureza para sobreviver.

4) O homem não era ruim, a sociedade que o corrompeu e o deixou assim,

5) Quando surge a propriedade, iniciam as discórdias as brigas e a desigualdade.


1) É um contrato de associação, por meio de um consenso entre os homens.

2) Através do contrato os homens buscam resgatar igualdade existente antes do inicio das discórdias e das desigualdades.

3) os homens entregam tudo a um governo que passará a incorporar a vontade de todos.

4) existe um comprometimento de todos para com a sociedade.



1) o Estado é resultado da vontade de todos.

2) O estado institui a igualdade de direito entre os homens;

3) Toda a ação desse Estado será de acordo com a vontade de todos.

4) Povo = Estado;

5) leis = vontade de todos;

6) Os homens criam as leis por consenso e a respeitam, pois são eles que as criaram;






Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal