Para fornecimento de bens



Baixar 453.7 Kb.
Página4/5
Encontro10.02.2018
Tamanho453.7 Kb.
1   2   3   4   5

11.1. A Contratada obrigar-se-á a:

  1. Entregar os objetos desta aquisição nas dependências da CONTRATANTE, no endereço: Av. Francisco Mota, 572, Bairro Presidente Costa e Silva, CEP: 59625-900, Mossoró/RN, especificamente no Setor de Almoxarifado da CONTRATANTE, de segunda à sexta, das 07 h 30 min às 11 h 30 min e das 13 h 30 min às 17 h 30 min;



    1. O prazo para entrega dos materiais será de no máximo 30 (trinta) dias consecutivos após o recebimento formal da nota de empenho pela CONTRATADA, e somente poderá ser estendido mediante prévia autorização da CONTRATANTE, não podendo a vencedora do certame licitatório declinar do mesmo.



    1. O material deverá ser entregue acondicionado adequadamente e estar acompanhado da nota fiscal correspondente, devidamente preenchida.



  1. Arcar com todas as despesas, diretas ou indiretas, decorrentes do fornecimento dos materiais, sem qualquer ônus para a UFERSA.

  2. Repetir procedimentos às suas próprias custas para correção de falhas verificadas, principalmente na hipótese de entrega de materiais em desacordo com as condições pactuadas.

  3. Contratar uma empresa de transporte de carga que possua mão de obra para o processo de descarregamento do material nas dependências da CONTRATANTE;

  4. Responder por danos materiais ou físicos, causados por seus empregados ou prepostos, diretamente à Contratante ou a terceiros, decorrentes de sua culpa ou dolo.

  5. Assumir a responsabilidade por todas as providências e obrigações estabelecidas na legislação específica sobre a qualidade dos materiais que serão entregues.

  6. Fornecer diretamente o objeto licitado, não podendo transferir a responsabilidade pelo objeto licitado para nenhuma outra empresa ou instituição de qualquer natureza;

  7. Fornecer produtos novos, de primeiro uso, industrializados/fabricados de acordo com as normas técnicas em vigor, de boa qualidade e de excelente aceitação no mercado.

  8. Fornecer produtos com garantia contra não conformidades de fabricação, a contar do recebimento definitivo dos mesmos pela CONTRATANTE, sendo esta garantia de sua total responsabilidade, inclusive os custos no que tange o transporte da CONTRATANTE à CONTRATADA e seu devido retorno a CONTRATANTE;

  9. Prestar todos os esclarecimentos técnicos que lhe forem solicitados pela UFERSA, relacionados com as características dos materiais fornecidos.

ITEM 12. DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE

12.1. Disponibilizar à CONTRATADA, em tempo hábil, a nota de empenho que comprova a aquisição pela CONTRATANTE.

12.2. Aplicar as penalidades definidas em contrato, previstas pelo não cumprimento dos prazos estabelecidos para a entrega dos materiais ou entrega de documentação solicitada, bem como pela divergência das características dos materiais entregues;

12.3. Efetuar os pagamentos devidos à empresa fornecedora do certame licitatório, na forma convencionada no termo de referência, dentro do prazo previsto, desde que atendidas às formalidades e exigências da CONTRATANTE.

ITEM 13. DAS SANÇÕES

13.1. Comete infração administrativa, nos termos da Lei nº. 10.520, de 2002, do Decreto nº. 3.555, de 2000 e do Decreto nº. 5.450, de 2005, a licitante/Adjudicatária que, no decorrer da licitação:

  1. Não assinar a Ata de Registro de Preços, não retirar a nota de empenho, ou não assinar o contrato, quando convocada dentro do prazo de validade da proposta ou da Ata de Registro de Preços;

  2. Apresentar documentação falsa;

  3. Deixar de entregar os documentos exigidos no certame;

  4. Não mantiver a sua proposta dentro de prazo de validade;

  5. Comportar-se de modo inidôneo;

  6. Cometer fraude fiscal;

  7. Fizer declaração falsa;

  8. Ensejar o retardamento da execução do certame.

13.1.1. A licitante/Adjudicatária que cometer qualquer das infrações discriminadas no subitem acima ficará sujeita a multa compensatória, ao percentual de 05% (cinco por cento) do valor do Contrato.

13.2. Advertência escrita, quando houver descumprimento das obrigações ajustadas neste Edital e Termo de Referência pertinente:

  1. Quando for a primeira falta, será aplicada, preferencialmente, a advertência escrita, desde que a gravidade da falta não exija penalidade mais rigorosa, observado o princípio da razoabilidade.

13.3. O descumprimento total ou parcial das obrigações assumidas pela beneficiária da Ata de Registro de Preços ou contratada sem justificativa aceita pela Administração poderá acarretar - resguardados os procedimentos administrativos legais pertinentes, observando-se preceitos legais vigentes e assegurando ao infrator o prazo de 05 (cinco) dias úteis para o usufruto do contraditório e ampla defesa:

  1. Multa, ao percentual de 0,1% (um décimo por cento) do valor do Contrato, pelo descumprimento de qualquer outra condição ajustada, em especial quando a Contratada não se aparelhar convenientemente para a execução do objeto ou quando impedir ou dificultar os trabalhos de Fiscalização.

  2. Multa de mora, ao percentual de 0,1% (um décimo por cento) ao dia sobre o valor total do Contrato, pelo atraso de até 30 (trinta) dias na execução do objeto.

  3. Multa de mora, ao percentual de 0,2% (dois décimos por cento) ao dia sobre o valor total do Contrato, a partir do 31º (trigésimo primeiro) dia até o 60º (sexagésimo) dia de atraso na execução do objeto.

  4. Multa compensatória, no percentual de 10% (dez por cento), calculada sobre o valor da execução do objeto desta licitação, pelo inadimplemento a partir do 60º (sexagésimo) dia, caracterizando inexecução total da parcela em questão.

13.3.1. Para o cálculo da multa de mora será aplicada a seguinte fórmula:

M = C x T x F

Sendo:

M = valor correspondente da multa pelo atraso na execução do objeto;



C = valor total da contratação;

T = número de dias em atraso na execução do objeto; e

F = fator de multa por atraso correspondente ao número de dias atrasados na execução do objeto.

13.3.2. A multa deverá ser recolhida à Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da data do recebimento da comunicação oficial que a impuser.

13.3.3. Comprovando-se o não recolhimento da multa no prazo pertinente, será promovido o desconto da parcela mediante retenção sobre Faturas pendentes de pagamento ou, como recurso extremo, promovida a cobrança por via judicial e/ou inscrição na Dívida Ativa da União.

13.4. Todas as multas aplicadas poderão ser cumulativas, inclusive com a aplicação da sanção administrativa de impedimento de licitar com a União, Estados, Distrito Federal ou Municípios.

13.5. Pela inexecução total ou parcial do contrato a administração poderá, garantida a prévia defesa, aplicar ao contratado suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com a administração, por prazo não superior a 02 (dois) anos.

13.6. A aplicação de qualquer das penalidades previstas realizar-se-á em processo administrativo que assegurará o contraditório e a ampla defesa, observando-se o procedimento previsto na Lei nº. 8.666, de 1993, e subsidiariamente na Lei nº. 9.784, de 1999.

13.7. A autoridade competente, na aplicação das sanções, levará em consideração a gravidade da conduta do infrator, o caráter educativo da pena, bem como o dano causado à Administração, observado o princípio da proporcionalidade.

13.8. As penalidades serão obrigatoriamente registradas no SICAF.


ITEM 14. DA SOLICITAÇÃO

14.1. Unidade solicitante - Responsável pela solicitação:

14.1.1. Setor de Compras e Contratos (Caraúbas) – Ana Paula Silva;

14.1.2. Setor de Cadastro – Leonardo Ramalho Medeiros;

14.1.3. Departamento de Ciências Ambientais e Tecnológicas (DCAT) – Manoel Quirino da Silva Júnior;

14.1.4. Setor de Compras (SECOMP/PROAD) – Arisclênia Kelly Nazareno;

14.1.5. Campus Angicos – Rafael da Silva Araújo;

14.1.6. Setor de Compras (SECOMP/PROAD) – Alexandre Miranda Rocha;

14.1.7. Departamento de Ciências Animais (DCAN) – João Abner Santos Bezerra.


ITEM 15. DA RESPONSABILIDADE PELA ELABORAÇÃO DO TERMO

15.1. Unidade responsável: Divisão de Compras – DICOMP/PROAD;

15.2. Responsável pela elaboração:

Termo finalizado em 11 de março de 2015.

___________________________________

Responsável pela elaboração

Alexandre Miranda Rocha


ITEM 16. DA APROVAÇÃO DO TERMO

_______________________________________



Jorge Luiz de Oliveira Cunha

Pró-Reitor de Administração



Portaria UFERSA/GAB Nº. 1.452/2014

ANEXO II

RELATÓRIO DOS MATERIAIS A SEREM LICITADOS

Licitação:

23091.006544/2014-12 - PR 569/2014 - UFERSA

Gestora:

1100 - UFERSA

Assunto:

AQUISIÇÃO DE APARELHOS E EQUIPAMENTOS LABORATORIAIS.

Tipo:

MATERIAIS

Status:

SETOR DE COMPRAS - EM ANALISE - SETOR COMPRAS



LISTA DOS MATERIAIS

 

Item  

Especificação do Material

Unid.

Quant.
Interna


Quant.
Externa


Quant.
Total


 

NÃO ASSOCIADO(S) A LOTE/GRUPO

 

1  

520800000938

ANALISADOR DE ÓLEOS

UNIDADE

8

0

8

 

Características Gerais: Analisador de óleo e graxas TOG/TPH em água ou em solo; faixa de medição em água: 0.3 a 1.000 ppm; faixa de medição em solo: 3 a 5000 ppm; método de medição por absorção por infravermelho (com base na lei de Lambert- Beer); leitura direta no display na unidade de concentração desejável (porcentagem; ppm; absorção); equipamento portátil podendo ser usado em campo ou em bancada; armazena resultados; utiliza extração externa com n-Hexano; permite a inserção de curvas de calibração; resultados correlacionados com a norma EPA 1664 e ISO 9377-2; força: 12 Vdc, 5 W; fonte transformadora: 100 / 220 Vac; itens inclusos: cabo de energia; cabo para transferência de dados; manual de instruções; seringas. Similar ao Analisador de óleos e graxas em água ou solo (TOG), TPH ou FOG, modelo: ATR-SP, Fabricante: Wilks. Incluso treinamento adequado para o manuseio e utilização do equipamento. CATMAT: 42617.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

8

 

2  

520800001009

APARELHO ELETRÔNICO PARA CISALHAMENTO DIRETO

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: aparelho eletrônico para cisalhamento direto; construído em um cavalete reforçado; possui braço para colocação de carga estática sobre a caixa de cisalhamento, com possibilidade de amplificação dos pesos em 10x; seu display eletrônico digital microprocessado permite a visualização dos parâmetros e resultados do ensaio. Tem ainda saída RS 232 para envio de dados para microcomputador. Acompanha: caixa carro com células quadradas 60x60 mm e 100x100 mm com cortador de amostras; 01 esteira de rolamentos; 01 jogo de pesos total 50 kg (sendo: 4x10 – 1x5 – 2x2 – 1x1); 02 sensores de deslocamento; 01 célula de carga 300 kgf. Características: máxima capacidade no avanço / retorno 500 Kgf; velocidade constante e selecionável entre 0,00001 até 9,999 mm / min; velocidade constante independente da carga; aceita caixas de cisalhamento de: 100x100 e 60x60 mm (e outras para amostras circulares, sob encomenda). Dimensões aproximadas: 1040x420x1350 mm. Alimentação: 220 v - 50/60 Hz, conforme norma: ASTM D 3080, BS 1377. Garantia mínima de 12 meses a partir do recebimento do produto. CATMAT: 345003.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

3  

520800000666

KIT DIDÁTICO DE LÂMINAS HISTOLÓGICAS

KIT

2

0

2

 

Características Gerais: coleção de lâminas armazenada em caixa contendo etiquetas de identificação personalizadas para cada lâmina, constando o nome e o método de coloração; lâminas lapidadas sem extremidades cortantes, 26x76 mm por 1 mm de espessura, vidro neutro polido, bordas lapidadas em 45 graus; lamínulas com 0,09 mm de espessura, em borosilicato não oxidante, classe hidrolítica l; meio de montagem, com grau de refração 1.5; espessura dos cortes seguindo o padrão de 5 micrômetros. Deverão ser fornecidas 55 coleções; cada coleção deverá ser composta por duas caixas, com 30 unidades em cada caixa, num total de 60 unidades por coleção: Adrenal – He; Artéria De Grande Calibre – Verhoeff; Baço – He; Bexiga – He; Cérebro - Cerebelo – He; Cérebro – Prata; Coração - Disco Intercalar - Hematoxilina Férrica; Coração - He - Fibras De Purkinje; Disco Intervertebral – He; Epidídimo – He; Esfregaço De Sangue Humano – Rosenfeld; Esôfago – He; Estômago - Cárdia – He; Estômago - Fundíca – He; Estômago - Pilórica – He; Feixe Vásculo Nervoso – He; Fígado – He; Glândula Mamária Em Lactação – He; Glândula Mamária Em Repouso – He; Glândula Parótida – He; Glândula Sublingual – He; Glândula Submandibular – He; Hipófise – He; Intestino Delgado Íleo – He; Intestino Grosso – He; Joelho - Ossificação Endocondral – He; Laringe – He; Linfonodo – He; Língua – He; Medula – He; Músculo Estriado – He; Músculo Liso – He; Ossificação Intramembranosa - He (Cabeça Feto); Osso Desgastado - Sistema Haversiano; Ovário Púbere – He; Pâncreas – He; Paratireóide – He; Pele Fina – He; Pele Grossa – He; Pineal – He; Placenta – He; Próstata – He; Pulmão – He; Rim – He; Tendão – He; Testículo - Epidídimo – He; Timo – He; Tireóide – He; Traquéia – He; Ureter – He; Uretra – He; Útero Proliferativo – He; Útero Repouso – He; Útero Secretor – He; Vesícula Biliar – He; Vesícula Seminal. Além disso também deverão ser fornecidas mais 7 coleções compostas de 30 unidades de cada uma das lâminas especificadas a seguir: Abomaso – He; Bursa De Fabrícius – He; Esôfago - Papo de Ave – He; Omaso – He; Proventrículo (Ave) – He; Retículo – He; Rúmen – He; CATMAT: 376048.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

2

 

4  

520800001197

DESSALINIZADOR 0,5M³/H (TRIFÁSICO/MONOFÁSICO)

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: dessalinizador 0,5 m3/h, gerando água com condutividade elétrica menor do que 5uS; Skid metálico em aço inox, com suporte para 2 vasos de pressão de ø de 4” x 1,00 m, com vibra stop na base para 500 k; estrutura com pintura a base de alcatrão de hulha e acabamento com epóxi; 2 vasos permeadores em PRFV para 1 elemento tipo: side-port, com pressão de projeto 300 psi; 2 membranas BW30-4040 RV/IMP. Configuração espiralada (spiral-wound, formada por película extra-fina, composta (thin film-composite) por poliamida-polisulfona/ diâmetro: 4”/ comprimento: 40”/ pressão máxima: 600 psi/ vazão: 10.500 GPD / fabricante: Filmtec. 3 carcaças em polipropileno, construção robusta; fabricados em polipropileno; resistência química contra a maioria dos ácidos, álcool, amônia, óleos e outras substâncias químicas agressivas; suportam temperaturas de até 52 °C e pressões de até 8 kgf/cm²; vedação com “O” ring, à prova de vazamentos; paredes reforçadas com nervuras para aumentar a resistência. 3 elementos filtrantes - cartuchos polipropileno liso ø 2 ½ ”x 10” x 5 micra, com vazão de 45 l/minuto e com pressão de 2 kgf. 1 bomba booster – ref:. 4.2-b21, com motor elétrico, trifásico, carcaça em tfve, corpo da bomba, bocal e intermediária em aço inox, eixo corpo difusor em aço inoxidável, impulsores em noryl, vedação do eixo ø 5/8 tipo: 6, grau de proteção IP 55, nas potências de 2,0 CV- ø 1” ,tipo 21, borrachas: buna-n e viton – potência de 2 CV. 2 rotâmetros marca: BluWhite com escala de zero a 18 lpm, com haste e o êmbolo em aço inox 316, corpo de polisulfona transparente retangular com entrada e saída traseira de 3/4. 4 manômetros com espelhos para painel caixa em aço inoxidável glicerinado ø 63 mm, com saída traseira de ¹/4 na escala de: 0 a 4 - 0 a 7 – 0 a 20 – 0 a25 kgf/cm². 1 quadro de comando elétrico completo para comando de operação, com proteção de sobrecarga para os motores, com disjuntor, relé falta de fase, relés térmicos para os motores-bombas, contactor geral e para os motores-bombas, botoeiras lig/desl/sinaleiras, amperímetro e voltímetro. 1 pressostato – ref:. kp35 marca: danfoss para proteção da bomba de alta pressão com switch para desligamento automático em caso de falta de água. o pressostato deve ter as seguintes características: pressão operacional admissível – 18 bar; faixa de regulagem – 0,2 a 8,0 bar; diferencial ajustável – 0,5 a 2,0 bar. 1 bomba - ref:. chs17t, centrífuga horizontal, trifásica, 1 cv, com carcaça e rotor em termoplástico de engenharia reforçado com fibra de vidro, para retrolavagem. 1 tanque para retrolavagem com capacidade de 100 L em polipropileno com tampa. 1 caixa d’água de 500 L com tampa hermética e filtro de ar. 6 tomadas de pressão – macho - 6 mm x ¹/²” em aço inoxidável, tipo: presto-layt. 5 tomadas de pressão – fêmea – 6 mm x ¹/4 em aço inoxidável, tipo: presto-layt. 10 metros de mangueira de alta pressão em polietileno linear de alta densidade atóxico na cor azul ø de 6 mm para leitura de pressões do sistema. 
1 bomba dosadora , marca: ejetronic, 220 v , monofásica, modelo: v-1, 5/p13. 1 kit de tubos e conexões em pvc de baixa pressão, na cor marrom, soldável, para alimentação de água do sistema e permeação. 1 kit de tubos e conexões de alta pressão, em aço inox, aisi 316, para pressão osmótica e rejeito. 
Válvulas esfera de passagem plena, ff de 1 ¼”. Válvulas esfera de passagem plena, ff de 1 ”.Válvulas de esfera de passagem plena, ff de 3/4 ”. 03 pontos de coleta d’água. Sistema de válvulas solenoides de ¾” Programador eletrônico para três vias. Válvula inoxidável de ¾”. Incluso no item: Treinamento adequado para o manuseio e utilização do equipamento; Instalação do equipamento no local especificado pela UFERSA. CATMAT: 7307.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

5  

520800000781

FRESADORA FERRAMENTEIRA

UNIDADE

6

0

6

 

Fresadora ferramenteira completa de acessórios e produzida de acordo com normas técnicas específicas para garantir precisão e qualidade, com as seguintes características técnicas. Mesa: - comprimento da mesa: 1270mm; - largura da mesa: 254mm,; - quantidade de ranhuras: mínimo 3; - largura da ranhura: 16mm; - distância entre as ranhuras: 63 mm; - acionamento automático nos eixos x e y, motorizado com sistema eletroeletrônico; - acionamento motorizado no eixo z; - peso admissível sobre a mesa: 250 Kg; - escalas e anéis graduados cromado fosco no sistema métrico; - proteção das guias: vertical e transversal; - a proteção deve ser fixada a coluna da máquina em suporte metálico com espessura mínima de 1mm; - barramento e guias temperados e retificados, revestidos com resina antifricção (turcite); Cursos: - curso longitudinal (eixo x): 770/840mm; - curso transversal (eixo y): 360mm; - curso vertical (eixo z): 335mm; Caixa de avanço: - permite-se trabalhar num campo entre 0 e 800 mm/min; Cabeçote vertical: - cone ISO 40; - diâmetro do árvore: 100mm - curso do eixo árvore –127 mm - velocidade do eixo árvore: • velocidade mínima: 78 rpm; • velocidade máxima: 4.500 rpm; • com inversor de frequência; - avanço do eixo árvore: • com 3 posições; • avanço mínimo: 0,040mm/rot; • avanço máximo: 0,150mm/rot; - distância entre eixo-árvore e a superfície da mesa: • distância mínima:0 mm; • distância máxima: 410mm; - distância entre o centro do eixo arvore e a coluna: • distância mínima: 210mm; • distância máxima: 750mm; - inclinação frontal do cabeçote vertical: 45º; - inclinação lateral do cabeçote vertical: 90º (dois planos); - escala com intervalo de 1° e exatidão de 1° no posicionamento; Torpedo: - giro do torpedo: até 180°; - curso do torpedo:550 mm; Características elétricas: - tensão de alimentação: 380V (trifásica), 60 Hz; - cabo de conexão a rede elétrica (mínimo 3 metros) com plug tomada no sistema soquete industrial 3 pinos. - motor principal: 5 HP -IP-54 - proteções contra sobrecarga, sub-tensão e sobre-tensão; - quadro elétrico com trava na porta de acesso e com interruptor de segurança; - em caso de paralisação da máquina devido à interrupção no fornecimento de energia elétrica ou acionamento do botão de emergência, a mesma não poderá, em hipótese alguma, reiniciar seu funcionamento. Acabamento da máquina: - proteção anticorrosiva com tinta a base de epóxi ou poliuretana de alta resistência; Ensaios obrigatórios atendendo as normas vigentes: - protocolo de ensaio de aceitação segundo NBR 10051; - protocolo de ensaio de vibração segundo ISO 2372 ou NBR 10082; - protocolo de ensaio de nível de ruído segundo NR15; - protocolo de ensaio de dureza Brinell do barramento e guias; Nota: anexar à proposta técnica, os protocolos, não preenchidos, dos ensaios acima, em papel timbrado do fabricante (procedimentos da empresa para efetuar os ensaios); Documentação técnica em português: - na proposta: apresentar catálogo completo e/ou descritivo, comprovando que o equipamento atende a cada item solicitado na especificação e os protocolos descritos no item anterior (NBR 10051, ISO 2372 ou NBR 10082, nr15, dureza Brinell do barramento e guias). - na entrega: fornecer manuais de operação, instalação, manutenção, diagramas elétricos e lista de peças de reposição; Acessórios inclusos no fornecimento: - armário elétrico completo. - avanço longitudinal automático. - avanço transversal automático. - motorização para avanço rápido vertical da mesa. - mandril porta pinças, com cone. - jogo de grampos de fixação sobre a mesa: 4 grampos de fixação lateral e 4 grampos de fixação superior, com 4 pares de calços e parafusos. - jogo de pinças de 3 a 24 mm (3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 18, 20, 22, 24mm), escalonamento de 1 mm, deverá acompanhar o estojo para armazenamento. - cabeçote de fresar a 90 graus. - cabeçote de fresamento plano. - divisor universal, altura mínima 165mm, com placa. - jogo de chaves para ajustar e fixar fresadora, peças e acessórios com maleta de armazenamento. - eixo completo para fixação de fresa módulo para engrenagem de 16, 22, 27 e 32mm de diâmetro de furo. - painel de comando com braço de sustentação articulável, localizado no lado direito de operação. - bandeja aparadora de cavacos e líquidos – removível. - sistema completo de refrigeração de corte. - sistema de lubrificação centralizada automática. - sistema de iluminação individual com proteção da lâmpada conjunto de parafusos niveladores morsa com base giratória graduada, abertura da morsa – mínimo 200 mm. porta pinças cone ISO 40.indicador de posição digital eletrônico, instalado no lado direito de operação, para controle de posição nos eixos x, y e z. Pleno atendimento a norma regulamentadora NR-12. Montagem e Treinamento de 40 horas inclusos, a ser realizado nas instalações de entrega. Similar ao modelo FVF 2500 da marca DIPLOMAT. CATMAT: 88544.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

6

 

6  

523800000022

FURADEIRA DE COLUNA

UNIDADE

3

0

3

 

Furadeira de coluna- Furadeira de coluna produzida de acordo com normas técnicas específicas para garantir precisão e qualidade, com as seguintes características técnicas: Características construtivas: - engrenagens temperadas e retificadas; Características técnicas: - capacidade de furação em aço: 35 mm; - curso da árvore: 155mm; - capacidade de rosqueamento: m22; - distância entre o spindle e a coluna: 320mm; - número de avanços do spindle: 3; - avanços do spindle: 0,1 – 0,2 – 0,3 milímetros por rotação; Mesa: - comprimento da mesa: 500mm; - largura da mesa: mínimo: 420mm; - ângulo de giro da mesa: 45 graus; Base (área útil): - comprimento:: 370mm; - largura:360mm; Cabeçote vertical: - eixo árvore: cm-4; - distância entre o eixo-árvore e a superfície da base: 1.140mm; - distância entre o eixo-árvore e a superfície da mesa: 585mm; - gama de velocidades: número de velocidades: 12 posições; velocidade mínima: 160 rpm; velocidade máxima: 3.625 rpm; - marcador de profundidade com escala de 1mm; Características elétricas: - tensão de alimentação: 380V (trifásica), 60 Hz - motor principal: 1,0/1.2 -KW IP-54 - cabo de conexão a rede elétrica (mínimo 3 metros) com plug tomada no sistema soquete industrial 3 pinos. Acessórios inclusos no fornecimento: - engate do avanço automático com acionamento elétrico e diretamente no volante; - sistema completo de refrigeração de corte; - sistema de iluminação individual com LED; - proteção frontal contra cavacos e respingos com sistema de segurança através de micro-switch; - jogo de chaves de serviços para operação da máquina; - conjunto de parafusos niveladores; - mandril com chave; - conexão para mandril; - sistema mecânico especial para sacar ferramentas; - cunha para extração (mínimo 02 tamanhos); - trava mecânica de segurança na suspensão da mesa; - bucha de redução cm 3 para cm 1; - bucha de redução cm 4 para cm 2; - bucha de redução cm 4 para cm 3; - botão de inversão do giro do árvore diretamente no volante; - tacômetro (indicador digital de velocidade). Acabamento da máquina: - proteção anticorrosiva com tinta a base de epóxi ou poliuretana de alta resistência; - cores: padrão fabricante. Documentação técnica em português: - na proposta: apresentar catálogo comprovando pleno atendimento das especificações técnicas aqui descritas; - na entrega: fornecer manuais de operação, instalação e manutenção. Segurança: - a máquina proposta deverá atender a norma regulamentadora nº 12 (Segurança no Trabalho de Máquinas e Equipamentos), atualizada pela Portaria SIT nº 197, de 17/12/2010, publicada no DOU de 24/12/2010, em sua totalidade, inclusive os itens e subitens que por ventura ainda possuam prazo para entrarem em vigor. Será fornecida a ART (anotação de responsabilidade técnica) para cada equipamento. Montagem e Treinamento inclusos, a ser realizado nas instalações de entrega. Peso líquido aproximado de 430 Kg. Similar ao modelo DPT – 5035A da marca DIPLOMAT. Possuir assistência Técnica no Brasil. CATMAT: 88480.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

7  

520800001138

MÁQUINA DE SOLDA - AC/DC 220/380/440V TROLLEY + REFRIG

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: Máquina de Soldagem GTAW (TIG) e MMA (eletrodo revestido) para soldagem em todos os tipos de materiais. Utilização de arame sólido ou tubular. Com painel intuitivo: Fácil ajuste e configuração. Controles digitais que garantam alta precisão e repetibilidade. Solda TIG pulsada AC ou DC que permita fácil controle do aporte de calor e da poça de fusão. Com controle do arco por pedal e controle remoto. Troca entre parâmetros da memória através do gatilho da tocha. Memória que possibilite armazenagem de até 60 parâmetros. Faixa de Corrente TIG/MMA (AC/DC): 4 - 280 A
Corrente de entrada em carga TIG 16,6 A.; Tensão de Alimentação 3Ø - 220/380/460 V; Frequência de Alimentação 50/60 Hz; Cargas Autorizadas: TIG AC/DC 280 A @ 100%; MMA AC/DC 280 A @ 40%; 240 A @ 60% e 220 A @ 100%; Tensão a Vazio 75 Vdc; Peso aproximado: 50 kg; Classe de Proteção: IP 21S; Fator de Potência a corrente máxima: TIG 0,75; Potência Nominal: TIG 11; kVA: MMA 14,2 kVA; Tempo pré-vazão gás: 0,1 - 2,5 s; Tempo pós-vazão gás: 0,1 - 30 s; Tempo rampa de descida:0,1 - 10 s; Frequência em AC: 20 - 200 Hz; Balanço de onda em AC: 10 - 90%; Frequência: modo pulsado DC 0,4 - 300 Hz. Modo pulsado AC 0,4 - 2 Hz: Tempo Pulso (pulso/ciclo): 30 - 65%; Corrente de partida (4 tempos): 10 - 90 %; Alimentação: trifásica; Acessórios inclusos: 2 Tochas para as cargas de 250 A @60% e 200 A @ 100% Similar ao modelo Heliarc 283i AC/DC ESAB. Cabos para soldagem com eletrodo revestido. CATMAT:

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

8  

520800001137

MÁQUINA DE SOLDA - 3V 50/60HZ V/A

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: Fontes para soldagem MIG/MAG para utilização com alimentador de arame externo, com ajustes de parâmetros com mínimo 20 posições de soldagem. Faixa de Corrente: 50-420ª; Faixa de Tensão: 17-35Vdc; Tensão de Alimentação: 3Ø - 220/380/440 Vac; Frequência de Alimentação: 50/60Hz; Cargas Autorizadas: 315A/29,8Vdc @ 35%, 270A/27,5Vdc @ 60%, 220A/25Vdc @ 100%; Tensão a Vazio: 18-45Vdc; Potência Aparente: 7,3 kVA @ 100%; Peso aproximado: 140kg; Classe de Proteção: IP 23 S; Faixa de Corrente: 50-420A; Normas Técnicas: IEC 60.974-1; Fator de Potência: 0,96; Eficiência: 77%; Níveis de Tensão: 20; Faixa de Velocidade do Arame: 1,5 - 19 m / min; Tipo de Alimentador de Arame: 2 roldanas; Diâmetro do Arame: Sólido = Aço Carbono / Inoxidável 0,6 - 1,2 mm, Liga Leve = Alumínio / Cobre 0,8 - 1,2 mm, Tubulares 0,9 - 1,2 mm. Acessórios inclusos: Kit rodas e alça, medidor digital, alimentador de arame, conjunto de cabos de conexão (energia, obra, controle e mangueira) com 2m, roldanas para eletrodos sólidos e tubulares aplicados a aços e a alumínio com diâmetro de 1mm, tocha com ciclo de trabalho de no mínimo 320 A@35%. Similar ao modelo Smashweld 318 ESAB. CATMAT: 49689.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

9  

520800000961

MÁQUINA PARA ENSAIO DINÂMICO E FADIGA

UNIDADE

3

0

3

 

Máquina para Ensaio Dinâmico e Fadiga. Características Gerais: máquina de ensaios dinâmicos capaz de realizar teste de fadiga, testes estático e mecânica da fratura; capaz de gerar ondas do tipo seno, triangular, retangular, trapezoidal, meia onda, rampa, step, sweep, randômica e combinada; faixa de frequência de 0,00001 até 1000 Hz; estrutura composta por duas colunas revestidas de cromo duro, com atuador na parte inferior; distância efetiva entre as colunas acima de 500 mm; distância efetiva entre os mordentes acima de 1800 mm; dimensões aproximadas 1000x800x2000 (LxPxA); capacidade dinâmica de + 100 kN a -100 kN; capacidade estática de +120 kN a -120 kN, método de aplicação de carga por sistema servo–hidráulico de circuito fechado com controlador; alimentação hidráulica aproximada de 50 l/min; servo-válvula aproximada de 50 l/min; variáveis de controle - carga, deslocamento, e deformação em até 4 pontos; escalas de carga de 150, 100, 50, 20 e 10% da capacidade dinâmica; resolução da indicação de carga estática menor que +- 1,0% do valor do fundo de escala, em cada escala; escala de deslocamento de 100, 50, 20 e 10% do deslocamento máximo; resolução da indicação de deslocamento estático menor que +ou-1,0% do valor do fundo de escala, em cada escala; controle de estabilidade de +ou- 1,0% do valor do fundo de escala em cada escala; atuador com capacidade dinâmica de +-100 kN e deslocamento máximo de -+25 mm; detector de deslocamento tipo transformador diferencial, instalado no atuador, com faixa de medição de -+100 mm; célula de carga com capacidade estática de +-120 kN e dinâmica de +-100 kN, cambiável com resolução de carga de 1/500 do valor nominal; amplificadores de medida força, com 24 bits; controle: totalmente digital, com controle de closed-loop e pid com dois graus de liberdade e com controle sincronizado superior a 4; sinal I/O analógico: 4 canais (+/- 10 v) saída e 1 canal (+/- 10 v) entrada sinal I/O digital: 8 canais de entrada e 8 canais de saída ou mais; recursos de segurança: limitador 4 pontos, botão de alarme, contador e alarme externo botão parar, parar forma de onda, ajuste de onda para zero, posição de ajuste comunicação: via USB; software: ensaios estáticos, dinâmicos, de fadiga, medições de kic/cod e de fadiga térmica; jogo de garras para ensaios de fadiga carga axial; clip-gauge para medida deslocamento da abertura de trincas em testes tipo cod, gauge lenght aproximado de 5 mm, frequência de operação de 10 Hz, temperatura de trabalho até 50°C; extensômetro dinâmico para ensaios de fadiga, gauge lenght de 12.5, 25, 50 mm, frequência de operação 20 Hz, range de leitura de +-0,5 mm; jogo de teste cod em flexão 3 pontos; a proposta deve incluir instalação e treinamento; a assistência técnica durante e após o tempo da garantida deve ser dada por pessoal qualificado e em território nacional; garantia com um período de no mínimo 12 meses após a data da instalação. Tensão monofásico 220 V. CATMAT: 19119.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

10  

520800000632

PRENSA CBR / ISC ELÉTRICA

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: prensa CBR / ISC elétrica de acordo com a NBR 9895; DNER-ME 049. O motor elétrico garante uniformidade no ensaio. Com 2 velocidades, uma de avanço lento para o ensaio e outra com avanço rápido para retorno e aproximação do pistão. A prensa é de construção robusta e suas engrenagens de bronze devem ficam submersas em banho de óleo para garantir maior durabilidade. Capacidade máxima de 5.000 kgf, leitura feita por meio de um anel dinamométrico calibrado. Peso aproximado: 100 kg. acompanham a prensa: 01 anel dinamométrico com extensômetro de 5 mm milesimal; 01 pistão de penetração com extensômetro de 30 mm centesimal. Similar a marca Solotest - modelo 1.021.220. CATMAT: 17671.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

11  

520800000771

PRENSA HIDRÁULICA - CARGA MÁXIMA 200 TONELADAS

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: Prensa Hidráulica de acionamento elétrico, capacidade máxima 200 toneladas (2MN). Características Técnicas: Prensa hidráulica de acionamento elétrico para ensaio de concreto, monofásico 220V - 1HP , com unidade hidráulica de comando manual de velocidade. A leitura das cargas deve ser feita de forma direta através de célula de carga fixada na travessa superior, eliminando dessa forma qualquer influência de esforços de molas de retorno ou atrito do cilindro/pistão nos resultados dos ensaios. Não serão aceitos equipamentos com leitura de carga através de transdutores de pressão. Classe de Medição de Força: Classe 1, segundo a Norma NM ISO7500-1. O equipamento deve permitir calibração na faixa de 20.000kgf a 200.000kgf sem substituição da célula de carga. Estrutura de aço de alta resistência com duas colunas cilíndricas, com distância entre pratos ajustável através de calços rígidos e retificados para atender às diversas alturas de corpos de prova. Distância livre mínima entre colunas: 300mm. Distância máxima entre pratos: 850 mm, permitindo ensaio em até três blocos. Curso útil do pistão de 25 mm. Peso máximo: 980kgf. Leitura, processamento e controle de dados através de Módulo Eletrônico, desenvolvido de forma que seja uma unidade compacta, de funcionamento autônomo, que deve atender aos seguintes princípios básicos:

1. Sistema robusto, com construção apropriada para trabalhar em um ambiente com alto grau de umidade e empoeiramento. De construção fechada, quase hermética, com conectores que não permitam passagem de poeira. 


2. Dotado de sistema de medição de forças de alta estabilidade e baixíssimo ruído, de forma a proporcionar a faixa de medição de 20.000kgf a 200.000kgf sem substituição da célula de carga.
3. Permitir o tratamento automático de informações, com a possibilidade de integração do equipamento ao sistema de informação da empresa. Também deve possuir uma porta para conexão de leitor de código de barras para automatização do sistema de identificação dos corpos de prova. 
4. Promover uma cópia de back-up de todas as informações transmitidas para a rede, no sentido de proporcionar uma grande segurança contra perda de resultados dos ensaios, pela utilização de uma memória não volátil interna de grande capacidade, de forma a manter armazenados os resultados correspondentes a um período recente bastante longo.
5. Permitir a pré-configuração e armazenamento de diferentes métodos de ensaio, através de sistema de menu, contemplando diferentes tipos de ensaio, geometria do corpo de prova e taxas de aplicação de carga, de forma que ao operador compita apenas chamar o método desejado e responder às solicitações apresentadas no display pelo método chamado.
6. Possibilitar a introdução de dados sobre a geometria do corpo de prova, como diâmetro, largura, altura, etc., permitindo trabalhar com resultados em unidades de tensão.
7. Deve possuir um canal de medição de força, um relógio de tempo real com funcionamento a bateria de forma a incluir as informações de data e hora em todos os registros de ensaio, uma porta Ethernet para conexão de rede, uma porta serial para conexão de leitor de código de barras, uma porta universal de alta velocidade para conexão de dispositivos de automação, um display gráfico LCD de 320x240 pixels, uma memória interna não volátil para armazenamento de até 256 MB de informação, um teclado com proteção por membrana de policarbonato com 20 teclas.

8. O fornecimento deve incluir software para ser instalado em um dos computadores da rede, de forma a proporcionar os serviços necessários à recepção dos dados transmitidos pela máquina de ensaios e disponibilizá-los ao sistema de informação da instituição.

Observações Importantes: O equipamento deverá apresentar, após sua instalação nas dependências da UFERSA, comprovação de atendimento à Classe 1 de calibração por meio de apresentação de certificado autenticado de calibração do PADRÃO, em conformidade com a Norma Brasileira atual, realizado por laboratório membro da RBC (Rede Brasileira de Calibração). Apresentar juntamente com a proposta o catálogo técnico e o manual de instruções e assistência técnica original do fabricante e, em caso de equipamento importado, o original acompanhado de tradução juramentada, comprovando todas as características do modelo ofertado. Indicar na proposta, web site do fabricante.

Acessórios que devem acompanhar o equipamento: Prato superior oscilante para ensaios de compressão em corpos de prova de concreto Ø10x20cm; Par de pratos retangulares (dimensão de 200 x 420 x 100 mm), para ser utilizado juntamente com prato superior oscilante, capacidade máxima 200 Ton, que permite a realização de ensaios de compressão diametral em corpos de prova de concreto Ø15x30cm e compressão simples em blocos de concreto e cerâmica de até 20x20x40cm; dispositivo para ensaios de flexão a quatro pontos em corpos de prova prismáticos de concreto 15x15x75cm; Proteção em lexan contra estilhaços. Incluso treinamento adequado para o manuseio e utilização do equipamento. Produto similar ao modelo PC200C da EMIC. CATMAT: 17663.



 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

12  

520800001240

PRENSA PARA ADENSAMENTO TIPO BISHOP

UNIDADE

4

0

4

 

Características Gerais: Prensa para ensaio de adensamento em solo, tipo bishop, dotada de braço de alavanca com relação de 1 para 10 e dispositivo para evitar choques no corpo-de-prova durante os carregamentos. Capacidade de aplicação de carga de pelo menos até 1000 kgf. A prensa deve vir acompanhada no mínimo dos seguintes itens: conjunto de células de adensamento com anel fixo,; 1 jogo de pesos tipo padrão de 100 kg; tubo para ensaio de permeabilidade; mesa de aço para a prensa; extensômetro com curso de 10mm e resolução mínima de 0,01mm. Dispositivos para a moldagem e montagem dos corpos-de-prova nas células especificadas. Conjuntos de pedras porosas para as células especificadas, manual do usuário. Garantia mínima de 1 ano. CATMAT: 67857.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

4

 

13  

520800001208

SERRA DE FITA HORIZONTAL MECÂNICA

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: Máquina de serra fita mecânica horizontal, com capacidade de corte de 250 mm ou superior. Com inclinação do arco. E retorno automático do arco no fim do corte. Especificações: máquina de serra fita com pelo menos 2 velocidades de corte. - Estrutura do arco porta serra em ferro fundido - Moto Redutor tipo sem-fim - Painel de comando com proteção de sobre carga. - Sistema de refrigeração com direcionamento duplo por meio de moto-bomba - Descida do cabeçote com controle hidráulico - Guias combinadas com rolamentos e pastilhas de metal duro - Escova de limpeza da lamina - Morsa e retorno do cabeçote através de acionamento hidráulico - Parada automática no fim de corte - Indicador de tensão na fita. - Micro interruptor de segurança na tampa de proteção de lamina - Micro interruptor detector de quebra da lamina. Capacidade de corte: O equipamento deve atender no mínimo as seguintes dimensões de corte ou dimensões maiores: Material redondo 0º - 250 mm. Material retangular 0º - 280 x 230 mm. Material redondo 45º - 180 mm. Material quadrado 45º - 180 x 230 mm. Material redondo 60º - 100 mm. Material retangular 60º - 100 x 190 mm. Fixação corte por meio de morsa c/ aperto MANUAL Morsa móvel c/ deslocamento p/ esquerda e direita Gamas de Velocidade: 53 – 79 m/min. aprox. Dimensões da fita: Comprimento: 2760 mm. aprox. Largura: 27 mm. aprox. Espessura: 0,9mm. aprox. Características técnicas: Motor com tensão de trabalho: 380V (trifásico) - 60Hz. Potência instalada: 1,5 CV (mínima) O conjunto deve vir com cabo para conexão a rede elétrica (mínimo 8 metros) com plug tomada no sistema três pinos, óleo hidráulico incluso no nível e viscosidade especificado de acordo com o equipamento e fluído lubrificante e ou refrigerante também incluso no nível especificado de acordo com o equipamento, serra também inclusa, conjunto com 05 (cinco) lâminas dentição 3-4 (aproximadamente 04 dentes por polegada), 05 (cinco) lâminas dentição 8-12 (aproximadamente 10 dentes por polegada), 05 (cinco) lâminas dentição 10-14 (aproximadamente 12 dentes por polegada), folder técnico e manual de operação em português, mínimo de 1 (um) ano de garantia contra defeitos de fabricação (a partir da data de entrega ou montagem quando existir), assistência técnica própria e/ou credenciada. OBS.: material redondo: 45º - 190 mm; material redondo: 60º - 100 mm; material retangular: 60º - 100 mm x 190 mm; fixação corte por meio de morsa c/ aperto manual. Montagem e Treinamento de 40 horas incluso, a ser realizado nas instalações de entrega. Similar ao modelo DPT – 250A da marca DIPLOMAT. CATMAT: 414424.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

14  

520800001135

SISTEMA DE ENSAIOS DE BOMBAS CENTRÍFUGAS

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: sistema formado por uma bomba centrífuga de vazão aproximada de 2,2 l/s; altura manométrica total máxima de 120 kpa; rotação máxima 3000 RPM e acionada por um motor ar de potência máxima a 3000 RPM de 0,75 kW; que permita demonstrações em laboratório das características de uma bomba centrífuga (altura manométrica x vazão e eficiência x vazão), do fenômeno de cavitação e o uso de um medidor de venturi na medição de pressão e na determinação da vazão. O sistema deve possuir reservatório integrado, módulos de instrumentação e controle, um controlador eletrônico para variação da velocidade da bomba, medidores de pressão digital e analógico, sistema versátil de aquisição de dados, estroboscópio para facilitar a visualização da cavitação e uma “janela” de material transparente para visualização do funcionamento do rotor e do escoamento. Além disso, o sistema deve possuir uma célula de carga com extensômetros para medir o torque de acionamento da bomba, um transdutor de proximidade para medir a velocidade da bomba e o torque, e a velocidade deve ser mostrada digitalmente juntamente com o valor calculado de potência real no eixo. Fornecedor que executa montagem e treinamento do equipamento nas dependências da instituição/campi de destino com duração mínima de 3 horas/aula, responsabiliza-se com os custos referentes a frete e impostos; catálogos com imagens reais do equipamento, não sendo aceito imagens meramente ilustrativas ou desenhos técnicos, manual de instruções em português com sugestões de experimentos; garantia do fabricante de 12 meses a partir da data da montagem; assistência técnica no brasil. Similar a H47 da Nova Didacta. CATMAT: 426477.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

15  

523800000171

TORNO MECANICO INDUSTRIAL - BARRAMENTO 1000MM

UNID

3

0

3

 

Torno mecânico paralelo universal, de 1.000mm de comprimento entre pontas produzido de acordo com normas técnicas específicas para garantir precisão e qualidade, com as seguintes características técnicas: Capacidades: - distância entre pontas: 1.000 mm. - diâmetro admissível sobre o barramento: 410 mm. - diâmetro admissível sobre o carro transversal: 260 mm. - diâmetro admissível sobre a asa da mesa: 370 mm. - altura entre as pontas e o barramento: 205 mm. - curso do carro transversal: 225 mm. - curso do carro porta- ferramentas: 100 mm - secção do cabo das ferramentas: 20 x 20 mm Barramento (desprovido de cava): - largura do barramento: 220 mm. - altura do barramento: 300mm. - barramento com guias temperadas e retificadas. - dureza mínima do barramento: 400 brinell. Cabeçote fixo: - nariz do eixo árvore: L0 ASA. - diâmetro do furo da árvore: 46mm, - sede interna da bucha de redução: cone morse 3. - conicidade interna do eixo-árvore: 1:20 - número de velocidades: 18. - faixas de velocidades: 31,5 ~ 2.500 RPM. - proteção mecânica para placa: - não permita o fechamento da proteção e consequente acionamento da placa com a chave encaixada na placa. - proteção elétrica com micro interruptor (ip 3 ou 4) na porta de acesso ao trem de engrenagens. - engrenagens e eixos temperados, retificados e balanceados. Cabeçote móvel: - diâmetro da manga: 50mm. - curso da manga: 130mm - sede interna da manga: cone morse 3 - deslocamento lateral: 10mm - graduação da manga em mm e pol. Carro principal e fusos: - carros com guias temperadas e retificadas. - carro transversal com eliminador de folga entre o fuso e a porca; - sistema de proteção contra quebra de engrenagens para o fuso de guia; - sistema de proteção contra quebra de engrenagens para varão dos avanços; - proteção rígida metálica e inteiriça, em aço polido com enclausuramento total sobre o fuso e vara. - torre porta ferramenta: • para 04 ferramentas e 08 posições • com base giratória • com encaixe total das ferramentas (no mínimo 20mm) - desengate automático do avanço do carro principal - freio eletromagnético acoplado ao motor, com acionamento através da alavanca de acionamento da placa e pedal. - anéis graduados cromado fosco no sistema métrico; - alavanca de acionamento da placa no lado direito do avental quando visto pela posição do operador. Caixa de roscas e avanços: - caixa de câmbio com engrenagens de aço temperado e retificado. - a caixa de câmbio deve permitir a mudança de rosca métrica para a polegada sem a troca de engrenagens. - engrenagens extras para passar de rosca métrica e polegada para módulo e diametral pitch. - roscas métricas: • passo mínimo: 0,4 mm • passo máximo: 7,0 mm • com 48 combinações; - roscas polegada: • quantidade de fios por polegada mínima: 3,5 fpp. • quantidade de fios por polegada máxima: 42 fpp. • com 48 combinações; - roscas módulos: • módulo mínimo: 0,1 mm • módulo máximo: 1,75 mm • com no mínimo 48 combinações; - rosca diametral pitch: • diametral pitch mínimo: 14 • diametral pitch máximo: 168 • com no mínimo 48 combinações; - avanços longitudinais: • mínimo: 0,042 mm/rot • máximo: 1,013 mm/rot • com 48 combinações; - avanços transversais: • mínimo: 0,021 mm/rot • máximo: 0,5 mm/rot • com 48 combinações; • passo do fuso principal : 6 mm (4 tpi) Acompanhado dos seguintes acessórios: Flange diâmetro. 190 mm – para placa 03 castanhas; Placa universal 03 castanhas diâmetro 190 mm; luneta fixa com ponta de bronze para diâmetros de 08mm a 90mm; Protetor traseiro; Luneta móvel com ponta de bronze para diâmetros de 08mm a 75mm; Sistema completo de refrigeração; Bucha cônica de redução; ponto rotativo CM3; Ponto fixo CM3; Placa de 04 castanhas independentes com diâmetro de 314mm; Mandril CM 3 de 5/8” (com haste e chave); Platô de arraste com 03 grampos de arraste; Proteção rígida metálica sobre fuso e vara, conforme norma de segurança NR12; Sistema de lubrificação automático, por bomba interna; No cabeçote móvel possui proteção contra queda no final do barramento por pino roscado; Conjunto de engrenagens fechado, com lubrificação automática e permanente; Intertravamento elétrico completo (placa, recâmbio, freio); Treinamento de 40 horas incluso .Características elétricas: - tensão de alimentação: 380V (trifásica), 60 Hz. - motor principal: 6,3/4 Hp ,alto rendimento, IP54 . - cabo de conexão a rede elétrica (mínimo 3 metros) com plug tomada no sistema soquete industrial 3 pinos. - proteções contra sobrecarga, sub-tensão e sobre-tensão. - chave elétrica (chave geral) de comando com trava de segurança. - botão de emergência no cabeçote fixo, com tipo e categoria conforme NR12. - em caso de paralisação da máquina devido à interrupção no fornecimento de energia elétrica ou acionamento do botão de emergência, a mesma não poderá, em hipótese alguma, reiniciar seu funcionamento sem que a alavanca da vara de acionamento volte à posição central. Similar ao modelo modelo MS – 205 x 1.000mm de comprimento entre pontas da marca NARDINI. CATMAT: 328460.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 

16  

520800001136

TÚNEL DE VENTO PARA VISUALIZAÇÃO DE ESCOAMENTO

UNIDADE

3

0

3

 

Características Gerais: túnel de vento vertical do tipo sucção com visualização de fumaça não tóxica. Fumaça gerada por dispositivo que integra o sistema, com o gerador de fumaça conectado a um “pente” montado dentro do túnel de vento abaixo da seção de trabalho, com possibilidade de movimentação do mesmo. Seção de trabalho com dimensões mínimas de 180 mm de largura, 100 mm de profundidade e 240 mm de altura, com parede frontal transparente e removível e iluminação de ambos os lados para auxiliar a visualização. Velocidade do ar com intervalo entre 0 e 5 m/s. Nível sonoro abaixo de 70 dB. Deve conter também conjunto de modelos a serem utilizados na visualização do escoamento. Conjunto de modelos deve conter: aerofólio, cilindro, esfera, disco, hemisfério, bocal ISA, modelo carro/van, ponta de asa e orifícios circular e em fenda. Fornecedor que executa montagem e treinamento do equipamento nas dependências da instituição/campi de destino com duração mínima de 3 horas/aula, responsabiliza-se com os custos referentes a frete e impostos; catálogos com imagens reais do equipamento, não sendo aceito imagens meramente ilustrativas ou desenhos técnicos, manual de instruções em português com sugestões de experimentos; garantia do fabricante de 12 meses a partir da data da montagem; assistência técnica no brasil. Similar a AF80 e AF80A da Nova Didacta. CATMAT: 25135.

 

Quant. Int.

 

153033 - UFERSA

3

 


ANEXO III



MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO - UFERSA

COMISSÃO ESPECIAL DE REGISTRO DE PREÇOS


MINUTA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº XX/2015

Aos xxxxxxxx dias do mês de xxxxxxxxx de xxxxxxxxx, a UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO - UFERSA, através da Comissão Especial de Registro de Preços, designada pela Portaria nº. 12/2015, de 14 de janeiro de 2015, lavra a presente Ata de Registro de Preços (ARP), referente ao Pregão Eletrônico nº. 569/2014, que objetiva à Pregão Eletrônico com Registro de Preço, do tipo menor preço “por item”, para aquisição de Aparelhos e Equipamentos Laboratoriais aos câmpus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, observada as especificações, os preços, os quantitativos e os fornecedores classificados na licitação supracitada, bem como, as cláusulas e condições abaixo estabelecidas, constituindo-se esta ata em documento vinculativo e obrigacional às partes, à luz das regras insertas no Decreto nº. 7.892, de 23/01/2013.


Art. 1º - A UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO - UFERSA obriga-se a:
a) Convocar os licitantes vencedores para, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, contados da data da convocação, proceder à assinatura da Ata de Registro de Preços, a qual, após cumpridos os requisitos de publicidade, terá efeito de compromisso de fornecimento, nas condições estabelecidas.

1) No caso de o licitante vencedor, após convocado, não comparecer ou se recusar a assinar a Ata de Registro de Preços, sem prejuízo das cominações previstas neste Edital e seus Anexos, poderá ser convocado outro licitante, desde que respeitada a ordem de classificação, para, após feita a negociação, verificada a aceitabilidade da proposta e comprovados os requisitos de habilitação, assinar a Ata.

b) Emitir nota de empenho a crédito do fornecedor, de acordo com a necessidade do órgão.

1) Após a emissão da nota de empenho, o fornecedor com preço registrado em Ata será convocado para, a cada contratação, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, efetuar a retirada da Nota de Empenho, sob pena de decair do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no Edital e na Ata de Registro de Preços.

2) A Nota de Empenho poderá ser encaminhada para o endereço de e-mail informado. Caso o detentor da Ata não se manifeste até o segundo dia útil após o recebimento do e-mail, a Nota de Empenho será considerada recebida e aceita pelo detentor da Ata.

c) Observar para que, durante a vigência da presente ata, sejam mantidas todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação, bem assim, a sua compatibilidade com as obrigações assumidas.

d) Efetuar o pagamento referente à aquisição dos materiais no prazo máximo de 30 (trinta) dias, declarados em dias consecutivos, contados após o recebimento dos mesmos e atesto da respectiva nota fiscal.

e) Acompanhar e fiscalizar a perfeita execução do presente Registro de Preços, através da Comissão Especial, designada através da portaria UFERSA/GAB N°. 12/2015, de 14 de janeiro de 2015.


Art. 2º - O FORNECEDOR REGISTRADO obriga-se a:
a) Assinar a Ata de Registro de Preços e encaminhar para a Pró-Reitoria de Administração, aos cuidados da Comissão Especial de Registro de Preços da UFERSA, no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis, contados do recebimento formal da Ata de Registro de Preços.

b) Efetuar a retirada da Nota de Empenho, sob pena de decair do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no Edital e na Ata de Registro de Preços.

c) Fornecer os materiais conforme especificações e preços indicados na licitação supracitada e registrados na Ata de Registro de Preços.

d) Providenciar a imediata correção das deficiências, falhas ou irregularidades constatadas pela Comissão especial referentes à forma de fornecimento dos materiais e ao cumprimento das demais obrigações assumidas na ata.

e) Fornecer sempre, à medida que forem vencendo os prazos de validade da documentação apresentada, novo(s) documento(s) que comprove(m) todas as condições de habilitação e qualificação exigidas para contratação, bem como os que comprovem a sua compatibilidade com as obrigações assumidas.

f) Prover condições que possibilitem o atendimento das condições firmadas a partir da data da assinatura da ARP.

g) Ressarcir os eventuais prejuízos causados à UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO – UFERSA e/ou a terceiros, provocados por ineficiência ou irregularidades cometidas na execução das obrigações assumidas na presente ARP.

h) Pagar, pontualmente, os fornecedores e as obrigações fiscais, referentes aos materiais fornecidos, com base na ARP, exonerando a UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO – UFERSA de responsabilidade solidária ou subsidiária por tal pagamento.


Art. 3° - O prazo de validade do presente registro de preços é de 12 (doze) meses contados a partir da data de homologação, não sendo permitido sua prorrogação em nenhuma hipótese.
Art. 4° - O preço registrado, o quantitativo, o fornecedor e as especificações dos materiais objeto deste registro de preço encontram-se contidos nas tabelas abaixo.




Empresa


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CNPJ

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Item

Quant.

Unid.

Especificações

Preço unitário

xxxx

xxxxx

xxxx

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

xxxx

§ 1° - Os preços e o(s) particular(es) fornecedor(es) ora registrados decorrem da classificação final do procedimento licitatório sobredito, o qual foi processado em estrita vinculação aos critérios estabelecidos no instrumento convocatório de tal certame.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal