Pequena antologia para ler H. P. Lovecraft



Baixar 2.25 Mb.
Página1/62
Encontro15.04.2018
Tamanho2.25 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   62

Pequena Antologia para ler



Agradecemos, entre outros, aos sites Sitelovecraft, Contos do Umbral e aos tradutores Renato Suttana, Nicolau Saião, Denilson Carareto e Mário Jorge Lailla Vargas, por disponibilizarem material para a composição desta pequena antologia.

Sumário


H. P. LOVECRAFT (1890-1937) 5

O chamado de Cthulhu 8

O Caso de Charles Dexter Ward 44

Dagon 189

Nas Montanhas da Loucura 197

O Depoimento de Randolph Carter 322

O Horror de Dunwich 329

O Horror no Museu 380

Um Sussurro nas Trevas 413

O Festival 492

A Côr que Veio do Espaço 502

A coisa na soleira da porta 534

Nyarlathotep 564

A Arvore 569

Os Sonhos na Casa Assombrada 575

A Morte Alada 618

O que vem com a lua 646

Os Outros Deuses 649

A Estampa da Casa Maldita 656

Memória 666

A Transição de Juan Romero 668

Vento Frio 676

A Música de Erich Zann 686

O Descendente 695

A procura de Iranon 699

O Inominável 707

A Tumba 716

O Livro 728

O Terrível Ancião 732

O diário de Alonzo Typer 736

A Armadilha 758

O Executor Elétrico 781

O Desafio do Além 803

Poesia e os Deuses 821

Os Fungos de Yuggoth 829

Fechado na Catacumba 859

Algumas notas sobre algo não-existente 871

Notas Quanto a Escrever Ficção Fantástica 878

A História do Necronomicon 883


H. P. LOVECRAFT (1890-1937)


HOWARD PHILLIPS LOVECRAFT nasceu em 1890, em Providence, Rhode Island, EUA; morreu em 1937, sem conseguir publicar nenhum de seus livros, praticamente desconhecido e achando-se um fracasso total.

Hoje, é considerado um dos escritores mais originais do seu país, suas obras conquistam aficionados pelo mundo todo, e em torno da sua memória surgiu uma espécie de culto esotérico.

Tendo aberto novos campos de interesse no mundo da expressão literária, chega a ser difícil catalogar sua literatura por gênero. Horror? Ocultismo? Fantasia? Mitologia? Ficção científica? A obra de Lovecraft é um pouco de tudo isso, e um tanto mais. Verdadeiro precursor do realismo fantástico, teve entre seus admiradores gênios da estatura de Jorge Luis Borges, que lhe dedicou um de seus contos.

"O maior escritor moderno da literatura insólita", foi como o classificou categoricamente R. L. Russel.

H.P. Lovecraft foi um dos maiores escritores do gênero terror e fantástico de todos os tempos. Ainda hoje, quase um século depois de sua prematura morte, tem em figuras como Stephen King e Clive Barker seus  admiradores.

Teve uma vida simples do ponto de vista econômico, e de poucos amigos.

Mas de uma correspondência espantosa, ao qual manifestava sua vida social contida.

Ao longo destas correspondência e de seus escritos criou um conjunto de histórias ao qual foi denominada "Mitos de Cthulhu", parte mais significativa de sua obra.

Um conjunto de narrativas fantásticas sobre terror e ficção científica que virou um grande mitologia.

Além de Lovecraft, muitos outros autores se juntaram a ele, nomes como Robert E. Howard, Frank Belknap Long, Robert Block, Clark Ashton Smith e outros; formando um círculo o "Círculo de Lovecraft".

Embora admirado por escritores famosos da época e outros amadores; em vida não teve nenhum livro de capa dura publicado, apenas ensaios e contos curtos em revistas populares da época como a "Wreid Tales" -  que posteriormente viria a ser muito reconhecida.

Apenas alguns anos depois de sua morte, August Derleth e Donald Wandrei, amigos e admiradores de seu talento criaram uma editora, a "Arkham House" que começou a popularizar o autor. Mas sua grande popularidade só viria em meados da década de oitenta com RPG "Call of Cthulhu", baseado em uma de suas obras.

H. P. Lovecraft é um exemplo extraordinário da literatura moderna. Não pode ser considerado apenas um escritor de histórias de terror. Seus livros e contos carregam uma carga fortíssima de fantasia e imaginação.

Suas principais influências são os gênios Edgar Allan Poe, Hoffmann e Arthur Machen.

Em seus delírios literários, desfilam criaturas extraterrestres fantásticas, cenários inacreditáveis, narrativas alucinantes e lendas de remontam de tempos imemoriais. Lovercraft foi em vida, um homem realmente estranho. Quase não tinha amigos e se comportava como um misantropo.

Foi um escritor compulsivo de cartas, com mais de 100 mil registradas durante sua vida. Comparado ao talento imaginativo de Lewis Carrol e J.R.R. Tolkein, Lovecraft morreu praticamente desconhecido do público e crítica.

Principais Obras:

"Um Sussurro nas Trevas",

"O Chamado de Cthulhu",

"Sombras Perdidas no Tempo",

"O Caso de Charles Dexter Ward",

"A Tumba", "Nas Montanhas da Loucura",

"À Procura de Kadath",

"A Maldição de Sarnath",

"Demônios de Randolph Carter" e

"História do Necronomicon".



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   62


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal