Perfis a serem trabalhados exemplos: Adriana Esteves Sexo



Baixar 0.7 Mb.
Página3/6
Encontro29.11.2017
Tamanho0.7 Mb.
1   2   3   4   5   6

Principais trabalhos:
Satisfaction - No Amor e no Rock (1988), Sangue da Terra (1989), Flores de Aço (1989), Uma Linda Mulher (1990), Linha Mortal (1990), Dormindo com o Inimigo (1991), Tudo por Amor (1991), Hook – A Volta do Capitão Gancho (1991), O Dossiê Pelicano (1993), Prêt-à-Porter (1994), Todos Dizem Eu te Amo (1996), O Casamento do Meu Melhor Amigo (1997), Teoria da Conspiração (1997), Um Lugar Chamado Notting Hill (1999), Noiva em Fuga (1999), Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento (2000), A Mexicana (2001), Os Queridinhos da América (2001), Onze Homens e um Segredo (2001), Closer – Perto Demais (2004), Doze Homens e um Outro Segredo (2004), Jogos do Poder (2007), Duplicidade (2009),Comer, Rezar, Amar (2010)

Juliana Paes

Nome: Juliana Couto Paes

Nome artístico: Juliana Paes

Sexo: Feminino

Data de nascimento: 26/03/1979

Signo: Áries

Profissão: Atriz

Juliana Paes tentou começar na carreira artística como manda o figurino: fez book, foi a agências de modelos e aguardou uma oportunidade. Enquanto esperava, matriculou-se em uma faculdade de publicidade e propaganda. Mas não concluiu. Seu pai, que era coronel reformado da PM, teve um acidente e ficou em coma, perdendo a empresa de segurança que sustentava a família. Juliana foi trabalhar como recepcionista de eventos e fazia trabalhos esporádicos como modelo. A sorte virou quando o diretor da Globo Ricardo Waddington a viu em um outdoor. Ele estava selecionando o elenco de Laços de Família, e deu a Juliana o papel de Ritinha, a empregada doméstica assediada pelo patrão bon vivant interpretado por Alexandre Borges. O papel era pequeno, mas o desempenho, a beleza e as curvas de Juliana conquistaram o público – e a Playboy de maio de 2004. Em 2009, interpretou sua primeira protagonista, a indiana Maya de Caminho das Índias, e três anos depois estrelou o remake de Gabriela, baseado na obra de Jorge Amado. Entre os dois trabalhos, teve seu primeiro filho, Pedro, com o empresário Carlos Eduardo Baptista.



Principais trabalhos:
Novelas na TV Globo: Laços de Família (2000), O Clone (2001), Celebridade (2003), América (2005), Pé na Jaca (2006), A Favorita (2008), Caminho das Índias (2009), Gabriela (2012)

Séries de TV na Globo: Brava Gente (2001), A Casa das Sete Mulheres (2003), As Brasileiras (2012)

Outros programas: Por um Fio (GNT, 2010)

Cinema: Mais uma Vez Amor (2005), A Casa da Mãe Joana (2007), Amor por Acaso (2010)

Teatro: Os Produtores (2007)

Kate Winslet

Nome: Kate Elizabeth Winslet
Sexo: Feminino
Data de nascimento: 05/10/1975
Signo: Libra
Profissão: Atriz

Desde criança, Kate Winslet, que é filha e neta de atores, brincava de interpretar com seus irmãos. Estreou cedo no cinema: aos 18 anos, encarnou a psicótica Juliet, que matava os pais da namorada em Almas Gêmeas, de 1994. Em 1997, estourou em Titanic fazendo par com Leonardo Di Caprio. O filme ocupou o topo do ranking de maiores bilheterias da história até 2010, quando foi desbancado por Avatar, e provocou uma enxurrada de convites para a atriz inglesa, que pôde mostrar sua versatilidade: além de atuar em filmes de época, ela viveu a tragicômica Clementine, de Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças, e encarou personagens controversas em Contos Proibidos do Marques de Sade e Fogo Sagrado!. Foi indicada ao Oscar de melhor atriz por cinco vezes, até ganhar sua primeira estatueta em 2009, com O Leitor. Na vida pessoal, Kate foi casada com o diretor Sam Mendes, teve dois filhos e vive brigando com a balança (já pesou 84 quilos).


Principais trabalhos:

Cinema: Almas Gêmeas (1994), Razão e Sensibilidade (1995), Um Garoto na Corte do Rei Artur (1995), Paixão Proibida (1996), Titanic (1997), O Expresso de Marrakesh (1998), Fogo Sagrado! (1999), Contos Proibidos do Marquês de Sade(2000), Íris (2001), A Vida de David Gale (2003), Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (2004), Em Busca da Terra do Nunca (2004), O Amor Não Tira Férias (2006), Pecados Íntimos (2006), O Leitor (2008)



Katie Holmes

Nome: Kate Noelle Holmes
Sexo: Feminino

Data de nascimento: 18/12/1978

Signo: Sagitário

Profissão: Atriz

Durante cinco anos, Katie Holmes não era Katie Holmes. Quando vista na rua, a jovem atriz só era conhecida como a Joye Potter do seriado Dawson’s Creek. Vieram então a maturidade profissional e os filmes independentes, como Do Jeito que Ela É, de 2003, que a ajudaram a se firmar como uma atriz versátil. Contudo, anos depois, Katie Holmes deixou novamente de ser Katie Holmes. Em 2006, tornou-se a terceira Sra. Cruise. Tom, 16 anos mais velho que ela, já tinha se casado com Nicole Kidman e Penélope Cruz. A união do casal foi como a realização de uma profecia: em 1997, ainda no começo de carreira, revelou à revista Seventeen que sonhava em se casar com o astro de Top Gun. Katie cresceu, Cruise convidou-a para uma reunião em sua casa, ficaram amigos, “ficaram” e, no alto da Torre Eiffel, em Paris, veio o pedido de casamento. Tiveram Suri, a criança mais fashion do mundo, no mesmo ano que disseram “sim”. A cerimônia, que aconteceu na Itália, foi a mais importante daquele ano. Fã de cupcakes, leitura, pintura e compras, Katie também é uma das criadoras de tendências mais fortes da atualidade. Em 2009, por exemplo, saiu de casa usando uma calça jeans de Cruise, folgada na cintura. Em poucos dias, o mundo da moda declarava a “moda boyfriend” como um dos hits daquela temporada. Tudo culpa da Sra. Cruise.


Principais trabalhos:

Cinema: Vamos Nessa (1999), O Dom da Premonição (2000), Por um Fio (2002), Do Jeito que Ela É (2003), A Filha do Presidente (2004), Batman Begins (2005), Obrigado por Fumar (2005), Loucas por Amor, Viciadas em Dinheiro (2008)

Séries de TV: Dawson’s Creek (1998)

Katy Perry


Nome completo:


Nome artístico: Katy Perry

Sexo: Feminino

Data de nascimento:

Signo:

Profissão:

Cargo:

Kim Kardashian

Nome:

Nome artístico: Kim Kardashian

Sexo: Feminino

Data de nascimento:

Signo:

Profissão:

Cargo:

Lady Gaga

Nome: Stefani Joanne Angelina Germanotta

Nome artístico: Lady Gaga

Sexo: Feminino

Data de nascimento: 28/03/1986

Signo: Áries

Profissão: Cantora

Cargo:

Lady Gaga é descrita como uma nova Madonna ou uma releitura pop de David Bowie. Na verdade, Stefani Joanne Angelina Germanotta é uma mistura de referências do universo pop. Seus videoclipes são uma colagem frenética de citações cinematográficas (Paparazzi tem uma tentativa de assassinato à la Um Corpo Que Cai Telephone relê Thelma & Louise e Kill Bill); os figurinos – alguns assinados por estilistas consagrados como Alexander McQueen e Jean-Paul Gaultier, outros criados pelos designers que atuam em sua agência de criação, a Haus Of Gaga – são o ponto alto de suas aparições. Com 10 milhões de cópias vendidas apenas dos dois primeiros álbuns, Gaga ultrapassou 180 milhões de acessos com Telephone, vídeo em que divide cena com a colega Beyoncé, e vendeu quatro milhões de downloads de seus dois de primeiros sucessos, Poker Face e Just Dance. Apesar da grande dose de bizarrice, vanguarda e ousadia, o sucesso de Lady Gaga deve-se também ao fato de ela ser – assumidamente - uma workaholic. Uma trabalhadora dedicada do cenário musical, que não namora por falta de tempo – ou, quem sabe, por ‘conceito’.


Principais trabalhos:

Álbuns: The Fame (2008), The Fame Monster (2009), Born this Way (2011)



Lázaro Ramos

Nome: Luiz Lázaro Sacramento Ramos



Nome artístico: Lázaro Ramos

Sexo: Masculino

Data de nascimento: 01/11/1978

Signo: Escorpião

Profissão: Ator

Cargo:


Lázaro Ramos é um dos mais fortes expoentes de sua geração de atores. Participou de mais de uma dezena de espetáculos teatrais e atraiu atenção da crítica com a interpretação do travesti Madame Satã no filme homônimo, de 2002. Baiano, Luís Lázaro Sacramento Ramos foi revelado no Bando de Teatro Olodum. Através da televisão, atingiu o grande público como o trambiqueiro Foguinho de Cobras e Lagartos. Com esse trabalho, foi indicado a melhor ator em 2007 no Emmy, prêmio americano que é considerado o Oscar da televisão. Sua atuação no filme Ó Paí, Ó, de Monique Gardenberg, rendeu uma versão televisiva da história, que virou seriado na rede Globo. Apresentador e diretor do programa Espelho, do Canal Brasil, Lázaro também é embaixador do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e cineasta. Na vida pessoal, ele é padrinho do primeiro filho de Wagner Moura, de quem é amigo desde o início de carreira. Casou-se com a atriz Taís Araújo, com quem dividiu os palcos em O Método Grönholm, em 2007. Hoje o casal tem um filho.



Principais trabalhos:
Novelas na TV Globo: Cobras & Lagartos (2006), Insensato Coração (2011)

Séries de TV na Globo: Ó Paí, Ó (2008), Decamerão – A Comédia do Sexo (2009), Dó-Ré-Mi-Fábrica (2009)

Cinema: Jenipapo (1995), As Três Marias (2002), Madame Satã (2002), Carandiru (2003), O Homem do Ano (2003), O Homem que Copiava (2003), Meu Tio Matou um Cara (2004), A Máquina (2005), Cidade Baixa (2005), Ó Paí, Ó (2007),Saneamento Básico, O Filme (2007)

Teatro: Um Tal de Dom Quixote (1998), Sonho de uma Noite de Verão (1999), A Máquina (2000), O Método Grönholm (2007)



Leonardo DiCaprio

Nome: Leonardo Wilhelm DiCaprio

Nome artístico: Leonardo DiCaprio

Sexo: Masculino

Data de nascimento: 11/11/1974

Signo: Escorpião

Profissão: Ator

Cargo:

Ele já revelou em entrevistas que, na adolescência, era baixinho, magrelo e muito folgado. Achava-se o máximo por seus filmes e só passou a levar a carreira a sério com a maturidade, quando interpretou um deficiente mental em Gilbert Grape – Aprendiz de um Sonhador. Pela atuação, Leonardo DiCaprio concorreu ao Oscar e ao Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante. Não ganhou, mas logo veio o Jack Dawson de Titanic, filme que venceu onze Oscar. A falta de uma nomeação ao personagem que fez DiCaprio ficar famoso no mundo inteiro quase o levou a largar tudo. Mas como ele já disse que é muito folgado, quis dar o troco em Hollywood: leu a biografia do excêntrico bilionário Howard Hughes, produziu O Aviador e escalou Martin Scorsese para dirigi-lo. Foi indicado ao Oscar de novo, desta vez na categoria de melhor ator, mas nem a então namorada Gisele Bündchen, que o acompanhou na cerimônia em 2005, ajudou, e ele teve que se contentar com o Globo de Ouro pelo mesmo papel. Se há algo com o qual DiCaprio dá sorte, no entanto, é com as modelos: depois de Gisele, teve muitas idas e vindas com a top israelense Bar Rafaeli.


Principais trabalhos:

Cinema: O Despertar de um Homem (1993), Gilbert Grape – Aprendiz de um Sonhador (1993), Diário de um Adolescente (1995), Eclipse de uma Paixão (1995), Romeo + Julieta (1996), As Filhas de Marvin (1996), Titanic (1997), O Homem da Máscara de Ferro (1998), Celebridades (1998), A Praia (2000), Prenda-me Se For Capaz (2002), Gangues de Nova York (2002), O Aviador (2004), Diamante de Sangue (2006), Os Infiltrados (2006), Foi Apenas um Sonho (2008), Ilha do Medo (2009), A Origem (2010)



Lília Cabral


Nome:
 Lília Cabral Bertolli

Nome artístico: Lília Cabral

Sexo: Feminino

Data de nascimento: 13/07/1957

Signo: Câncer

Profissão: Atriz

Cargo:

Filha de italiano e portuguesa, Lília Cabral Bertolli nasceu em São Paulo e estudou artes dramáticas na Universidade de São Paulo (USP). Começou no teatro, estreou na TV em novelas da Bandeirantes (atuou em Os Imigrantes, de Benedito Ruy Barbosa, e Os Adolescentes, de Ivani Ribeiro), até, enfim, chegar à TV Globo em 1984, convidada por diretores que a assistiram na peça Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva. Iniciou como a Margarida de Corpo a Corpo. Seu primeiro personagem que marcou época foi a beata Amorzinho, que repreendia a amiga Cinira (Rosane Gofman) por seus acessos de saliência em Tieta (1989). Mas foi em plena maturidade, perto de completar 50 anos, que o sucesso chegou. Lília despertou o ódio do público – e ganhou indicação ao Emmy 2007 – como a vilã Marta, de Páginas da Vida, a megera que rejeitou a neta com síndrome de Down depois da morte da filha na sala de parto. Em A Favorita, viveu Catarina, mulher submissa que apanhava do marido e quase teve um romance lésbico com Stela (Paula Burlamaqui). E como a Teresa, de Viver a Vida, roubou a cena da primeira Helena negra das novelas de Manoel Carlos, vivida por Taís Araújo. Tanto que, em 2009, concorreu ao segundo Emmy da carreira como melhor atriz. Em 2011, ganhou de Aguinaldo Silva o papel da protagonista Griselda, a “Pereirão”, de Fina Estampa.


Principais trabalhos:

Novelas na TV Bandeirantes: Os Imigrantes (1981), Os Adolescentes (1981), Os Imigrantes – Terceira Geração (1982)

Novelas na TV Globo: Corpo a Corpo (1984), Vale Tudo (1988), Tieta (1989), Pedra Sobre Pedra (1992), Pátria Minha (1994), Anjo Mau (1997), Malhação (1999), Laços de Família (2000), Sabor da Paixão (2002), Páginas da Vida (2006), A Favorita (2008), Viver a Vida (2009), Fina Estampa (2011)

Séries de TV na Globo: Brava Gente (2001), Divã (2011)

Cinema: A Partilha (2001), Divã (2009)

Teatro: Feliz Ano Velho (1983)



Lindsay Lohan

Nome completo:

Nome artístico: Lindsay Lohan

Sexo: Feminino

Data de nascimento:

Signo:

Profissão:

Cargo:

Luciana Gimenez


Nome: Luciana Gimenez Morad

Nome artístico: Luciana Gimenez

Sexo: Feminino

Data de nascimento: 03/11/1970

Signo: Escorpião

Profissão: Apresentadora

Cargo:

O filho que teve com o rolling stone Mick Jagger alicerçou o começo de sua carreira na TV, nas revistas de celebridades e no time das mulheres mais sortudas do mundo. Além da pensão – estimada em 17.500 dólares mensais – dada pelo roqueiro – Luciana tem um dos salários mais altos da Rede TV!, onde apresenta o programa de entretenimento Superpop, assistido diariamente por cerca de 250.000 pessoas. Antes de ser a “mãe de Lucas Jagger”, Luciana era conhecida como modelo e filha da atriz Vera Gimenez. Deixou o Brasil aos 16 anos para trabalhar na Europa e morou 15 anos no exterior. Namorou Jean-Claude Van Damme, Rod Stewart, Joaquín Cortés e Francis Ford Coppola. Em 2006, casou-se com Marcelo de Carvalho, sócio e um dos apresentadores da Rede TV!, com quem teve o segundo filho em 2010.



Principais trabalhos:

Programas na Rede TV!: Superpop (2001), Mega Senha (2010)

Cinema: Xuxa e os Duendes (2001)

Luciano Huck

Nome: Luciano Uck

Nome artístico: Luciano Huck

Sexo: Masculino

Data de nascimento: 03/09/1971

Signo: Virgem

Profissão: Apresentador

Cargo:

Huck já era um empresário da noite, sócio de um dos bares mais badalados de São Paulo, o Cabral, quando assumiu, aos 22 anos, a coluna Circulando no Jornal da Tarde. A página era uma espécie de coluna social com foco na juventude paulistana. Na rádio Jovem Pan, ele apresentou o programa Torpedo e no programa Perfil, de Otávio Mesquita, tinha um quadro batizado de Paparazzo Eletrônico. O sucesso desse último foi tanto que o jovem apresentador ganhou um horário próprio na CNT e retomou o nome Circulando. Em 1997, na Band, ele comandou o programa de entretenimento H, e instigou o imaginário masculino através de duas personagens sensuais: Tiazinha (Suzana Alves) e Feiticeira (Joana Prado). Em 2000, foi para Rede Globo e estreou o Caldeirão do Huck, inicialmente como um Chacrinha da ala jovem. A fórmula atual, no entanto, mistura reality shows com gincanas e empreitadas assistencialistas. Casou-se em 2004 com a apresentadora Angélica, com quem tem os garotos Joaquim e Benício. Huck também é idealizador da ONG Instituto Criar de TV e Cinema, que oferece cursos profissionalizantes na área.


 

Principais trabalhos:

Programas de TV: Circulando (CNT, 1996), H (Band, 1997), Caldeirão do Huck (Globo, 2000)

Séries de TV na Globo: As Cariocas (2010)

Cinema: Xuxa e os Duendes (2001), Xuxa Requebra (2002), Um Show de Verão (2004), Xuxa em O Mistério de Feiurinha (2009)



Luiza Brunet

Nome: Luiza Botelho da Silva

Nome artístico: Luiza Brunet

Sexo: Feminino

Data de nascimento: 24/05/1962

Signo: Gêmeos

Profissão: Modelo e Atriz

Cargo:

Nos anos 80, usar calças jeans Dijon, de cintura altíssima e cor escura, era uma referência: de moda e de beleza, já que Luiza Brunet era a modelo exclusiva da marca e fazia uma propaganda e tanto. Parecia que quem usasse a tal calça ficaria com o corpão da moça, que é a cara do Brasil. Neta de índios, Luiza Botelho da Silva nasceu em uma casa de palafita no meio do Pantanal. Em Itaporã, interior do Mato Grosso do Sul, estudou em escola pública, até se mudar com a família para Inhaúma, subúrbio do Rio de Janeiro. A vida urbana a espantava: Luiza tinha medo da chama azul do fogão a gás e do assédio dos patrões. Casou-se em 1978, com Gumercindo Brunet, e começou como modelo quando conheceu o fotógrafo Nilton Ricardo, da revista Manchete. A relação acabou sete anos depois, e logo Luiza casou-se novamente, desta vez com o empresário argentino Armando Fernandez, com quem teve Yasmin e Antônio. Foi a primeira modelo a aparecer na capa do jornal francês Le Figaro, em 1986, ano em que desfilou para a grife de Guy Laroche; foi o rosto de Calvin Klein e Azzedine Alaïa, e posou nua três vezes para a Playboy. Luiza também participou de campanhas contra fome e câncer de mama, foi embaixadora do Pantanal, divulgando a região no Brasil e exterior, e, aos 36 anos, quando Antônio nasceu, foi a estrela da campanha nacional de amamentação.



Principais trabalhos e estreias:

Novelas na TV Globo: Cambalacho (1986), Araponga (1990), O Mapa da Mina (1993), Anjo Mau (1997)

Publicações: Ele Ela, primeiro nu (1979)

Campanhas: Dijon, primeiro contrato exclusivo (1982)

Desfiles: Guy Laroche, primeiro desfile internacional (1986)

Madonna

Nome: Madonna Louise Ciccone

Nome artístico: Madonna

Sexo: Feminino

Data de nascimento: 16/08/1958

Signo: Leão

Profissão: Cantora

Cargo:

Em 1978, Madonna Louise Veronica Ciccone saiu da cidade industrial de Bay City, no estado de Michigan, com 35 dólares no bolso, rumo ao centro do mundo: Nova York. Desembarcou no Central Park com um curso de balé, aulas de piano, QI de 140 pontos e o desejo de tornar-se uma celebridade. Posou nua para os fotógrafos de arte Lee Friedlander, Martin H. Schreiber e Bill Stone e foi backing vocal do cantor alemão Otto Von Wernherr. Tocou e cantou na banda de rock Breakfast Club, gravou músicas disco. Um amigo DJ tocou Everybody em uma danceteria, gostou e encaminhou as demos para a Sire Records. E então... Madonna entrou para a história da música pop internacional.

Anárquica e vanguardista, a jovem loura falou de relacionamentos, homossexualismo, bissexualismo e família em suas músicas, confrontou a Igreja Católica, encarnou alter egos, lançou livro erótico, namorou famosos, falou publicamente de seus desejos mais íntimos e fez piada sobre George W. Bush. Na maturidade difundiu a cabala, escreveu livros infantis e tentou ser atriz. Não conseguiu interpretar Frida Kahlo no cinema, mas foi a Evita Perón de Alan Parker. Casou-se com o ator e diretor Sean Penn em 1985, envolveu-se (cabalisticamente, a princípio) com a comediante Sandra Bernhard em 1997, namorou o ator Warren Beatty em 1990, ficou grávida do personal trainner Carlos Leon (pai de Lourdes Maria) em 1996, casou-se com o cineasta Guy Ritchie (pai de Rocco), em 2000, e foi morar em uma casa típica da tradicional alta sociedade inglesa. A vida de dona de casa, porém, durou até 2008, quando conheceu o modelo brasileiro Jesus Luz, 29 anos mais jovem, e divorciou-se de Ritchie. Depois de Jesus, a estrela tem aparecido com diferentes acompanhantes. Hoje, vive com os quatro filhos (David Banda e Mercy James, ambos malauianos, são adotados) nos Estados Unidos e tem uma justificativa para namorar homens mais novos: “Os jovens geralmente são mais aventureiros, abertos e divertidos. Você já conheceu caras da minha idade? São casados, divorciados ou mal-humorados, gordos e carecas”.

Principais trabalhos e estreias:

Álbuns: Madonna (1983), Like a Virgin (1984), True Blue (1986), Like a Prayer (1989), I’m Breathless (1990), The Immaculate Collection (1990), Erotica (1992), Bedtime Stories (1994), Something to Remember (1995), Evita (1996), Ray of Light(1998), Music (2000), American Life (2003), Confessions on a Dancefloor (2005), Hard Candy (2008), Celebration (2009)

Cinema: A Certain Sacrifice (1983), Procura-se Susan Desesperadamente (1985), Surpresa de Shanghai (1986), Quem é Essa Garota? (1987), Dick Tracy (1990), Na Cama com Madonna (documentário, 1991), Corpo em Evidência (1993),Evita (1996), Sobrou Pra Você (2000), Destino Insólito (2002), Madonna: I’m Going to Tell You a Secret (documentário, 2005)



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal