Planodeensin o



Baixar 68.7 Kb.
Encontro29.01.2018
Tamanho68.7 Kb.






UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC

CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS – CCT

DIREÇÃO ASSISTENTE DE ENSINO - DAE


P L A N O D E E N S I N O



DEPARTAMENTO: Engenharia Civil
DISCIPLINA: Materiais de Construção II SIGLA: MCC2001
CARGA HORÁRIA TOTAL: 54 TEORIA: 36 PRÁTICA: 18
CURSO(S): Engenharia Civil
SEMESTRE/ANO : 2011/2 PRÉ-REQUISITOS: MCC1001
OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Proporcionar ao acadêmico o conhecimento dos materiais de construção civil visando seus corretos empregos e desempenhos como também o conhecimento das técnicas e ensaios de materiais analisando as propriedades físicas e mecânicas, características tecnológicas, métodos de ensaio, especificação e normas.

O objetivo final é fazer com que o aluno adquira conhecimentos fundamentais de materiais de construção e técnicas de utilização, visando, assim, uma posterior aplicação na construção civil.



EMENTA: Introdução. Preparo, transporte, lançamento, adensamento e cura do concreto. Propriedades do concreto fresco. Dosagem. Propriedades do concreto endurecido. Aditivos. Controle Tecnológico. Aços para concreto armado e protendido. Concreto de Alto Desempenho. Concretos Especiais. Ensaios relativos às disciplinas de MCC-I e MCC-II.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS/DISCIPLINA: A disciplina Materiais de Construção tem alguns aspectos importantes para o futuro engenheiro. Trata-se de uma disciplina em que o aluno mantém contato direto com os materiais e os componentes que fazem parte das instalações e elementos construtivos. É uma disciplina que se torna interessante porque o aluno começa a se sentir um pouco mais próximo dos problemas enfrentados pelo engenheiro no seu dia-a-dia em relação aos materiais empregados, exigindo que sejam aplicados conforme a necessidade da construção ou do ambiente e que estejam de acordo com as normas técnicas em vigor. A Construção Civil tem, de alguma forma, relações com todas as atividades humanas, notadamente com a Engenharia.Os conhecimentos adquiridos nesta disciplina possibilitarão uma ampla variedade de oportunidades de atuação nos vários segmentos da engenharia oferecendo grande oportunidade aos seus profissionais, possibilitando que estes que se dediquem à boa formação acadêmica e tenham sucesso posteriormente, na sua carreira.
Habilidade e Competências a serem desenvolvidas pela disciplina:
-Saber identificar características dos agregados de acordo com a sua aplicação.

-Avaliar a qualidade dos materiais aglomerantes, a partir do conhecimento de suas propriedades.

-Conhecer as propriedades que as argamassas devem apresentar para se constituir parte adequada de uma construção.

-Conhecer as propriedades do concreto no estado fresco e endurecido e fazer uso de métodos de dosagem.



CRONOGRAMA DE ATIVIDADES:


CARGA HOR. CONTEÚDOS

CONTEÚDOS PROGRAMATICOS

AVALIAÇÃO

04 h/aulas

(01/08)


(08/08)


1. Preparo, recebimento, transporte, lançamento, adensamento e cura do concreto.

1.1. Concretagem 

1.2. Pedido ou preparo de concreto 

1.2.1 Mistura Manual

1.2.2 Mistura Mecânica

1.3 Recebimento  

1.4. Transporte

1.4.1 Transporte para a obra

1.4.2 Problemas decorrentes do transporte para a obra

1.4.3 Transporte dentro da obra

1.4.3.1 Transporte manual

1.4.3.2 Transporte em carrinhos e giricas

1.4.3.3 Transporte com gruas caçambas e guindastes

1.4.3.4 Transporte por esteiras

1.4.3.5 Bombeamento

1.5. Lançamento

1.6 Adensamento

1.6.1 Adensamento Manual

1.6.2 Adensamento Mecânico

1.7 Cura



  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e escrita




04 h/aulas

(15/08) SEC2011

(22/08)



2. Propriedades do concreto fresco

2.1. Generalidades. 

2.2. Misturas. 

2.2.1. Misturas de agregado e água. 

2.2.2.Misturas de cimento, agregado e água. 

2.2.3. Transição do estado não plástico para o plástico. 

2.3. Trabalhabilidade dos concretos. 

2.3.1. Conceituação e importância

2.3.2. Fatores que afetam a trabalhabilidade

2.3.2.1. Consistência

2.3.2.2. Tipos de mistura, transporte, lançamento e adensam. do concreto.

2.3.2.3. Dimensões de peças a moldar e afastamento das armaduras.

2.4. Estudo da consistência 

2.4.1. Compacidade e mobilidade. 

2.4.2. Reologia e mecânica do concreto fresco. 

2.4.3. Fatores que afetam a consistência. 

2.4.3.1. Teor de água/mistura seca.

2.4.3.2. Granulometria e forma do grão do agregado.

2.4.3.3. Aditivos.

2.4.3.3. Tempo e Temperatura.

2.4.4. Ação conjunta dos fatores que influem na consistência.

2.4.5. Métodos para avaliação da consistência.

2.4.5.1. Classificação dos ensaios.

2.4.5.2. Ensaio de abatimento.

2.4.5.3. Ensaios de penetração.

2.4.5.4. Ensaios de escorregamento.

2.4.5.5. Ensaio fator de compactação.

2.4.5.6. Ensaios de remoldagem.



  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e

escrita


06 h/aulas

(29/08)


(05/09)

(12/09)



3. Dosagem

3.1. Definições.

3.2. Classificações. 

3.3. Composição mineralógica. 

3.4. Obtenção. 

3.5. Índices de qualidade. 

3.6. Contrastes físicos. 

3.7. Agregados leves. 

3.8. Ensaios.


  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e escrita

  3. atividades práticas

04 h/aulas

(19/09)


(26/09)


4. Propriedades do concreto endurecido

4.1. Generalidades. 

4.2. Características e prpriedades. 

4.3. Densidade. 

4.4. Atrito. 

4.5. Resistência à abrasão. 

4.6. Condutibilidade elétrica. 

4.7. Propriedades térmicas. 

4.7.1. Condutibilidade. 

4.7.2. Calor específico. 

4.7.3. Dilatação térmica. 

4.7.4. Resistência ao fogo.

4.8. Propriedades radioativas. 

4.9. Adesão. 

4.10. Propriedades acústicas. 

4.11. Durabilidade. 

4.12. Permeabilidade. 


  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e

escrita

  1. atividades práticas

04 h/aulas
(03/10)

(10/10)



5. Aditivos

5.1. Uso de aditivos no concreto

5.2. Vantagem do uso de aditivos no concreto

5.3. Classificação dos aditivos através da NBR-11768

5.4. Plastificantes

5.5 Superplastificantes

5.6 Incorporadores de Ar

5.7 Retardadores

5.8 Aceleradores

5.9 Impermeabilizantes

5.10 Modo de usar aditivos


  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e

escrita

c) atividades práticas

04 h/aulas
(17/10)

(24/10)



6. Controle tecnológico do concreto

6.1. Generalidades. 

6.2.Controle de qualidade

6.2.1. Tomada de conhecimento

6.2.2.Fornecimento das dosagens que atendam às condições anteriores condições anteriores.  condições anteriores.  condições anteriores. 

6.3. Acompanhamento da obra. 

6.3.1. Verificação. 

6.3.2. Realização dos ensaios necessários. 

6.4. Tomada de conhecimento do projeto. 

6.5. Características peculiares impostas pelo projeto arquitetônico. 

6.6. Materiais disponíveis e suas características. 

6.7. Dos equipamentos disponíveis e da cura a ser empregada. 

6.8. Da cura.

6.9. Da mão-de-obra disponível.

6.10. Dosagens.

6.11. Acompanhamento das obras. 

6.12. Métodos de amostragem, ensaios de agregados e recepção. 

6.13. Medição de umidade.

6.14. Verificação do estado e comportamento dos equipamentos e da mão-de-obra. 

6.15. Cura do concreto.

6.16. Fluência.

6.17. Realização de ensaios.

6.18. Especificação para execução de concreto aparente. 

6.18.1. Concreto.  6.18.1. Concreto. 

6.18.2. Fôrmas. 

6.19. Juntas horizontais.

6.20. Juntas verticais. 

6.21. Armadura.

6.22.Ensaios de compressão: como interpretá-los. 

6.22.1.1. Fixação dos valores de desvio padrão. 6.22.1. Cálculo da resistência do concreto. 

6.22.1.2. Concreto com desvio padrão conhecido.

6.22.1.3. Concreto com desvio padrão desconhecido.

6.22.1.4. Ensaios de controle de aceitação. 6.21.1. Cura do concreto.


  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e

escrita

c) atividades práticas

04 h/aulas
(31/10)

(07/11)



7. Aços para concreto armado e protendido

7.1. Concreto armado

7.1.1 Definição e importância. 

7.1.2. Obtenção do produto siderúrgico. 

7.1.3. Tratamento mecânico dos aços. 

7.1.4. Barras e fios – estruturas de concreto armado 7.1.5. Características mecânicas.

7.1.6. Aderência.

7.2. Concreto protendido

7.2.1 Principais Características do Concreto Protendido

7.2.2. Aplicações.

7.2.3. Fios para protensão Aliviados (RN) e estabilizados (RB)

7.2.4. Fios para protensão Aliviados (RN) e estabilizados (RB)

7.2.5. Cordoalhas de 3 e 7 fios estabilizados (RB) 7.2.6. Cordoalhas de 7 Fios Engraxada e Plastificada

7.2.7. Cordoalhas Especiais para Pontes Estaiadas



a) seminários de estudo

b) apresentação oral e

escrita

c) atividades práticas


04 h/aulas

(14/11)


(21/11)


8. Concreto de Alto Desempenho


  1. seminários de estudo

  2. apresentação oral e

escrita

c) atividades práticas

04 h/aulas
(28/11)

(05/12)



9. Concretos Especiais

9.1. Concreto estruturas leve

9.2. Concreto de alta resistência

9.3. Concreto auto-adensável

9.4. Concreto alto desempenho

9.5. Concreto reforçado com fibras

9.6. Concreto contendo polímeros

9.7. Concreto pesado para blindagem de radiação

9.8. Concreto massa

9.10. Concreto compactado a rolo



a) seminários de estudo

b) apresentação oral e

escrita

c) atividades práticas


18 h/aulas

Datas Laboratório




10. Ensaios relativos às disciplinas de MCC-I e MCC-II

10.1. Dosagem Experimental do Concreto de Cimento Portland

10.2. Agregados- Determinação da Composição Granulométrica dos Agregados

10.3. Determinação da Massa Específica, Massa Específica Aparente e Absorção do Agregado Graúdo

10.4. Determinação da Massa específica e Massa específica Aparente do Agregado Miúdo

10.5.Determinação da Umidade Total em Agregados Miúdos pelo Método da Estufa e da Frigideira

10.6. Determinação da Umidade Superficial em Agregados Miúdos por meio do Frasco de Chapman

10.7 Determinação da Umidade Total em Agregados Graúdos pelo Método da Estufa

10.8 Determinação da Massa Unitária Aparente do Agregado Miúdo e Graúdo

10.9 Concreto – Ensaio de Compressão de Corpos de Prova Cilíndricos

10.10 Determinação do Inchamento do Agregado Miúdo

10.11 Determinação do Teor de Materiais Pulverulentos do Agregado Graúdo e Miúdo

10.12 Agregado Miúdo- Determinação das Impurezas Orgânicas

10.13 Agregado Miúdo - Determinação de Torrões de Argila e Materiais Friáveis



a) seminários de estudo

b) apresentação oral e

escrita

c) atividades práticas











04

Instrumentos de avaliação




03

Provas escritas (2 parte teórica) e uma provas escrita (1 parte prática)

  1. Prova escrita

01

Atividades de Laboratório (parte prática)

  1. Trabalho final escrito.










56 horas

Carga horária total teórica/prática - 36/18 horas






METODOLOGIA PROPOSTA: A disciplina será trabalhada através da temática teórico - prática e aulas expositivas complementaram o trabalho.

Todas as aulas serão seguidas de atividades práticas e vivenciadas dando ênfase ao referencial teórico administrado. As leituras e os trabalhos em grupos serão significativos para elaboração de trabalho escrito sugerido para o termino da disciplina

Sempre que for possível as aulas terão atividades LABORATÓRIO.
AVALIAÇÃO:
Duas avaliações individuais por escrito sem consulta - 60% da nota final.

Atividades de Laboratório na Grade Nova - Ensaios relativos às disciplinas de MCC-I e MCC-II - 40% da nota final.


BIBLIOGRAFIA:
BAUER, L. A. F.. Materiais de Construção. 5. ed, vol 1 e vol 2. LCT – Livros Técnicos e Cintíficos Editora S.A. Minas Gerais, 2000.
VERÇOSA, E. J. Materiais de Construção. 2. ed., vol. 1. Editora e Distribuidora Sagra, Porto Alegre, 1984.
ALVES, J. D. Manual de Tecnologia do Concreto. 1. ed. São Paulo, Editora Livraria Nobel S.A., 1978.
HELENE, P.R. L.; TERZIAN, P. Manual de Dosagem e Controle do Concreto. São Paulo: Editora PINI,

1993.
ISAIA, G.C. (edit.). Concreto: Ensino, Pesquisa e Realizações. vol. 1 e vol. 2. São Paulo, IBRACON, 2005.

MEHTA, P. K.; MONTEIRO, P.J. M. Concreto: Estruturas, Propriedades e Materiais. 1. ed. São Paulo:

Editora Pini Ltda, 2000.


NEVILLE, A. M.. Propriedades do Concreto. São Paulo. Editora Pini. 1997.
PETRUCCI, E. G. R.. Concreto e Cimento Portland. 8. ed. Atual e ver. Porto Alegre; Rio de Janeiro: Editora Globo, 1998.

______________________________________________________________________________________

Campus Universitário Prof. Avelino Marcante - Bom Retiro

Fone: (047 ) 431- 7200 - Fax: (047) 431-7240 – CEP: 89223-100 - Joinville - SC – Brasil



Home Page: http://www.joinville.udesc.br



Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal