Pontifícia universidade católica do paraná



Baixar 474.71 Kb.
Página2/14
Encontro28.06.2018
Tamanho474.71 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14

Lista de Figuras


Figura 1 - Perfil do usuário do site do governo: escolaridade 80

Figura 2 - Perfil do usuário do site do governo: idade 80

Figura 3 - Perfil do usuário do site do governo: renda 81

Resumo


A utilização da Tecnologia da Informação – TI, vem se apresentando como um fator de diferenciação estratégica nas organizações das mais variadas naturezas, incluindo o governo. No contexto da utilização da TI pelo governo, os esforços governamentais não são poucos, da mesma forma que não o são os desafios. Um novo conceito está tomando forma, o de Governo Eletrônico. Um dos eixos deste novo conceito é a viabilização de meios, suportados pelos recursos da TI, que permitam uma maior participação do cidadão nas questões do Estado, tanto na busca de serviços e informações, quanto no aumento do espaço democrático. Mas um grande desafio está presente, o de superar as barreiras causadas pela Divisão Digital. No Brasil, apenas 8,6% dos domicílios contam com acesso à Internet e 12,6% possuem um computador.

Neste contexto, o objetivo do presente trabalho é desenvolver um estudo de caso junto a um grupo de pessoas sem acesso aos recursos da TI, investigando se elas têm expectativas e, caso positivo, quais são, com relação à utilização da TI pelo governo, além de compará-las com as ações e resultados verificados no projeto de Governo Eletrônico do Estado do Paraná, o e-Paraná.

Os resultados apresentados indicam a existência destas expectativas e uma diferença entre elas e as facilidades já implantadas no projeto de Governo Eletrônico do Estado do Paraná.

Abstract


The use of Information Technology – IT has been presented as a factor of strategic differentiation at organizations with variable natures, including government. Governmental efforts are not few, and so are not the challenges. At the context of TI utilization by Govern it is being formed a new concept, the Electronic Government. One of the axles of this new concept is the viability of means, supported by IT resources, that allow larger participation of the citizen at state questions, searching for services and information such as on increasing the democratic space. But, there is a great challenge that is to overcome the barriers caused by digital division. In Brazil only 8,6% of the residences have access to Internet, and 12,6% have a computer.

In this context, the objective of this paper is to develop a case study with a group of persons without access to IT resources, investigating if they have expectations and in positive case, which are they, regarding to the use of IT by the govern, besides to compare this use with the actions and results verified at the project of Electronic Government of the Paraná State, named the e-Paraná.

The results presented indicate the existence of these expectations and a difference between these and the facilities already introduced at the project of Electronic Government of the Paraná State.

1Introdução


Estamos vivendo uma época de transformações e também de desafios. Aspectos como a evolução da Tecnologia da Informação – TI, a crescente utilização da Internet nos mais variados segmentos da sociedade, o caminhar para uma sociedade pós-industrial, são vistos como marcos das transformações em curso.

A TI vem se consolidando como um elemento-chave desta transformação e, também, vem sofrendo mudanças no seu posicionamento ao longo das últimas décadas. Inicialmente considerado um componente instrumental, que buscava eficiência e controle, passou a ocupar um lugar de destaque nas organizações, o lugar estratégico e não mais de ferramenta, mas de recurso que possibilita o desenho de novos processos produtivos, novos produtos e novos modelos de relacionamento das organizações entre si, e das organizações com os seus clientes, fornecedores e demais agentes.

Este caminho da TI, do instrumental para o estratégico, já trilhado pelas organizações privadas, está agora se apresentando como desafio para o governo.

No meio público, os recursos de TI sempre estiveram mais associados às questões operacionais e internas do que às estratégicas ou de relacionamento com a sociedade. Novos conceitos e práticas, como o de Governo Eletrônico (e-gov, e-governo) procuram construir esta ponte entre o operacional e o estratégico e de relacionamento.

A construção desta ponte apresenta enormes desafios. Enquanto o Brasil já apresenta índices memoráveis de utilização de TI nas questões públicas, enfrenta também o enorme abismo da Divisão Digital. Dados do IBGE1 indicam que apenas 8,6% dos domicílios brasileiros têm acesso à Internet, enquanto apenas 12,6% têm computador. Estes números apontam para alguma coisa próxima a 150 milhões de brasileiros sem acesso aos recursos da TI.

É neste contexto que está situada a presente pesquisa, cujo objetivo é descobrir, num estudo de caso, qual é, caso exista, a expectativa de um grupo destes excluídos, com relação à utilização da TI pelo governo, e compará-la com os produtos e ações do projeto do Governo Eletrônico implantado no Estado do Paraná.

Para tanto, o presente trabalho está estruturado nos capítulos abaixo descritos, além do capítulo 1 que apresenta esta introdução.

O capítulo 2 apresenta os objetivos e focos da pesquisa. Um recorte do tema e do estudo de caso é estabelecido e justificado. São apresentados os objetivos gerais e específico além da formulação do problema de pesquisa e das hipóteses.

O capítulo 3 apresenta a revisão da literatura. Uma síntese da base teórica é apresentada no início do capítulo, indicando que a sustentação teórica do trabalho é suportada por: a) uma revisão da evolução da TI na sociedade; b) uma revisão da evolução da TI no governo, seus impactos e motivações; c) uma abordagem sobre o tema Governo Eletrônico; e d) os desafios para a implantação de um programa de Governo Eletrônico, incluindo o grande desafio da Divisão Digital, a busca de um maior exercício da cidadania, e a ética da responsabilidade num dos conceitos da accountability.

O capítulo 4 apresenta a metodologia adotada, com a caracterização das pesquisas desenvolvidas e das técnicas utilizadas.

O capítulo 5 apresenta os resultados da pesquisa. São descritas as expectativas observadas nos pesquisados com relação à utilização da TI pelo governo, as principais características e os produtos do projeto de Governo Eletrônico do Estado do Paraná, o e-Paraná, bem como do subprojeto de alfabetização digital, o CELEPAR na comunidade. Apresentados estes resultados das pesquisas, é então desenvolvida uma comparação entre as expectativas e as práticas encontradas.

O capítulo 6, finalmente, apresenta as conclusões, respondendo à pergunta de pesquisa e analisando as hipóteses formuladas, além de registrar algumas considerações finais julgadas relevantes no contexto da pesquisa efetuada, bem como as limitações desta pesquisa e recomendações para estudos futuros.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal