Possessão demoníaca e libertaçÃO



Baixar 449.73 Kb.
Página1/17
Encontro16.01.2018
Tamanho449.73 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


possessão demoníaca e libertação

introdução( Mudar pela que foi sugerida pela Elly)


  1. Os fatos ocorridos durante os 40 dias de propósitos, com várias manifestações demoníacas especialmente no retiro das mulheres.

  2. O pedido de muitos líderes para que estudássemos, juntos, a matéria.

  3. Vários desejando fazer cursos oferecidos por várias organizações e igrejas sobre o assunto.

  4. A necessidade de termos unidade doutrinária em termos de igreja.

  5. A estratégia satânica de dividir, confundir e amedrontar.

  6. Não jogue damas com o inimigo.

  7. O nosso propósito:

    1. Iniciar o nosso estudo;

    2. Indicar literatura;

    3. Promover a unidade de posturas e doutrina;

    4. Voltar a estudar com maior profundidade em algumas semanas.



Capítulo i

SatAnás e seus demônios



i. SATANAS, SUA CRIAÇÃO E SUA QUEDA


  1. A existência de Satanás confirmada pela Escritura.

1. O Antigo Testamento ensina sua existência (1. Cro.21:1; Jó 1:6,7,12; 2;1,2,3,4,6,7; Sal.109:6; Zac.3:1,2).

2. Cristo ensinou sobre sua existência e o mencionou em várias ocasiões, (Mt. 4:10; 12:26; 13:39; 16:23; Lc. 10:18; 11:18).

3. O Novo Testamento menciona a Satanás em vários lugares e os apóstolos ensinaram um amplo campo de doutrina sobre a sua atuação. (Lc. 22:3,31, Jn.13:17; Jn.13:27; Hch. 5:3; 26:18; Rom.16:20; 1.Cor.5:5; 7:5; 2.Cor.11:14; 12:7; 1.Tes.2:18; 2.Tes.2:9; 1.Tim.1:20; 5:15; Ap.2:9,13; 2:24; 3:9; 12:9; 20:2,7).
I.2. Satanás como todos os anjos foram criados por Deus.


    1. A referencia bíblica sobre sua criação (Ez.28:13,15).

    2. É um espírito (Ef.6:11-12).

    3. Pertence à ordem dos querubins (Ez.28:14).

    4. O ser mais perfeito criado pela mão de Deus (Ez.28:12).

    5. O ser mais sábio de todos que foram criados (Ez.28:12).

    6. O ser mais belo criado por Deus (Ez.28:12).

    7. Criado como todos os anjos antes de todos os homens (Ez.28:13 Job.38:6-7).

    8. Dotado com vestes esplêndidas, como corresponde a um ser da sua condição e ministério (Ez.28:13).


I.3. Seu estado original.

  1. Um anjo santo (Ez.28:15).

  2. Sua atividade permitia o acesso aos lugares onde Deus manifestava sua presença por meio de sua glória (Ez.28:14).

2.1. Era o maior querubim.

2.2. Era o querubim protetor da santidade de Deus.

2.3. Tinha acesso ao lugar mais glorioso e próximo a Deus (Ez.28:14).
I.4. A Queda de Satanás.

1. A Bíblia ensina sobre o pecado e queda de Satanás, mas não "as razões" desse fracasso, já que no livro de Deus, não está escrito para satisfazer a curiosidade do homem, senão para revelar a Deus.

2. Satanás foi perfeito em sua existência até o momento que pecou (Ez.28:15).

2.1. Veja o texto: "perfeito eras... até..."

2.2. O pecado não é assunto de pouca importância já que anula toda a possibilidade de servir a Deus.

3. O pecado afetou a plenitude de satanás: "cheio..." (Ez.28:16).

4. Os passos de sua queda (Es.14:13-14).

4.1. Subir ao céu (v.13).

4.1.1. Referencia provável "terceiro céu", onde Deus se manifesta como a Sua morada.

4.1.2. Para Satanás não era suficiente à morada designada por Deus - era pouco para ele, segundo seu critério - teria que ser algo melhor que deveria corresponder a um ser de sua categoria.

4.2. Levantar um trono junto às estrelas (v.13).

4.2.1. Estrelas equivalem a anjos.

4.2.2. Desejava governar, ter um trono.

4.2.3. Esse trono deveria estar rodeado de anjos ao seu serviço.

4.2.4. Deus já não seria o Soberano.

4.3. Sentar-se no monte do testemunho para os lados do norte (v.13).

4.3.1. Referência ao reino do Messias (Sal.48:1-2).

4.3.2. Queria receber a adoração e obediência das nações e reinar sobre elas.

4.3.3. Seria anular o programa divino para seu Filho. (Sal.2:6-9).

4.4. Subir sobre as nuvens (v.14).

4.4.1. Nuvem na Escritura é a figura da glória e majestade de Deus (Ex.40:34-38; Num.9:15-23; 1.Rey.8:10-11).

4.4.2. No original hebraico pode entender-se asim: "yo añadiré a la gloria de Dios", o que equivale a "sobre las nubes".

4.4.3. Não era bastante a gloria com que Deus o havia dotado (Ez.28:13).

4.5. Queria ser semelhante ao Altíssimo (v.14).

4.5.1. Não disse ser igual, mas semelhante.

4.5.2. Satanás sabia de suas limitações.

4.5.3. Semelhante equivale a ter autoridade própria como Deus. (Ver como exemplo o homem (Gen.1:26 con 28).
I.5 As conseqüências de sua queda (Ez.28:16-19).

1. Destituído da presença de Deus (v.16).

2. Foi jogado na terra como exemplo do juízo sobre o pecador. (v.17).

3. Retirada a gloria de Deus, de si próprio por haver-se corrompido como pessoa (v.18).

4. Ficou sob condenação eterna (v.19).
I.6. Os nomes que recebe nas Escrituras

1. Satanás o Satán, que significa "adversário" (1.Cro.21:1; Job 1:6,7,12; 2:1,2,3,4,6,7; Sal.109:6; Zac.3:1-2; Mt.4:10; 12:26; 16:23; Mr.1:13; 3:23; Lc.4:8; 10:18; 11:18; 13:16; 22:3,31: Jn.13:27; Hch.5:3; 26:18; Rom.16:20; 1.Cor.5:5; 7:5; 2.Cor.11:14; 12:7; 1.Tes.2:18; 2.Tes.2:9; 1.Tim.1:20; 5:15; Ap.2:9,13; 2:24; 3:9; 12:9; 20:2,7).

2. Demônio o diabo, que significa "caluniador". (Mt.1:4,5; 13:39; 25:41; Lc.4:2,3,5,6,13; 8:12; Jn.8:44; 10:21; 13:2; Hch.10:38; Ef.4:27; 6:11; 1.Tim.3:6; 2.Tim.2:26; Heb.2:14; Stg.4:7; 1.P.5:8; 1.Jn.3:8,10; Jud.9; Ap.2:10; 12:9,12; 20:10).

3. Lúcifer, luzeiro, filho da alvorada (Is.14:12).

4. Belzebu (Mt.12:24).

5. Belial (2.Cor.6:15).


I.7.Os títulos que recebe nas Escrituras.

1. O maligno (1.Jn.5:19).

2. O tentador (Mt.4:3; 1.Tes.3:5).

3. O príncipe deste mundo (Jn.12:31).

4. O deus deste século (2.Cor.4:4).

5. O príncipe da potestade do ar (Ef.2:2).

6. O acusador dos irmãos (Ap.12:10).
I.8. Os tipos de Satanás na Escritura.

1. Serpente (Ap.12:9).

2. Dragão (Ap.12:3).

3. Imitador (2.Cor.11:14).

4. Leão que ruge (1.P.5:8).
I.9. As características atuais de Satanás.

1. Peca por sua condição natural de pecador (1.Jn.3:8).

1.1. O pecado arraigado em seu coração o obriga a pecar como condição natural (Is.14:13).

1.2. Satanás não é pecador porque peca, mas ao contrário, peca porque é pecador.

1.3. Sua condição o leva a lutar contra Deus, mesmo que conheça de antemão sua derrota anunciada nas Escrituras.

2. É homicida (Jn.8:44).

Entre outras coisas deseja a morte do ímpio e faz o possível para impedir sua salvação (Lc.8:12; 2.Cor.4:4).

3. É mentiroso (Jn.8:44).

4. É acusador dos crentes (Ap.12:10).

5. É o adversário do cristão procurando seu fracasso (1.P.5:8).

6. Apesar de sua caída é um ser inteligente (2.Cor.11:3).

Engana com astúcia.

7. É um ser com emoções próprias (Ap.12:17).

8. Domina sobre os pecadores (2.Tim.2:26).

9. O mundo inteiro está sob seu poder (1.Jn.5:19).

 
II. OS DEMONIOS


II.1. As hostes de Satanás nas regiões celestes (Ef.6:12).

1. Satanás conseguiu que a terça parte dos anjos o seguisse (Ap.12:4).

2. Estes anjos são agora "os anjos de Satanás" (Ap.12:7).

3. São espíritos imundos (Mr.9:25).

4. As principais características dos demônios.

4.1. São espíritos (Ef.6:12).

4.2. São seres inteligentes.

4.2.1. Conhecem a Jesus. (Mr.1:24).

4.2.2. Sabem seu destino final nos tormentos (Mt.8:29).

4.3. A indiferença dos homens não podem alcançar fé salvífica (Stg.2:19).

4.4. Possuem uma religião e doutrinas próprias (1.Tim.4:1-3)
II.2. A atividade dos demônios.

1. Se opõem aos propósitos de Deus (Dan.10:10-14; Ap.16:13-16).

2. Entendem a autoridade satânica obedecendo a suas ordens (Ef.6:11-12).

3. Afligem aos homens (Mt.9:33; Lc.13:11,16).

4. Podem apossar-se dos homens (Mt.4:24; Mr.5:1-20).

5. Podem apossar-se dos animais (Mr.5:13).

6. Lutam contra os crentes tratando de fazê-los cair (Ef.6:12).

7. Difundem doutrinas falsas (1.Tim.4:1).


II.3. A presente posição de Satanás

1. Tem um reino de demônios. Mt 12:24

2. Controle geral. I Jo 5 :19

3. Controle político. Jo 12:31

4. Controle eclesiástico. II Co 4:4

5. Controle espiritual. Mt 13:38


Este vasto reino das trevas centraliza sua estratégia contra a humanidade (principalmente contra os salvos)

Apocalipse 12:9 ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.


II.4. O destino dos demônios.

1. Destino temporal

1.1. Alguns estão confinados no abismo (Lc.8:31).

1.2. Outros estão guardados em prisões escuras por haver cometido certos pecados, aguardam o dia de serem julgados (Jud.6).

1.3. Um pequeno número, caracterizado por sua fama destruidora, estão atados e serão soltos durante a tribulação (Ap.9:14-15).

1.4. Os demônios terão uma atividade muito intensa durante o tempo da Tribulação (Ap.9:1-11; 16:13-14).


2. Destino eterno

Seu destino eterno será o lago de fogo com Satanás (Mt.25:41; Ap.20:10).





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal