Projeto pedagógico do curso de licenciatura em matemática – 2018 santo andré Julho de 2017



Baixar 1.06 Mb.
Página2/13
Encontro11.07.2018
Tamanho1.06 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13

OBJETIVOS DO CURSO



4.1.1 Objetivo geral
O curso de licenciatura em Matemática da UFABC prima por formar um professor autônomo e imbuído dos saberes e conhecimentos necessários para o pleno desenvolvimento das competências, habilidades necessárias à atuação profissional, na Educação Básica – seja no Ensino Fundamental, nas áreas de Ciências Naturais e Matemática – seja no Ensino Médio, na área de Matemática, de modo a atender a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional9 (LDBEN) e a Resolução CNE no 2, de 01 de julho de 2015.
4.1.2 Objetivos específicos
Tendo em vista as mudanças pelas quais passa a sociedade, e respondendo às novas tarefas e desafios apontados anteriormente, o curso de licenciatura em Matemática da UFABC, têm como metas:


  • Proporcionar ao licenciando uma formação teórica e interdisciplinar, que se refere aos conhecimentos básicos de Matemática;

  • Promover a inserção dos estudantes de licenciatura nas instituições de educação básica da rede pública de ensino;

  • Promover, por meio das atividades práticas e dos estágios curriculares vivenciados em diversos espaços educacionais, a integralização dos conhecimentos específicos com as atividades de ensino;

  • Promover a imersão dos licenciandos em ambientes de produção e divulgação científicas e culturais no contexto da educação em ciências e matemática;

  • Formar o educador consciente de seu papel na formação de cidadãos sob a perspectiva educacional, científica, ambiental e social considerando o contexto educacional da região em que está inserido;

  • Capacitar os futuros professores para o auto aprimoramento pessoal e profissional constante.

  • Promover a ampliação e o aperfeiçoamento do uso da Língua Portuguesa e da capacidade comunicativa, oral e escrita, como elementos fundamentais da formação dos professores, e da aprendizagem da Língua Brasileira de Sinais (Libras);

  • Capacitar os futuros professores para lidar com questões socioambientais, éticas, estéticas e relativas à diversidade étnico-racial, de gênero, sexual, religiosa, de faixa geracional, e sociocultural como princípios de equidade.

REQUISITO DE ACESSO

    1. FORMAS DE ACESSO AO CURSO

O processo seletivo para acesso aos cursos de Graduação da Universidade Federal do ABC é anual e inicialmente dar-se-á pelo Sistema de Seleção Unificado10 (SISU), do MEC, onde as vagas oferecidas são preenchidas em uma única fase, baseado no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio11 (ENEM). O ingresso nos cursos de graduação de formação específica, após a conclusão dos bacharelados interdisciplinares, se dá por seleção interna, segundo a Resolução ConsEPE no 31, de 01 de julho de 200912.


O Processo de Admissão por Transferência Facultativa da UFABC está regulamentado pela Resolução ConsEPE no 174, de 24 de abril de 2014. As vagas ociosas são ofertadas anualmente por meio de um edital específico.
Há a possibilidade de transferência obrigatória ex officio, prevista no art. 99 da lei 8.112, de 11/12/1990; art. 49 da lei 9.394, 20/12/1996, regulamentada pela Lei 9.536, de 11/12/1997; e Resolução ConsEPE nº 10, de 22/04/2008.


    1. REGIME DE MATRÍCULA

A matrícula dos estudantes ingressantes é efetuada automaticamente pela Pró-Reitoria de Graduação, conforme a Resolução ConsEPE nº 201 de 15 de dezembro de 2015. Nos quadrimestres posteriores, o estudante deverá realizar sua matrícula indicando, antes do início de cada quadrimestre letivo, as disciplinas que deseja cursar no período. O período de matrícula para o quadrimestre letivo é determinado pelo calendário acadêmico da UFABC.


Os estudantes podem solicitar ajuste de matrícula. O ajuste de matrícula ocorre em duas etapas, de acordo com o fluxo de matrículas em disciplinas de graduação. Após o início do período letivo, o estudante ainda poderá solicitar o cancelamento de matrícula em disciplinas. Destaca-se que mesmo não havendo pré-requisitos para a matrícula em disciplinas a serem cursadas são indicadas recomendações de disciplinas, de modo a orientar o estudante a seguir a matriz sugerida no projeto pedagógico do curso (ver quadro 8).
A partir do segundo quadrimestre, o estudante deve atentar aos critérios de jubilação (desligamento), regulamentado pela Resolução ConsEPE n° 166.

PERFIL DO EGRESSO
O egresso do curso de Licenciatura em Matemática estará apto a se inserir profissionalmente como docente na Educação Básica, ministrando aulas de Ciências e de Matemática, tanto na rede pública de ensino, quanto privada, podendo também atuar como educador em espaços de educação não-formal.
Considerando-se as competências gerais estabelecidas para a formação de professores de Pedagogia (Licenciatura) constantes na Resolução CNE/CP 1/200613 e nas Diretrizes Nacionais Curriculares para os Cursos de Matemática (Bacharelado e Licenciatura), por meio do parecer CNE/CES 1302/200114, agrupadas nas dimensões que se seguem, presume-se que o licenciado egresso seja comprometido e capaz de:
Na dimensão política

- Atuar profissionalmente com base nos princípios de uma sociedade democrática, que respeita a diversidade social, cultural e física de seus cidadãos.

- Avaliar criticamente a sua realidade social e participar da tomada de decisões a respeito dos rumos da sociedade como um todo, a partir da consciência de seu papel social.
Na dimensão social

- Promover uma prática educativa que identifique e leve em conta as características de seu meio de atuação, suas necessidades e desejos.

- Envolver-se e envolver a comunidade escolar por meio de ações colaborativas.

- Lidar com questões socioambientais, éticas, estéticas e relativas à diversidade étnico-racial, de gênero, sexual, religiosa, de faixa geracional e sociocultural como princípios de equidade.


Na dimensão pedagógica

- Reconhecer e atuar considerando a complexidade do fenômeno educativo que envolve, além dos aspectos técnicos, outros tais como éticos, coletivos e relacionais.

- Transformar seus conhecimentos acadêmicos específicos em conhecimentos aplicados ao contexto escolar.

- Atuar em diferentes contextos de seu âmbito profissional, fazendo uso de recursos técnicos, materiais didáticos e metodológicos variados.

- Estar habilitado para enfrentar com sucesso os desafios e as dificuldades inerentes à tarefa de despertar os jovens para a reflexão.

- Adotar uma atitude de pesquisa baseada na ação-reflexão-ação sobre a própria prática em prol do seu aperfeiçoamento e da aprendizagem dos alunos.


Na dimensão científica

- Manter-se atualizado a respeito dos conhecimentos de sua área específica, assim como articular esses saberes em um contexto cultural mais amplo.


Na dimensão pessoal e profissional

- Gerenciar seu próprio desenvolvimento profissional, assumindo uma postura de disponibilidade e flexibilidade para mudanças.


A perspectiva de atuação para um educador egresso dos cursos de licenciatura da UFABC, não se restringe à escola básica, embora seja este o campo premente de demanda deste tipo de profissional. Contudo, o licenciando terá também a oportunidade de conhecer outros ambientes onde ocorre a educação científica (museus, editoras, ONGs, jornais, etc.) por meio das experiências que poderá vivenciar durante o período do curso e dos estágios supervisionados.
Posteriormente, e de posse das orientações que receberá durante o curso de graduação, o egresso terá condições de optar por investir numa carreira acadêmica, de pesquisa ou no magistério superior, realizando cursos de pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática, na própria instituição, ou em outras IES, num futuro próximo.
Pensando em manter um vínculo permanente com os egressos, o curso disponibiliza em seu site um espaço de comunicação com a coordenação do curso, onde o egresso poderá disponibilizar informações a respeito de sua atuação nos diversos espaços, apontando os méritos do curso em relação à formação profissional, bem como as deficiências ou necessidades demandadas pelos ambientes externos. Essas informações prestadas poderão ser agregadas ao curso. Assim, uma avaliação permanente da formação oferecida na UFABC, por meio desse olhar externo, para além do acadêmico já realizado, poderá garantir o aprimoramento contínuo do curso.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR



    1. Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal