Propostas da coordenaçÂo de artes cênicas



Baixar 17.22 Kb.
Encontro02.03.2018
Tamanho17.22 Kb.

A Secretaria Municipal da Cultura dá continuade às homenagens a Ivo Bender durante o 18

IVO BENDER
50 anos de Teatro

Este ano, Ivo Bender, o mais importante dramaturgo gaúcho em atividade, completou 50 anos de teatro e 75 anos de vida. Autor de peças que marcaram a história do teatro feito em Porto Alegre, no Brasil e no Exterior (Sexta-feira das Paixões, Queridíssimo canalha, Quem roubou meu Anabela?, Trilogia perversa e tantos outros). O site oficial do autor – www.ivobender.com – além de permitir acesso a diversos de seus textos, revela seu contundente pensamento sobre o teatro nos dias de hoje:

Que teatro escrever, é a pergunta que novamente retorna.Como denunciar, como atacar um sistema visivelmente nocivo ao homem? Como trabalhar com as questões que se nos apresentam, sem retornar ao surrado teatro de panfleto e sem ter de fazer uma enfadonha dramaturgia de tese? A pergunta é de difícil resposta e qual o modo mais eficaz para denunciar o terror e a miséria neo-liberais no Brasil, só o tempo poderá apontar.” (Ivo Bender por Ivo Bender)

A Secretaria Municipal da Cultura, comemorou o cinquentenário do autor, de 23 a 29 de maio, realizando a Semana Ivo Bender – 50 anos de Teatro – composta por uma exposição, leituras dramáticas e um experimento cênico a partir da obra do dramaturgo, além do lançamento do Prêmio Ivo BenderBolsa de incentivo à criação Dramatúrgica – criado em parceria com o Goethe Institut. O evento foi freqüentado por 727 pessoas. A Semana se tornou pequena para as dimensões do homenageado. Diante disso, a Coordenação de Artes Cênicas e o 18º Porto Alegre em Cena, decidiram dar continuidade às comemorações do cinqüentenário de Ivo Bender através de três atrações gratuitas.



  • ENTRENÓS – curta metragem documental / colorido / legendado / duração 15 minutos / Porto Alegre, 2011


Sinopse: ENTRENÓS é um curta-metragem documental narrado através de depoimentos sobre a vida e a obra de Ivo Bender – o mais importante dramaturgo gaúcho em atividade – por artistas, admiradores e amigos, em uma sensível homenagem a este homem de teatro que completou, em 2011, 75 anos de vida e 50 dedicados à arte de escrever para o palco. 
Participação: Deborah Finocchiaro, Diones Camargo, Fernanda Petit, Gisele Cecchini, Luiz Paulo Vasconcellos, Marcelo Adams, Mauricio Guzinski, Raquel Pilger, Sandra Dani e o próprio autor.

Direção Geral: Dani Israel e Pedro Marques

Direção de Imagens: Guilherme Pires e Matheus Brum

Produtores: Elisa Webber (BF), Joice Rossato, Laura Backes e Liége Biasotto (CAC/SMC)

Co-produção: Geração Produções

Produção: Bactéria Filmes

Realização: Coordenação de Artes Cênicas e 18º Porto Alegre em Cena

Secretaria Municipal da Cultura / Prefeitura de Porto Alegre


Lançamento: dia 7 de setembro de 2011 (quarta-feira) às 16h

Projeções contínuas: de 8 a 25 de setembro, de terça a sexta das 10h às 19h e sábado das 11h às 18h

Local: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223)



  • O SENHOR DAS LETRAS – exposição

Registros fotográficos das montagens das peças de Ivo Bender, depoimentos de artistas, amigos do dramaturgo e críticos literários, abarcando a diversidade da obra do escritor que transita, com liberdade, tanto pelo texto dramático em suas diferentes fases – tragédia e comédia, realismo fantástico e teatro político, musical e infantil – quanto pelo ensaio e pela prosa.
Curadoria: Betha Medeiros e Raquel Pilger
Vernissage: 7 de setembro de 2011 (quarta-feira) às 16h30
Exposição: de 7 a 25 de setembro de 2011, de terça a sexta das 10h as 19h e sábado das 11h as 18h

Local: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223)



  • CABARÉ DO IVO – espetáculo teatral / duração 1h40min

Coquetel Infernal preparado a partir de sete peças de Ivo Bender pelo Grupo Experimental de Teatro da SMC. Reúne fragmentos das obras Cabaré de Maria Elefante, Mulheres Mix, Quem roubou meu Anabela, Surpresa de verão, Sexta-feira das Paixões, Os desterrados/1826 e As cartas marcadas ou Os assassinos. O espetáculo é resultado do processo de pesquisa sobre a obra do autor, proposto pela Coordenação de Artes Cênicas da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre e realizado através de um módulo de montagem que ocorreu de outubro de 2010 a maio de 2011. Estreou com três sessões lotadas (339 pessoas) na Sala Álvaro Moreyra, encerrando a Semana Ivo Bender – 50 anos de Teatro – e, no dia 10 de agosto, voltou à cena excedendo mais uma vez a lotação no Teatro Glênio Peres da Câmara Municipal de Porto Alegre.


Autor: Ivo Bender

Roteiro: Grupo Experimental de Teatro e Mauricio Guzinski (CAC/SMC)

Elenco: Amanda Novinski, André Gazineu, Dinorah Araújo, Juçara Gaspar, Naiara Harry, Paula Souza, Samanta Sironi e Silvana Ferreira (GET/SMC)

Figurinos e Adereços Cênicos: Lara Coletti e Marina Schuch

Maquilagem e Cabelos: Fabrízio Rodrigues

Iluminação: Carmem Salazar (SEOTE/SMC)

Operação de Som: Denis Moreira de Souza

Trilha Sonora: Marcelo Delacroix e o Grupo

Produção: o Grupo e CAC/SMC

Direção de Atores: Laura Backes (CAC/SMC)

Direção Coreográfica: Carlota Albuquerque

Direção Musical: Marcelo Delacroix

Direção Geral: Mauricio Guzinski
Apresentação com ENTRADA FRANCA

7 de setembro de 2011 - às 23h

Local: Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Verissimo, 307)

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal