Recife, 26 de janeiro de 2009 Ano 8



Baixar 152.93 Kb.
Encontro14.12.2017
Tamanho152.93 Kb.

Recife, 20 de abril de 2009 Ano 8

Católica prepara parceria com fundação de Maria da Penha

Por Tiago Cisneiros
COM FOTOS: Y:\Fotos_Assecom\fotos_Assecom_2009\Abril_2009\Reunião Maria da Penha
Foto: DSCF 7878
Na última sexta-feira, o coordenador da Pastoral, Padre Antônio Mota, e as professoras Elizabeth Siqueira (do curso de Letras) e Marília Montenegro (Direito) representaram a Católica em uma reunião com a farmacêutica Maria da Penha, no Hotel Recife Palace, em Boa Viagem. Na pauta do encontro, uma possível parceria entre a Universidade e a fundação de combate à violência doméstica que Maria da Penha pretende criar.
Embora esteja encontrando dificuldades no campo político para oficializar a fundação, Maria da Penha já definiu os principais pontos do projeto. “A ideia é contribuir com o poder público, com mecanismos técnicos-pedagógicos para conscientizar a sociedade e erradicar a violência doméstica contra a mulher”, explicou. Segundo Maria da Penha, a instituição deve trabalhar nas áreas de educação, segurança e saúde. “Queremos inserir, na base escolar, uma discussão sobre cultura de gênero. Também, vamos capacitar o pessoal da segurança pública quanto à maneira de se abordar e levantar a questão do sentimento da vítima e do agressor. Além disso, pretendemos qualificar os profissionais de saúde, no tratamento das vítimas de agressão”.
Entre as ações do projeto, está a criação da Ouvidoria do Agressor. O objetivo do orgão seria entender a complexidade e as dificuldades dos responsáveis pela violência doméstica contra a mulher. A professora Marília Montenegro, autora da tese de doutorado “Da Lei dos Juizados Especiais Criminais à Lei Maria da Penha: uma análise da violência doméstica contra a mulher”, concordou com a ideia de abrir espaço para escutar o agressor. “Precisamos nos preocupar com ele, que é a principal chave do problema. O governo só se preocupa em punir, e não em educar. Como a nossa sociedade é patriarcal, as coisas não vão mudar sem educação. Por isso, é importante conhecer o comportamento de quem comete a violência doméstica”, argumentou.
Outro destaque da fundação é o interesse pela situação dos filhos das vítimas de violência doméstica. “O número de órfãos é muito maior do que o de mulheres mortas. Não queremos que o Estado indenize as famílias, porque isso gera uma fábrica de órfãos. As pessoas têm mais filhos, para, depois, receberem mais dinheiro. Nossa intenção é que os órgãos já existentes trabalhem e aprofundem essa questão”, explicou a coordenadora pedagógica do projeto, Regina Célia Almeida. Segundo Maria da Penha, os filhos são a principal preocupação da vítima de violência. “Quando vi que ia morrer, pedi a Deus que não deixasse minhas filhas órfãs. Hoje, eu nunca poderia ser uma pessoa triste, porque meu pedido foi atendido, apesar de todas as dificuldades”, desabafou.
Foto: DSCF 7874
Sobre a parceria com instituições de ensino, Maria da Penha destacou: “Nossa expectativa é montar uma rede de ação, através de uma equipe de professores de escolas e universidades, para sistematizar e discutir a engenharia da violência doméstica”. Ela revelou que a ideia de criar a fundação surgiu da capacitação dos professores da Universidade Federal do Ceará sobre o racismo. “Vi, pela televisão, que todos os docentes estavam preparados para abordar essa questão. Então, decidi fazer o mesmo em relação ao respeito ao gênero”.
O Padre Antônio Mota falou, durante a reunião, sobre o interesse dos jesuítas pela formação social nas universidades e os resultados observados na Católica. “Em pesquisas coordenadas pelo professor Libório, descobrimos que a maioria dos alunos considera a família como centro. Na Unicap, precisamos enfrentar o debate dessas questões. Os jovens, embora tenham uma repressão silenciosa, estão dispostos a isso”, afirmou. Ele lembrou, ainda, a abordagem da violência doméstica e da Lei Maria da Penha na disciplina Humanismo e Cidadania, oferecida em todos os cursos da Universidade.
Durante a reunião, foi colocado, como ponto fundamental da possível parceria, a inserção da temática da violência doméstica nos diversos setores pedagógicos da Católica. A professora Elizabeth Siqueira destacou a importância de gerar espaço para o assunto. “O interessante deste projeto é a interdisciplinariedade, com a participação de alunos, professores e funcionários, na discussão de um problema real”, avaliou.
Maria da Penha explicou, no encontro, as dificuldades encontradas para inserir a questão do gênero nas grades das escolas municipais e estaduais do Ceará (estado em que nasceu e onde pretende criar a sede da fundação). A professora Marília Montenegro prometeu mobilizar a Astepi (Núcleo de Prática Jurídica da Católica) para levar adiante o projeto. “A Astepi trabalha bastante na área de família e, agora, vai ajudar Maria da Penha a dar entrada no Ministério Público de Pernambuco, para fazer com que a cultura de gênero se torne parte do currículo escolar”, declarou.
Foto: DSCF 7876
As professoras Elizabeth Siqueira e Marília Montenegro e o Padre Antônio Mota aproveitaram a ocasião para divulgar os projetos sociais da Universidade Católica de Pernambuco. Além dos 12 núcleos jurídicos que atendem às comunidades carentes do Recife, foram abordadas as clínicas de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Psicologia da Unicap e o projeto do Movimento Fé e Alegria no município de Vazantes, no Ceará.
No término do encontro, Maria da Penha recebeu, das mãos do Padre Antônio Mota, a Comenda Asa Branca, instituída em 2009 e oferecida pela Católica às homenageadas da Semana da Mulher.
No dia 24 de abril (sexta-feira), será realizada, na Católica, a reunião oficial sobre a parceria, com a presença de Regina Célia Almeida, representante de Maria da Penha e coordenadora pedagógica do projeto da fundação. Além do Reitor Padre Pedro Rubens, vão participar do encontro o Pró-reitor Comunitário, Padre Miguel Oliveira, o Padre Antônio Mota e uma representante da Astepi.
Católica vai promover Semana de Jornalismo

Por Tiago Cisneiros
COM FOTO: E:\Redacao_Assecom\Fotos_Assecom\fotos_Assecom_2009\Abril_2009\Semana do Jornalismo
Foto: cartaz_semana-20091
A Universidade Católica de Pernambuco vai promover, de 22 a 24 de abril, debates, palestras e exposições dedicadas aos estudantes e profissionais da informação. A “Semana de Jornalismo: leituras contemporâneas” coloca em pauta as tendências da comunicação no século 21.
Na tarde da quarta-feira (22), será realizada, na sala 510 do bloco A, a mesa-redonda “Formação e Ensino de Jornalismo”, com as presenças do presidente e do vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco, Ayrton Maciel e Ricardo Mello (professor da Católica). Haverá, ainda, exibições e debates de filmes (projetos experimentais) de ex-alunos da Universidade. À noite, a jornalista Paola Fonseca e as diretoras de jornalismo da Rede Globo Nordeste e da TV Jornal, Jô Mazzarollo e Beatriz Ivo, participam da mesa “TV Digital: mudanças no jornalismo?”.
“A fotografia hoje” é o tema da mesa-redonda que acontecerá na quinta-feira (23), das 15h às 16h30, no auditório G1 da Católica. A professora da Universidade Renata Victor mediará o evento, que terá a presença dos fotógrafos Geórgia Quintas, Bárbara Wagner, Inês Campelo (Diário de Pernambuco) e Ivan Alecrim (Agência Comunique).
Também na quinta-feira, das 19h às 22h, será realizada a mesa “Existe jornalismo na Blogosfera?”, com a participação do jornalista Marcelo Cavalcante e dos professores de Jornalismo da Católica Marcelo Abreu, Alexandre Figueirôa e Paulo César Fradique. O evento, que acontece na sala 510 do bloco A da Universidade, vai discutir os caminhos da comunicação na era dos blogs.
No dia 24, a mesa “Jornalismo, Movimentos Sociais e Mídia Alternativa” reunirá o Padre Francisco Assis Gabriel (Paróquia da Madalena), Cássia Bechara (representante do Movimento dos Sem-Terra) e a professora da Católica Ana Veloso (integrante do Fórum de Mulheres de Pernambuco). O evento - que terá mediação da coordenadora do curso de Jornalismo, Paula Reis – será realizado na sala 510 do bloco A, das 15h às 16h30.
Encerrando a programação da Semana, a professora da Católica e editora da revista Continente Multicultural, Adriana Dória, vai ministrar a palestra “O Jornalismo Cultural e a Revista Continente”. A apresentação acontece na sexta-feira, das 20h às 22h, na sala 510 do bloco A da Universidade.
Durante os três dias de evento, o hall do bloco A receberá as exposições de fotografia “Novos Olhares sobre o Mercado de São José”, de Ivan Alecrim, e “Uma Revolução Silenciosa” (sobre os municípios que melhoraram a situação das crianças através da alimentação e da educação, com apoio da Unicef), de Inês Campelo. A Semana do Jornalismo, também, abre espaço para o lançamento dos livros “Man Ray e a Imagem da Mulher”, de Geórgia Quintas, “Brasília Teimosa”, de Bárbara Wagner, “Formação Superior em Jornalismo: uma exigência que interessa à sociedade” (organizado pela Federação Nacional dos Jornalistas) e “Vestígios da Travessia: da imprensa à internet, 50 anos de Jornalismo”, de José Marques de Mello.
Veja a programação completa da “Semana de Jornalismo: leituras contemporâneas”.
22/04/09 – QUARTA-FEIRA
ABERTURA DO EVENTO – 13h20 às 13h30

Profa. Paula Reis (coordenadora do curso de Jornalismo da Católica)



RELATO DE EXPERIÊNCIA – 13h30 às 14h30 – sala 510A

Projeto Coque Vive (UFPE)

Rafael Filipe Souza da Silva; Roberta Lira dos Santos; João Pereira Vale Neto e Ridivaldo Procópio da Silva – integrantes do Projeto.

- A Rede “Coque Vive” integra agentes sociais da comunidade do Coque e da UFPE para questionar os estigmas que cercam o bairro, localizado no centro do Recife, mas marginalizado como "periférico", através de ações e reflexões sobre as relações do bairro com a cidade.

- Lançamento da Cartilha “Coque Vive”.

Mediação: Prof. Ricardo Mello

MESA 1 – 15h às 16h30 – sala 510A

Formação e Exercício do Jornalismo


Ricardo Mello – professor da Católica e membro do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo

Ayrton Maciel – presidente Sindicato dos Jornalistas

Mediação: Profa. Aline Grego

LANÇAMENTO DE LIVRO – 16h30 – sala 510A

Formação Superior em Jornalismo: uma exigência que interessa à sociedade, organizado pela FENAJ.

MOSTRA DE VÍDEOS – 17h às 18h30 – sala 510A

Exibição dos vídeos e debate com os realizadores

A Última Diva – 15’ – Nelson Sampaio

Um Artilheiro do Meu Coração – 25’ – Diego Trajano e Lucas Fitipaldi

Ninguém me Ama, Ninguém me Vê: ninguém me chama de Baudelaire – 15’ – Pedro Saldanha

Ave Sangria: sons de gaitas, violões e pés – 20’ – Rebeca Venice

Mediação: Prof. Cláudio Bezerra



MESA 2 – 19h às 22h – sala 510A

TV Digital: mudanças no Jornalismo?


Jô Mazzarollo – Diretora de Jornalismo da TV Globo

Beatriz Ivo – Diretora de jornalismo da TV Jornal

Paola Fonseca – Jornalista e Mestre em Comunicação e Sociedade (UnB)

Mediação: Prof. Cláudio Bezerra


23/04/09 – QUINTA-FEIRA

MESA 3 – 15h às 16h30 – Auditório GI

A Fotografia hoje


Geórgia Quintas – fotógrafa

Bárbara Wagner – fotógrafa

Inês Campelo – fotógrafa do Diario de Pernambuco

Ivan Alecrim – Agência Comunique

Mediação: Profa. Renata Victor

LANÇAMENTO DE LIVROS – 16h30 – Auditório GI

Geórgia Quintas – Man Ray e a Imagem da Mulher

Bárbara Wagner – Brasília Teimosa

MESA 4 – 19h às 22h – sala 510A

Existe jornalismo na Blogosfera?


Alexandre Figueirôa – Prof. Unicap

Marcelo Abreu – Prof. Unicap

Marcelo Cavalcante – Jornalista (Blog do Torcedor)

Mediação: Prof. Paulo Fradique


24/04/09 – SEXTA-FEIRA

MESA 5 – 15h às 16h30 – sala 510A

Jornalismo, Movimentos Sociais e Mídia Alternativa


Pe. Francisco Assis Gabriel – Paróquia da Madalena

Cássia Bechara – Representante MST

Ana Veloso – Profa. da Católica e membro do Fórum de Mulheres de Pernambuco

Mediação: Profa. Paula Reis



LANÇAMENTO DE LIVRO – 17h – sala 510A

José Marques de Mello – Vestígios da Travessia: da imprensa à Internet, 50 anos de Jornalismo.

Sinopse: Na primeira parte, José Marques de Melo faz um relato autobiográfico, destacando episódios de sua trajetória, percorrida entre a comunidade sertaneja e a metrópole globalizada. Na segunda, o autor apresenta alguns textos publicados nos seus 50 anos de intensa travessia jornalística, que evidenciam as diferentes fases de sua atividade narrativa, desde os exercícios e aprendiz até a mais recentes expressões de maturidade. Este volume se completa com um inventário de sua produção jornalística, dispersa nos vários canais, nos quais se podem contemplar outras faces da vida intelectual o autor.

MESA 6 – 19h às 22h – sala 510A

O Jornalismo Cultural e a Revista Continente


Adriana Dória – Profa. da Católica e editora da revista Continente Multicultural

ATIVIDADES PARALELAS

22 a 24/04/09 – EXPOSIÇÕES FOTOGRÁFICAS – TÉRREO BLOCO A:



- Novos Olhares sobre o Mercado de São José, de Ivan Alecrim.

- Uma Revolução Silenciosa, de Inês Campelo (sobre os municípios que conseguiram melhorar a situação das crianças através da alimentação e educação, com apoio da Unicef).

Povos e Culturas indígenas no currículo escolar será tema de palestra do Arqueologia em Foco

Por Rebeca Kramer

Dentro das comemorações pelo Dia Nacional Índio, o Laboratório e o Museu de Arqueologia da Universidade Católica de Pernambuco vão promover um debate sobre Povos e Culturas Indígenas no currículo escolar. O Prof. Dr. Edson Silva, da UFPE, fará uma palestra sobre a Lei Nº11465/08, que tornou obrigatório o ensino da cultura e história indígenas nos currículos escolares do Brasil. A palestra ocorre nesta quarta-feira (22), às 19h, no auditório G 2, localizado no 1º andar do bloco G. Outras informações pelo telefone (81) 2119-4192 ou pelo site www.unicap.br.


Serviço:
Arqueologia em foco promove:
Palestra: “Povos e Culturas Indígenas no Currículo Escolar”
Dia 22 de abril, das 19h às 20h30, no auditório G2 da Unicap

Professora da Católica participa de reunião da Capes em Brasília

Por Tiago Cisneiros
A professora do curso de Psicologia da Católica Maria Cristina Amazonas participou, nos dias 15 e 16 de abril, da reunião da Coordenação da Área de Psicologia na Capes com os coordenadores dos Programas de Pós-graduação. O encontro foi realizado em Brasília, na sede da Diretoria de Avaliação da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação).

Católica vai celebrar Missa de Páscoa


Por Jaime Mitchell
ATUALIZADA NO DIA 20/04/09
Toda a comunidade acadêmica está convidada para a celebração da Missa de Páscoa, que acontecerá na Biblioteca Central, no dia 24, às 17h. Segundo o jesuíta Creômenes Tenório, um dos organizadores do evento, cada centro já comemorou sua Páscoa e essa data foi reservada para toda a Universidade celebrar junta.
O Reitor da Católica, Padre Pedro Rubens, vai presidir a celebração. As músicas serão cantadas pelo coral de funcionários da Unicap. O pastoralista Gilmar Francisco Araújo também está organizando a missa.


Ciências Biológicas promove minicurso em abril e maio

Por Rebeca Kramer  
O curso de Ciências Biológicas, em parceria com o Conselho de Estudantes de Ciências Biológicas da Unicap, oferece minicursos nos meses de abril e maio. As aulas serão realizadas por professores convidados da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Confira a programação dos próximos minicursos:
Temática: Biotecnologia Industrial

Palestrante: Prof. Dr. Marcos Morais - UFPE

Vagas: 60

Dias: 27 e 28 de abril

Sala: 824. Bloco B. 8º andar

Horário: 14h às 18h


Temática: Bioempreendedorismo

Palestrante: Prof. Dr. João Assis - UFPE

Vagas: 60

Dias: 12 e 13 de maio

Sala: 824. Bloco B. 8º andar

Horário: 18h às 22h


Temática: Clonagem Gênica e Uso de Células - Tronco na Medicina Regenerativa

Palestrante: Prof. Dr. Humberto Pereira - UFPE

Vagas: 60

Dias: 28 e 29 de maio

Sala: 824. Bloco B. 8º andar

Horário: 14h às 18h


As inscrições custam R$ 20,00 e podem ser feitas com a representante do Conselho dos Estudantes de Ciências Biológicas, Bruna Cabral, à tarde, na sala 510 do bloco B. Outras informações com os professores Aluízio Bezerra e Bereneuza Brasileiro, ou com a coordenação do curso de Ciências Biológicas pelo fone 2119-4197.

BiblioSesc chega ao Espaço Criança Esperança de Olinda


Por Jaime Mitchell
A BiblioSesc, Caminhão Biblioteca do Sesc, vai chegar ao Espaço Criança Esperança de Olinda (ECEO), na terceira etapa de Rio Doce, no dia 27 de abril, às 9h. As crianças e os adolescentes do ECEO farão, no dia da chegada da BiblioSesc, apresentações dos Grupos de Capoeira, Percussão e Teatro. A apresentação do Grupo de Teatro terá como tema o gosto pela leitura com uma colagem de vários textos da literatura. Junto com o caminhão virão Mateus e Catirina para fazer a animação da garotada.
Em torno de 3 mil livros são oferecidos pelo Caminhão Biblioteca do Sesc, que circula pela Região Metropolitana do Recife. Além dos jovens do Espaço, as pessoas que moram na vizinhança poderão se cadastrar e pegar os livros emprestados por quinze dias. O caminhão irá ao local de quinze em quinze dias, até o fim do ano, para fazer empréstimos e devolução.O Espaço Criança Esperança de Olinda é gerido pela Universidade Católica desde outubro de 2008, sob a coordenação do professor Alcivam Paulo de Oliveira, coordenador de Extensão da Unicap.
Curso de Ciências Contábeis vai promover ciclo de palestras

Por Tiago Cisneiros
O curso de Ciências Contábeis da Católica vai promover, nos dias 28 e 29 de abril, o “Ciclo de Palestras Contábeis Contemporâneas”. Os encontros, patrocinados pela editora Atlas, serão realizados das 19h às 22h, no auditório G2 da Universidade.
No dia 28 (terça-feira), a professora Umbelina Cravo Teixeira Lagioia vai ministrar a palestra “Impacto da crise financeira na contabilidade”, além de lançar o livro “Fundamentos do Mercado de Capitais”. No dia 29, o professor paulista José Hernandez Perez Junior falará sobre os “Aspectos Contábeis da Medida Provisória 449”, responsável por alterações na legislação contábil brasileira, e lançará o livro “Contabilidade Avançada”, elaborado em co-autoria com Luís Martins de Oliveira.
Segundo o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Católica, professor Josiel Barbosa, o evento é fruto das recentes modificações na contabilidade brasileira. “Nos finais dos anos de 2007 e 2008, tivemos profundas mudanças na legislação da área. Em 2010, adotaremos as normas internacionais de contabilidade. Com tantas alterações, aliadas à crise mundial, o mercado contábil está em polvorosa”, explica.
Sobre a iniciativa da Católica em promover o ciclo de palestras, Josiel enfatiza: “Por sermos um dos maiores cursos de Pernambuco, precisamos estar antenados com a nova realidade brasileira”. Ele destaca, ainda, que o evento é destinado a todos os públicos e não, exclusivamente, aos estudantes do curso de Ciências Contábeis da Universidade.
As inscrições para o “Ciclo de Palestras Contábeis Contemporâneas” poderão ser feitas no site www.unicap.br , no valor de R$ 62. Os inscritos receberão, durante as palestras, um exemplar de cada livro lançado no evento (“Fundamentos do Mercado de Capitais” e “Contabilidade Avançada”), além de um certificado de seis horas de carga complementar.

Serviço


Ciclo de Palestras Contábeis Contemporâneas

Dias/horários: 28 e 29 de abril, das 19h às 22h.

Local: Auditório G2 da Católica
Dia 28:

Palestra “Impacto da crise financeira na contabilidade” – Umbelina Lagioia

Lançamento do livro “Fundamentos do Mercado de Capitais” – Umbelina Lagioia
Dia 29

Palestra “Aspectos Contábeis da Medida Provisória 449” – José Hernandez Perez Junior

Lançamento do livro “Contabilidade Avançada” – José Hernandez Perez Junior e Luís Martins de Oliveira

Católica vai promover Semana Indígena

Por André Amorim
Em comemoração ao Dia do Índio (19 de abril), a Universidade Católica de Pernambuco realizará de 28 a 30 de abril a I Semana Indígena da instituição. O evento se propõe a discutir, com a sociedade civil, as múltiplas questões relacionadas ao índio: exploração, lutas, direitos e cultura, nas mais diversas expressões. Palestras, mesas-redondas, painéis e atividades culturais estão incluídos na programação. Acompanhe:
Dia 28/04/09
Abertura: Reitor Padre Pedro Rubens

Local: Auditório G1 – Bloco G

Horário: 19h

Mesa-redonda - O Movimento Indígena no Brasil: Desafios e Avanços.

Horário - 19h15 às 20h30

Tema 1 - A violência histórica contra os povos indígenas

Participantes - professor Edson Heley Silva e lideranças indígenas

Tema 2 - Desafios: Direitos, Educação, Cultura e Terra

Participantes - professor Clóvis Antunes (Comissão Pró-índio do Nordeste)

professora Eliene A. de Almeida (Centro Luiz Freire)

Coordenação da mesa - Padre Antonio Mota (Coordenador da Pastoral da Unicap)
Dia 29/04/09
Mesa-redonda - A Condição dos Povos Indígenas no Brasil

Local - Auditório G1 – Bloco G

Horário - 19h às 20h15

Tema 1 - A Realidade da Vida Indígena

Participantes - Evilásio Pereira da Silva (índio Caroba)

Expedito A. Cabral (índio Xucuru e vereador de Pesqueira)

Osvaldo Rosa da Silva Júnior (índio Xucuru)

Tema 2 - A participação da mulher indígena

Horário - 20h30 às 21h45

Participantes - representantes de lideranças indígenas femininas

Coordenação da mesa - professora Janice Albuquerque
Dia 30/04/09
Painel - O Papel do Estado e da Sociedade na Relação com a Questão Indígena

Local - Auditório G1 – Bloco G

Horário: 19h às 21h30

Participantes: Representantes da Fundação Nacional do índio (FunaiI); Conselho Indigenista Missionário (CIMI); Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME); Secretaria de Direitos Humanos do Estado de Pernambuco e do Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra).

Coordenação do Painel: professora Vitória Machado
Atividades Culturais e Artísticas
No dia 28, das 15h às 18h, serão exibidos vídeos e filmes no auditório G1, sob a coordenação da professora Vera Borges. Participam da exibição Daniel Castelo Branco, aluno de Comunicação Social, e Luca Pacheco, produtor de vídeos da Assessoria de Comunicação da Católica (Assecom). No dia 29, o hall do bloco G será palco de apresentações de danças e músicas típicas. Durante toda a semana, uma feirinha com produtos indígenas ficará armada no hall do bloco A, das 9h às 20h, além disso, o Museu de Arqueologia ficará aberto à visitação das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h e a Biblioteca Central da Unicap realizará uma exposição sobre o acervo indígena de que dispõe. O evento será realizado pela Pró-reitoria Comunitária (Procom) em parceria com a Pastoral e o curso de Serviço Social.
Livro sobre o fim da velhice será lançado na Católica

Por André Amorim
Será lançado no dia 30 de abril, no Espaço Loyola, térreo do bloco B, às 16h30, o livro O fim da velhice - A superação bem humorada de um conceito. A obra, organizada por Jacques Ribemboim e Dulce Albert, traz contos, poemas, ensaios e depoimentos de diversos escritores pernambucanos. Logo após o lançamento, uma mesa-redonda será realizada com as presenças de Jacques Ribemboim, organizador do livro, Alexandre Santos, presidente da União Brasileira de Escritores - Seção Pernambuco, Padre Libório e Djanira Silva, escritora pernambucana.


Semana de História da Católica vai debater as crises do capitalismo

Por Jaime Mitchell
O curso de História da Católica vai realizar entre os dias 5 e 8 de maio a IX Semana de História da Unicap, que terá como tema “O Brasil e as crises do capitalismo: 1929 – 2009”. Convidados, como o deputado federal Maurício Rands, vão participar do evento, que terá conferências, minicursos, sessões de comunicações e publicações. Outras informações no www.seminariodehistoriaunicap.blogspot.com. Segue abaixo a programação completa.

PROGRAMAÇÃO

  

Dia: 05 de Maio de 2009


17h30 às 18h30 - Conferência de abertura
Tema: "Direito à educação, universidades e estratégias em épocas de crise"
Prof. Dr. Pe. Pedro Rubens Ferreira Oliveira, S.J - Reitor

  

Dia: 06 de Maio de 2009

 

14h00 às 17h00 - Aulões e Minicursos


17h10 às 18h30 - Sessões de Comunicação

 

19h00 às 20h30 - Conferência



 

Tema: "Longos ciclos do capitalismo, suas crises e seus desdobramentos na política internacional"

 

Prof. Dr. Thales Castro, Coordenador do Curso de Ciências Econômicas.


  

Dia: 07 de Maio de 2009


14h00 às 17h00 - Aulões e Minicursos

 

17h10 às 18h30 - Sessões de Comunicação


19h00 às 20h30 - Conferência

 

Tema: "Crises financeiras globais (2008-2009) e os seus desdobramentos para Pernambuco"



 

Prof. Msc. Valdeci Monteiro dos Santos, Professor de Ciências Econômicas.

  

Dia: 08 de Maio de 2009

14h00 às 17h00 - Aulões e Minicursos

17h10 às 18h30 - Sessões de Comunicação

19h00 às 20h30 - Conferência de Encerramento

 

Tema "Há soluções para as crises? E a que custo?"



 

Deputado Federal Maurício Rands

 
 

Alunos de Terapia Ocupacional realizam o Programa Envelhecimento Ativo

Por Lílith Perboire
COM FOTO_PASTA ABRIL 2009_TERAPIA OCUPACIONAL
Alunos do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Católica de Pernambuco estão realizando o "Programa Envelhecimento Ativo" para adultos e idosos saudáveis. Os encontros acontecem todas as segundas e quintas-feiras na Clínica Corpore Sano, das 9h às 11h.

O curso terá orientações e avaliações para desenvolver as habilidades individuais, além de discussões sobre saúde e doença no envelhecimento. Também, serão feitas oficinas de leitura e memorização, jogos e raciocínio lógico, expressão corporal e atividades psicomotoras, artes e criatividade. O objetivo é a construção de um projeto de vida que dará um novo significado para o cotidiano.


A professora Mauricéa Tabósa ressaltou que o enfoque do programa é no sentido de que os adultos e idosos possam ter um envelhecimento ativo. "Este programa tem tido um papel importante na saúde dos idosos. E muitas pessoas estão saindo de quadros de depressão, evitando muitas doenças", afirmou Mauricéa.
Serviço:

Valor: R$ 84.

Para outras informações, os interessados devem telefonar para a Clínica Corpore Sano para agendar sua avaliação (sexta-feira pela manhã).

Endereço: Rua Dom Manuel Pereira, 220. Boa Vista. Recife/PE.

Fone: (81) 2119-4490.


Diálogos com a Fonoaudiologia realiza debate sobre geriatria


Por Jaime Mitchell
O curso de Fonoaudiologia da Universidade Católica de Pernambuco vai realizar no dia 23 de abril o “Diálogos com a Fonoaudiologia”. Organizado pelas professoras Elizabeth Coelho e Maria Luiza Lopes, do curso de Fonoaudiologia, o evento promove debates interdisciplinares.
O tema desse encontro será “Saúde do Idoso: perspectivas para atuação interdisciplinar”. Os convidados serão a fonoaudióloga Ana Karênina Amaral, a fisioterapeuta Francisca Mota e o presidente da Sociedade Pernambucana de Geriatria, Alexandre de Mattos.
O evento acontecerá das 17h às 19h, sala de teleconferência, no térreo do bloco G4. Estudantes, profissionais e interessados podem participar. A entrada é gratuita. Mais informações pelo fone 2119.4405.


Grupo Hegel Unicap vai promover minicurso sobre Lacan

Por Tiago Cisneiros
O Grupo Hegel da Universidade Católica de Pernambuco realizará o minicurso “Bases Hegelianas na Psicanálise de Lacan”, ministrado pela professora Ana Cabral (mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco). Os encontros vão acontecer nos dias 23 e 24 de abril, das 14h às 17h, no auditório do Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH).
As inscrições para o minicurso custam R$ 15 e podem ser feitas no espaço do Grupo Hegel (sala 005 do bloco B da Católica). Os participantes receberão certificado de seis horas de carga complementar.
Informações e inscrições:

Grupo Hegel Unicap – sala 005 do bloco B da Católica

Fone: (81) 2119 4230

Flor de Maracujá apresenta show em homenagem a Cartola na Livraria Cultura

Por Tiago Cisneiros
COM FOTO: \\Assecom3\ra\Fotos_Assecom\fotos_Assecom_2009\Abril_2009\Show Flor do MaracujáFoto: banner
ATUALIZADO NO DIA 06/04/09
O Flor de Maracujá, grupo de choro da Universidade Católica de Pernambuco, vai realizar, no auditório da Livraria Cultura do Paço Alfândega, uma apresentação em homenagem ao cantor e compositor Cartola. O show acontecerá no dia 25 de abril (sábado), a partir das 17h. O acesso ao evento será permitido mediante a doação de um quilo de alimento não-perecível, a ser repassado a instituições beneficentes cadastradas na livraria.

No espetáculo, o Flor de Maracujá apresenta, durante uma hora, os clássicos da obra de Cartola, além da canção “Preciso me encontrar”, composta por Candeia e imortalizada na voz do homenageado. Conheça o repertório:




  1. Amor proibido

  2. Chega de demanda

  3. Tive, sim

  4. Corra e olha o céu

  5. Autonomia

  6. O mundo é um moinho

  7. Cordas de aço

  8. O sol nascerá

  9. Minha

  10. Sim

  11. As rosas não falam

  12. Alvorada

  13. Preciso me encontrar

O grupo Flor de Maracujá é composto por alunos, ex-alunos e funcionários da Católica. Além da voz de Marina Duarte, conta com violões de sete cordas, cavaquinho, clarinete, acordeon e instrumentos de percussão.


Projetos de ex-alunos da Católica serão exibidos na Mostra Pernambuco do Cine PE

Por Tiago Cisneiros
Entre os curtas-metragens selecionados para a Mostra Pernambuco do Festival Cine PE 2009, estão os documentários Ô de casa, Ave Sangria e Malunguinho, frutos de projetos experimentais de ex-alunos do curso de Jornalismo da Católica. As obras serão exibidas nos dias 25 e 26 de abril, a partir das 19h, no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).
Ô de casa é uma produção das ex-alunas Julia Araújo, Mirthyani Bezerra e Sheyla Florêncio, sob orientação do professor de Jornalismo Cláudio Bezerra. O filme baseia-se na concepção da moradia como o local de repouso e de abrigo da humanidade. A obra conta a história de cinco moradores, com diferentes perfis, que apresentam suas respectivas casas, convidando o telespectador a conhecer o imaginário do lar.
Os ex-alunos de Jornalismo Raynaia Uchoa, Rebeca Venice e Thiago Barros produziram, também, sob a orientação do professor Cláudio Bezerra, o filme Ave Sangria – Sons de Gaitas, Violões e Pés. O documentário trata da trajetória da banda recifense Ave Sangria, ícone da transgressão na década de 1970, em meio ao regime militar. O próprio título do filme foi extraído da canção “O pirata”, composta pelo grupo.
O filme Malunguinho: o guerreiro de Catucá, o rei de Jurema é o resultado do projeto experimental de João Batista Junior, Diego Mendes e Luís Otávio. O trabalho - orientado pelo professor de Jornalismo da Católica Alexandre Figueirôa – recorda Malunguinho, o mais importante quilombola de Pernambuco, líder do Quilombo de Catucá, que existiu de 1817 a 1835, entre o Recife e o município de Goiana.
Serviço
Mostra Pernambuco: exibição dos curtas-metragens selecionados

Cinema da Fundação: Rua Henrique Dias, 609, Derby – Recife.

Horário: a partir das 19h

Ingressos a R$ 8 e R$ 4 (meia entrada)


Ô de casa: 25 de abril

Ave Sangria – Sons de Gaitas, Violões e Pés: 25 de abril

Malunguinho: o guerreiro de Catucá, o rei de Jurema: 26 de abril
Site do Festival Cine PE, para mais informações: www.cine-pe.com.br

Encontro de Psicanálise discute amor e desejo feminino

Por Tiago Cisneiros
O Fórum de Psicanálise do Campo Lacaniano do Recife e a Escola de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano realizam, nos dias 24 e 25 de abril, o seminário “Amor, desejo e gozo no feminino”, ministrado pela psicanalista Elisabeth da Rocha Miranda. O evento acontece no Hotel Best Western Manibu, localizado na Avenida Conselheiro Aguiar, bairro de Boa Viagem.
Confira a programação do seminário:

Dia 24:


- “A Formação do Analista” – das 19h30 às 21h30. – Entrada franca
Dia 25:

- “Por que não há relação sexual? Posição masculina/posição feminina” – das 9h às 10h30.

- “O gozo feminino” – das 11h às 12h30.

- “Os dizeres do amor – o amor como suplência” – das 14h30 às 16h.

- “A clínica” – das 16h30 às 18h.
No dia 24, a participação no evento é gratuita. Para o dia 25, as inscrições custam R$ 60,00 para profissionais e R$ 30,00 para estudantes.
Serviço

Informações:

(81) 9114 3874 – Lúcia Carneiro Leão

(81) 9172 4224 – Yáskara Maia


Hotel Best Western Manibu

- Endereço: Av. Conselheiro Aguiar, 919, Boa Viagem - Recife/PE

- Fone: (81) 3084 2810.
Católica vai sediar 20º Encontro Regional dos Estudantes de Direito

Por André Amorim
(Alterado 13/04/2009)
COM FOTO// FOLDER DIVULGAÇÃO

E:\Redacao_Assecom\Fotos_Assecom\fotos_Assecom_2009\Abril_2009\ERED


A Universidade Católica de Pernambuco vai sediar, de 30 de abril até 3 de maio, o 20º Encontro Regional dos Estudantes de Direito (Ered). Com o tema “A luta pela efetivação dos direitos humanos no Nordeste”, o evento pretende, além de facilitar a integração entre os futuros bacharéis, compartilhar conhecimentos sobre a realidade jurídica de cada estado. O evento vai contar com painéis e palestras, atividades culturais, oficinas, concurso de artigos e atividades esportivas. Confira a programação:
Quinta-feira - 30/04/09
20h - Abertura oficial

22h - Atividade Cultural


Sexta-feira - 01/05/09
8h45 - Painel 1 - “A flexibilização dos direitos trabalhistas frente à crise econômica”

11h30 - Grupo de Discussão (painel 1)

14h - Peça de Teatro: “Ato Público”

20h15 - Mesa Redonda - Trabalho escravo e bóias-fria

22h - Atividade Cultural
Sábado - 02/05/09
8h45 - Painel 2 - Debate “O ensino Jurídico e o Exame da Ordem”

11h - Oficinas

14h - Painel 3 - “Dos Manguezais à transposição do São Francisco”

16h30 - Oficinas

20h15 - Valorização do Regionalismo, A Cultura Consciente e os Movimentos Populares

22h30 - Atividade Cultural


Domingo - 03/05/09
8h45 - Painel 4 – Encerramento

10h - Plenária Final

12h – Entrega dos Certificados
A expectativa é que mais de 500 estudantes da Regional Nordeste II, que reúne os estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, participem do encontro. O evento é articulado pelo Diretório Acadêmico Fernando Santa Cruz (DAFESC) e faz parte das comemorações dos 50 anos do curso de Direito da Unicap.
Os interessados em participar podem escolher entre dois pacotes: sem alimentação, ao custo de R$ 50 até o dia 20 de abril, ou R$ 65 após a data; com alimentação, ao custo de R$ 65 até o dia 20 de abril e R$ 75 após a data. As inscrições podem ser feitas pelo www.dafesc-unicap.com/ered2009 ou no D.A de Direito, 3º andar do bloco G, sala 301.

Museu de Arqueologia abre as portas para a 7ª Semana Nacional de Museus

Por André Amorim
De 17 a 23 de maio, será realizada a 7ª Semana Nacional de Museus, com o tema “Museus e Turismo”. Em virtude da realização desse evento, o Museu de Arqueologia da Católica estará aberto, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h, entre os dias 18 e 22 de maio. Na ocasião, além do museu aberto ao público, serão montadas, no térreo do bloco A, as exposições “Megafauna”, “Cerâmica” e “Evolução do Homem”.
Ainda durante a semana, o projeto “Arqueologia para Crianças” realizará as oficinas de Escavação - de segunda a quinta-feira, das 9h às 11h ou das 15h às 17h, e na sexta-feira, das 9h às 11h; Cerâmica e Argila - segunda e quarta-feira, das 9h às 11h e das 15h às 17h, e na sexta-feira, das 15h às 17h; Pinturas Rupestres - de segunda a quinta, das 9h às 11h e das 15h às 17h, e na sexta-feira das 15h às 17h; e Hábitos Alimentares da Pré-história – terça e quinta-feira, das 9h às 11h e das 15h às 17h. Cada oficina oferece 15 vagas por turno. As inscrições custam R$ 5,00 e podem ser feitas pelo telefone 2119-4192.
Grupo Hegel vai promover minicurso sobre Michel Foucault

Por Tiago Cisneiros
O Grupo Hegel Unicap vai realizar, de 18 a 20 de maio, das 14h às 17h, o minicurso “Introdução ao Pensamento de Michel Foucault”. As aulas serão ministradas no auditório do Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH) da Católica, pela professora Ângela Baía, mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco.
As inscrições para o minicurso custam R$ 20 e podem ser feitas no espaço do Grupo Hegel (sala 005 do bloco B da Universidade). Serão conferidos certificados de nove horas de carga complementar aos participantes.
Informações e inscrições:

Grupo Hegel Unicap – sala 005 do bloco B da Católica

Fone: (81) 2119 4230


Grupo Hegel vai realizar seminário sobre Sócrates

Por Tiago Cisneiros
O Grupo Hegel Unicap promove, nos dias 8 e 10 de junho, das 14h às 17h, o seminário “Por que Sócrates?”. As palestras serão ministradas pela professora Emília Mendonça de Moraes, doutora em Filosofia pela Universidade de Campinas (Unicamp), no auditório do Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH) da Católica.
As inscrições custam R$ 15 e podem ser feitas no espaço do Grupo Hegel (sala 005 do bloco B da Universidade). A participação no evento dá direito a um certificado de seis horas de carga complementar.
Informações e inscrições:

Grupo Hegel Unicap: sala 005 do bloco B da Católica

Fone: (81) 2119 4230

Programa Universidade não tem idade está com inscrições abertas

Por Lílith Perboire
ATUALIZADO 20/04/09
A Universidade Católica de Pernambuco está com inscrições abertas para o programa Universidade não tem idade. Serão oferecidos vários cursos para aquelas pessoas que desejam retomar os estudos buscando atualizar-se, aprofundar novos conhecimentos e/ou obter capacitação em áreas específicas. As aulas serão ministradas entre abril e junho. As inscrições podem ser feitas pelo www.unicap.br ou na Pró-Reitoria Comunitária, localizada na sala 003 no térreo do bloco B. O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 14h às 17h.O valor dos cursos varia de R$ 50 a R$ 175. Mais informações pelo fone 2119.4146. Confira abaixo a relação dos cursos:
Direitos Humanos: um panorama internacional

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 65,00

Professor: Jayme Benvenuto Lima Júnior

Início do curso: 07/05/2009

Horário: 14h às 17h

Sala: 102 - bloco G

 

Do gênero violência à violência de gênero: um estudo sobre a violência contra a mulher

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 65,00

Professoras: Vanessa Pedroso e Marília Montenegro Pessoa de Melo

Início do curso: 06/05/2009

Horário: 14h às 17h

Sala: 102 - bloco G

 

Direito a alimentos: Garantias Constitucionais

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 65,00

Professor: José Maria Silva

Início do curso: 18/05/2009

Horário: 16h às 19h

Sala: 102 - bloco G

 

Sexualidade no amadureSer

Vagas*: 40

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 50,00

Professora: Maria do Amparo Rocha Caridade

Início do curso: 05/05/2009

Horário: 14h às 17h

Sala: 824 - bloco B

  

Espiritualidade e saúde: a contribuição da fé para o bem-estar físico e psíquico

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 70,00

Professor: Moab Duarte Acioli

Início do curso: 07/05/2009

Horário: 17h às 20h

Sala: 824 - bloco B

 

Ativando a memória: você se lembra?

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 65,00

Professoras: Mauricéa Tabosa e Márcia Crócia

Início do curso: 09/05/2009

Horário: 8h30 às 12h

Sala: 710 - bloco B

 

Drogas: quando o beco encontra uma saída

Vagas*: 30

Carga horária: 30 h/a

Valor: R$ 130,00

Professora: Irinéa Nunes Almeida Gonçalves Catarino

Início do curso: 05/05/2009

Horário: 09h às 12h

Sala: 824 - bloco B

  

 

Xadrez para iniciantes



Vagas*: 25

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 95,00

Professor: Vicente Francisco de Sousa Neto

Início do curso: 06/05/2009

Horário: 16h40 às 18h20

Sala: 003 - bloco D

 

Produza o seu próprio combustível: o Biodiesel a partir do óleo de fritura

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 90,00

Professores: Valdemir Alexandre e Maria Helena P. Gazineu

Início do curso: 25/05/2009

Horário: 14h50 às 18h20

Sala: 702 - bloco D

 

Viajando na melhor idade

Vagas*: 40

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 60,00

Professora: Roberta Cajaseiras

Início do curso: 07/05/2009

Horário: 9h às 12h

Sala: Auditório do Unicap Júnior

 

Relações Humanas: a alma do negócio

Vagas*: 30

Carga horária: 30 h/a

Valor: R$ 100,00

Professora: Marinalva da Silva

Início do curso: 09/05/2009

Horário: 8h às 12h

Sala: Auditório do Unicap Júnior

 

Como aplicar bem seu dinheiro

Vagas*: 30

Carga horária: 15 h/a

Valor: R$ 75,00

Professor: Egenilton Rodolfo de Farias

Início do curso: 07/05/2009

Horário: 13h às 17h

Sala: Laboratório 03 do CTI
Católica vai promover 1a Mostra Internacional de Cinema Documentário

Por André Amorim e Tiago Cisneiros
A Universidade Católica de Pernambuco promove, de 1o a 5 de junho, a 1a Mostra Internacional de Cinema Documentário, com a exibição dos melhores filmes premiados no Festival MiradasDoc de Isora (Espanha). A importância social, a produção e as críticas de documentários, também, serão abordadas no evento, através de palestras e oficinas.
Segundo o Padre Hugo Ara, diretor da mostra, os filmes selecionados têm o intuito de compreender, observar e divulgar os processos sociais que se desenvolvem em todo o mundo. Ele conta, também, que a ideia de criar o evento surgiu durante a Jornada Internacional de Cinema na Bahia. “Nos debates sobre a distribuição dos filmes que não entram no circuito comercial, conheci Alejandro Krawietz, diretor do Festival MiradasDoc de Isora. Ali, começamos a gerar a possibilidade de fazer esta mostra anual na Universidade Católica de Pernambuco”, explica.
Confira a programação completa dos filmes selecionados para o 1a MiradasDoc Recife. O acesso ao auditório G2 da Católica, local da exibição, será gratuito.
1o DIA – 01o de junho de 2009 (segunda-feira)


Horário

ATIVIDADES

Local

19h

ABERTURA OFICIAL

 

 

 



 

Auditório G2

 


Prof. Dr. Pe. Pedro Rubens Ferreira Oliveira, S.J.

Prof. Msc. Pe. Hugo Ara

Alejandro Krawietz


20h

FILME

GERAÇÃO 65: AQUELA COISA TODA

Luci Alcântara / 90’ / 2008 / Brasil

 


22h

COQUETEL PARA CONVIDADOS

2º DIA – 02 de junho de 2009 (terça-feira)

Horário

FILMES

Local

19h

1ª Sessão



ROUGH CUT / PRIMER CORTE

Firouzeh Khosrovani / 22’ / 2007 / Iran

Melhor curta-metragem no Festival MiridasDoc 2008


 

 

 



 

 

 



Auditório G2 

THE FORGOTTEN WOMAN / LA MUJER OLVIDADA

Dilip Mehta / 90’ / 2008 / Canadá

Prêmio Direitos Humanos no Festival MiradasDoc 2008


 

CELIA THE QUEEN / CELIA LA REINA

Joe Cardona, Mario de Varona / 84’ / 2008 / EUA

Prêmio Canal + no Festival MiradasDoc 2008

3º DIA – 03 de junho de 2009 (quarta-feira)



Horário

FILMES

Local

19h

1ª Sessão



SILENCIO DE PIEDRA

Krzysztof Kopczynski / 51’ / Polonia-Afeganistão

Melhor Ópera Prima no Festival MiradasDoc 2008


 

 

 



 

 

 



 

Auditório G2

 


ONE GOAL

Sergi Agusti / 26’ / 2007 / Espanha - Serra Leoa

Prêmio do público no Festival MiradasDoc 2008


 

ROSARIO MIRANDA

David Baute / 26’ / 2004 / Espanha



LA VIDA SEGÚN ERA

José Ángel Alayón Dévora / 55’ / 2007 / Espanha



FELICES FIESTAS

Víctor Moreno / 5’ / 2008 / Espanha



EL ÚLTIMO MINUTERO

Elio Quiroga / 20’ / 2004 / Espanha


4º DIA – 04 de junho de 2009 (quinta-feira)



Horário

FILMES

Local

19h

1ª Sessão



POR MIS HIJOS

Aymée Cruzalegui Bazzetti / 16’ / 2007 / Espanha

Menção especial / 2008


 

 

 



 

 

 



 

Auditório G2

 


TAPÓLOGO

Gabriela González Dewar, Rally Gutiérrez Dewar / 94’ /

Espanha – Africa do Sul

Melhor nacional / 2008



 

CANARIAS, CRÓNICA DE URGENCIA

David Baute / 5’ / 2007 / Espanha



SEMILLAS QUE EL MAR ARRASTRA

Samba Sarr / 40’ / 2007 / Espanha



LA MUERTE NO TIENE AMIGO

Ayoze O’Shanahan / 39’ / 2007 / Espanha



ARROZ, RÚCULA Y PEREJIL

Julio Rodríguez, Marcel Díaz e Roberto Fernández / 5’5” / Espanha


5º DIA – 05 de junho de 2009 (sexta-feira)



Horário

FILMES

Local

19h

1ª Sessão



THE NOT DEAD / LOS NO MUERTOS

Brian Hill / 75’ / 2007 / Reino Unido

Melhor longa-metragem / 2008


 

 

 



 

 

 



 

Auditório G2

 


UNDER CONSTRUCTION

Zenchen Liu / 10’ / 2007 / França - China

Menção especial / 2008


 

SHIT AND CHIKS

Kees van der Geest / 10’ / Holanda - Ghana

Menção especial / 2008


L22 RADIO LA COLIFATA

Carlos Larrondo / 93’ / 2007 / Argentina

Melhor longa-metragem do Festival MiradasDoc 2008




Concurso

Durante a Mostra Internacional de Cinema Documentário, será realizado o 1o Concurso UnicapDoc para Desenvolvimento de Roteiros de Documentário em Vídeo. A competição tem, como tema, a frase “Sertão. O Senhor sabe: sertão é onde manda quem é o mais forte, com as astúcias. Deus mesmo, quando vier, que venha armado”, escrita por Guimarães Rosa, no livro Grande Sertão: Veredas. As produções inscritas devem propor uma reflexão sobre esse assunto, levando em consideração as questões sociais, raciais, econômicas e culturais às quais a sociedade está subjugada.


As inscrições para o concurso poderão ser feitas pelo site http://www.unicap.br/eventos/mostra/oficina.html , durante os meses de abril e maio. A divulgação dos vencedores da competição acontecerá no dia 5 de junho, no encerramento da Mostra Internacional de Cinema Documentário. A banca examinadora será formada por Padre Hugo Ara, Alejandro Krawietz e pelos professores da Católica Alexandre Figueirôa, Cláudio Bezerra e Aline Grego.

Oficinas

A 1ª MiradasDoc oferece, ainda, aulas sobre crítica, roteiro e produção de documentário e captação de som direto no audiovisual. O investimento nas oficinas é de R$ 50 (R$ 30 para alunos da Universidade Católica de Pernambuco). O pagamento deve ser efetuado na agência do Unibanco na Unicap. As inscrições já podem ser feitas pelo site http://www.unicap.br/eventos/mostra/oficina.html .


Confira os detalhes das oficinas a seguir.
Crítica de Documentário

Ministrante: Marcelo Costa

Horário: das 9h às 12h

Carga horária: 12 horas (confere certificado aos participantes)

Local: auditório G4 – 3º andar do bloco G4

Vagas: 30


Roteiro para Documentário

Ministrante: Marcelo Pedroso

Dias: 2 a 5 de junho

Horário: das 13h às 17h

Carga horária: 16 horas (confere certificado aos participantes)

Local: auditório do Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH) – 1º andar do bloco B

Vagas: 30
Produção de Documentário

Ministrante: Luci Alcântara

Dias: 2 a 5 de junho

Horário: das 13h às 17h

Carga horária: 16 horas (confere certificado aos participantes)

Local: sala 102 do bloco G – 1º andar

Vagas: 30
Som direto no audiovisual

Ministrante: Gustavo Rocha

Dias: 1º a 5 de junho

Horário: das 9h às 12h

Carga horária: 15 horas (confere certificado aos participantes)

Local: Estúdio de TV – 5º andar do bloco A

Vagas: 30

Palestras

Durante a mostra, também serão promovidas palestras sobre a produção de documentários no Brasil e a importância social desse gênero cinematográfico. A participação no evento é gratuita, e as inscrições para as 80 vagas disponíveis devem ser feitas no site http://www.unicap.br/eventos/mostra/oficina.html .


Veja os detalhes das palestras:
O documentário como ferramenta de diagnóstico social

Palestrante: professor Ricardo Mello (Unicap)

Data: 2 de junho

Local: auditório G4 – 3º andar do bloco G4

Horário: das 14h às 16h

Carga horária: 2 horas (confere certificado aos participantes)

Vagas: 80
O panorama do documentário brasileiro

Palestrante: professor Cláudio Bezerra (Unicap)

Data: 4 de junho

Local: auditório G4 – 3º andar do bloco G4

Horário: das 14h às 16h

Carga horária: 2 horas (confere certificado aos participantes)

Vagas: 80
Serviço

1a Mostra Internacional de Cinema Documentário

Data: De 1o a 5 de junho de 2009

Local: Universidade Católica de Pernambuco – auditório G2 – 1o andar do bloco G



Mais informações no site http://www.unicap.br/eventos/mostra

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal