Release – Sávio Moll



Baixar 7.75 Kb.
Encontro31.12.2017
Tamanho7.75 Kb.

Sávio Moll
Formação em Bacharelado Pleno em Artes Cênicas pela UNIRIO e técnica, como ator, pela CAL (Casa das Artes de Laranjeiras). Cursou dois anos da Escola Nacional de Circo.
Principais Trabalhos
No teatro, “Pinteresco” – de Harold Pinter e direção de Ary Coslov set/out 2012, “Two Roses for Richard III“, espetáculo da Cia. Bufomecânica em co-produção com a Royal Shakespeare Company protagonizado por Sávio em Stradford upon Avon e em Londres pelo World Shakespeare Festival – maio de 2012 “Penso Ver o que Escuto – Ensaio sobre os Dramas Históricos de Shakespeare” pelo projeto que representará o Brasil no Festival Shakespeare no Mundo 2012 com a Cia. Bufomecânica. Atuou ainda em “As Centenárias” de Newton Moreno e direção de Aderbal Freire Filho, onde divide o palco com Marieta Severo e Andréa Beltrão no João Caetano até 24 de abril de 2011; Dona Otília e outras Histórias de Vera Karan e direção de Gilberto Gawronski, que também atua ao lado Guida Vianna e Letícia Isnard; Entre os espetáculos mais recentes estão – O Púcaro Búlgaro e O que diz Molero (ambos com direção de Aderbal Freire Filho), A Incrível Confeitaria do Sr. Pellica (autoria e dir. Pedro Bricio), Minha A’lma é imortal (Jéfferson Miranda), Farsa da Boa Preguisa (Elza de Andrade), considerada entra as dez melhores montagens do ano de 2001.
Atualmente apresenta o programa Estação Saúde, do Canal Futura, que vai ao ar de segunda a sexta às 06:30h, 07:00h e 15:55h.
No cinema - Corda Bamba, adaptação da obra de Lígia Bojunga Nunes, dirigido por Eduardo Goldstein.
Como palhaço integrou os projetos Doutores Palhaços (Fundação Theodora – Suíça) por 3 anos e Doutores da Alegria por 10 anos e vivenciou diversas oficinas com mestres da palhaçaria, entre eles Luis Carlos Vasconcelos, Phillipe Gaulier, Florant Pelayo, André Riot Sarcey, Nani e Leris Colombaione e Leo Bassi.
Como gestor da unidade Rio de Janeiro dos Doutores da Alegria, 2001 a 2007, foi responsável pelos planejamentos estratégicos anuais, confeccionando os orçamentos e administrando cada exercício anual nos cumprimentos de metas e prestação de contas. Diversas realizações foram feitas ao longo desses 6 anos, como abertura da sede local e CNPJ filial, seleção de novos atores-palhaços, representou a organização no festival de palhaço internacional Anjos do Picadeiro, produziu 4 noites de espetáculos organizando a Noite de Solidariedade ao grupo Teatro de Anônimo - que teve a sede incendiada (Espaço Cultural Sérgio Porto), uma edição do Midnigth Clowns (teatro Gláucio Gill), Ensaio n’. 13 – em comemoração aos 13 anos de Doutores da Alegria (espaço SENAC em Copacabana e responsável também por direcionar o treinamento artístico para a produção de resultados cênicos, gerando o espetáculo Inventáro – Aquilo que teria sido esquecido se a gente não contasse. O espetáculo esteve em cartaz por duas temporadas e circulou durante dois anos
Como professor de Artes Cênicas ministrou uma oficina na Colônia de Férias do Rio – no Complexo do Alemão através da iniciativa da prefeitura do Rio – Secretarias de Cultura e Esporte com a realização do Círculo Cultural Abraço da Paz (Janeiro 2011). Também já atuou em projetos sociais como Horizontes Culturais e Escolas de Paz (2000 a 2003), levando a formação de grupos de teatro amador para crianças e jovens de escolas públicas da periferia da cidade do Rio de Janeiro. Ministra ainda duas oficinas de palhaço distintas: Carpintaria do Palhaço e Diálogos Solitários do ator-palhaço.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal