Secretaria municipal de cultura



Baixar 72.64 Kb.
Encontro29.11.2017
Tamanho72.64 Kb.




PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

DEPARTAMENTO DE EXPANSÃO CULTURAL

NÚCLEO DE TEATRO E DANÇA VOCACIONAL

PROJETO TEATRO VOCACIONAL




II Festival Teatro Vocacional
PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Dia 09/11 – Sexta-feira

18:30 Exposição



Teatro Vocacional – Rumos (exposição - abertura)

Saguão Sala Olido

19:30 Espetáculo teatral



Rosa de Cabriúna, de Luiz Alberto de Abreu - Direção: Adbailson Cuba.

Grupo: Cia. Teatro de Areia – Caraguatatuba.

Sala Olido

21:00


Cocktail de abertura

Saguão Sala Olido



Dia 10/11 - Sábado

10:00 Workshop



Movimento Um Milhão de Histórias

Sala de Ensaio Azul


10:30 Palestra e projeção de vídeos

O Teatro Pós Dramático: Uma reflexão para novos paradigmas.

Com Marcelo Denny

Cine-Olido

11:00 Mesa-redonda



Dramaturgia da Cena I – O Advento da cena teatral em relação ao texto – Elementos espaço, cenário e luz como mote de reflexão. Com o diretor e cenógrafo Ulisses Cohn, o diretor Luiz Valcazaras e o ator e diretor André Garolli. Mediação de Matteo Bonfitto, ator, diretor e professor do Departamento de Artes Cênicas da Unicamp.

Sala Vitrine


10:30 Espetáculo teatral

No Banheiro, Criação coletiva do Grupo - Direção: Jefferson Lima.

Grupo: O Bando de Pé Rachado – São Paulo.

Sala Olido
11:00 Espetáculo teatral

Fando e Lis, Adaptação pelo Grupo do texto de Fernando Arrabal -Direção: Diego Marques.

Grupo: Teatro Parabelo – São Paulo.

Espaço Corredor
12:00 Intervenção

Kyringuevyaa, Direção: Karai Tataendy

Grupo: Guaranis da Aldeia Krukutu– São Paulo.

Espaço Corredor
13:00 Espetáculo teatral

O Banquete, De Rony Cácio - Direção: Graziella Moretto.

Grupo: Comida dos Astros – São Paulo.

Espaço Corredor

13:30 Espetáculo teatral



A Mancha Roxa, De Plínio Marcos - Direção: Alexandra da Matta.

Grupo: Disritmia Cênica – São Paulo.

Sala Olido
14:30 Mesa-redonda

Texto Pronto e o Texto Em Processo

Com a atriz Denise Weimberg, o diretor e dramaturgo Samir Yazbek e os dramaturgos Sergio Roveri e Fábio Torres. Mediação de Luciano Gentile, diretor teatral e coordenador artístico-pedagógico do Projeto Teatro Vocacional.

Sala Vitrine
15:00 Espetáculo teatral

Poemas de B. Brecht – Texto a partir da obra de B. Brecht - Direção: Grupo Loucura Alternativa

Grupo: Loucura Alternativa – São Paulo.

Espaço Corredor
16:00 Espetáculo teatral

Rosinha, Asas do Meu Sertão - Dramaturgia: Leo Gatti – Colaboração: Cia. do Outro Eu - Direção: Cia. do Outro Eu.

Grupo: Cia. do Outro Eu – São Paulo.

Espaço Corredor

17:00 Espetáculo teatral



Nelson em Nós I/ O Beijo no Asfalto - Adaptação da obra de Nelson Rodrigues - Direção: Paulo Henrique Sant'Anna

Grupo: Identidade Oculta Cia. Teatral – São Paulo.

Sala Olido
18:30 Espetáculo teatral

Eu Experimento, Criação e Direção: Cia. Meses de Teatro.

Grupo: Cia. Meses de Teatro – São Paulo.

Espaço Corredor
19:00 Espetáculo teatral

Anfitrião, Adaptação de Plauto por Alexandre Morais - Direção: Grupo Rodar

Grupo: Rodar – São Paulo.

Espaço Corredor
19:30 Espetáculo teatral

Contos e Causos de Severino Velho, Criação coletiva - Direção: Grupo Ôxi.

Grupo: ÔXI – São Paulo.

Sala Olido

Dia 11/11 - Domingo

9:00 Mesa-redonda



O Projeto Teatro Vocacional na Cidade de São Paulo

Com Piatã Stoklos, Supervisor de Cultura da Subprefeitura de Pinheiros, André Ruiz, Supervisor de Cultura da Subprefeitura do Itaim Paulista-Curuçá, Maria do Rosário Ramalho, Coordenadora do Programa VAI, Juliana Amaral, Coordenadora do Núcleo de Teatros Distritais, Sandro Lucio Ivo, Coordenador da Casa de Cultura Itaim Paulista, Marlene Zillig, Gestora do CEU Casa Blanca e Alexandre José Alves, Coordenador de Projetos Culturais do CEU Casa Blanca. Mediação de Expedito Araújo, Coordenador Núcleo de Teatro e Dança Vocacional da SMC.

Cine-Olido
10:00 - Workshop

Movimento Um Milhão de Histórias

Sala de Ensaio Azul


11:00 Espetáculo teatral

A Pedra Negra da Frigia, de Felipe Cirilo – Direção: Cia. Teatral Palco de Brincadeiras.

Grupo: Cia. Teatral Palco de Brincadeiras - Guarulhos

Espaço Corredor
11:30 Mesa-redonda

Dramaturgia da Cena II - O Advento da cena teatral em relação ao texto -

Elementos direção, corpo, música e ator como mote de reflexão.

Com o diretor e ator Antonio Abujamra, a diretora e preparadora corporal Vivien Buckup, o ator e diretor musical Dagoberto Feliz e o ator Guilherme Sant’Anna. Mediação de Mário Santana, diretor teatral e Chefe do Departamento de Artes Cênicas da Unicamp.

Cine-Olido
12:30 Espetáculo teatral

O Diário de Espera Feliz, Criação Coletiva e direção do próprio grupo.

Grupo: Grupo Experimental de Teatro - São Paulo

Espaço Corredor
14:00 Espetáculo teatral

Ifigênia, De Ésquilo, Eurípedes e Sófocles - Direção e adaptação: Márcio Tadeu

Grupo: Cia. Apnéia - Campinas

Sala Olido
14:30 Espetáculo teatral – Ensaio Aberto (ESPAÇO CONEXÕES)

Meio-Fio, de Marcelo Rubens Paiva – Direção Carmen Soares.

Grupo: Cia Papelão Provisório de Teatro – São Paulo

Sala Vitrine
15:00 Espetáculo teatral

Eu Etiqueta, De Wellington Santos – Direção: Grupo de Teatro Gangorra·.

Grupo: Grupo de Teatro Gangorra – São Paulo

Espaço Corredor
16:30 Mesa-redonda·

Processos Dramatúrgicos dos Grupos Vocacionais

Com Lílian Menezes, representante do Grupo ALMA, Danilo Simbo, representante do Grupo Quebra Cabeça, Lucas Vitorino, representante do Grupo Pandora e Daniel Burgos, representante do Grupo Ponto Org Teatral. Mediação de Ivan Delmanto, diretor teatral e coordenador do Núcleo de Direção Vocacional.

Sala Vitrine
16:30 Espetáculo teatral

Agreste, De Newton Moreno - Direção: Grupo Outra Coisa.

Grupo: Outra Coisa – São Paulo

Espaço Corredor
17:30 Espetáculo teatral

O Cidadão Perfeito, Criação do próprio Grupo - Direção: Filipe Brancalião e Luana Sant´Ana

Grupo: Cia. Humbalada de Teatro – São Paulo

Espaço Corredor
18:00 Espetáculo teatral

Experimento I, Criação do próprio Grupo - Direção: Guilherme Marback.

Grupo: Cia. Teatral A Vaca Tossiu – São Paulo

Sala Olido
SINÓPSES:

ESPETÁCULOS:

1.

NOME DO ESPETÁCULO: Rosa de Cabriúna

AUTOR: Luiz Alberto de Abreu

DIRETOR: Adbailson Cuba

NOME DO GRUPO: Cia Teatro de Areia

DURAÇÃO: 90 MIN

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: A partir de 12 anos.

SINOPSE:


Inspirado no romance “Alice” do pintor brasileiro José Antonio da Silva. A superstição e a dura lei do sertão norteiam a vida tranqüila do homem caipira. E é lá onde vive Rosa, uma jovem sonhadora, filha mais velha do maior fazendeiro da cidade de Cabriúna. Ao lado de suas irmãs, Rosa está presa num universo de selvageria e solidão, dividida entre o desejo de encontrar um grande amor e o sonho de liberdade de um horizonte ainda desconhecido. Mas com a chegada de um misterioso forasteiro, a vida brejeira da moça, assim como a de todos os outros moradores da fazenda, está prestes a ser mudada para sempre.

“Rosa de Cabriúna” resgata momentos de extrema poesia... Dos contadores de causo. Do homem do campo. De um passado não muito distante.


2.

NOME DO ESPETÁCULO: No Banheiro

TEXTO: Criação Coletiva

DIREÇÃO: Jefferson Lima

NOME DO GRUPO: O Bando do Pé Rachado

DURAÇÃO: 60 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 12 anos

SINOPSE:


O espetáculo “No banheiro” retrata de forma divertida e despretensiosa as neuroses do universo feminino, levando o público a pensar sobre determinadas situações na medida em que se identifica com as personagens.
3.

NOME DO ESPETÁCULO: Fando e Lis

TEXTO: Adaptação de Fernando Arrabal

DIREÇÃO: Diego Marques

NOME DO GRUPO: Teatro Parabelo

DURAÇÃO: 60 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 14 anos.

SINOPSE:


A peça, dividida em quatro quadros, narra a história de um homem e uma mulher que, em uma cadeira de rodas, saem em busca de uma cidade perdida chamada Tar, e durante a viagem, transformam o caminho numa épica arena das contradições humanas.
4.

NOME DO ESPETÁCULO: Comida dos Astros – O Banquete

TEXTO: Rony Cácio

DIREÇÃO: Graziella Moretto

NOME DO GRUPO: Comida dos Astros

DURAÇÃO: 50 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:


Na estética da “Gastropofagia” todos os assuntos são ingredientes: música, religião, atualidades, celebridades, concretismo, política, artes plásticas e história são alguns dos temas para este banquete paródico.
5.

NOME DO ESPETÁCULO: A Mancha Rocha

AUTOR: Plínio Marcos

DIREÇÃO: Alexandra da Matta

NOME DO GRUPO: Disritmia Cênica

DURAÇÃO: 50 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 16 anos

SINOPSE:


Em A Mancha Rocha, peça escrita por Plínio Marcos em 1988, seis mulheres presas numa cela especial descobrem estar com aids. Diante desta situação-limite, se configuram relações de opressão, solidariedade, amor e rebeldia entre estas mulheres e a carcereira.
6.

NOME DO ESPETÁCULO: Poemas de Bertolt Brecht

TEXTO: A partir dos poemas de Bertolt Brecht

DIREÇÃO: Grupo Loucura Alternativa

NOME DO GRUPO: Loucura Alternativa

DURAÇÃO: 40 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 12 anos.

SINOPSE:


A inquietação de um dos mais brilhantes autores do teatro é trazida em cena. Denunciando o oposto sempre explícito, miséria e riqueza, alegria e tristeza, verdade e mentira. O poder que esquarteja a fraqueza. A ganância devora seus próprios dentes. O intelecto é indestrutível, e a idéia só é possível devido a experiência. Para onde quer que o expulsem, para lá vai a revolta, para onde o açoitem, fica ainda sua voz.
7.

NOME DO ESPETÁCULO: Rosinha, Asas do Meu Sertão

DRAMATURGIA: Leo Gatti – Colaboração Cia do Outro Eu

DIREÇÃO: Cia. do Outro Eu

NOME DO GRUPO: Cia. do Outro Eu

DURAÇÃO: 50 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:


Cansado de sofrer com a seca, João decide recuperar a chuva – que segundo uma lenda foi roubada por Lampião. Ao descobrir que ele e seus capangas planejam invadir a cidade de Rosinha, João é ajudado por seu Burro e pelo “Veio do Tempo” a entrar no bando de Lampião para tentar impedi-lo...
8.

NOME DO ESPETÁCULO: Nelson em Nós I – O Beijo no Asfalto

AUTOR: Nelson Rodrigues

ADPTAÇÃO: Identidade Oculta Cia. Teatral.

DIRETOR: Paulo Henrique Sant'Anna

NOME DO GRUPO: Identidade Oculta Cia. Teatral.

DURAÇÃO: 45 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 14 anos

SINOPSE:

Arandir tem sua vida transformada em assunto público ao presenciar um atropelamento e beijar a vítma (um homem) na boca, antes deste morrer. O repórter Amado Ribeiro, presente por acaso no local, aproveita-se do fato e, em parceria com o delegado Cunha, manipula os acontecimentos e acaba transformando Arandir em amante e assassino do atropelado. O espetáculo serve-se do texto de Nelson Rodrigues – O Beijo no Asfalto, para tratar de questões como a falta de humanidade e o poder da mídia sensacionalista, que “cria” histórias para vender jornal.


9.

NOME DO ESPETÁCULO: Eu Experimento

CRIAÇÃO E DIREÇÃO: Cia. meses de Teatro

NOME DO GRUPO: Cia. Meses de Teatro.

DURAÇÃO: 20 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:

Sob a linguagem da performance, personas experimentam e se fundem aos quatro elementos que compõe a natureza. Divididos em quatro esquetes, as personas transmitem ao público as respostas corporais obtidas por experimentação e geradas pelo contato com cada elemento, convidando o público a participar de quadros que o façam perceber, através do som, contatos físicos, imagens e danças, as relações que há entre o ser humano e os elemento básicos.


10.

NOME DO ESPETÁCULO: Anfitrião

TEXTO: Adaptação de Plauto por Alexandre Morais

ENCENAÇÃO: Grupo Rodar

NOME DO GRUPO: Grupo Rodar

DURAÇÃO: 25 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:


O deus Júpiter passou a gostar de uma mortal chamada Alcmena, que é casada com Anfitrião, um comandante do exército tebano. Antes de Anfitrião ir à guerra com seu escravo Sósia, deixou sua esposa Alcmena grávida. Júpiter de rédea solta às suas inclinações, sob disfarce de Anfitrião, usufruiu o corpo de Alcmena engravidando-a também. Mercúrio, filho de Júpiter, se disfarça de Sósia para não ser reconhecido e para poder ajudar ao seu pai nesta confusão. Anfitrião e Sósia voltam da guerra e se vêem diante de si mesmos enganados por Júpiter e Mercúrio. Assim, Alcmena e todos os mortais deste enredo julgam uns aos outros loucos, somente por um capricho dos deuses.
11.

NOME DO ESPETÁCULO: Contos e Causos de Severino Velho

TEXTO: Criação Coletiva

DIREÇÃO: Grupo Ôxi

NOME DO GRUPO: Grupo Ôxi

DURAÇÃO: 60 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 12 anos

SINOPSE:


Em meio a carros, buzinas, ruídos, agitação, sentimos a presença silenciosa de um nordestino que chega a São Paulo em busca de sua família, que ali se habita. A chegada desse homem com toda sua crença, lutando e tentando preservar sua cultura vai ecoar por toda cidade com sua voz, muita música e contos do seu Estado. Com sua alma humilde, Severino nos traz sensibilidade ao encontro de um território humano que hoje se perde na metrópole.
12.

NOME DO ESPETÁCULO: A pedra Negra da Frígia

TEXTO: Felipe Cirilo

DIREÇÃO: Cia. Teatral Palco de Brincadeiras.

NOME DO GRUPO: Cia. Teatral Palco de Brincadeiras.

DURAÇÃO: 45 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 16 anos

SINOPSE:


A Idade Antiga traz fragmentos pioneiros da história que foram remanescentes na Idade Média, Idade Moderna e em nosso mundo Contemporâneo. O espetáculo apresenta o julgamento e a condenação de uma Vestal (espécie de Sacerdotisa), desnudando os abusos de poder do governo seja em questões políticas, religiosas e/ou sociais. Através da sátira, da caricatura e da brincadeira, apresenta-se como base esta história da mitologia grega, trazendo fatos e acontecimentos semelhantes ocorridos em épocas diferentes.
13.

NOME DO ESPETÁCULO: O Diário Da Espera Feliz

TEXTO: Criação Coletiva a partir de fragmentos de autores diversos.

DIREÇÃO: Grupo Experimental de Teatro

NOME DO GRUPO: Grupo Experimental de Teatro

DURAÇÃO: 50 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:


No fim da guerra, uma população destruída vê a esperança de um recomeço promissor fundando a cidade de Espera Feliz, e, com a expectativa da chegada do circo, a cidade é tomada por uma revolução.
14.

NOME DO ESPETÁCULO: Ifigênia

AUTOR: Ésquilo, Eurípides e Sófocles.

DIREÇÃO E ADAPTAÇÃO: Márcio Tadeu

NOME DO GRUPO: Cia. Apnéia de Teatro.

DURAÇÃO: 80 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 14 anos

SINOPSE:


A dramaturgia foi criada a partir da saga dos Atridas, tendo como “peça-âncora” do espetáculo “Ifigênia em Aulis” de Eurípides além de cenas recortadas dos textos “Agamêmnon” e “Coéforas” de Ésquilo, “Electra” de Sófocles e “Electra” de Eurípides. Escolhem-se para a narração, momentos significativos da tragédia desta família.
15.

NOME DO ESPETÁCULO: Eu Etiqueta

DRAMATURGIA: Wellington Santos

DIREÇÃO: Grupo Teatro Gangorra

NOME DO GRUPO: Grupo Teatro Gangorra

DURAÇÃO: 55 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:


Uma crítica bem humorada ao poder das grandes marcas e ao comportamento dos consumidores, que entregam suas personalidades em troca de outras compradas. A história acontece em uma cidade, onde o que predomina são as grandes marcas, logos, outdoors... Inconscientemente, os habitantes destas cidades compram, vendem, comem, bebem, vestem apenas rótulos, não dando importância ao produto em si e apresentam em seus corpos o que nem eles sabem.
16.

NOME DO ESPETÁCULO: Agreste

AUTOR: Newton Moreno

ENCENAÇÃO: Outra Coisa

NOME DO GRUPO: Outra Coisa

DURAÇÃO: 45 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: Livre

SINOPSE:


Esta é a história de um casal do nordeste muito castigado pela seca que se apaixona loucamente. Eram muito tímidos como caramujos e incapazes de se aproximar um do outro, mas havia algo proibido no amor deles que não podia de maneira alguma acontecer, mas aconteceu...
17.

NOME DO ESPETÁCULO: O Cidadão Perfeito

CRIAÇÃO: Cia. Humbalada de Teatro.

DIREÇÃO: Filipe Brancalião e Luana Santana

NOME DO GRUPO: Cia. Humbalada de Teatro.

DURAÇÃO: 70 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 14 anos

SINOPSE:


Madame Irmã, uma mulher fina e poderosa, após se consultar com sua guia espiritual descobre que sua vida pode mudar por meio das sombras poderosas da mídia. Vira dona de uma emissora e se torna apresentadora de um programa matinal. Em meio ao programa, tem uma idéia genial: criar o reality show “O cidadão perfeito”, cuja disputa será a conquista da presidência da república.
18.

NOME DO ESPETÁCULO: Experimento I

CRIAÇÃO: Cia. Teatral A Vaca Tossiu.

DIREÇÃO: Guilherme Marback

NOME DO GRUPO: Cia. Teatral A Vaca Tossiu.

DURAÇÃO: 70 min

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA: 16 anos

SINOPSE:


A história se passa em cinco movimentos. Uma garotinha é o fio condutor vivendo uma série de aventuras e experiências, a cada movimento.

ATIVIDADES PARALELAS


PALESTRA/ MESA-REDONDA/ WORKSHOP/ EXPOSIÇÃO


PALESTRA E PROJEÇÃO DE VÍDEOS

O Teatro pós-dramático: Uma reflexão para novos paradigmas.

Sábado, dia 10/11, das 10h às 13h. Cine-Olido – Galeria Olido

A partir das idéias do prof. Hans T.   Lhemman (Universidade de Berlim), a palestra tenta indicar caminhos de identificação e leitura para o teatro pós-dramático hoje. Uma reflexão sobre os processos de criação e leitura e de novas possibilidades  poéticas e dramatúrgicas. O encontro contará também com mostra de trechos de vídeos de espetáculos nacionais e internacionais.



MESA-REDONDA

Dramaturgia da Cena I

Sábado, dia 10/11, das 11h às 13h. Sala Vitrine – Galeria Olido.

O advento da cena teatral em relação ao texto dramático trouxe como conseqüência o dissecamento de cada um dos elementos que a compõe. E, posteriormente, o despertar de uma consciência sobre a poética das ações de cada um desses elementos dentro de um espetáculo. Nesta primeira etapa, os elementos luz, espaço e cenário, bem como suas relações e inter-relações, serão o mote para a reflexão.



MESA-REDONDA

Texto Pronto e o Texto Em Processo

Sábado, dia 10/11, das 14h30 às 16h30. Sala Vitrine – Galeria Olido.

Com o fim da visão textocentrista, início do século XX, o texto, agora como apenas mais um dos elementos que compõe a linguagem teatral, investiga seus espaços na contemporaneidade. Quais são esses espaços é o que esta mesa se propõe a refletir.



MESA-REDONDA

O Projeto Teatro Vocacional na Cidade de São Paulo

Domingo, dia 11/11, das 9h às 11h. Cine-Olido – Galeria Olido.

Conceito, ação e perspectivas do Projeto a partir do seu sétimo ano de existência na cidade de São Paulo.



MESA-REDONDA

Dramaturgia da Cena II

Domingo, dia 11/11, das 11h30 às 13h30. Cine-Olido – Galeria Olido.

Nesta segunda etapa, os elementos figurino/maquiagem, corpo, música, ator/máscara, serão debatidos, respectivamente, em sua trajetória poética dentro do espetacular.



MESA-REDONDA

Processos Dramatúrgicos dos Grupos Vocacionais

Domingo, dia 11/11 das 16h30 às 18h00. Sala Vitrine – Galeria Olido.

Depois de sete anos de existência do Projeto Teatro Vocacional é possível perceber processos de construção de dramaturgias originais e peculiares em alguns grupos vocacionais. Quais são algumas dessas originalidades e peculiaridades e em quais contextos elas afloraram são as provocações desta mesa.


WORKSHOP

Movimento Um Milhão de Histórias

Sábado e domingo, das 10h às 13h – Sala de Ensaio Azul – Galeria Olido - Uma turma com 16 vagas. (6horas) Inscrições no local 30 minutos antes do início da atividade.

Neste encontro os participantes serão convidados  a contar suas histórias, em pequenos círculos, uma prática milenar de convívio social, experimentando diversas formas de fazê-las reverberar pela sociedade: desde a publicação em um site virtual até a transformação das histórias em teatro.



Condução: Cláudia Alves, coordenadora de equipe do Projeto Teatro Vocacional, Dimas Reis, com colaboração de Caio Zerbini, da ONG Aracati e Paco Abreu, coordenador de equipe do Projeto Teatro Vocacional.

EXPOSIÇÃO
Teatro Vocacional – Rumos

Abertura dia 09/11 às 18h30 no saguão da Sala Olido – Galeria Olido.

De 10/11 a 11/11 – Saguão Sala Olido

De 12/11 a 16/11 – Espaço Corredor

Rumos partilha parcela do registro das ações do Teatro Vocacional em 2007. Fotos de espetáculos de grupos orientados pelo Projeto, protocolos de processos de criação, procedimentos artístico-pedagógicos para a criação de cenas, conceitos dos sub-projetos ligados ao Vocacional, etc...

Rumos registra o processo de continuidade, coerência e melhoria da filosofia do Projeto, em seus sete anos de vida, em suas ações em 2007.

ESPAÇO CONEXÕES

Ensaio Aberto

Meio-Fio, de Marcelo Rubens Paiva – Direção Carmen Soares.

Domingo, dia 11/11, 14h30, Sala Vitrine – Galeria Olido.

Sinopse: Limite e risco. Duas camadas sociais, dois mundos e formas de viver aparentemente opostas que se cruzam e revelam algo muito maior do que suas dicotomias. As adolescentes de classe alta, Ruth e Ercília, e os menores foragidos da FEBEM, Alencar e Barros, desnudam seus medos, angústias, frustrações e esperanças num encontro-limite.

CONEXÕES – Projeto que estimula a produção de dramaturgia voltada para o jovem de 12 a 19 anos e a criação de espaços para encontros e debates entre estudantes, atores e diretores,   estimulando o interesse dos jovens sobre as questões contemporâneas a partir das inúmeras possibilidades de expressão e diálogo que o teatro pode oferecer. Ensaio aberto da Cia. Papelão Provisório, grupo de Teatro Vocacional contemplado pelo Conexões em 2007.


SERVIÇO:

Galeria Olido – Av. São João, 473. Centro – São Paulo – SP.

Sala Olido: 293 lugares

Cine-Olido: 236 lugares

Espaço Corredor: 100 lugares

Sala Vitrine: 50 lugares

NÚCLEO DE TEATRO E DANÇA VOCACIONAL – DEC – SMC – Tel. 3334-0001 ramal 1904 ou 1905.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal