Sensibilidade genotípica em feijão estimada pelo reml/blup1



Baixar 7.74 Kb.
Encontro06.05.2018
Tamanho7.74 Kb.




Sensibilidade genotípica em feijão estimada pelo REML/BLUP1
Jefferson Luís Meirelles Coimbra2, Thayse Cristine Vieira Pereira3, Altamir Frederico Guidolin4, Rodolfo Schmit5, Rita Carolina de Melo5, Alessandra Veiga5, Rodrigo Matos5, Murielli Sabrina Gemeli5, Eduardo José Haverroth5, Nicole Trevisani5

Palavras-chave: Efeito do ambiente, Melhoramento vegetal, Modelos lineares mistos, Phaseolus vulgaris L., REML/BLUP, Interação genótipo x ambiente.


O objetivo deste trabalho foi avaliar os componentes da variância fenotípica e estimar a influência da interação genótipo*ambiente no rendimento de grãos de feijão. Os componentes da variância foram estimados pelo método da máxima verossimilhança restrita, e do melhor preditor linear não viesado (REML/BLUP); juntamente com o espaço de inferência específico. Os dados foram coletados nas safras agrícolas de 2006/07 à 2012/13 no município de Lages/SC. Todos os ensaios foram instalados no delineamento experimental de blocos casualizados com quatro repetições por tratamento (y = Xβ + ZU + e). Durante o período foram avaliados 119 genótipos pertencentes ao ensaio de valor de cultivo e uso - VCU, sendo que os dados são desbalanceados. Observando os resultados foi possível visualizar que a grande variação (60%) no comportamento dos genótipos ao longo dos anos é atribuída principalmente à variância do ambiente (σ2e=426.801). Para todos os ambientes avaliados, houve diferenças significativas entre os genótipos, mas a diferença entre eles foi constante, isto é, os genótipos não responderam de modo diferenciado frente aos ambientes. A interação genótipo*ambiente responde preponderantemente por uma ínfima alteração (2%) na variação fenotípica (σ2ge=16.638), não sendo parâmetro para discriminar o rendimento de grãos de genótipos de feijão em Lages – SC. Esse fato favorece a seleção de genótipos promissores em programas de melhoramento vegetal, onde a interação genótipo*ambiente poderia dificultar a distinção e seleção de constituições genotípicas superiores. Por conseguinte, processos de recomendação (VCU) que mantenham os mesmos genótipos dispensam avaliações sucessivas, pois o ranqueamento é paralelo no decorrer dos anos.


____________________________

1Vinculado ao Projeto de Pesquisa SENSIBILIDADE GENOTÍPICA DE FEIJÃO FUNDAMENTADA NO BLUP: Uma Proposta, desenvolvido no Centro de Ciências Agroveterinarias CAV/UDESC

2 Orientador, Professor do Departamento Agronomia CAV/UDESC

3 Acadêmica do Curso de Agronomia – CAV/UDESC, bolsista de iniciação cientifica PIBIC/CNPq.

4 Professor do CAV/UDESC / Pesquisador da instituição.

5 Acadêmico do Curso de Mestrado em Produção Vegetal - CAV/UDESC.



Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal