Sex 10H30 outros



Baixar 125.41 Kb.
Encontro26.03.2018
Tamanho125.41 Kb.

Programação Cine-Teatro de Estarreja

setembro, outubro, novembro e dezembro 2014
SETEMBRO
12 SEX 10H30 OUTROS | ABERTURA DO ANO LETIVO 2014/15

12 SEX 21H30 MUSICA | NUNO BASTOS RECOMEÇO | MBP

25 QUI 21H30 CINEMA | A RIA, A ÁGUA, O HOMEM DE MANUEL MATOS BARBOSA + FAMEL TOP SECRET DE JORGE MONTE REAL

27 SAB 21H30 MUSICA | MIGUEL ARAÚJO CRÓNICAS DA CIDADE GRANDE | POP
OUTUBRO

02 QUI 21H30 CINEMA | LUZ CLARA DE M. LIMA E VASCO VIEIRA + DEPOIS DE MAIO DE Olivier Assayas

03 SEX 21H30 NOVO CIRCO | ABRIL DE JOÃO PAULO SANTOS | MASTRO CHINÊS

11 SAB 22h00 musica CAFÉ-CONCERTO | EMMY CURL | POP | OUTONALIDADES’14

12 DOM 16H00 TEATRO CAFÉ-CONCERTO | PEDRO TOCHAS NARIZ PRETO - MAKING OF

18 SAB 21H30 MUSICA | ALMA DE COIMBRA | CANção DE COIMBRA

19 DOM 16H00 LAC | CASA DOS VENTOS + ME MÓ RIA | TEATRO MARIONETAS DE MANDRÁGORA (FESTIVAL SÉNIOR)

25 SAB 21H30 TEATRO | TAXIS DOS NOSSOS DIAS | COMÉDIA MUSICAL (FESTIVAL SÉNIOR)

30 QUI 21H30 CINEMA | DE NUNO FRAGATA + ÁFRICA ABENÇOADA DE Aminata Enbaló

31 SEX 22H00 MUSICA CAFÉ-CONCERTO | Najla Shami | WORLD | OUTONALIDADES’14
NOVEMBRO

01 SAB 21H30 MUSICA | RICARDO RIBEIRO LARGO DA MEMÓRIA | FADO

06 QUI 21h30 MUSICA | QUARTETO MÁRIO BARREIROS | ESTARREJAZZ’14

07 SEX 21H30 MUSICA | Standards and other songs trio | ESTARREJAZZ’14

08 SAB 21h30 MUSICA | MARIA JOÃO + BIG BAND ESTARREJAZZ | ESTARREJAZZ’14

08 SAB 23H00 MUSICA CAFÉ-CONCERTO | TRIO PEDRO NOBRE | ESTARREJAZZ’14 AFTERHOURS
13
qui 21h30 musica | big band da Nazaré | Estarrejazz’14

14 sex 21h30 musica | nuno costa VESPA MUNDI | estarrejazz’14

15 sab 21h30 musica | carlEs benavent UN, DOS, TRES… | Estarrejazz’14

15 SAB 23H00 MUSICA CAFÉ-CONCERTO | BOUNCELAB | ESTARREJAZZ’14 AFTERHOURS

16 DOM 16H00 LAC | ORQuestra dos brinquedos | HÁ SONS POR DESCOBRIR

20 QUI 21H30 CINEMA | CLANDESTINO DE ABI FEIJÓ + BELÉM DE Yuval Adler

22 SAB 21h30 TEATRO | 40 e então? Com MARIA HENRIQUE, ANA BRITO E CUNHA E FERNANDA SERRANO

27 QUI 21H30 CINEMA | FOI O FIO DE PATRÍCIA FIGUEIREDO + BEKAS E O SONHO AMERICANO DE Karzan Kader

28 SEX 22H00 MUSICA CAFÉ-CONCERTO | TAPE JUNK | FOLK/ROCK | OUTONALIDADES’14

29 sab 21h30 musica | 140º Aniversário do nascimento de egas moniz | B. BINGRE CANELENSE


DEZEMBRO

03 QUA 18H30 LAC | WORKSHOP DE MOVIMENTO CONTEMPORÂNEO COM CLARA ANDERMATT | DANÇA

04 qui 21h30 Cinema | MIRAGEM DE JOAQUIM PAVÃO + A TEMPORADA DO RINOCERONTE DE Bahman GhobadI

05 sex 21h30 dança | fica no singelo de clara andermatt | contemporâneo

06 SAB 21H30 TEATRO | A CAMINHO DE BELÉM UNIV. SÉNIOR ROTARY CLUB DE ESTARREJA

13 sab 21h30 musica | the black mamba | soul

14 dom 16h00 outros | gala desportiva sénior 2014

18 QUI 21H30 CINEMA | A CADEIRA DOS ALUNOS DA EB23 EGAS MONIZ + OMAR DE Hany Abu-Assad

19 sex 22h00 OUTROS CAFÉ-CONCERTO | Palavras no Tempo (Religião e afetos)

20 sab 21h30 NOVO CIRCO | MALAJE DE ALBADULAKE | ESPETÁCULO FAMÍLIA / NATAL 2014

27 SAB 21H30 MUSICA | DEIXEM O PIMBA EM PAZ COM BRUNO NOGUEIRA E MANUELA AZEVEDO
Sexta, 12 [setembro] 21h30

Auditório 5€ / 2,5€ (Jovens <30)



MÚSICA | MPB | 60min. | M/6
Nuno Bastos

Recomeço


Concerto de lançamento do álbum de estreia
"Recomeço" é o nome do álbum de estreia de Nuno Bastos. Natural de Estarreja, muito ligado ao carnaval e ao samba da cidade, neste espetáculo o cantor interpreta os temas "Olha", "Maltratado", "Alegria do Povo", "Chama da vela" e "Recomeço", de sua autoria em parceria com Vander Jeronymo, músico e compositor natural do Rio de Janeiro. Este concerto no Cine-Teatro de Estarreja marca uma nova etapa na vida e carreira de Nuno Bastos, dando início a uma digressão que passará por solo brasileiro.
Vander Jeronymo direção musical e violão, Nuno Bastos voz, Rafael Campanile baixo, Derek Viana cavaquinho, Vando Silva Júnior bateria, Alex Duarte flauta, Michael Silva, Pedro Silva e Ricardo Moura percussão, Cindi Campelo assistente de produção | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja
Sábado, 27 [setembro] 21h30

Auditório 10€ / 8€ (Cartão Amigo e Cartão Sénior Municipal) / 5€ (Jovens <30)



MÚSICA | POP | 75min. | M/6
Miguel Araújo

Crónicas da cidade grande



FESTARREJA’14
Ficou conhecido como líder d’ Os Azeitonas, mas é a solo que Miguel Araújo regressa ao palco do Cine-Teatro de Estarreja para mostrar, ao vivo, o seu segundo disco: “Crónicas da Cidade Grande”. Depois de êxitos como “Os Maridos das Outras”, single que concorreu a inúmeros prémios nacionais, chega “Balada Astral”, espelho deste segundo trabalho em nome próprio e com alta rotação nas rádios nacionais. Cantor, músico e compositor, Miguel Araújo é apontado como um dos artistas mais completos da nova geração da música portuguesa. Com 36 anos, este músico de palavras irónicas e descontraídas, é o presente perfeito para o encerramento da edição de 2014 do FESTARREJA - Festa das Artes e da Juventude, que durante duas semanas vai animar a cidade.


Mario Costa bateria, Pedro Santos baixo, Pedro Romualdo guitarra, Diogo Santos teclas, Miguel Araújo voz/guitarra, Paulo Gravato barítono, Paulo Perfeito trombone, João Martins sax alto, Rui Pedro Silva trompete, Bruno Ribeiro vibrafone | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sexta, 3 [outubro] 21h30

Auditório 5€

NOVO CIRCO | M/12
Abril

João Paulo Santos e Elsa Caillat


Mastro Chinês

Um projeto de expressão plástica, com recurso a diversos materiais, com destaque para os aparelhos de circo (um mastro chinês, uma corda de escalada e um mastro suspenso). João Paulo Santos, acrobata de mastro chinês e o único português com diploma superior em Circo, mergulha na busca de uma expressão comum com Elsa Caillat, artista e acrobata. O resultado percorre as misturas do encontro humano e artístico para dar à luz uma criação sensível, íntima e poderosa. Uma dança ritual, embriagante, que esquece as condições (mastro ou corda) para o reencontro franco e sem artefactos, corpo a corpo.


João Paulo Santos e Elsa Caillat performance e mastro chinês | Encomenda da CI Região de Aveiro no âmbito do programa Cultura em Rede | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 11 [outubro] 22h00

Café-Concerto 3€ / entrada gratuita (Cartão Amigo e Cartão Jovem Municipal)

MÚSICA | POP | 60min. | M/6
Emmy Curl

Outonalidades’14


Emmy Curl não é só o alter-ego da cantora transmontana Catarina Miranda. É também uma nova dimensão plástica e visual dada à música, elevando-a a um universo celestial e flutuante onde cada tom, cada gesto e palavra surge pintado ao pormenor. Descrever Emmy Curl é como contemplar uma obra de arte. Com três EPs editados e um aguardado álbum de estreia, a artista de 24 anos canta sentimentos pessoais, relações humanas e um amor puro, real ou imaginário. Uma voz suave que apela à dream pop e caminha sobre uma leve guitarra. Emmy Curl visita pela primeira vez o CTE num café-concerto que inaugura a 18ª edição do Outonalidades em Estarreja. Najla Shami (31 outubro) e Tape Junk (28 novembro) compõem o cartaz deste circuito de música ao vivo no espaço café-concerto do CTE.
Emmy Curl voz e guitarra, João André contrabaixo, Eurico Amorim teclados | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja
Domingo, 12 [outubro] 16H00

Café-concerto entrada gratuita

CONVERSA | 60min. | M/12
Pedro Tochas

Nariz Preto - Making of



Tudo vai ser abordado nesta conversa: as diferentes etapas, as ideias iniciais, as cenas cortadas, as dúvidas, as certezas e os problemas técnicos na elaboração do espetáculo “Pedro Tochas - Nariz Preto”. Um diálogo descontraído e sem filtros entre o artista e o seu público, onde as perguntas são bem-vindas. Uma boa oportunidade para conhecer o processo criativo de Pedro Tochas.

O trabalho surge na sequência de uma encomenda realizada pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) e faz três chamadas de interação com o público, correspondendo a três fases de desenvolvimento do projeto: Fase de Testes, Espetáculo e Making Of. O Café-concerto do Cine-Teatro de Estarreja recebe a terceira e última fase deste trabalho de Pedro Tochas, onde o artista procura uma relação próxima com o público.


Pedro Tochas conceção e interpretação, Raquel Viegas fotografia | “Pedro Tochas - Nariz Preto” é uma encomenda da CI Região de Aveiro no âmbito do programa Cultura em Rede

Sábado, 18 [outubro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)



MÚSICA | cançÃO de Coimbra | 75min. | M/6
Alma de Coimbra
Antigos alunos da Universidade de Coimbra, hoje dispersos pelo país, encontram na música um espaço agregador e propiciador do cultivo dos ideais que pautaram os seus anos de vida académica. Tendo como núcleo central um coro masculino, as suas apresentações incluem, por norma, as guitarras e os fados de Coimbra. Graças ao talento e à criatividade do seu maestro, Augusto Mesquita - autor dos arranjos corais de todos os temas que executam - procuram, no país e além-fronteiras, a divulgação dos poetas, autores e intérpretes portugueses ou de língua portuguesa. É, nesta medida, assumidamente, um projeto ao serviço da cultura portuguesa no quadro dos valores essenciais da Lusofonia. Cerca de 50 coralistas e instrumentistas em palco interpretam temas de José Afonso (“Menino do bairro negro”), Amália Rodrigues (“Fado de cada um”, “Gaivota”), José Luís Tinoco (“No teu poema”) entre muitos outros, mantendo viva a juventude, o amor e a saudade da canção de Coimbra.
Augusto Mesquita direção musical e arranjos, Inês Mesquita piano, Luísa Mesquita contrabaixo, Daniel Tapadinhas trompete e percussões, Avelino Correia violino, António José Moreira guitarra portuguesa, Pedro Lopes viola | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Domingo, 19 [outubro] 16h00

Auditório 5€ / 3€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

MARIONETAS | 60min. + 50 min. | M/6
Casa dos Ventos

+ Me Mó Ria

Teatro e Marionetas de Mandrágora

FESTIVAL SÉNIOR 2014
casa dos ventos” é uma casa e é uma viagem.

É uma casa em viagem.

Qual a dimensão de uma casa?

pode uma pessoa ser uma casa?, necessita uma casa de paredes?

pode uma casa ser um local, uma língua, um país... ?
A companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora apresenta um espetáculo duplo no Cine-Teatro de Estarreja. As duas partes que o compõem têm em comum a recordação do passado. O projeto “Casa dos Ventos” estará em cena na primeira parte e conta-nos a viagem de dois personagens que, com um moinho às costas e um mundo em mudança, procuram manter o seu conforto, o seu espaço de afetos e emoções. “Casa dos Ventos” parte da integração de memórias na vida quotidiana, olhando para os legados tradicionais como possibilidade de construir um futuro próprio, repleto de memórias e tradições reinventadas.
Segue em frente o teu caminho, mas nunca te esqueças da estrada que já percorreste.”

O reencontro com o passado é também conduzido pelo projeto “Me Mó Ria”. Trata-se de um trabalho com a comunidade local, que será apresentado na segunda parte do espetáculo. Durante duas semanas, a população sénior é convidada e desafiada a resgatar movimentos, palavras, musicalidades e vivências das suas memórias, participando neste trabalho performativo. Propõe-se aos participantes e ao público repensarem o futuro através da “Me Mó Ria” e do teatro de objetos.


As inscrições para participar no projeto “Me Mó Ria” estão abertas até dia 1 de outubro. Os ensaios decorrem no Cine-Teatro de Estarreja das 14h30 às 17h00 dos dias 6 a 10 e 13 a 17 de outubro. Mais informações em www.cineteatroestarreja.com
Filipa Mesquita criação e interpretação, José Rui Martins direção de atores, Armando Ferreira apoio à pesquisa, enVide nefelibata marionetas, Marta Fernandes da Silva cenografia, Matos Silva máquina voadora, Paulo Neto desenho de luz, Fernando Mota e Rui Rebelo música de cena, José Machado adereços em couro, Rita Rocha fotografia, Patrícia Costa design gráfico, Clara Ribeiro e Filipa Mesquita produção, Zito Marques vídeo, Filipe Jesus operação de som e luz, Trigo Limpo teatro ACERT parceria e residência artística na criação do espetáculo, Município de Espinho, Município de Gondomar, Fórum de Arte e Cultura de Espinho, Junta de Freguesia de Bom Sucesso e Rede Portuguesa de Moinhos apoio | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja
Sábado 25 [outubro] 21h30

Auditório 12,5€ / 10€ (Cartão Amigo e Cartão Sénior Municipal)

TEATRO | COMÉDIA MUSICAL | 70min. | M/12
Táxis dos Nossos Dias

Anabela, Ana Guiomar, Joaquim Nicolau, Sandra Faleiro e Rosa do Canto


“Táxis dos Nossos Dias”, de José Pinto Carneiro e Mário Cunha, responde ao desafio de levar ao palco o núcleo de taxistas que ficou conhecido na telenovela “Os Nossos Dias” (RTP). Uma comédia em torno da crise económica que o país atravessa e que atacou a Imperial Táxis. À beira da bancarrota, a central vê-se obrigada a pedir um resgate a uma banqueira alemã muito rigorosa, que impõe cortes profundos na despesa, redução de salários e despedimentos. Os taxistas lutam contra as dificuldades, projetam soluções, mas à medida que o desespero aumenta, surgem também ideias mais radicais: afinal, se o resgate mais parece um sequestro, porque não sequestrar quem nos resgata? Com um elenco bem conhecido de todos os portugueses, esta comédia retrata com audácia as divertidas personagens celebrizadas na telenovela. Um desafio muito bem superado.
José Pinto Carneiro e Mário Cunha autores, José Martins encenação, Ana Guiomar, Anabela, Joaquim Nicolau, Miguel Costa, Rosa do Canto, Rui Melo, Sandra Faleiro interpretação, OXALIS - Rui Francisco cenografia, Rita Lameiras figurinos, Mário Bastos desenho de luz, Alexandre Hachmeister realização de vídeo e produtor, Tiago Costa edição de vídeo, Joana Camacho produção executiva, Elements S.A. produção





Sexta, 31 [outubro] 22h00

Café-concerto 3€ / entrada gratuita (Cartão Amigo e Cartão Jovem Municipal)

MÚSICA | WORLD | 60min. | M/6
Najla Shami

Outonalidades’14


Najla Shami é filha de três culturas: palestina, galega e argentina. Compositora e cantora de grande versatilidade, com uma ampla trajetória no mundo da música, das artes e do ensino, Najla nasceu em Santiago de Compostela de pai palestiniano e mãe galega. A mistura é o fator que define toda a sua carreira musical. Jazz, funk, blues, música brasileira, galega, espanhola ou árabe são ingredientes habituais no seu trabalho. Em 2013 lançou “Na língua que eu falo”, disco-livro que agora apresenta neste café-concerto carimbado pelo Outonalidades. Neste trabalho, a compositora galego-palestiniana procura um diálogo entre as origens e as suas referências atuais. Depois de Emmy Curl (11 out.), Najla Shami é mais um grande nome trazido pelo circuito Outonalidades que não podia deixar de marcar presença no Cine-Teatro de Estarreja.
Najla Shami voz, Héctor Lorenzo guitarra, Marcos Padrón acordeão diatónico, Rodrigo Vasquez Suit percussão | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 1 [novembro] 21h30

Auditório 10€ / 8€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal | Associados Montepio)

MÚSICA | FADO | 75min. | M/6
Ricardo Ribeiro

Largo da Memória


Ricardo Ribeiro nasceu para o fado. Aos 33 anos, Ricardo Ribeiro é dono de uma voz unanimemente considerada das melhores do fado masculino; uma voz que não se esquece. Uma robustez arrepiante de alguém que sente o fado, que o vê por dentro, que o vive nas vielas mesmo quando está em palco. O fado de Ricardo Ribeiro soa a fado e, tal como escreveu Miguel Esteves Cardoso numa das suas crónicas do jornal Público, “ficará para a História”. O jovem fadista apresenta “Largo da Memória”, o seu segundo trabalho discográfico.
Ricardo Ribeiro voz, Pedro de Castro guitarra portuguesa, Jaime Santos viola de fado, Francisco Gaspar viola baixo | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja




ESTARREJAZZ’14
Quinta, 6 [novembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Passe Geral 22,5€ (acesso a todos os concertos do festival)

MÚSICA | JAZZ | 75min. | M/6


Mário Barreiros

Quarteto
Mário Barreiros é um dos nomes históricos da bateria no jazz em Portugal. Com uma carreira eclética, Mário Barreiros junta-se a Carlos Barretto, Ricardo Toscano e Abe Rábade, formando um novo quarteto liderado pelo baterista que reúne veteranos a jovens personalidades do jazz nacional.


Abe Rábade piano, Ricardo Toscano sax alto, Carlos Barretto contrabaixo, Mário Barreiros bateria | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sexta, 7 [novembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Passe Geral 22,5€ (acesso a todos os concertos do festival)

MÚSICA | JAZZ | 75min. | M/6


Standards and Other Songs

Trio
Com designação baseada no popular álbum da década de 90, do grande guitarrista Mike Stern, “Standards and Other Songs” encontra-se em palco com Sérgio Rodrigues, Francisco Brito e Paulo Bandeira para percorrer a história do jazz (e não só) ao mais alto nível.


Sérgio Rodrigues piano, Francisco Brito contrabaixo, Paulo Bandeira bateria | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 8 [novembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Passe Geral 22,5€ (acesso a todos os concertos do festival)

MÚSICA | JAZZ | 75min. | M/6


Maria João + Big Band Estarrejazz
A Big Band Estarrejazz prepara-se para se tornar no próximo parceiro musical de Maria João. Um ano depois da sua estreia, a Big Band Estarrejazz volta ao palco-casa para um grande concerto, dirigido por Pedro Moreira, com a presença especial da criativa voz de Maria João. Inconfundível, Maria João é um nome incontornável do jazz nacional e irá conferir a esta noite um calor e rebeldia ímpares que, somados à qualidade dos jovens músicos da Big Band Estarrejazz, vai resultar numa explosão sinestésica de jazz.
Pedro Moreira direção musical, Maria João voz | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja





Quinta, 13 [novembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Passe Geral 22,5€ (acesso a todos os concertos do festival)

MÚSICA | JAZZ | 75min. | M/6


Big Band da Nazaré
Constituída por estudantes de jazz e com direção de Adelino Mota, a Big Band da Nazaré apresenta-se ao universo do Estarrejazz com um concerto de repertório vasto, caminhando desde os clássicos para orquestra (Duke Ellington, Count Basie e Dizzy Gillespie), até temas mais recentes (Chick Corea, Herbie Hancock e Pat Metheny), com uma pitada de funk, salsa, e songbook norte-americano.
Adelino Mota direção musical | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sexta, 14 [novembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Passe Geral 22,5€ (acesso a todos os concertos do festival)
MÚSICA | JAZZ | 75min. | M/6
Nuno Costa

“Vespa Mundi”


Depois de dois álbuns que o confirmaram como guitarrista e compositor de exceção no universo do jazz nacional, Nuno Costa integra o Estarrejazz’14 na liderança de um sexteto onde contracena com músicos já habituais nos seus projetos. A música de Nuno Costa caracteriza-se pela forte componente visual. Formado no Hot Club de Portugal e depois no Berklee College of Music, onde se diplomou em música para cinema, o guitarrista tem desenvolvido diversos projetos de música para imagens.
Nuno Costa afirma-se como um interessante guitarrista e, acima de tudo, como um dos grandes compositores do nosso jazz.” (Paulo Barbosa, jornal Público/Jazz XXI, março 2010)
Com passagem pela escola do Hot Clube e por Berklee, Nuno Costa é um jovem em processo de afirmação.” (Nuno Catarino, Revista Jazz.pt, março 2010)
Nuno Costa guitarra, João Moreira trompete, João Guimarães sax alto, Óscar Graça piano, Bernardo Moreira contrabaixo, André Sousa Machado bateria | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 15 [novembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Passe Geral 22,5€ (acesso a todos os concertos do festival)

MÚSICA | JAZZ | 75min. | M/6


Carles Benavent

Un, Dos, Tres...


O melhor fica sempre para o fim. O concerto de encerramento de mais uma edição do Estarrejazz fica a cargo do excecional Carles Benavent, baixista natural de Barcelona com uma carreira que percorre o jazz e o flamenco. Benavent apresenta o recente projeto - “Un, Dos, Três…” - onde mais uma vez, sempre com originalidade, cria ambientes sonoros coloridos, cheios de ritmo e sensações. Dono de uma técnica incrível, Carles Benavent exterioriza toda a emoção que a música lhe propicia. Neste concerto, o jazz latino do aclamado baixista Carles Benavent vai entusiasmar não só pela mestria do músico, mas por toda a paixão que transfere.
Carles Benavent baixo, Roger Mas piano, Roger Blavia percussão | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja



Domingo, 16 [novembro] 16h00

Auditório 3€

Bilhete Família 8€*

LAC | 90min. (c/intervalo) | M/6


Orquestra dos Brinquedos
Constituída por 21 dos professores de Expressão Musical, a Orquestra dos Brinquedos pretende ser um projeto divertido, promotor da utilização de materiais alternativos para uma prática musical em conjunto. Destinado a famílias, este espetáculo bem-disposto e colorido está dividido em duas partes complementares. A primeira parte vive essencialmente da exploração de fontes sonoras não convencionais, transformando objetos do quotidiano em instrumentos musicais. A segunda parte apresenta um espetáculo orquestral satírico, em que o repertório é interpretado em instrumentos de plástico e outros brinquedos, numa viagem pela história da música tonal.
No âmbito do Laboratório de Aprendizagem Criativa, a equipa artística do projeto Orquestra dos Brinquedos vai percorrer as escolas do concelho e, durante duas semanas, despertar as crianças e jovens para a exploração de sons, desafiando-os nesta iniciação ao mundo da música clássica.
[Foco Musical] Miguel Pernes direção musical

Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

*Bilhete Família | válido para 2 adultos + crianças com idade inferior a 12 anos

Sábado, 22 [novembro], 21h30

Auditório 12,5€ / 10€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

TEATRO | 90min. | M/16
40 e então?

com Maria Henrique, Ana Brito e Cunha e Fernanda Serrano


Dez anos depois de “Confissões das Mulheres de 30” chegam os 40. E então? Um bom motivo para voltar a juntar Maria Henrique, Ana Brito e Cunha e Fernanda Serrano em palco, com histórias, muitas histórias, e mais confissões de mulheres. Histórias comoventes, histórias divertidas, histórias de afetos, histórias novas, histórias antigas que os anos fazem viver de forma diferente. Histórias contadas por mulheres, com vivências diferentes, a quem a idade não assusta ou, se calhar, assusta e muito. Em “40 e então?” a vida é assumida sem tabus ou adoçante. A idade é um posto e as atrizes dão voz a textos seus e de outras autoras evocando todas as mulheres que já estiveram, estão ou vão entrar na década da ternura.
Sónia Aragão direção, Ana Bola, Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano, Helena Sacadura Cabral, Inês Maria Meneses, Leonor Xavier, Maria Henrique, Sílvia Baptista, Sónia Aragão, Rita Ferro e Rute Gil textos, Isabel Carmona figurinos, Luís Duarte luz, Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique interpretação, UAU produção



Sexta, 28 [novembro] 22h00

Café-concerto 3€ / entrada gratuita (Cartão Amigo e Cartão Jovem Municipal)

MÚSICA | INDIE/FOLK | 60min. | M/6
Tape Junk

Outonalidades’14


João Correia é vocalista dos Julie & The Carjackers e Tape Junk é o seu mais recente projeto de originais. Como Tape Junk, plataforma de expressão artística mais pessoal, João Correia estreia-se com o álbum “The Good & The Mean”. Dos temas que o compõem sobressai o single “Buzz”, numa temática que recai na busca do caminho certo, nos desvios e atalhos da vida, na dicotomia entre o bem e o mal. Uma abordagem cativante onde há rock, blues, indie pop, cor e aventura. Depois dos concertos de Emmy Curl e Najla Shami, são os Tape Junk que sobem ao palco do Café-Concerto do CTE para encerrar em grande a presença da 18ª edição do circuito Outonalidades em Estarreja.
João Correia voz e guitarra, Nuno Lucas baixo, António Vasconcelos bateria | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 29 [novembro] 21h30

Auditório 3,5€ / entrada gratuita (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

MÚSICA | CLÁSSICO | 75min. | M/6
140º Aniversário do Nascimento de Egas Moniz

Banda Bingre Canelense revisita Richard Wagner


O deslumbramento pela música de Richard Wagner levou o casal Egas Moniz, alguns anos seguidos, aos festivais de Bayreuth. Haveria outras afinidades entre o cientista e o compositor? Wagner recebeu a influência de um tio interessado pela filosofia e as artes.

Às suas composições junta escritos literários sobre Arte, Poesia, Revolução política. No que seria a realização da sua vida musical opõe à estética predominante a síntese da música, da poesia, da dança, da cena teatral, dando-lhe um conteúdo humano arrebatado, no lirismo e no drama. Nos seus temas orquestrados serve-se de diversos instrumentos, alguns criados mesmo por ele, e prossegue conduzido persistentemente e teimosamente pelos seus "leitmotive". Vai a Paris e Londres onde obtém os seus primeiros triunfos. Continua a fazer ruturas com as formas musicais tradicionais. Volta à pátria e adquire renome pelas suas execuções magistrais de grande chefe de orquestra, apesar das oposições de alguns dos seus pares às suas ideias reformadoras.

Inaugura triunfalmente os festivais de Bayreuth em 1876, como grande marca do seu tempo. Em Wagner encontra-se o suporte de ideias novas, problemas da liberdade humana, exaltação das virtudes populares e sociais, tudo num empolgamento profundamente renovado e original.

Pode afirmar-se que nas genialidades humanas, sejam quais forem as suas expressivas realizações, há causas, razões, motivações pessoais criativas comuns. Em alguns casos exemplares, a comparação desse vitalismo é surpreendente.António Macieira Coelho (Sobrinho-neto de Egas Moniz)
[Banda Bingre Canelense] Nelson Aguiar direção musical, Susana Milena voz | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja
[Carimbo Babysitting]


Sexta, 5 [dezembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

DANÇA | CONTEMPORÂNEO | 75min. | M/3
Fica no Singelo

de Clara Andermatt


Neste trabalho, a multifacetada Clara Andermatt recorda costumes e tradições, relacionando-os com os dias de hoje e dando-lhes uma estética contemporânea. A coreógrafa, pioneira na nova dança portuguesa, trabalha o património cultural numa viagem constante entre o passado e o presente, onde permanece a identidade. Em “Fica no Singelo”, a versão contemporânea das danças e músicas tradicionais portuguesas chama ao palco “costumes que exprimem a alma: a nossa, a de agora e a de um outro tempo. Um tempo-terreno vinculado aos ciclos da natureza, circular e mutante”, explica a coreógrafa.
Em “Fica no Singelo” há uma reconciliação radiosa que tardava entre a dança contemporânea e um folclore que sobreviveu, a custo, à ideia do Estado Novo sobre um certo Portugal rural, em circuitos socioculturais periféricos e informais e na diáspora. (Luísa Roubaud, jornal Público, dezembro 2013)
Workshop de Movimento Contemporâneo

com Clara Andermatt



Quarta, 3 [dezembro] 18H30

8€ com oferta de bilhete para o espetáculo

Inscrições até 28 de novembro.



Clara Andermatt direção e coreografia, Luís Pedro Madeira e Clara Andermatt direção musical, Luís Pedro Madeira composição, André Cabral, Bruno Alves, Francisca Pinto, Joana Lopes, Linora Dinga, Sergio Cobos, Catarina Moura, Luís Peixoto, Quiné Teles intérpretes criadores, José Álvaro Correia desenho de luz, José António Tenente figurinos, Jonas Runa paisagem sonora eletrónica, Sophie Coquelin consultadoria e pesquisa antropológica, Mercedes Prieto e Ana Silvestre reportório de danças tradicionais, Companhia Clara Andermatt produção, Musibéria apoio, Culturgest, Teatro Nacional S. João, Teatro Viriato e Centro Cultural Vila Flor coprodução | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 6 [dezembro] 21h30

Auditório 2,5€

TEATRO | 60min. | M/3
A Caminho de Belém

Universidade Sénior



Rotary Club de Estarreja
Inspirado na obra “O Boi e o Burro a caminho de Belém” de Maria Clara Machado, o Grupo de Teatro da Universidade Sénior de Rotary de Estarreja, orientado por Carlos Vieira, apresenta uma peça de teatro num só ato que conta a história do nascimento do Menino Jesus sob a visão de um boi e de um burro. Um espetáculo que oferece ao público o espírito de Natal. Um presente para toda a família.
Carlos Vieira encenação, La Salette Neves assistência de encenação, Artur Marques direção musical, António Quadros, Carmelina Silva, Elisa Carvalho, João Pereira, Maria Augusta Matos, Maria da Conceição Russo, Maria Emília Silva, Maria Virgínia Dias e Marília Lopes elenco | Com a participação do grupo “Ensaios de Canto” da Universidade Sénior do Rotary Club de Estarreja
Sábado, 13 [dezembro] 21h30

Auditório 8€ / 6€ (Cartão Amigo, Cartão Jovem Municipal)

MÚSICA | SOUL | 75min. | M/6
The Black Mamba
Tal como a cobra que lhe dá nome, a música deste trio larga um veneno paralisante. The Black Mamba são Pedro Tatanka (Richie Campbell, The Offshores, Kalibrados), Ciro Cruz (Ed Motta, Gabriel O Pensador, Howard Levy) e Miguel Casais (Áurea, Mafalda Veiga, Nu Soul Family) que, juntos desde 2010, rapidamente passaram dos bares lisboetas e das versões de outros artistas para um álbum de originais que os colocou nos tops de vendas e no airplay das rádios nacionais. The Black Mamba retiram da soul, do blues e do funk um som único, carimbado nos temas “It ain’t you” e “I’ll meet you there”. Esta paixão pela música negra norte-americana faz com que o trio tenha já um novo trabalho debaixo do braço. Conheça-o neste concerto no Cine-Teatro de Estarreja, mas até lá delicie-se com “Wonder Why”, single de avanço gravado com Áurea.
Boca(s) de cena

CTE | 17H00

O LAC - Laboratório de Aprendizagem Criativa, sem desvendar a mística do momento em que a cortina se abre, dá a oportunidade de, num grupo restrito, conheceres de perto os Black Mamba, assistires ao ensaio de som, conversares com os músicos e satisfazeres curiosidades do mundo artístico.

Inscrições gratuitas até 5 de dezembro através do e-mail promocao@cm-estarreja.pt | lotação limitada a 20 participantes | público-alvo >12 anos
Pedro Tatanka voz e guitarra, Ciro Cruz baixo e Miguel Casais bateria | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sexta, 19 [dezembro] 22h00

Café-concerto entrada gratuita

CONVERSA

Palavras no Tempo

Religião e Afetos

com Maria Belo e José Frazão
O projeto Palavras no Tempo tem como cenário de partida o livro “Educação, Ciência e Religião” (Gradiva, 2010) e o apoio da Universidade do Porto e do Centro Nacional de Cultura. Um conjunto de conferências participadas que vão percorrer o país, dentro do tema “Religião e Ciência”. A sessão de Estarreja conta com a presença da psicanalista Maria Belo e do jesuíta José Frazão Correia, percorrendo assuntos relacionados com “Religião e Afetos”. O Cine-Teatro de Estarreja recebe esta sessão, onde o público é chamado a intervir de forma ativa, num debate aberto dentro do espaço café-concerto.

Sábado, 20 [dezembro] 21h30

Auditório 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Bilhete família 15€*

NOVO CIRCO | 60min. | M/3


Malaje

companhia Albadulake (Espanha)


Com o Natal a chegar, a companhia espanhola Albadulake apresenta “Malaje” no Cine-Teatro de Estarreja. Um projeto multidisciplinar onde o circo contemporâneo e o flamenco surgem de mãos dadas, concretizando um espetáculo inovador e criativo, com uma atmosfera muito particular. Sem guião e com música ao vivo, “Malaje” promete encher o auditório de ritmo e desafiar o público com os jogos que acontecem sucessivamente em palco. Uma proposta diferente, um espetáculo de fusão para toda a família onde a dança, o teatro, a manipulação, acrobacia e a percussão se relacionam e encontram uma alucinante voz comum.
*Bilhete Família | válido para 2 adultos + crianças com idade inferior a 12 anos
Antonio Vargas acrobacia, Roxi Katcheroff acrobacia e contorcionismo, Angeles Brea dança, Antonio Moreno malabares, Carlos Torres guitarra e voz, Pablo Moreno percussão | Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja

Sábado, 27 [dezembro] 21h30

Auditório Auditório 12,5€ / 10€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

MÚSICA | 60min. | M/6
Deixem o pimba em paz

Bruno Nogueira e Manuela Azevedo


Um concerto e um espetáculo de desconstrução.

Desde sempre fascinado pelo universo pimba, Bruno Nogueira propõe-se dar outra vida a essas canções, juntando Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, e outros músicos que fizeram arranjos de jazz e pop onde era pouco provável.

O pimba é unificador (às escondidas, para não parecer mal). Seja numa festa da Quinta do Lago ou no meio de um churrasco em Massamá, aos primeiros acordes de uma música de Quim Barreiros haverá uma debandada a correr para a pista de dança e a cantar o refrão em alegre e alta voz. O pimba é nosso. Não vale a pena esconder.
Bruno Nogueira ideia original e direção, Filipe Melo e Nuno Rafael direção musical e arranjos, Bruno Nogueira e Manuela Azevedo vozes e percussão, Filipe Melo, Nélson Cascais e Nuno Rafael músicos

CINEMA

QUINTAS DE CINEMA

1 curta + 1 longa = 2 filmes = 1 bilhete
CINEMA 3,5€ | 2,5€ [C/DESCONTOS HABITUAIS]

QUINTAS DE CINEMA | APOIO: REDE-ICA/CCA

QUI 25 SET 21H30
De Jorge Monte Real

Com Pedro Anjo, Merche Romero, José Carlos Pereira, Sara Norte, Ana Brito e Cunha, Paulo Futre, Vítor Norte

Género Comédia

POR, 2014 | 75min. | M/12


Famel Top Secret

+ A ria, a água, o homem… de Manuel Matos Barbosa

Depois de “A Última Famel”, a mítica motorizada renasce. PP decide investir a fortuna da família, juntamente com o seu avô, numa fábrica para produzir a nova Famel. Uma comédia made in Portugal, onde os planos de PP vão sofrer alguns sobressaltos.
A abertura desta sessão fica marcada pela exibição de A ria, a água, o homem.., curta-metragem de animação de Manuel matos Barbosa. Um retrato poético da realidade laboral.
QUI 02 OUT 21H30
De Olivier Assayas

Com Clément Métayer, Lola Créton, Félix Armand, Léa Rougeron, Martin Loizillon

Género Drama

FRA, 2012 | 122min. | M/12


Depois de maio

+ Luz Clara (7’) de Miguel Lima e Vasco Vieira

Paris, início da década de 1970. Gilles é um jovem estudante imerso na atmosfera criativa e política da época. Entre descobertas amorosas e artísticas, a sua busca interior leva-o a Itália e ao Reino Unido, onde terá de tomar decisões essenciais para o resto de sua vida.
A exibição deste filme autobiográfico é precedida pela apresentação da curta-metragem Luz Clara, de Miguel Lima e Vasco Vieira.

QUI 30 OUT 21H30


De Aminata Enbaló

Género Documentário

Produção CCA

POR/GNB, 2014 | 52min. | M/6


ANTESTREIA

África Abençoada

+ Só (6’) de Nuno Fragata

Quintino Na Pana é um jovem guineense de 29 anos, com cinco filhos. Professor de educação física no secundário e estudante na faculdade sofre com os sucessivos atrasos do ordenado. Ainda assim, Quintino pôs em prática o seu sonho: pedalar em nome de uma sociedade africana mais justa e equilibrada.
O Cine-Teatro de Estarreja recebe a antestreia de África Abençoada, numa sessão cuja abertura fica marcada pela exibição de , curta-metragem de animação assinada por Nuno Fragata.
QUI 20 NOV 21H30
De Yuval Adler

Com Tsahi Halevi, Shadi Mar'i e Hitham Omari

Género Drama

ISR/ALE/BEL, 2013 | 99min. | M/6


Belém

+ Clandestino (7’) de Abi Feijó

Um olhar único sobre o mundo obscuro e fascinante dos serviços secretos. Belém conta a história da relação complexa entre Razi, um agente dos Serviços Secretos Israelitas, e Sanfur, o seu informador palestiniano adolescente.
Clandestino, uma animação em areia do bracarense Abi Feijó, é a curta-metragem que dá início à sessão.
QUI 27 NOV 21H30
De Karzan Kader

Com Zamand Taha, Sarwar Fazil, Diya Mariwan

Género Drama

FIN/SUE/IRQ, 2012 | 97min. | M/6


Bekas e o sonho americano

+ Foi o fio (5’) de Patrícia Figueiredo

Depois de verem o filme “Super-Homem”, dois irmãos órfãos que vivem nas ruas do Curdistão, decidem ir até à America falar com o próprio “Super-Homem”, para que os ajude a castigar todos os que foram maus para eles. Saddam Hussein é o primeiro nome da lista.
Vencedor do AVANCA 2014 - na categoria “Animação” da “Competição Avanca” - Foi o Fio, de Patrícia Figueiredo, irá preceder a exibição do drama de Karzan Kader.

QUI 04 DEZ 21H30


De Bahman Ghobadi

Com Yilmaz Erdogan, Monica Bellucci, Behrouz Vossoughi

Género Drama

IRQ, 2012 |88min. | M/12


A temporada do rinoceronte

+ Miragem (10’) de Joaquim Pavão

Tendo sobrevivido a 30 anos de terrível prisão, Sahel é libertado. O seu objetivo de vida é reencontrar Mina, a sua esposa, que o julga morto há mais de 20 anos e que deixou o país indo para a Turquia. Este filme de Bahman Ghobadi inspira-se na história verídica do poeta curdo-iraniano Sadegh Kamangar. Uma história dramática sobre várias injustiças praticadas no Irão, ao longo dos anos.
Miragem, de Joaquim Pavão, é a curta-metragem que antecede a exibição do filme A temporada do rinoceronte.
QUI 18 DEZ 21H30
De Hany Abu-Assad

Com Adam Bakri, WaleedZuaiter e Leem Lubany

Género Drama, Thriller

PLE, 2013 | 96min. | M/6


Omar

+ A Cadeira (4’) dos alunos da EB23 Prof. Dr. Egas Moniz, Avanca



Nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, Omar é um filme sobre o amor, a amizade e a lealdade nas suas diversas contradições. Omar é também o nome de um jovem pasteleiro que, do outro lado do Muro da Cisjordânia, se torna combatente pela liberdade depois de se ver condenado a prisão perpétua.
Em competição na última edição do AVANCA 2014, A Cadeira é uma curta-metragem realizada pelos alunos da EB23 Prof. Dr. Egas Moniz, em Avanca, e marca a abertura da sessão.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal