Teoria antropológica I



Baixar 12.07 Kb.
Encontro18.05.2018
Tamanho12.07 Kb.




Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Centro de Ciências Sociais

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais




Teoria Antropológica I
Prof. Valter Sinder

No de Créditos: 4 (quatro), 60 horas, 15 sessões

Período: 1º. Semestre de 2010

Horário: 3ª feira, 14-18hs

Local: Sala de Aula do PPCIS – 9017A

Apresentação
Este curso pretende fazer uma revisão dos principais autores da antropologia norte americana e européia através da discussão sobre a racionalidade e a sensibilidade/emotividade do “outro”. Embora relacionadas no ocidente moderno pela oposição razão x emoção, tais qualidades aparecem de formas distintas na literatura antropológica. A questão da racionalidade encontra grande elaboração nas discussões sobre formas de pensamento (em Evans-Pritchard e Levi-Strauss, por exemplo) e também na análise das trocas econômicas “primitivas” (em Malinowski, Mauss e, como crítica recente, em Sahlins). As emoções figuram como elemento distinto das culturas (em Benedict e Bateson) ou então como presença significativa na vida religiosa, principalmente em rituais (em Durkheim, Mauss, Douglas e Turner). Através deste recorte, estaremos discutindo o problema estruturante da disciplina antropológica que é a questão da alteridade – o modo com o “outro” não-ocidental é pensado em relação a um “eu” ocidental.

Estrutura do Curso e Avaliação:
O curso será estruturado em 15 semanas. Os alunos serão avaliados por duas notas. A primeira corresponderá aos resumos semanais entregues no dia de cada aula e a segunda nota será proveniente de uma prova ao final do semestre, com duração de três horas, mais trinta minutos iniciais de organização para o tratamento da questão sorteada.

Programa
16/03 Apresentação

23/03 TYLOR, E. B. Antropologia. Cap. XIV O mundo espiritual. Madrid, Editorial Ayuso, 1973.

FRAZER, James. O ramo dourado. Parte II Caps.2,3 e 4. Rio de Janeiro, Ed. Guanabara, 1982.

30/03 BOAS, Franz. A formação da antropologia americana 1883-1911 (org. George Stocking). Parte VII Capacidade racial e determinismo cultural. Rio de Janeiro, Contraponto/Ed.UFRJ, 1999.

___. La mentalidad del hombre primitivo y el progreso de la cultura. In: Antropologia Cultural.

06/04 BENEDICT, Ruth. “Configurações de cultura” In: Donald Pierson (org.) Estudos de organização social. São Paulo, Martins, 1970.

___. O crisântemo e a espada. Caps. 1-3. São Paulo, Perspectiva,

13/04 BATESON, Gregory. Naven. Caps. 1,2,4,5. 2a ed. Stanford, Stanford University Press, 1958.

20/04 MALINOWSKI, Bronislaw. Coleção Grandes Cientistas. Caps. 2,4,5,9. São Paulo, Ática, 1986.

27/04 RADCLIFFE-BROWN, A.R. Estrutura e função na sociedade primitiva. Caps. Tabu e Religião e sociedade. Petrópolis, Vozes.

EVANS-PRTICHARD, E. Bruxaria, Oráculos e Magia entre os Azande. Caps. 2,3,4,

04/05 DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. Introdução, cap.5 e Conclusão. São Paulo, Martins Fontes, 1996.

11/05 MAUSS, Marcel. “Ensaio sobre a dádiva”. In:____.. Sociologia e Antropologia. Vol.II. São Paulo, EPU/Edusp, 1974.

_____. “A expressão obrigatória dos sentimentos” In: Sérvulo Augusto Figueira (org.) Psicanálise e Ciências Sociais. Rio de Janeiro, Livraria Francisco Alves Editora, 1981.

18/05 LEVI-STRAUSS, Claude. O Pensamento Selvagem. Cap. 1. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1976.

______. O totemismo hoje. Introdução e Caps 4 e 5. Lisboa, Edições 70, 1986.

25/05 ______. Mito e significado. Caps. 1e 2. Lisboa, Edições 70, 1985.

______. “A Eficácia Simbólica”. In: Antropologia Estrutural I. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1975.

01/06 DOUGLAS, Mary. Pureza e perigo. Caps. 1e 2. São Paulo, Ed. Perspectiva.

TURNER, Victor. O processo ritual. Cap. Liminaridade e communitas. Petrópolis, vozes, 1974.

08/06 GEERTZ, Clifford. “A religião como sistema cultural” In: ___. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro, LTC, 1989.

____. “Senso comum como sistema cultura”. In: __. Saber local. Petrópolis, Vozes, 1988.

15/06 SAHLINS, Marshall. Cultura e razão prática. Cap. 4. Rio de Janeiro, Jorge Zahar,



____. “Cosmologia do capitalismo”. Religião e Sociedade, 16/1-2, 1992.

22/06 Prova

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal