Tips for conductors of school choirs



Baixar 12.9 Kb.
Encontro10.04.2018
Tamanho12.9 Kb.

TIPS FOR CONDUCTORS OF SCHOOL CHOIRS

Dicas para regentes de coros escolares

(1) The rehearsal is not the place to:

O ensaio não é lugar para:

(a) Give voice lessons. Voice lessons belong in the voice studio. Issues of vocal technique as they relate to specific problems in the music should be addressed through group vocal techniques in the choral rehearsal; however, you must find some other time (before rehearsal, on a different day, or on a rotating basis with another teacher during rehearsal) to provide vocal instruction.

Dar aulas de canto. Aulas de canto devem ser tratadas dentro do studio de canto. Problemas the technical vocal, relacionadas com problemas específicos em música dever ser atendidos atravéz de technical vocal para grupos; entretanto, voce deve encontrar periodos alternatives (antes do ensaio, em um dia diferente, alternando com outro professor) para instrução vocal.
(b) Teach the notes. The one thing singers can do without you is learn the notes. Rehearsals cannot begin until the singers know the notes. Rehearsals are not the place to teach the notes; rather, they are the place to practice the performance. Build musical skills during the warm-up and provide the singers with assistance learning notes outside the rehearsal time. Make recordings of the parts, schedule sectional rehearsals, but do not spend precious rehearsal time drilling parts.

Ensinar notas. Se há uma coisa que alunos podem fazer sem o professor é aprender as notas. Ensaios não podem começar até que os alunos tenham aprendido as notas. O ensaio não é o lugar para ensinar notas; ao contrário, este é o lugar para praticar assuntos technicos e musicais. Desenvolva musicalidade durante o aquecimento vocal e assista os alunos no aprendizado de notas for a do contexto do ensaio. Faça gravaçoes das partes, marke ensaios das diferentes partes corais, mas não desperdiçe precioso tempo de ensaio ensinando notas.


(2) Treat your singers as artists and they will respond as artists. Children behave the way they are expected to behave. Set and maintain high standards. Provide structure. Be consistent. Insist that every experience in your chorus be a musical one. Don’t add musicality later. Build it in initially.

Trate os seus cantores como artístas e eles(as) responderão como artístas. Crianças se comportam de acordo com as expectativas postas sobre elas. Determine e mantenha parametos altos. Providencie estrutura. Seja consistente. Insista que toda experiencia em seu coro seja um experiencia musical. Não deixe musicalidade para depois or mais tarde. Começe cedo.


(3) Realize that not everyone learns the same way. Don’t give the same medicine to everyone. Recognize that there are diverse learning needs and that musical aptitudes vary. Accommodate those needs. Whenever possible include imagery. Wherever possible include a kinesthetic modality. Include cooperative learning strategies, support for slower learners, and positive reinforcement for achievement.

Perceba que nem todos aprendem da mesma forma. Não de o mesmo remédio para todos os pacientes. Reconheça que aptitudes musicais e de aprendizado variam. Faça o possivel para acomodar o que cada individuo necessita para aprender. Sempre que possível inclua imaginação e metaforas descritivas. Sempre que possível inclua movimento. Inclua estrategias de aprendizado ccoperativo, suporte para aprendizes mais lentos, e reinforço positivo para bons resultados.


(4) Build independent musicianship in each singer. Engage the singers in musical thinking and authentic musical behaviors. Always use musical vocabulary. Always conduct as though they were professionals.

Construa musicalidade que é independente. Traga aos cantores a posibilidade para um pensamento musical autentico. Sempre use vocabulario musical. Sempre reja como se para professionais.


(5) Present only music of the highest quality to your singers. If you must use music of questionable quality, find some pedagogical purpose for it. For example, have student conductors prepare it, use it for solfege, have singers improvise parts around it, have singers re-compose or fix it.

Somente apresente musica de alta qualidade para o seus coristas. Se a música precisa ser de menor qualidade, ache um propósito pedagogico que a acompanhe. Por exemplo, tenha alunos regentes preparando-a, desenvolva solfejo, faça seus coristas improvisarem com ela, re-compo-la ou fazer uma versão mais apropriada.


(6) Focus each rehearsal on a musical concept or choral issue. Do not just "run" music. Prior to the rehearsing of each piece, present an advance organizer to help singers meet the rehearsal objective. Rehearse the repertoire as complete musical units. Do not isolate pitches without rhythm or dynamics or phrase or tempo, and expect to add them later. Rehearse everything together (whole-part-whole) as a musical unit the way the composer created it.

Focalize o ensaio em um conceito musical or problema coral. Não apenas “corra” através da musica. Antes de começar o ensaio, proponha o que vai ser realizado no ditto ensaio. Faça com que seus coristas antecipem of que ira acontecer. Não isole aspectos musicais. Tenha sempre um visão geral, sem separar tempo de intonação ou ritmo. Ensaie tudo com um todo (todo-parte-todo) da maneira em que o compositor concedeu.


(7) Remember that all learning is problem solving. Take the choral experience out of the realm of low level thinking (rote experiences) into higher levels (analysis, synthesis and evaluation). Encourage your singers to be reflective musicians.

Lembre que todo aprendizado é baseado na solução de problemas. Vá além de ensino que é imitativo, busque situaçoes que faça seus coristas pensar de maneira elevada (fazendo analize, sintese e avaliação). Encorage cantores a serem músicos reflexivos.


(8) Teach for understanding, conscientization and transformation. Help singers to transfer what they learn in one context and apply it to a new and different context instead of imitating back. This promotes long-lasting learning and facilitates the ability of singers to connect the content of the choral rehearsal to the context of their reality.

Ensine para entendimento, conscientização e transformação. Ajude os coristas a transferirem a informação aprendida em um context prar outro que seja inusitado ou diferente. Isto encoraja um aprendizado que é duradouro e facilita os coristas a conectarem o conteúdo do ensaio coral com o contexto de suas realidades.


(9) Set parameters and be consistent.

Determiner parametros e seja consistente


(10) Remember that teaching is not telling. Teaching is motivating, informing, coaching and evaluating. It is a dialogue between teachers and students/singers. Singers do not come to rehearsal with an "empty slate." Use what they bring to take them from the "is" to the "ought."

Lembre que ensinar não é ditar or dizer. Ensinar é motivar, informar, avaliar e direcionar. É um diálogo entre estudantes/cantores e professores. Cantores não vem para o ensaio como “tabulas rasas.” Use o que eles trazem para levá-los do que “é” para o que “pode ser.”


© Frank Abrahams, 1995

revised, 2004



 

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal