Tt-001 Apresentação em Pôster bloqueio de movimento indevido para ptm’S



Baixar 0.52 Mb.
Página5/10
Encontro05.12.2017
Tamanho0.52 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10

TT-140 - Apresentação em Pôster

ESTUDO DO CONTROLE DA CONDUTIVIDADE DA ÁGUA INDUSTRIAL NO BONDER II E AUMENTO DA EFICIÊNCIA DO PROCESSO, ALIADO A MANUTENÇÃO DOS OBJETIVOS AMBIENTAIS DA FÁBRICA
Arlon Junio Pinheiro - Comau do Brasil

Heber Vieira - Comau do Brasil

Sérgio Luiz França Cajá - Comau do Brasil
Este trabalho foi realizado com o objetivo de reduzir a condutividade da água do 3º estágio do Bonder II para atender aos índices sugeridos pelos fornecedores. Além disso, visava aumentar a demanda fluídica do Bonder II, sem deixar de levar em consideração os índices econômicos e principalmente os ambientais, tornando o processo industrial mais eficiente, viável e ambientalmente interessante. Ciente desta situação, a equipe iniciou o trabalho fazendo uma avaliação de cada estágio do Bonder II, levantando as características e aspectos físico-químicos, fixando-se mais atentamente para entender de forma mais ampla o mecanismo de transição entre os estágios 2, 3 e 4, que poderiam ser melhorados. O grupo tinha consciência que essa melhoria deveria satisfazer três esferas: o fornecedor de uma forma geral, o setor de Tratamento e Pintura de uma forma local e a Fábrica no aspecto gerencial, como um todo. Ainda assim, era importante e necessário agregar valores. A oportunidade para isso estava na manipulação da água industrial, um produto criado para atender aos apelos econômicos e também aos novos conceitos ambientais. Este era o desafio.

TT-141 - Apresentação em Pôster

ANÁLISE RAM DO SISTEMA DE CARREGAMENTO DE VAGÕES
Fabio Marques Tavares - Reliasoft Brasil Ltda.
Neste trabalho foram utilizadas ferramentas e metodologias da Engenharia da Confiabilidade para avaliar através da disponibilidade e produtividade simuladas pelo método de Monte Carlo a necessidade de utilização de um ou dois sistemas de carregamentos de vagões em um pátio de produtos de uma empresa do setor de mineração que deveria atender uma determinada capacidade de produção estipulada.

TT-142 - Apresentação em Pôster

MANUTENÇÃO DOS AERADORES MA-01401 A/B DA UTE BRASKEM ALAGOAS - MELHORIA E AUMENTO DA DISPONIBILIDADE OPERACIONAL
Alexandre José Cícero Athayde - Braskem S.A.
Este relatório analisa as falhas dos redutores de velocidades e motores elétricos dos Aeradores MA-01401 AB do condomínio da UTE – Braskem - Alagoas. Identifica também, as oportunidades de melhorias para aumentar o MTBF e MTTR do desempenho operacional do sistema. Em avaliação dos equipamentos foi constatado que as falhas são da alta amperagem de funcionamento dos motores elétricos desde início da partida dos equipamentos e danificação interna do redutor de velocidade acoplado a palheta de Aeração. Esses têm provocado baixa disponibilidade do equipamento, altos custo de manutenção e vulnerabilidade na unidade de tratamento de efluentes, podendo provocar alto impacto ambiental por não tratamentos dos efluentes. Espera-se um investimento inicial de R$ 97.415,87, com pay back de 13 meses.

TT-147 - Apresentação em Pôster

A SEGURANÇA DO TRABALHO NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO
Áulus Fialho de Carvalho - Tecsis Tecnologia e Sistemas Avançados
A necessidade em cumprir as Normas Regulamentadoras – NR, e o comprometimento que o profissional de manutenção deve ter com a Segurança no Ambiente de Trabalho são condições relevantes para a empresa que busca ser de classe mundial. Dessa forma, o gestor da área deve estar atento aos riscos das atividades executadas pelo seu time e tomar medidas preventivas para mitiga-lo, não sendo possível eliminá-lo. Para isso, deve estar em suas metas alcançar o estágio de excelência em Prevenção. Diversas são as medidas adotadas por diferentes organizações nos mais variados segmento. O investimento para o atendimento às exigências legais, nos treinamentos obrigatórios nas NR s, ferramentas e materiais não é discreto. Mas não só treinamentos evitarão a ocorrência de acidente. O comportamento precisa também ser readequado. Fato é que a perseverança daqueles que se dispõem a implementar a cultura de Acidente Zero em uma equipe inexperiente ou iniciante será sempre uma referência quando ela for alcançada. As ferramentas de segurança atualmente utilizadas nas empresas têm, praticamente, o mesmo formato. Mudam os nomes, mas não o objetivo: prevenir e orientar a execução de atividades de maneira segura, minimizando riscos buscando o Zero Acidentes. Uma reunião relâmpago sobre Saúde e Segurança no Trabalho, as inspeções de área e as observações dos riscos e condições inseguras realizadas antes e durante as atividades pelo gestor da manutenção consistem em boas práticas que este deve adotar. Ações que auxiliam na prevenção e evitam a ocorrência de perdas na força de trabalho, danos em equipamentos e impactos ambientais.

TT-149 - Apresentação em Pôster

AUMENTO DA DISPONIBILIDADE ATRAVÉS DA GESTÃO ORGANIZADA DOS PROCESSOS DE MANUTENÇÃO
Leandro Almeida Dutra - Samarco Mineração

Luiz Claudio Salarini Ceccon - Samarco Mineração S.A.

Anderson Lucio de Souza - Samarco Mineração S.A.

Jose Carlos de Freitas - Samarco Mineração S.A.


A disponibilidade do pelotamento 1 (sistema de máquinas composto por 10 discos de pelotização) sofreu em abril de 2008 uma forte mudança no patamar. A média sofreu um deslocamento de 98,26% para 93,63%, além disso, a variabilidade passou de 1,20% para 3,65%. É possível correlacionar o maior número de discos em operação com uma maior taxa de alimentação do forno de pelotização, logo a parada dos discos conduz a perdas de produtividade. Para tanto foi iniciado um estudo com o objetivo de aumentar a disponibilidade de 93,63% para 95,00% que tem potencial de aumentar produtividade do forno. A estratificação apontou que os problemas prioritários são a desorganização da manutenção preventiva e a baixa previsibilidade do modo de falha rolamento central quebrado. Ao analisar as causas da desorganização da manutenção preventiva observou-se que 84% estavam ligadas à Gestão do processo de manutenção e apenas 16% estavam ligadas à Estratégia de manutenção adotada. Quanto à previsibilidade do modo de falha rolamento central quebrado, foi identificado que o padrão de falha é por desgaste com vida característica típica (beta=3,16). A variável preditora do fenômeno é importante, mas no modelo de regressão se mostrou imprecisa. Portanto foi adotada uma estratégia preventiva de troca. Após a execução das ações, os ativos do Pelotamento 1 apresentam uma disponibilidade média de 95,34% (referência: ago/2011 a abr/2013).

TT-151 - Apresentação Oral

ATIVOS EM MOVIMENTO
Rodrigo Rotondo - Wolk Software

Maurício b. Silva - Wolk Software

Luiz Cláudio Brito de Lima - Wolk Software
A Gestão de Ativos, nos dias de hoje, seja em qual segmento de negócio, deve estar associada a métodos, técnicas, sistemas que permitam controlar e gerenciar ações para todo ciclo de vida útil de um ativo. É preciso romper paradigmas e ampliar o conceito do que é gerir um ativo! Os principais processos envolvidos na vida de um ativo são: concepção, projeto, construção, operação, manutenção, rastreabilidade, monitoramento e, por fim, decisão pela substituição ou reforma/retrofitting. É preciso ter a visão que os ativos estão em constante movimento e o grande desafio para as organizações é como controlar e gerenciar de modo eficaz! Nesse cenário, esse trabalho tem como objetivo apresentar um estudo de caso e seus resultados na indústria de aplicação de um software de gestão de ativos que agrega as seguintes funcionalidades: gerenciamento de operação, manutenção, fornecedores, indicadores de performance e movimentação, tudo em tempo real através de sistema de telemetria e leitores de TAGs de RFID (Radio Frequency Identification).

TT-152 - Apresentação em Pôster

AUMENTO DA EFICIÊNCIA DA MANUTENÇÃO NO AGRONEGÓCIO
Pedro Ribeiro Cebulski - Cooperativa Agrária Agroindustrial

Carlos Aberto Karasinski - Cooperativa Agrária Agroindustrial


Este projeto apresenta a utilização de ferramentas seis sigma para o aumento da eficiência da manutenção em uma empresa de referência no agronegócio, a Cooperativa Agrária Agroindustrial. O projeto teve início quando a alta administração solicitou que um dos projetos seis sigmas fosse focado na melhoria da manutenção, aumentando sua eficiência. Hoje a manutenção possui diversas formas de apresentar sua eficiência, por meio de indicadores de desempenho, mas muitas vezes não o faz. Desta forma a manutenção precisa mostrar e vender mais suas conquistas, mostrando constantemente que a manutenção não é só custo, e sim investimento para garantia da disponibilidade industrial. Este trabalho tem com objetivo reduzir o número de horas apontadas em manutenções corretivas, aumentando a qualidade e quantidade das preventivas, aumentando o investimento em manutenções preditivas e outros (melhorias). E desta forma mostrar que a manutenção está gastando o dinheiro da melhor forma, contribuindo para o desenvolvimento da empresa.

TT-154 - Apresentação Oral

O USO DA FERRAMENTA DE GESTÃO DE RISCO PARA A ANÁLISE DO PROJETO DE CONTROLE DE CONTAMINAÇÃO NA OFICINA CENTRALIZADA DA MINERAÇÃO PARAGOMINAS - MPSA
Marcos Roberto Misael - Hydro Paragominas

Cristiano Matos - Mineração Paragominas S.A.

Jorge Marcelo Wohlgemuth - Faccat

Leonardo da Silva Dias Mendes - Mineração Paragominas S.A.


As empresas brasileiras passaram por grandes mudanças deste a década de 90, principalmente com relação à busca pela melhor eficiência no processo produtivo, mas com o tempo os ganhos na linha de produção se estabilizaram e os gerentes e engenheiros se voltaram para outros ares dentro das corporações. Diante deste quadro, a manutenção passou a ter papel fundamental, deixando de ser puramente uma área gastadora de recursos para uma função estratégia dentro das empresas. Com as incertezas inerentes aos projetos que envolvem a manutenção, o gerenciamento de riscos é uma importante ferramenta que pode ser utilizada para minimizar os impactos de projetos com estimativas mal elaboradas, muitas vezes baseados em “experiências pessoais”. Este trabalho visa contribuir com o conhecimento para a implantação de um sistema de gerenciamento de risco como prática comum em análises de projetos de manutenção. Dando foco ao projeto de controle de contaminação de óleo na Oficina Centralizada de manutenção de equipamentos móveis e desenvolvido pela equipe de engenharia de manutenção da Mineração Paragominas S. A. (MPSA). O resultado da análise de risco deste projeto deu subsidio para a aprovação gerencial do mesmo.

TT-155 - Apresentação Oral

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA, CONFIABILIDADE E SUSTENTABILIDADE NA INSTALAÇÃO DE LUMINÁRIASA LED NO SALÃO DOS CARROS DE PASSAGEIROS DO METRÔ DO RECIFE
Adalberto Nunes de Siqueira - Companhia Brasileira de Trens Urbanos

Reginaldo de Mendonça Camara Junior - Companhia Brasileira de Trens Urbanos CBTU Recife

Aderson Sousa Araujo - Companhia Brasileira de Trens Urbanos CBTU Recife

Antonio de Pádua Lopes Lins - Faculdade Estácio Recife

Willams Wanderlei Willans - Faculdade Estácio Recife

Jamesson Cassimiro da Silva - Faculdade Estácio Recife

Anna Mendes - Faculdade Estácio Recife

Eric Nilo Quintanilha de Oliveira - Faculdade Estácio Recife


Neste estudo foram realizadas algumas atividade relacionadas com a engenharia de manutenção, visando promover o progresso tecnológico da manutenção dos Trens Unidades Elétricas (TUE´s), do Metrô do Recife (METROREC), através da modernização da iluminação com uso de luminárias com a tecnologia do diodo emissor de luz (LED), no sentido de melhorar a confiabilidade / disponibilidade destes TUE´s. A partir da instalação de 2480 luminárias a LED, iniciada em outubro de 2012 e concluída em março de 2013, pode-se destacar as seguintes vantagens em relação às luminárias anteriores: aumento significativo da confiabilidade das luminárias com consequente melhoria da disponibilidade das composições, melhoria da luminosidade, diminuição significativa da mão de obra de manutenção (redução de 4 para 1 assistente por noite), aumento estimado da vida útil em seis vezes a da anterior, redução do consumo de eletricidade (foram substituídas 2480 luminárias de 40Watts por luminárias de 20Watts), minimização dos riscos de acidentes com usuários e a redução do impacto ambiental através da diminuição no descarte de resíduos sólidos. Desde o início dos trabalhos, constatou-se a minimização das reclamações por parte dos usuários que têm percebido a preocupação da companhia com a elevação do nível de qualidade do serviço prestado. A partir da análise de custos, quando se comparou os custos do investimento inicial e da mão de obra de manutenção da nova tecnologia com os custos referentes aos consumos anuais dos componentes das luminárias antigas e a respectiva mão de obra de manutenção, verificou-se um retorno do investimento (payback) em um prazo aproximado de um ano. Ou seja, considerando a vida útil das lâmpadas atuais (6000 horas ou aproximadamente 1 ano de uso) e a vida útil estimada para as luminárias a LED (36000 horas ou aproximadamente 6,0 anos), após o retorno do investimento economizaremos o equivalente a 5,0 anos de materiais e mão de obra gastos nas luminárias antigas.

TT-158 - Apresentação em Pôster

PARADA DE MANUTENÇÃO COMO MOMENTO OPORTUNO PARA INOVAÇÃO E DISSEMINAÇÃO DO CONHECIMENTO
Marco Antonio Nunes Costa - Braskem S.A.

Edson Silva da Paixão - Braskem S.A.

Adriano Santana Dos Reis - Braskem
A indústria petroquímica caracteriza-se por um regime de operação contínuo e de longas campanhas, fato que exige dos equipamentos do parque fabril, uma grande confiabilidade e disponibilidade dos seus sistemas. É nesse cenário que as Paradas de Manutenção tornam-se eventos de grande porte, tanto pela grandeza dos recursos envolvidos assim como pelos prazos diminutos. Contudo este trabalho busca o mostrar uma pequena parte deste universo focado na especialidade de instrumentação, tratando da parada de um compressor de hidrogênio (GB-451), localizado na área de Aromáticos I, na Bahia. No decorrer do trabalho trataremos de temas como: escopo de serviços, intertravamentos de malhas, planejamento e execução de serviços, materiais utilizados, e principalmente de inovações implementadas. Após a intervenção de manutenção foram verificadas capturas tangíveis e intangíveis, acontecimento que torna o trabalho diferenciado.

TT-159 - Apresentação em Pôster

ESTUDO SOBRE OS EFEITOS DE DESGASTE NO MOTOR DE UM TRATOR DE ESTEIRA MODELO D11 APARTIR DA APLICAÇÃO DO CICLO PDCA
Thayla Aparecida Rigo Recla - Universidade Federal de Ouro Preto

Washington Luis Vieira da Silva - Universidade Federal de Ouro Preto

Liliana Alvorcem Scop - Universidade Federal de Ouro Preto

Taiana Moreira Zenha - Universidade Federal de Ouro Preto


Este estudo tem como objetivo verificar a possibilidade de aumentar a vida útil do motor do trator de esteira modelo D11, Caterpillar, exposto a vários agentes degradantes, utilizando-se à metodologia do PDCA (Plan, Do, Check Act) para tratamento do problema, e visa reduzir o número de manutenções corretivas e prolongando sua vida útil do equipamento. Assim, demostrar a possibilidade de obter uma maior vida útil de um motor através do efeito positivo de uma boa manutenção preventiva, aplicada por meio de planos de manutenção bem elaborados e revisados, de forma a garantir a disponibilidade física do equipamento e a manutenabilidade do sistema.

TT-161 - Apresentação em Pôster

GESTÃO DOS ATIVOS DAS ESTAÇÕES DO METRÔ SP REVISÃO DAS ESCADAS ROLANTES NAS OFICINAS MECÂNICAS
José Luciano Esterque - Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metro-SP

Carlos Alberto Rodigues -Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metro-SP

Anderson Luis Moreira - Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metro-SP

Marcelo Lemos - Companhia do Metropolitano de São Paulo- Metro-SP

A elaboração deste trabalho relata um dos desafios em manter em níveis crescentes de qualidade, os serviços oferecidos aos usuários do Metrô – SP que gradativamente vem aumentando a quantidade de passageiros transportados. As escadas rolantes participam na organização do fluxo destes usuários no acesso às plataformas de embarque e na interligação com outros meios de transportes da capital de São Paulo. Os reparos são atendidos na própria escada e nas Oficinas próprias de manutenção que realizam as revisões e reparos nos componentes de todas as escadas instaladas nas estações, há mais de 35 anos, localizadas nos Pátios de manutenção e manobras. O planejamento e execução destas intervenções visam minimizar o transtorno causado em horário de alto fluxo (“pico”) devido à parada de uma escada durante a operação dos trens. Este trabalho relata a introdução de melhorias na revisão destes componentes nos processos de oficina e os benefícios alcançados, com foco no atendimento aos sistemas de gestão de qualidade, aumento da robustez e confiabilidade.

TT-165 - Apresentação em Pôster

SOLUÇÃO HÍBRIDA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA SUPRIR FAROLETES DE ALINHAMENTO PARA BALIZAMENTO NÁUTICO
Hélio Amorim - Universidade Estácio de Sá

Ailton Antunes - Universidade Estácio de Sá

Antônio Felipe de Sousa - Universidade Estácio de Sá

Hilton Fialho Bello - Universidade Estácio de Sá

Roberto Lopes Soares - Universidade Estácio de Sá
Os faroletes de alinhamento para balizamento náutico são equipamentos fundamentais para a entrada de grandes embarcações em um porto. Na ausência deles, o prático, responsável pelas manobras da embarcação, pode se negar, por falta de visibilidade e segurança a realizar a operação. Isto ocasiona perdas incalculáveis ao sistema, além de causar o desconforto devido ao aparecimento de longas filas de embarcações aguardando a liberação da fila. O sistema avaliado no trabalho apresenta falhas graves, pois não possui controle de carga no banco de baterias e os painéis fotovoltaicos são subdimensionados. Em caso de ausência de radiação solar por um longo período superior a uma semana, o banco de baterias é totalmente descarregado, ocorrendo um dano irreversível, o que requer a substituição das baterias, envolvendo confiabilidade e disponibilidade. O presente trabalho se propõe a realizar um estudo de melhoria do sistema de captação de energia e carregamento de um banco de baterias, que será alimentado por duas fontes de energias renováveis (painéis fotovoltaicos para captação de energia solar e um aerogerador para captação da energia eólica), o que aumentará a autonomia do sistema. Para tanto, três simulações e estudos de casos foram realizados: um somente com o sistema de captação de energia solar, outro somente com o sistema de captação de energia eólica e por fim, um sistema híbrido composto pelas duas formas anteriores de captação.

TT-168 - Apresentação Oral

ANÁLISE DAS NOTIFICAÇÕES REALIZADAS JUNTO A ANVISA DOS EVENTOS ADVERSOS NOS EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS NOTIFICADOS PELOS HOSPITAIS SENTINELAS
Alexandre Moreno Azevedo - Fundação Oswaldo Cruz

Sergio Ricardo de Oliveira - Fundação Oswaldo Cruz

Henrique Jose da Rocha Botelho - Fundação Oswaldo Cruz
De acordo com a lei nº 8080/90 e a necessidade de haver ações governamentais foram tomadas medidas no cuidado com a proteção dos equipamentos eletromédicos (EEM). Em 1996, a ANVISA alterou os critérios adotados para a classificação destes equipamentos, passando a ser agrupado, quanto ao tipo, o risco e à criticidade. A partir da RDC 185/2001, a classificação dos EEMs se dá em quatro classes, de acordo com o risco e classifica-o a partir de critérios estipulados em questões. A importância para a elaboração deste trabalho está vinculada a dois aspectos fundamentais na gestão de saúde: a questão econômica ou financeira, e a relação em prol da sociedade. Investigar se o processo de certificação dos EEM no âmbito nacional, de acordo com os critérios estipulados nas normas da ABNT e seguida pelos laboratórios certificadores, é suficiente para a sua segurança e comercialização dos EMMs. A partir de informações no sítio da ANVISA, sobre a ocorrência de eventos adversos em EEM, observaram-se os problemas relatados e foram analisados de acordo com as normas estipuladas pela ABNT, que garante a certificação para a comercialização do equipamento. A ideia foi confrontar os problemas encontrados com o que preconizado nas normas, no intuito de observar insuficiências no ensaio. Por fim, discutimos a complexidade dos critérios adotados pela ANVISA e propomos a necessidade de um modelo diferenciado de acordo com o tipo de manutenção.

TT-170 - Apresentação Oral

APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE INTERVENÇÃO EM ADUTORAS EM CARGA NO SISTEMA DE ADUÇÃO CANOAS
Alberto Ribeiro - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

Alexandre Henrique Barboza - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

Marcelo Exman Kleingesind - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

José Francisco de Proença - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

José Leandro Alves de Oliveira - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp
Este trabalho demonstrará como a SABESP – Cia. de Saneamento Básico do Estado de São Paulo realizou a implantação de duas elevatórias tipo “Booster” na captação do manancial Canoas (adutora DN 700 mm), responsável pelo abastecimento de aproximadamente 80% dos municípios de Franca e Restinga, corresponde a uma população de aproximadamente duzentos e sessenta mil habitantes, o restante do abastecimento é complementado pelo manancial Pouso Alegre, cujo volume vinha sendo comprometido com a estiagem no final do inverno. Ao contrário das técnicas convencionais de intervenção em adutoras, que demandam a paralisação e descarregamento da adutora para a execução dos trabalhos, o processo de furação e bloqueio em carga utilizado pela SABESP, permitiu que todo o trabalho fosse executado com a adutora em plena carga, garantindo a continuidade do abastecimento. As intervenções para execução de bloqueio na adutora de água bruta e inserção de pacote de válvulas do “by-pass” dos Boosters ocorreram nos dias 23 e 26 de setembro de 2012. O êxito destas intervenções proporcionou um aumento da vazão de água bruta de 180 litros por segundo, totalizando uma vazão de 1000 litros por segundo na chegada da ETA. Serão explanadas as técnicas de furação e bloqueio em carga e todas as etapas para a execução das interligações dos Boosters Canoas I e II.

TT-171 - Apresentação em Pôster

DETERMINANDO O TEMPO ÓTIMO DE TROCA DE ATIVOS FÍSICOS SUPORTADA PELA COMBINAÇÃO DE ANÁLISE DE CICLO DE CUSTO DE VIDA E ENGENHARIA DA CONFIABILIDADE
José Flávio Ramos Junior - Reliasoft Brasil Ltda

Cid Augusto Costa - Reliasoft Brasil Ltda


Calcular o Ciclo de custo de Vida (Life Cycle Cost - LCC) de Ativos Físicos é uma tarefa de suma importância no Planejamento estratégico das Empresas, pois além de ser um dos pré Requisitos da PAS-55, item 4.5.1, a aplicação do LCC permite identificar a viabilidade das opções e alternativas de investimento ou descarte de um ativo, mediante á variáveis da Engenharia Econômica, tais como taxa de depreciação, inflação entre outros. Entretanto não é uma tarefa simples, pois exige uma grande quantidade de informações para o calculo das variáveis econômicas, possíveis oscilações de mercado, custos operacionais e também custos da manutenção do ativo, sendo que estes dois últimos são os mais importantes quando analisamos ativos físicos. Algumas técnicas para os cálculos dos custos operacionais e de manutenção utilizam formulações simplificadas, para que estes custos sejam quantificados e projetados para o período futuro referente à vida útil do ativo. Alguns cálculos assumem aumento linear dos custos equivalentes de operação e manutenção, o que na maioria dos casos não representa a realidade de utilização do ativo. Neste trabalho serão aplicadas técnicas e ferramentas da Engenharia da Confiabilidade as quais possuem suas métricas e cálculos baseados em estatística e Simulação, as quais permitem a realização dos cálculos dos custos de manutenção e operação com mais precisão, pois os modelos estatísticos se adéquam a cada tipo de ativo/componente (itens), mediante aos seus modos de falha e também contexto operacional, ou seja, mais preciso do que adotar médias aritméticas para previsão das falhas e indisponibilidade, pois as médias aritméticas não conseguem identificar as assimetrias no comportamento de vida, dado que média sempre assume a condição de simetria.

TT-174 - Apresentação em Pôster



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal