Título do instrumento especificaçÃo técnica



Baixar 67.99 Kb.
Encontro11.01.2018
Tamanho67.99 Kb.









Título do instrumento
ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA




Cód. Manual
MSE






ET-MN-SE-T.0032








Sistema




Subsistema




Vigência

MANUTENÇÃO




SUBESTAÇÃO




29.10.2009




Inst./Equipamento

BOLSA PARA TANQUE DE SELAGEM NITROGÊNIO




Assunto

BOLSA PARA INSTALAÇÃO NOS TANQUES DO SISTEMA DE PRESERVAÇÃO DO ÓLEO ISOLANTE PARA TRANSFORMADORES E REATORES.


Í N D I C E




SEÇÃO I - INTRODUÇÃO.........................................................................................2 a 3

SEÇÃO II - CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS.......................................................3 a 4


SEÇÃO III - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS E ACABAMENTO DO SISTEMA

DE PRESERVAÇÃO DE NITROGÊNIO N2.......................... ...................4 a 5




SEÇÃO IV - QUALIDADE DOS MATERIAIS.............................................................. 5

SEÇÃO V - ENSAIOS...................................................................................................... 6

SEÇÃO VI - DOCUMENTOS PARA ANÁLISE TÉCNICA DA PROPOSTA...........6




SEÇÃO VII - INFORMAÇÕES E VALORES GARANTIDOS PARA

QUALIFICAÇÃO TÉCNICA............................................................... 7

SEÇÃO VIII - GARANTIA...............................................................................................7 a 8

SEÇÃO IX - PREÇO ......................................................................................................... 8
SEÇÃO X - TREINAMENTO .........................................................................................8

SEÇÃO XI - ANEXO ............... .........................................................................................9



SEÇÃO I




INTRODUÇÃO

1 - ESCOPO


Esta Especificação Técnica determina os requisitos técnicos necessários à apresentação de propostas para o fornecimento de bolsas para selagem do óleo isolante de transformador de potência e reator para aplicação em tanques metálicos. A função do sistema tanque / bolsa de selagem, é reduzir a velocidade de oxidação do óleo isolante, usando uma atmosfera de gás nitrogênio(N2) para dificultar a ação do oxigênio do ar atmosférico para aplicação em equipamentos de subestações nos níveis de tensão de 69, 138, 230 e 500 kV
2. LOCAL E TIPO DE INSTALAÇÃO
A bolsa deverá ser aplicada nos tanques metálicos de selagem, que usem nitrogênio (N2) como meio de isolamento do ar atmosférico, localizados nas instalações do Sistema CHESF.

3. NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS


Todos os equipamentos e dispositivos cobertos por esta especificação deverão ter projeto, características técnicas, ensaios, embalagem e transporte de acordo com as Normas ABNT aplicáveis (em suas últimas revisões).
 International Electrotechnical Commission IEC

 American National Standards Institute ANSI

 American Society for Testing and Materials ASTM

 American Society for Mechanical Engineers ASME

 American Welding Society AWS

 National Electrical Manufacturers Association NEMA

 Institute of Electrical and Electronic Engineers IEEE

 Deutsche Industrie Norm DIN

 Electronic Industries Association EIA

4. IDIOMA


As propostas, correspondências, desenhos, e Manuais de Instruções, devem ser apresentados em português.
5. ABRANGÊNCIA DO FORNECIMENTO
O fornecimento compreende a BOLSA para aplicação nos tanques metálicos do sistema de selagem, todos os seus componentes e acessórios, manuais de instruções, documentação técnica dos componentes e acessórios utilizados .
6. APÓS A ADJUDICAÇÃO
Após a adjudicação ao vencedor da licitação das BOLSAS para aplicação nos tanques do sistema de selagem, deverão ser fabricados, testados e entregues de acordo com:
 Esta especificação Técnica;

 As Normas Técnicas acordadas contratualmente;

 As restrições técnicas acordadas contratualmente;

 As restrições técnicas acordadas em atas de reunião;

 As correspondências enviadas ao proponente adjudicado.

SEÇÃO II



CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICA DA BOLSA


Acessórios para tanques de selagem de transformador que usam nitrogênio como meio isolante a baixa pressão, constituídos de bolsa com película plástica , Polietileno de alta densidade – poliamida (Nylon) – Polietileno de alta densidade , com espessura de 150 ± 30 micra, totalmente estanque , testada a 250 mm de coluna de água por 72 horas, aplicada em carretel flangeado, própria para instalação em tanques existentes na CHESF. O fornecimento inclui kit para adaptação, constituído de carretel flangeado de aço carbono para instalação no lugar da tampa de inspeção existente no topo do tanque, juntas de vedação de borracha, jogos de parafusos e porcas, campânula de proteção da bolsa para instalação no fundo do tanque.

2. CONDIÇÕES DO LOCAL DE INSPEÇÃO E SERVIÇO


O equipamento objeto desta especificação deverá ser projetado para uso interno nas seguintes condições ambientais :
 Altitude acima do nível do mar...........................................................................até 1000 m

 Temperatura máxima anual..................................... ............................................... 60 ºC

 Temperatura mínima .............................................................................................. 10 ºC

 Temperatura média anual ....................................................................................... 35 ºC

 Umidade relativa média anual maior que ............................................................... 80 %.

3. TRANSPORTE


O transporte da bolsa e seus acessórios deverão ser de responsabilidade do fornecedor..

SEÇÃO III



CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS E ACABAMENTO

DO SISTEMA DE PRESERVAÇÃO DE NITROGÊNIO N2
1. BOLSA
 Formato igual à geometria interna do tanque e compatível com o volume de óleo do

transformador ou reator;

 Película: material coextrudado de polietileno + poliamida + polietileno;

 Resistência química ao óleo mineral isolante e a atmosfera rica em ozônio;

 Temperatura máxima de operação do óleo mineral isolante 100 ºC;

 Temperatura mínima de operação do óleo mineral isolante 10 ºC;

 Estanqueidade: 100% a pressão de 250 mm de coluna de água;

 Teste de estanqueidade: por 72 horas sob pressão de 250 mm de coluna de água;

 Durabilidade mínima de 30(trinta) anos.

 Fixação ao tanque: processo mecânico com juntas de vedação.


2. DIMENSÕES DOS TANQUES DE PRESERVAÇÃO

A bolsa deverá ter sua geometria compatível com as dimensões dos tanques de preservação N2

a qual ficará instalada internamente , conforme medições dos tipos de tanques abaixo

(ver desenho anexo) :




TIPO

DIÂMETRO(mm)

ALTURA(mm)

I

600

1.400

II

900

2.100

III

1.200

2.200

IV

1.300

2.600

V

1.500

3.100

3. ACESSÓRIOS DE INSTALAÇÃO


A bolsa deverá acompanhar um kit de adaptação para instalação nos tanques de selagem N2

existentes nas subestações do Sistema da CHESF, conforme relação abaixo :




  • Bolsa propriamente dita;

  • Carretel de fixação da bolsa;

  • Carretel de adaptação;

  • Juntas de vedação, jogos de parafusos e porcas;

  • Campânula de proteção;

SEÇÃO IV

QUALIDADE DOS MATERIAIS

1. MATERIAL




    1. Todo e qualquer material, a ser utilizado na fabricação e instalação das BOLSAS, deverá ser de qualidade "superior", e tal que lhe sejam aplicáveis todas as exigências de acabamento impostas por esta Especificação Técnica.




    1. Todo e qualquer material empregado na fabricação das BOLSAS deverá ser novo e submetido a ensaios de controle de qualidade de acordo com esta Especificação Técnica.




    1. Para os materiais que trabalham em contato direto com óleo, deve ser observada a sua neutralidade química com relação a esse componente, observando-se as normas técnicas aplicáveis em cada caso.




    1. As válvulas e bujões destinados à drenagem de líquidos devem estar posicionados de maneira a assegurar o esvaziamento total dos tanques (reservatórios), quando requerido.




    1. A bolsa deverá ser fornecida com calibração para instalação no transformador ou reator com nível do óleo isolante em qualquer ponto no tanque de expansão, não exigindo nenhum cuidado especial.




    1. O sistema (Tanque + bolsa) não deverá interferir na operação à pressão atmosférica do transformador, nem transmitir sobrepressão superior a 250 mm de coluna de água ao óleo mineral isolante, além de não apresentar consumo de energia ou qualquer outros insumos.

SEÇÃO V

ENSAIOS
1. BOLSA


    1. Nesta seção estão indicados os ensaios que a CHESF exige como o mínimo necessário para a avaliação do desempenho e qualidade dos equipamentos em aquisição. Os ensaios são os previstos nas Normas Técnicas citadas, ressaltando-se o que segue :




      • Ensaio de verificação da condição estanque da Bolsa por 72horas a pressão máxima de 250 mm de coluna de água, usando nitrogênio.

      • Ensaio de tração.

      • Tensão de estouro.

      • Compatibilidade com óleo isolante


SEÇÃO VI
DOCUMENTOS PARA ANÁLISE TÉCNICA DA PROPOSTA



  1. DOCUMENTOS

1.1.Os seguintes documentos e informações devem fazer parte da proposta, e a omissão de qualquer deles acarretará a sua desclassificação:



  • Formulário de Valores Técnicos Garantidos, devidamente preenchido e sem rasuras;

  • Descrição resumida das características construtiva e funcional da BOLSA proposta, dos acessórios e dos equipamentos auxiliares;

.

● O fornecedor deverá comprovar a experiência de fornecimento anteriores

da Bolsa ao licitado, através de declarações de clientes.

SEÇÃO VII
INFORMAÇÕES PARA QUALIFICAÇÃO TÉCNICA


  1. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

1.1.O Proponente deverá fornecer em sua proposta, as informações técnicas listadas abaixo, em apresentação idêntica ao modelo contido nesta seção, garantindo todos os valores e informações preenchidos.


1.2.O não preenchimento de qualquer dos valores listados abaixo, sem justificativa, é motivo de desqualificação da proposta.

SEÇÃO VIII
GARANTIA:
1. TERMO DE GARANTIA

Deverá ser apresentado um termo de garantia do equipamento ofertado, cobrindo um período mínimo de 30 (trinta) anos da data de entrada em operação comercial de cada unidade.


Essa garantia cobrirá todas as imperfeições no projeto, fabricação, montagem e desempenho dos equipamentos, quando submetidos a utilização normal.

Durante o prazo de garantia acima indicado, deverão ser substituídas quaisquer partes e/ou equipamentos defeituosos sem ônus para CHESF. Nesse caso, o fornecedor deverá repetir, às suas custas, os ensaios julgados necessários pela CHESF para comprovar a perfeição dos reparos executados e o bom funcionamento da unidade, bem como os transportes necessários.


Se, após ser notificado, o fornecedor se recusar a efetuar os reparos solicitados ou não tomar providência em tempo hábil, a CHESF terá o direito de executá-los e cobrar seus custos.
Este procedimento não afetará condições de garantia dos equipamentos.
No caso de se constatar quaisquer defeitos ou deficiência nos equipamentos e componentes após suas instalações, dentro do período de garantia, a CHESF terá o direito de operá-los até que sejam retirados e substituídos.

2. EXTENSÃO DAS GARANTIAS
A redação do “Termo de Garantia”, deve levar em consideração que:

a) A aprovação dos desenhos pela CHESF, não desobriga o fornecedor de sua plena responsabilidade com relação ao projeto integral do equipamento, pelo perfeito funcionamento, pela sua entrega sem falhas ou omissões que venham a retardar a montagem, colocação em serviço ou o bom desempenho em operação;

b) A aceitação de qualquer material ou serviço não exime o fornecedor da responsabilidade de todas as garantias estabelecidas;

c) A “Garantia” deverá ser independente de todo e qualquer resultado decorrente dos ensaios realizados, isto é, quaisquer que tenham sido estes resultados, o fornecedor responderá por todas as “Garantias”, dentro dos seus “Termos”.
SEÇÃO IX
PREÇO:
O valor total da Bolsa devem estar incluso:
- Bolsa propriamente dita;

- Carretel de fixação da bolsa;

- Carretel de adaptação;

- Juntas de vedação, jogos de parafusos e porcas;

- Campânula de proteção;

- Embalagem, seguro e frete;

- Imposto : IPI = 0 % , ICMS = 7 %;

- Treinamento.


SEÇÃO X

TREINAMENTO:

Supervisão e treinamento na subestação de Bongi em Recife-PE, visando capacitação da equipe da CHESF em serviços de manutenção e operação do sistema de selagem de transformadores e reatores com tanques de nitrogênio a baixa pressão .



SEÇÃO XI

ANEXO



Edição

Aprovação

Órgão Emitente

Data Emissão

Folha
















1ª




DOMA

29.10.2009

/





Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal