Título do trabalho análise comparativa de diferentes processos de limpeza química de caldeiras utilizadas em uma termoelétrica do rs nome dos autores



Baixar 6.02 Kb.
Encontro24.05.2018
Tamanho6.02 Kb.





TÍTULO DO TRABALHO

ANÁLISE COMPARATIVA DE DIFERENTES PROCESSOS DE LIMPEZA QUÍMICA DE CALDEIRAS UTILIZADAS EM UMA TERMOELÉTRICA DO RS

Nome dos autores:

Silvieli Carloto Andres, Sabrina Neves da Silva.



Área do Conhecimento:

Engenharia.



Palavras Chave:

Caldeira, corrosão, limpeza, magnetita.



Resumo

Em Usinas Termoelétricas a corrosão interna de caldeira sempre foi uma grande preocupação responsável por muitos prejuízos. Embora haja um enorme investimento em tecnologia para o controle de corrosão, há diversas formas de ataque na qual é difícil diagnosticar e combater. Paradas operacionais ocorrem com grande frequência para substituição de constituintes deteriorados, devido às falhas atribuídas à corrosão provocada pela exposição incorreta do aço e também aos produtos de limpeza durante a operação de lavagem química ou exposição a condições operacionais distintas (alta temperatura, alta pressão). No trabalho realizou-se um estudo comparativo de diferentes tipos de limpeza de caldeiras analisando seu efeito sobre o aço carbono a partir de ensaios laboratoriais de perda de massa. Complementa o trabalho o estudo dos óxidos de ferro, em particular a magnetita que se forma na superfície dos aços exposto à água e/ou vapor a altas temperaturas. A identificação e medição da camada de óxidos no interior de tubos da caldeira aquatubular foi estudada através das técnicas de espectroscopia Raman e microscopia eletrônica de varredura no qual esta permitiu a visualização e caracterização da morfologia. O aço utilizado é oriundo da parede reta de uma caldeira utilizada na Termelétrica Presidente Médici. Os resultados obtidos foram satisfatórios, pois a presença de magnetita como camada protetora pode ser observada pelas duas técnicas utilizadas. Verificou-se que a medição da espessura e identificação das camadas internas de óxidos em componentes tubulares de caldeiras, pode ser utilizada como parâmetro quanto ao grau de comprometimento de tubos.




De 22 a 26 de outubro de 2012.

FURG - Campus Carreiros




Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal