Um guia para escrever trabalhos de filosofia



Baixar 9.44 Kb.
Encontro26.06.2018
Tamanho9.44 Kb.

UM GUIA PARA ESCREVER TRABALHOS DE FILOSOFIA

Ellen Watson




Orientações gerais:

Defina sempre seus termos na abertura do trabalho. Em filosofia, uma ligeira mudança nas palavras pode significar que você está falando de outra coisa. Explique como você estará usando palavras-chave como “verdade”, “democracia” ou “justiça”, e/ou explique como elas são usadas pelos autores a que você está-se referindo.

Quando estiver resumindo a posição de um outro filósofo, ofereça não apenas a conclusão mas também os argumentos com que ele a sustenta.

O mesmo vale para a apresentação de sua própria posição, de sua crítica ou ponto de seu vista: ofereça não apenas sua conclusão mas também um argumento para sustentetá-la.

Quando sumariar a posição de um outro filósofo ou apresenta a sua própria, sempre tome em consideração contra-argumentos possíveis, sejam argumentos reais que os filósofos tenham formulado, sejam apenas argumentos possíveis. A consideração dos dois lados de uma questão sempre tornará seu trabalho mais sólido.

Apresente e defenda no seu trabalho uma posição firme, mas lembre-se de que uma posição firme não precisa ser uma posição extrema. Se você estiver contrastando duas posições e achar, depois de um cuidadoso exame crítico, que nenhum está certa, que você não pode decidir entre elas, ou que a verdade está em alguma posição intermediária, isso pode ser uma posição perfeitamente firme, contanto que você a defenda com bons argumentos.



Estratégias para escrever o trabalho:
A pior forma de escrever um ensaio argumentativo é sentar-se diante do papel ou do computador, começar na página um e encher as páginas seguintes até chegar ao tamanho prescrito pelo professor. Escrever um rascunho deveria ser uma das últimas coisas, e escrever a introdução pode ficar ainda para depois disso.

Comece examinando a questão. Em quantas partes ela se divide? Esboce de modo aproximado as seções do seu trabalho em que você pretende responder cada parte da questão.

Qual vai ser a sua resposta a ele? A afirmação central de seu trabalho e um esboço dos pontos que você vai cobrir deve aparecer no primeiro parágrafo, ou pelo menos logo nos primeiros.

A afirmação central de seu trabalho deve ser formulada numa “declaração de tese”. Que pode ser uma ou algumas frases, e geralmente aparece como a última frase de seu primeiro parágrafo (embora outras formas de organização sejam possíveis). À medida que você escreve, você pode mudar sua declaração de tese para que ela se adeqüe aos argumentos que você vai apresentar.

É por isso que é tão importante primeiro fazer um esboço ou roteiro de seu trabalho. É muito mais fácil mudar partes de um esboço ou simplesmente cortá-las do que sacrificar pedaços inteiros de um texto já escrito.
Formule uma “declaração de tese”, decida quantas seções você vai precisar para defendê-la, mapeie os argumentos e a evidência que você vai incluir em cada seção, reúna citações quando necessário, e certifique-se de que a estrutura da coisa toda forma um todo coerente, antes de começar a escrever. (Pode ser muito útil conversar com alguém acerca de seu trabalho quando ele está no estágio de esboço, seja um professor, um colega ou um amigo.)

Depois de terminar o esboço (roteiro), comece a escrever as seções de seu trabalho (não é preciso escrevê-las na ordem). Quando você terminar de escrever um rascunho completo, volte e verifique se você defendeu cada parte de sua declaração de tese. Certifique-se de que os argumentos sustentam sua tese. Certifique-se de que você tomou em consideração argumentos contrários às suas posições. Certifique-se de que sua declaração de tese e um esboço dos pontos que você examinará apareçam na sua introdução, e certifique-se de que você tem uma conclusão efetiva (as conclusões mais elementares contêm um resumo do argumento geral do trabalho, embora haja outras formas de conclusão).



A Forma
Os trabalhos devem estar bem arrumados e facilmente legíveis. Você deve usar frases completas. Certifique-se de que a gramática e a pontuação seguem as regras-padrão.

Quaisquer fontes utilizadas devem ser claramente mencionadas, de modo que seja fácil ao leitor examiná-las. Qualquer material citado/reproduzido no texto deve ser marcado claramente como tal, e você deve apresentar a respectiva referência (fonte). Um formato aceitável é mencionar, entre parênteses, em seguida ao material reproduzido/citado, o último sobrenome do autor, a data de publicação e o número da página. Por exemplo:


“A história da filosofia pode ser lida como uma saga de família” (Olen 1983, p. 3). Você deve apresentar a referência completa da obra numa bibliografia ao fim do trabalho. Por exemplo: Olen, Jeffrey, As Pessoas e Seu Mundo, Nova York: Random House, 1983.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal