Universidade catolica de goiáS



Baixar 34.86 Kb.
Encontro26.02.2018
Tamanho34.86 Kb.

UNIVERSIDADE CATOLICA DE GOIÁS

DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

ZOO 4310 – NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS

LISTA DE EXERCÍCIOS III


Nitrogênio Não Protéico (uréia) na dieta de ruminantes.

Digestibilidade

Os Nutrientes Digestíveis Totais.

O processo digestivo dos Nutrientes nos Monogástricos e Poligástricos.




  1. O consumo médio de um lote de suínos (matrizes em gestação) é de 2,0 kg de ração (matéria natural) por animal por dia. A composição da ração oferecida é a seguinte: Umidade (10,0%); proteína bruta (12,0%) Extrato Não Nitrogenado (63,0%); FB (5,0%); Extrato Etéreo (3,0%) e Cinzas (7,0%). Considerando que os coeficientes de digestibilidade da PB é 85%, do ENN e 80%, da FB é zero, e do EE é 90%, calcular a % de NDT da ração (matéria Natural), a % de NDT da matéria seca da ração e a ingestão diária de NDT por animal por dia.




  1. Avaliando a composição dos dois alimentos abaixo descritos, explique qual dos dois terá maior digestibilidade e maior energia, por kg de matéria seca, para monogástricos.

Nutrientes

Alimento A

Alimento B


Umidade (%)

87,0

10,0

PB (%)

03,5

24,3

EE (%)

04,0

27,7

ENN (%)

04,8

33,2

Cinzas (%)

00,7

04,8

TOTAL

100,0

100,0




  1. Avaliando a composição dos dois alimentos abaixo descritos, explique qual dos dois terá maior digestibilidade e energia, por kg de matéria seca, para ruminantes.



Alimento A

Alimento B


Umidade (%)

80,00

77,00

PB (%)

1,74

1,79

EE (%)

0,60

0,23

FDN (%)

14,0

17,23

CNF (%)

3,48

3,61

Cinzas (%)

0,18

0,14

TOTAL

100,0

100,0




  1. O consumo médio de um lote de bovinos é de 10 kg MS de alimentos por animal por dia. A composição da MS da ração oferecida é a seguinte: proteína bruta (15,0%), FDN (50,0%); Carboidratos não fibrosos (CNF) (25,0%); Extrato Etéreo (3,0%) e Cinzas (7,0%). Considerando que o coeficiente de digestibilidade da PB é de 85%, do FDN é de 50%, dos CNF é de 80%, e do EE é 90%, calcular a % de NDT da matéria seca da dieta. Calcular a ingestão de NDT por animal por dia. Considerando que 1 g de NDT produz 4,4 Kcal de energia digestível, calcular a ingestão diária de Energia Digestível por animal por dia.




  1. O NDT da matéria seca do farelo de algodão é de 58,1% e do farelo de soja é de 86,9% para suínos e aves, avaliando a composição destes alimentos explique a provável causa dessa diferença?




  1. O NDT da matéria seca do farelo de algodão é de 58,1% para suínos e aves e de 68% para bovinos, considerando o processo digestivo dos nutrientes explique essa diferença.




  1. Quais são as informações necessárias para se calcular a digestibilidade de um alimento? Como se pode usar essa informação de digestibilidade do alimento na formulação de dietas para animais domésticos?




  1. O consumo médio de um lote de suínos em terminação é de 2,0 kg de ração (matéria natural) por animal por dia. Esta ração apresenta 88% de matéria seca. O coeficiente de digestibilidade da matéria seca da ração é de 90%. Qual é a quantidade de matéria seca digestível ingerida por animal por dia?




  1. Fale sobre a % de NDT e energia digestível para bovinos da matéria seca dos alimentos concentrados abaixo descritos.



Farelo de algodão

Farelo de soja

Milho


Umidade (%)

9,6

11,4

12,5

PB (%)

39,3

45,6

8,5

EE (%)

0,8

0,8

3,2

FB (%)

14,7

6,4

1,8

ENN (%)

29,8

29,8

72,1

Cinzas (%)

5,8

6,0

1,9

TOTAL

100,0

100,0

100,0

ROSTAGNO et al. (1983).


  1. O consumo médio de um lote de frangos de corte é de 120 gramas de ração (matéria natural) por animal por dia. O teor de matéria seca desta ração é de 88%. O coeficiente de digestibilidade da matéria seca da ração é de 85%. Calcular a quantidade de matéria seca digestível ingerida por frango por dia?



  1. As exigências de mantença de vacas leiteiras é de 35 g de NDT e 3,5 g PB por peso metabólico, e a exigência para produzir 1 kg de leite com 4% de gordura é de 322 g de NDT e 90 g de PB. Considerando que uma vaca de 500 kg de PV está recebendo 28 kg de cana corrigida com 1% “uréia” por dia, que o teor de matéria seca da cana-de-açúcar corrigida com 1% de "uréia" é de 27%, e que o teor de NDT é de 60% e de PB de 10% na MS da cana corrigida, pergunta-se: Quantos gramas de NDT e PB esta vaca ingere diariamente? Esta ingestão supre as exigências de mantença? Se supre as exigências de mantença, quanto sobra de NDT e PB para a produção? Esta sobra é suficiente para a produção de quantos kg de leite por dia?




  1. Em um experimento de balanço nutricional com bovinos foram os seguintes resultados:

* Ensaio de digestibilidade:

Ingestão diária de 8 kg de MS com 10%PB; 5%EE; 40%FB; 9%CINZAS e 36%ENN.

(Coeficiente energético dos nutrientes: 1 g proteína = 5,65 Kcal de energia; 1 g de carboidrato = 4,15 Kcal de energia; 1 g de lipídio = 9,40 kcal de energia).

(Coeficientes de Digestibilidade calculados: 83%CDPB; 85%CDEE; 17%CDFB; 80%CDENN).

Produção de fezes: 13.771 Kcal/dia ou 1.721Kca1/KgMS ingerida.

Produção Urina: 1200 Kcal/dia ou 150 Kcal/kgMS ingerida. .

* Ensaio em Câmara Climática

Produção de gases: 2120 Kcal/dia ou 265 kcal/KgMS ingerida.

Produção de calor: 6.089 Kcal/dia ou 761 Kcal/KgMS ingerida.

1) Calcular a quantidade de Energia Bruta (Kcal) ingerida pelo animal?

2) Calcular a quantidade de Energia Bruta por Kg de MS de alimento (Kcal/KgMS) ingerido pelo animal.

3) Calcular a quantidade de Energia Digestível (Kcal) aproveitada pelo animal.

4) Calcular a quantidade de Energia Digestível por Kg de MS de alimento (Kcal/KgMS) ingerido pelo animal. (ED = EB - energia fezes)

5) Calcular a quantidade de Energia Metabolizável (Kcal) obtida pelo animal {EM=ED - (energia urina + energia gases)}.

6) Calcular a quantidade de Energia Metabolizável por Kg de MS (Kcal/KgMS) de alimento ingerido obtida pelo animal.

7) Calcular a quantidade de Energia Líquida (Kcal) que o animal poderá utilizar para suas necessidades de mantença e produção obtida com a ingestão do alimento

{EL = EB - (energia fezes+urina+gases+calor)} ou (EL = EM - energia calor).

8) Calcular a quantidade de Energia Líquida por Kg de MS (Kcal/KgMS) de alimento ingerido pelo animal.

9) Calcular a % da energia bruta ingerida que o animal utiliza para mantença e produção.

10) Calcular a % de NDT da MS do alimento ingerido.



{%NDT= %PBD + (%EED x 2,225) + %FBD + %ENND}

11) Quantos Kg de MS deste alimento o animal precisa ingerir para obter 1 kg de NDT? Quantas Kcal de Energia Digestível são ingeridas quando o animal ingere 1 kg de NDT?

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal