Universidade do Estado do Rio de Janeiro – uerj



Baixar 21.46 Kb.
Encontro30.03.2018
Tamanho21.46 Kb.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ

Instituto de Medicina Social

Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva

DEPARTAMENTO: CHS

PROFESSOR: Maria Luiza Heilborn

ANO:

2016

CÓDIGO:

M – IMS037139

D – IMS038163

SEMESTRE:

2

CARGA HORÁRIA / CRÉDITOS:

45 / 3

INÍCIO (dia/mês):

31/08/2016

DIA DA SEMANA/HORÁRIO

Quarta-feira / 14h às 17h

TÉRMINO (dia/mês):

21/12/2016

DENOMINAÇÃO DA DISCIPLINA

Tópicos Especiais em Ciências Humanas e Saúde I

Tema: Desvio, Estigma, Monstruosidade e Abjeção



EMENTA E PROGRAMA DETALHADOS:

Trata-se de discutir os conceitos clássicos de desvio, estigma social, monstruosidade e abjeção sob a perspectiva das ciências sociais. Propõe-se uma retomada das obras de Erving Goffman e Howard Becker, autores centrais neste debate e, posteriormente, de Michel Foucault e Judith Butler para elaborar uma discussão acerca dos modos como estes conceitos se atualizam em algumas das pesquisas antropológicas acerca da sexualidade, gênero e saúde.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

BECKER, Howard S. Becoming a marihuana user. University of Chicago Press, 2015.

BECKER, Howard S. Falando da sociedade: ensaios sobre as diferentes maneiras de representar o social. Zahar, 2009.

BECKER, Howard S. Outsiders: estudos de sociologia do desvio. Zahar, 2008.

BUTLER, Judith. Corpos que pesam: sobre os limites discursivos do “sexo”. O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

BUTLER, Judith. Excitable speech: A politics of the performative. Psychology Press, 1997.

BUTLER, Judith. Gender trouble: Feminism and the subversion of identity. Routledge, 2011.

CARONI, Mariana Malheiros; GROSSMAN, Eloisa. As marcas corporais segundo a percepção de profissionais de saúde: adorno ou estigma?. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 17, n. 4, p. 1061-1070, Apr. 2012 .

CARVALHO, Mário Felipe de Lima. Que mulher é essa. Identidade, política e saúde no movimento de travestis e transexuais, 2011.

DOUGLAS, Mary. Pureza e perigo. Edições 70, 1991.

DUARTE, Luiz Fernando Dias. "O império dos sentidos: sensibilidade, sensualidade e sexualidade na cultura ocidental moderna.". Sexualidade: o olhar das ciências sociais. Rio de Janeiro: Zahar (1999): 21-30.

FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, v. 5, 1999.

FOUCAULT, Michel. Os anormais. Aula de 22 de janeiro de 1975

FRY, Peter Diferenças, Desigualdade e Discriminação In: Antonio Carlos de Souza Lima. (Org.). Antropologia e Direito: temas antropológicos para estudos jurídicos. 1ed.Rio de Janeiro/ Brasília: Contra Capa/ LACED/ ABA, 2012,

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. In: A representação do eu na vida cotidiana. Vozes, 2011.

GOFFMAN, Erving. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 1988.

GOFFMAN, Erving. Frame analysis: An essay on the organization of experience. Harvard University Press, 1974.

HEILBORN, Maria Luiza. Entre as tramas da sexualidade brasileira. Estudos feministas, v. 14, n. 1, p. 43-59, 2006.

JUNIOR, Jorge Leite. TRANSITAR PARA ONDE? MONSTRUOSIDADE, (DES)PATOLOGIZAÇÃO, (IN)SEGURANÇA SOCIAL E IDENTIDADES TRANSGÊNERAS. Estudos feministas, v. 20, n. 2, p. 559-568, 2012.

MISKOLCI, Richard. Do desvio às diferenças. Teoria & pesquisa, v. 9, p. 9-41, 2005.

MONTEIRO, Simone; VILLELA, Wilza. Estigma e saúde. Fiocruz, 2013.

VENCATO, Anna Paula. Entre "reais" e "virtuais": noções sobre risco e verdade em um clube brasileiro para crossdressers. Cad. Pagu, Campinas , n. 44, p. 367-390, June 2015

VILLELA, Wilza Vieira; MONTEIRO, Simone. Gênero, estigma e saúde: reflexões a partir da prostituição, do aborto e do HIV/aids entre mulheres. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília , v. 24, n. 3, p. 531-540, Sept. 2015



ZAMBRANO, E. ; HEILBORN, Maria Luiza . Identidade de Gênero - Eixo Temático: direitos sexuais e reprodutivos. In: Antonio Carlos de Souza Lima. (Org.). Antropologia e Direito: temas antropológicos para estudos jurídicos. 1ed.Rio de Janeiro/ Brasília: Contra Capa/ LACED/ ABA, 2012, v. , p. 11-574.


TIPO DE AVALIAÇÃO: Participação em aula e trabalho final


Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal