Universidade estadual de campinas



Baixar 4.88 Mb.
Página46/101
Encontro29.11.2017
Tamanho4.88 Mb.
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   101

Laboratório Nacional de Luz Síncroton

B0366

CLONAGEM DA SEPTINA HUMANA 10


Lorrayne Faddoul Cabral de Mello (Bolsista FAPESP), Tatiana de Arruda Campos Brasil de Souza e Prof. Dr. João Alexandre Ribeiro Gonçalves Barbosa (Orientador), Laboratório Nacional de Luz Síncroton, LNLS
Ciclo celular compreende o conjunto de processos que se passam numa célula entre duas divisões celulares. Este ciclo deve ser regulado espacial e temporalmente para garantir a preservação do material genético e o sucesso da divisão celular. Falhas neste processo podem levar à morte celular ou a alterações genéticas causando divisão desregulada e crescimento de tumores. Várias proteínas estão envolvidas no ciclo celular e entre elas encontram-se as septinas. As septinas são proteínas ligadoras de GTP e até o momento quatorze diferentes genes destas foram encontrados em humanos. O cDNA referente à construção da proteína inteira (sept10I) e a seqüência nucleotídica referente ao domínio GTPase+C-terminal (sept10GC) foram amplificados e clonados no vetor de clonagem pGEM-T-easy vector (Promega). Um vetor de expressão que continha a seqüência nucleotídica referente ao domínio GTPase da septina 10 humana (sept10G) foi cedido para uso neste projeto. Estas construções estão sendo subclonadas para expressão em bactérias Escherichia coli de diferentes linhagens, e serão utilizadas para purificação, por métodos cromatográficos, e para a realização de ensaios de cristalização. A proteína purificada será analisada por espalhamento dinâmico de luz, dicroísmo circular e fluorescência.

Clonagem - Septina 10 - Humana




Universidade Metodista de Piracicaba

B0367

ANÁLISE DA VARIABILIDADE DA FREQÜÊNCIA CARDÍACA NO DOMÍNIO DO TEMPO EM HOMENS SAUDÁVEIS SOBRE EFEITO DA FACILITAÇÃO NEUROMUSCULAR PROPRIOCEPTIVA


Luisa Affi Barcaui (Bolsista PIBIC/CNPq), Daniel Oliveira Grassi, Ana Cristina Rebelo, Roberta Silva Zuttin, Marlene Aparecida Moreno e Profa. Dra. Ester da Silva (Orientadora), Universidade Metodista de Piracicaba, UNIMEP
Estudos relatam que o treinamento físico promove adaptações da freqüência cardíaca, que podem ser avaliadas a partir de sua variabilidade (VFC). Assim, o objetivo do estudo foi avaliar a influência do treinamento físico pelo método de facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP) sobre a modulação autonômica da FC. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética da Instituição (03/05). Cinco voluntários jovens (20,6±1,2 anos) sedentários foram submetidos ao treinamento de FNP, realizando exercícios nas diagonais de membros superiores 2 vezes por semana durante 8 semanas. A FC e os intervalos R-R (iRR) em milissegundos (ms) foram captados a partir do registro do ECG na posição supina durante 15 min antes (AT) e após o treinamento (PT). Os iRR (ms) foram analisados no domínio do tempo, a partir dos índices RMSSD (ms) e RMSM (ms). Análise estatística: teste não-paramétrico de Wilcoxon, α=5%. Os índices de RMSSD foram 46,72 ms no AT e 57,84 (ms) no PT e os de RMSM foram 52,84 (ms) no AT e 54,58 (ms) no PT. O índice RMSSD apresentou diferença estatisticamente significante e o RMSM foi semelhante. O RMSSD que representa a atividade parassimpática mostrou que houve maior predomínio na modulação da FC após o treinamento pelo método FNP, sugerindo que este tipo de treinamento promove adaptações do sistema nervoso autônomo.

Modulação autonômica - Freqüência cardíaca - Facilitação neuromuscular









PROJETOS DA ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS




Centro de Componentes e Semicondutores

E0368

CARACTERIZAÇÃO DE NANOTUBOS DE CARBONO POR MICRO-RAMAN E AFM


Sergio Augusto Venturinelli Jannuzzi (Bolsista PIBIC/CNPq), Mara A. Canesqui e Prof. Dr. Stanislav Mochkalev (Orientador), Centro de Componentes e Semicondutores - CCS, UNICAMP
A técnica de espalhamento Raman é uma ferramenta utilizada amplamente para caracterização de objetos e materiais nanoestruturados. Recentemente, imageamento Raman confocal foi utilizado com sucesso para caracterização de nanotubos de parede única (SWNT) em vários trabalhos. Ultimamente, os nanotubos de parede dupla (DWNT) atraem bastante atenção, devido às propriedades interessantes e possíveis aplicações em microeletrônica. Em particular, o estudo da interação entre as paredes e como esta interação afeta os espectros de espalhamento Raman é um dos focos do trabalho. Porém, a interpretação dos espectros Raman para DWNT é bem mais complexa comparando com SWNT, pois a contribuição das duas paredes pode ser significativa para todas as bandas em questão. A associação entre espectroscopia micro-Raman e microscopia de força atômica, através do microscópio NTEGRA Spectra NT-MDT, permite investigação da morfologia, da distribuição espacial, de propriedades eletrônicas e estruturais desses e de outros objetos nanoestruturados. A correlação dessas características é de fundamental importância para o aprofundamento do conhecimento de tais sistemas e para a identificação de suas possíveis aplicações na construção de dispositivos microeletrônicos e sensores químicos e físicos.

Nanotubo de carbono - Espectroscopia Raman - Microscopia de força atômica




Centro Superior de Educação Tecnológica

E0369

EQUAÇÃO DA CONDUÇÃO DO CALOR


Marivaldo Felipe de Melo (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. José Carlos Magossi (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Neste trabalho investiga-se a equação da condução do calor e suas aplicações em problemas tecnológicos. Inicia-se com um escorço histórico das origens da equação da condução do calor e de seus personagens mais influentes. Joseph Fourier, em seu livro Theorie analytique de la chaleur (1822), expõe uma solução para a equação da condução do calor, utilizando séries trigonométricas que se denominam hoje em dia de séries de Fourier. Grosso modo, uma série trigonométrica

é uma série de Fourier se as constantes satisfizerem as equações a0, a1, b1, b2... satisfizerem as equações



,

para n>1... Nos anos que se seguem a essa publicação, muitos desenvolvimentos matemáticos surgem, decorrentes de investigações sobre séries de Fourier. Neste trabalho, descreve-se formalmente a equação do calor, as séries de Fourier e o método de separação de variáveis, utilizado também na solução de equações diferenciais parciais. Ao final, são apresentados alguns softwares computacionais de apoio às soluções de equações diferenciais parciais. Expõe-se também alguns ramos do setor industrial que se valem dessas equações para inovações tecnológicas.

Equação diferencial parcial - Condução do calor - Série de Fourier




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   101


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal