Universidade estadual de campinas



Baixar 4.13 Mb.
Página44/83
Encontro29.11.2017
Tamanho4.13 Mb.
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   83

Faculdade de Educação Física

H0529

PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UM PROJETO DE RECREAÇÃO TERAPÊUTICA NA ÁREA DE INTERNAÇÃO DA PEDIATRIA DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS - UNICAMP


Valéria Ribeiro de Souza Fiorin (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Edison Duarte (Orientador), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
A recreação no ambiente hospitalar pode ser considerada uma realidade crescente na atualidade, sendo pesquisada e praticada nos principais hospitais públicos do país. Sua prática traz como um dos principais objetivos, mudar a rotina hospitalar trazendo alegria e ânimo para as pessoas que passam pelo processo de hospitalização. Isso torna a criança o grupo mais beneficiado, pois para ela, a internação pode interferir negativamente no processo de desenvolvimento. Entretanto, a recreação no hospital vem trazendo junto com o seu crescimento diferentes abordagens conceituais que acabam por vezes tornando a prática confusa e sem embasamento metodológico. Essa questão deu origem ao objetivo de nosso projeto, resultando na construção de uma proposta de recreação terapêutica para ser implantada, na área de internação da Pediatria do Hospital das Clínicas – Unicamp. A metodologia de pesquisa se embasou na análise e interpretação de dados obtidos em pesquisa do tipo bibliográfica. Através dessa pesquisa pudemos iniciar a construção de uma base metodológica, analisando e demonstrando conceitualmente a importância da recreação hospitalar. Concluímos nessa pesquisa a necessidade de estudos mais aprofundados e seqüências na área, que acabam por ser prejudicados devido à falta de interesse do poder público e a real situação de nossos hospitais.

Recreação terapêutica - Brincar no hospital - Criança hospitalizada


H0530

JOGOS COOPERATIVOS E AS RELAÇÕES AFETIVAS


Jacqueline Rodrigues Chiquito (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Elaine Prodócimo (Orientadora), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
Em atividade de extensão realizada em uma instituição não-formal na cidade de Campinas/SP, constatou-se a pouca importância dada às relações afetivas entre as crianças freqüentadoras da instituição e a. presença marcante de comportamentos agressivos. Sendo assim, sentiu-se a necessidade de discutir e experimentar uma maneira de intervir, nas aulas de Educação Física, de forma que as relações sociais e afetivas entre fossem resgatadas.Optou-se por utilizar o jogo, em especial os jogos cooperativos, como fenômeno introdutório ao grupo social, para resgatar valores perdidos e esquecidos pela sociedade, já que são formas de exercícios de convivência: aprender a ver e considerar outras pessoas ao nosso redor e a respeitá-las, jogando juntos para o bem comum. Os relatórios elaborados a cada aula foram analisados dentro de uma perspectiva fenomenológica, para se buscar entender as relações das crianças com seu entorno. Apesar de não ter havido mudanças significativas nos comportamentos das crianças, pode-se perceber maior sensibilização para o tema. É necessário que haja um trabalho multidisciplinar - família, escola, sociedade - em longo prazo, para que se possa acompanhar o processo de formação da consciência do ser humano de maneira integral.

Educação Física - Jogos cooperativos - Agressividade


H0531

Pós-graduação lato sensu como Educação Continuada: o olhar de participantes do curso de especialização pedagogia do esporte escolar oferecido na FEF – Unicamp


Mateus F. P. Manzini (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Elaine Prodócimo (Orientadora) Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
O trabalho que se apresenta é relativo a uma pesquisa em andamento. O objetivo dessa investigação é entender as influências do curso de especialização em Pedagogia do Esporte Escolar (EPEE) oferecido na FEF/ Unicamp, sobre a prática pedagógica dos professores que dele participam. Utilizaremos a entrevista não estruturada como instrumento de coleta de dados. Serão dois os grupos pesquisados, sendo que o primeiro é composto por pessoas que concluíram o curso de especialização no ano de 2005; os participantes do segundo grupo serão selecionados a partir da totalidade dos integrantes da turma 2007 da EPEE. Com essas duas categorias de sujeitos teremos meios para apontar, no caso do grupo um, a influência em médio prazo de um programa de pós-graduação lato sensu no trabalho pedagógico e na conscientização para a Educação Continuada de um professor de Educação Física. Através do grupo dois esperamos entender como o professor que está cursando a EPEE apreende os conhecimentos do curso e os leva à prática. A revisão bibliográfica que sustenta nossa investigação vem mostrando que a prática pedagógica dos professores é mais bem direcionada quando amparada por um trabalho de reflexão contínua e em que todos os atores da escola estejam presentes. No entanto, os dados coletados na pesquisa vêm mostrando que o curso citado, apesar de sua periodicidade ser semanal e não ligado diretamente à escola, ampara a prática pedagógica de seus participantes.

Educação Física Escolar - Educação Continuada - Pós-Graduação Lato sensu


H0532

O CONHECIMENTO SOBRE A GINÁSTICA GERAL NA UNICAMP


Beatriz Castelló Alves da Cruz (Bolsista SAE/UNICAMP), Profa. Doutoranda Eliana de Toledo (Co-orientadora) e Profa. Dra. Elizabeth Paoliello Machado de Souza (Orientadora), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
Este trabalho foi motivado ao se constatar que, apesar da existência na FEF - UNICAMP, desde 1989, de um grupo de pesquisa em Ginástica Geral e um grupo de apresentação (Grupo Ginástico Unicamp) reconhecido nacional e internacionalmente, os estudantes dessa universidade parecem desconhecer esse fenômeno. A pesquisa teve como objetivos diagnosticar o conhecimento sobre a Ginástica Geral na Unicamp, principalmente entre os alunos de graduação e, também, identificar os meios de comunicação e seus mecanismos nessa universidade. Buscou também identificar os meios de comunicação utilizados para a difusão da Ginástica e da Ginástica Geral no âmbito nacional. A metodologia utilizada para a coleta de dados constou de revisão bibliográfica realizada em dois momentos, o primeiro é sobre o tema Ginástica e Ginástica Geral e o segundo sobre a comunicação. Também foi feita uma pesquisa de campo para diagnostico do conhecimento de 145 estudantes de graduação de vários cursos da universidade, por meio da aplicação de um questionário. A partir da análise dos dados coletados pode-se inferir que há pouco material de divulgação sobre a Ginástica, especialmente sobre a Ginástica Geral no país. Conclui-se, também, que os alunos da Unicamp possuem poucos conhecimentos nesta área, sendo que na pesquisa de campo somente algumas pessoas conheciam a Ginástica Geral e o GGU. A comunicação nesta área é pouca, ocorrendo por meios bem distintos. Os resultados desta pesquisa poderão contribuir para a mudança desta realidade e a difusão da Ginástica Geral no meio universitário.

Ginástica - Ginástica geral - Meios de comunicação


H0533

GINÁSTICA DINAMARQUESA: DA ORIGEM À ATUALIDADE


Pedro Bellini Emmanoelli (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Elizabeth Paoliello Machado de Souza (Orientadora), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
A presente pesquisa buscou, principalmente, aprofundar o conhecimento sobre a Ginástica Dinamarquesa, uma prática sistematizada por Niels Bukh no ano de 1915/16, que se tornou tradicional na Academy of Physical Education at Ollerup (Gymnastikhojskolen i Ollerup) - Dinamarca, considerada como um centro de referência internacional nesta área até os dias atuais. A pesquisa foi desenvolvida durante o período de participação do pesquisador (de agosto de 2006 a junho de 2007), no programa IYLE (International Youth Leader Education Programme) nessa escola. Além da pesquisa bibliográfica, foram realizadas entrevistas com professores da escola e técnicos de clubes de ginástica da região assim como o registro das aulas de ginástica vivenciadas pelo pesquisador no curso. A análise dos dados coletados aliados à vivência concreta do pesquisador na Ginástica Dinamarquesa, contribuiu para o entendimento desta pratica oferecendo subsídios para sua utilização como mais um conteúdo da Educação Física.

Ginástica - Ginástica dinamarquesa - Ginástica geral


H0534

A CONSTRUÇÃO DE CONSENSOS EM ESPORTES COMPETITIVOS - UM ESTUDO DE CASO: ULTIMATE FRISBEE


Fernanda Mauro Puccinelli (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Gustavo Luis Gutierrez (Orientador), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
A construção de consensos dentro de modalidades esportivas competitivas é importante para a fluência da partida.Este estudo tem como objetivo conhecer melhor os limites entre as interações estratégicas que caracterizam a busca da vitória e a construção de consensos, no contexto de um jogo competitivo. Para verificar as interações dentro dos jogos utilizou-se como referencial metodológico as contribuições de Jürgen Habermas a partir da sua obra Teoria da Ação Comunicativa.(TAC). E como objeto de estudo observou-se equipes de Ultimate Frisbee, um jogo coletivo-competitivo que não utiliza árbitros para orientar as regras e penalidades durante as partidas. Além de observações de jogos, aplicou-se um questionário aos jogadores. A partir das respostas aos questionários e das observações, verificou-se que para que haja construção de consensos dentro de um jogo competitivo é necessário que exista um pleno conhecimento das regras, respeito ao adversário, espírito de jogo. Mas para se ter uma conclusão mais clara são necessárias pesquisas mais profundas e sistemáticas, que permitam uma construção da realidade mais detalhada.

Construção de consensos;- Jürgen Habermas;- Ultimate Frisbee


H0535

RELAÇÃO DAS ATIVIDADES/PRÁTICAS CIRCENCES NA FEF/UNICAMP E NA ESCOLA GYMNASTIKHØJSKOLE DE OLLERUP (DINAMARCA)


Danilo Aparecido Morales (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Marco Antonio Coelho Bortoleto (Orientador), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
Tendo em vista o destaque que o Circo vêm recebendo no Brasil e, conseqüentemente, o aumento do número de praticantes, escolas especializadas e também de espaços destinados a sua prática, este estudo pretende descrever como as práticas circenses estão sendo desenvolvidas na Faculdade de Educação Física da Unicamp (FEF/Unicamp) e na academia de Educação Física, denominada “Gymnastikhøjskole” de Ollerup (Dinamarca), permitindo assim uma comparação entre ambas realidades. Entendemos que estas informações serão de grande utilidade para todos os interessados e servirá de base para novos estudos e uma maior aproximação dos estudantes e participantes dos projetos enriquecendo o conhecimento sobre as atividades circenses nas instituições pesquisadas. Este projeto de pesquisa se trata de um estudo de campo onde realizamos entrevistas com professores e alunos destas instituições assim como observação participante das atividades. Complementamos a coleta de dados consultando documentos e realizando registros fotográficos destas atividades. Finalmente, baseados nos dados obtidos pretendemos realizar um estudo comparativo entre estas duas instituições, uma informação que nos permitirá avaliar o desenvolvimento do Circo e suas relações com a Educação Física em ambas localidades.

Circo - Atividades circenses - Educação Física


H0536

O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DO ADULTO, EM AULAS DE INICIAÇÃO À NATAÇÃO


Paula Roberta Silva (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Orival Andries Júnior (Orientador), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
A pesquisa visou conhecer e descobrir se a ação do ensino-aprendizagem continua ocorrendo com o adulto após a maturação motora, e se o aluno adulto deve praticar novas atividades físicas já que está em constantes mudanças, bem como perceber o que é aprendido e internalizado nele, e não relatar uma ação de reflexo, mas sim a ação pensada, consciente, através desta vivência corporal. O trabalho foi realizado com adultos da iniciação à natação na atividade de extensão oferecida pela Faculdade de Educação Física (FEF) na UNICAMP, através do Projeto Treinando Natação. Métodos aplicados: questionários, filmagens e observações durante a aprendizagem dos alunos, após o processo de ensino que foram o de adaptação ao meio e o ensino dos demais nados. Esse trabalho mostrou a necessidade da reflexão do aluno, ao se encontrar com novas experiências corporais. Ter e buscar formas de conhecer e entender o que ele precisa para que aprenda e buscar o seu objetivo, e se coincidir com os objetivos, eles aprendem conforme o esperado, essa consciência corporal foi importante porque demonstrou as diferenças dos alunos no processo. Pondera-se que todos podem aprender quando quiserem, uma vez que estão se modificando constantemente para entender, internalizar e mostrar através de uma expressão seja ela qual for o que foi aprendido, pois através desta expressividade do corpo nós da área de Educação Física, temos um meio para entendê-los.

Aprendizagem de adulto - Natação ensino - Expressão corporal


H0537

PEDAGOGIA DO ESPORTE: INICIAÇÃO TARDIA NO BASQUETEBOL


Rogério Matos Pimentel da Silva (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Roberto Rodrigues Paes (Orientador), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
O estudo busca a discussão das possibilidades de dar um tratamento pedagógico a iniciação esportiva, no caso o basquetebol, para jovens no período adulto jovem, especificamente do sexo masculino com idades entre 17 e 21 anos, considerando o processo como iniciação esportiva tardia. Está pesquisa de iniciação científica é dividida em quatro períodos. Primeiramente, realizaremos um levantamento de bases bibliográficas para fomentar uma base literária, uma estruturação teórica sobre o tema. Para melhor nos situarmos no ambiente científico, buscaremos autores que tratam da pedagogia do esporte, no contexto da iniciação esportiva; da iniciação esportiva na modalidade basquetebol e, especificamente, autores que abordem o esporte estruturado a partir de teorias desenvolvimentistas. Podemos citar como autores elencados: Garganta (1995), Paes (2005), Graça e Oliveira (1995), Gallahue e Ozmun (2003) dentre outros. Após esse levantamento bibliográfico, o segundo período tem como objetivo central à revisão bibliográfica sobre o tema pedagogia do esporte, procurando analisar, interpretar e discutir autores, e suas metodologias utilizadas. Os períodos subseqüentes (3º e 4º), também abordam como objetivo a revisão da literatura de forma aprofundada, entretanto abordando dessa vez a iniciação esportiva na modalidade basquetebol e o desenvolvimento motor humano, respectivamente. Enquanto que o terceiro período tem como foco a análise dos procedimentos pedagógicos de ensino e aprendizagem, o quarto período deslocará a reflexão visando a identificação de problemas diretamente relacionados com a idade em questão. Após a estruturação teórica sobre o tema, também será objetivo deste estudo a sinalização de uma proposta pedagógica para adultos jovens, considerando o processo como iniciação esportiva tardia no basquetebol.

Pedagogia do esporte - Basquetebol - Iniciação tardia


H0538

JOGOS ELETRÔNICOS: A TRANSFORMAÇÃO DO JOGO E SEUS NOVOS VALORES SOCIAIS


Gustavo Nogueira de Paula, (Bolsista PIBIC/CNPq), Vinicius Demarchi Silva Terra (Co-orientador) e Profa. Dr. Silvia Cristina Franco Amaral (Orientadora), Faculdade de Educação Física - FEF, UNICAMP
Movimentando cifras cada vez mais altas ao redor do mundo, os videogames já deixaram de ser um mero brinquedo de crianças e têm sido visto com bons olhos pelos economistas, dado seu mercado crescente. O presente trabalho visava avaliar o jogo moderno, representado pelos jogos eletrônicos, a fim de verificar se este possuía características já consagradas do estudo dos jogos e quais os reflexos da atual sociedade capitalista na forma das pessoas jogarem. Para tal, nos utilizamos das definições de jogo dadas por J. Huizinga (1993) e observamos o jogo Wining Eleven, game de futebol muito popular, com grande aceitação de mercado. Percebeu-se que os videogames começam a alterar algumas definições clássicas sobre o conceito de jogo, além disso, notou-se desde o início que os jogos eletrônicos podem educar para o consumo. Parece cada vez mais comum a presença de propagadas dentro destes jogos. Por exemplo, no caso do jogo de futebol estudado, na tentativa dos produtores de tornar o game cada vez mais realista, observam-se todas as placas de publicidade presentes nos estádios reais. Além disso, através das opções de compra e venda de jogadores, logo as pessoas estão imersas no mundo milionário do futebol, onde jogadores possuem sua competência atrelada a um valor financeiro, sendo que quanto mais valioso o jogador, maior sua habilidade. Acreditamos ser necessário que os professores e profissionais da educação estejam atentos a essa nova forma das crianças (e adultos) se divertirem, pois se não for bem trabalhada, podem acabar por transmitir apenas valores de consumo e de determinadas práticas corporais, passando a imagem de corpos “perfeitos” e inatingíveis.

Jogos eletrônicos - Sociedade - Valores






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   83


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal