Universidade estadual de campinas



Baixar 4.13 Mb.
Página59/83
Encontro29.11.2017
Tamanho4.13 Mb.
1   ...   55   56   57   58   59   60   61   62   ...   83

ANÁLISE DA PERCOLAÇÃO DE ÁGUA EM FUNDAÇÃO DE BARRAGENS, EM SOLO DE DIABÁSIO DA REGIÃO DE CAMPINAS


Rafael Gustavo Mansini Lorensani (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. David de Carvalho (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Os solos originários de Diabásio são comuns à região de Campinas e grandes extensões de área do Centro-Sul do Brasil. Problemas em barragens de pequeno porte, ocasionados por infiltração excessiva de água pela fundação são comuns. Neste trabalho, considerou-se o solo do campo experimental da Feagri, e foram estudadas as condições de fluxo pela fundação, simulando-se barragens de pequeno porte (5m e 10m de altura), com diferentes configurações de seção transversal e de sistemas drenantes (filtro vertical, filtro horizontal e dreno de pé ). Para tanto foi inicialmente feito um estudo das propriedades de permeabilidade deste solo, analisando-se ensaios de campo e laboratoriais. Posteriormente, as análises de fluxo foram realizadas através de utilização de programa computacional, específico para estas análises, mostrando as redes de fluxo da água do solo e a quantidade de água drenada.

Fundação - Barragens - Percolação de água


T0808

PESQUISA DO SOLO DE DIABÁSIO DA REGIÃO DE CAMPINAS PARA UTILIZAÇÃO COMO BASE DE PAVIMENTOS RURAIS


Rubens Cruz Praude (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. David de Carvalho (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Os solos originários de Diabásio são comuns à região de Campinas e a grandes extensões de área do Centro-Sul do Brasil. Problemas em pavimentos de estradas vicinais são comuns, principalmente pelo desconhecimento de como utilizar de maneira adequada esse solo como base de pavimentos. Neste trabalho foram estudadas e determinadas as características do solo superficial de Diabásio da região de Campinas, quando compactado em sua constituição natural e também quando o mesmo for compactado com adição de cimento e material granular. Foram realizados ensaios CBR, MCT, MCV e também foi utilizado o Cone Sul-Africano para sua caracterização. De posse dos dados, serão projetados pavimentos, através de métodos específicos utilizados para dimensionamento de pavimentos de estradas, assim como para dimensionar e analisar os mesmos, admitindo-se volume de tráfego e cargas de pequeno e médio porte.

Estradas - Pavimentação - Solos de diabásio


T0809

AVALIAÇÃO ESTÁTICA DO MONITOR DE PRODUTIVIDADE DE CANA-DE-AÇÚCAR EM LABORATÓRIO


Eduardo A. B. Pita (Bolsista SAE/UNICAMP), Paulo Sergio Graziano Magalhães (Co-orientador) e Prof. Dr. Domingos Guilherme Pellegrino (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A presente pesquisa tem por objetivo avaliar de forma estática o monitor de produtividade de cana-de-açúcar denominado SIMPROCANA, desenvolvido pela FEAGRI/UNICAMP. O sistema desenvolvido utiliza células de carga como instrumento de determinação do peso da matéria-prima colhida e é capaz de mensurar o fluxo de rebolos que passa pela esteira antes de serem lançados ao veículo de transbordo. Com todo o sistema montado em um elevador de uma colhedora de cana-de-açúcar e utilizando um programa dedicado de aquisição de dados desenvolvido em linguagem C, colocaram-se massas conhecidas de 0 a 25 kg sobre a balança (sensor de peso) tanto carregando como descarregando. Foram feitas cinco repetições desse procedimento. Em cada ponto de calibração eram coletados dados por 10 segundos a uma freqüência de 100 Hz, e posteriormente, calculava-se a média desses dados. Com essas informações para cada uma das cinco repetições foi possível determinar a curva de calibração estática da balança, além de verificar sua acurácia. O resultado do teste estático do sistema de pesagem, em laboratório, indicou uma acurácia e linearidade da balança com um erro provável de 0,02kg. Portanto o sistema é capaz de mensurar o fluxo de rebolos que passa pela esteira antes de serem lançados ao veículo de transbordo.

Agricultura de precisão - Monitor - Desempenho


T0810

DESEMPENHO DE UM SISTEMA COMBINADO REATOR UASB/FILTRO ANAERÓBIO PARA TRATAMENTO DE ESGOTOS


Diogo dos Reis de Moraes (Bolsista PIBIC/CNPq), Antônio Javarez. Junior. (Co-Orientador) e Prof. Dr. Durval Rodrigues de Paula Junior (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A implantação dos sistemas modulares de tratamento de esgoto na Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI/UNICAMP) teve com objetivo, além de se colocar em prática uma alternativa de tratamento de esgoto de baixo custo e fácil aplicação e difusão, também servir de objeto de estudo e pesquisa. O sistema de tratamento de esgotos é composto de um Reator UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket) seguido de dois filtros anaeróbios (FA). Foram avaliados quinzenalmente as remoções através de medidas de concentração de Sólidos Sedimentáveis (SSed), Sólidos Totais (ST) e Demanda Química de Oxigênio (DQO), do afluente e do efluente dos tanques. Houve um resultado satisfatório quanto ao desempenho do sistema obtendo-se cerca de 99% de eficiência em Sólidos Sedimentáveis, 75% em Sólidos Totais e 90% em DQO, demonstrando um custo benefício muito bom. Por ter uma população muito variável, os números das análises também oscilaram, resultando em gráficos bem característicos.

Sistema modular - Reator anaeróbio - Tratamento de esgotos


T0811

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UM SISTEMA COMBINADO DE REATOR ANAEROBIO COMPARTIMENTADO (RAC) COM FILTRO ANAEROBIO PARA TRATAMENTO DE ESGOTO


Marcus V. F. dos Santos (Bolsista PIBIC/CNPq), Antônio Javarez. Junior. (Co-Orientador) e Prof. Dr. Durval Rodrigues de Paula Junior (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Este trabalho apresenta uma alternativa de baixo custo e fácil instalação para o tratamento de esgotos de pequenas comunidades, cuja implantação na Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI/UNICAMP) contempla múltiplos objetivos, tais como: investigação científica sobre processos de tratamento, desenvolvimento de tecnologia de baixo custo e instalação de sistema piloto modular com finalidades didáticas e de difusão de tecnologia. O sistema, em estudo neste projeto, é constituído por um reator do tipo RAC (Reator Anaeróbio Compartimentado) seguido de dois Filtros Anaeróbios. Foram avaliados quinzenalmente as remoções através de medidas de concentração de Sólidos Sedimentáveis (SSed), Sólidos Totais (ST) e Demanda Química de Oxigênio (DQO) do afluente e efluente dos tanques. Houve um resultado satisfatório quanto às remoções de sólidos, com 99%de eficiência em Sólidos Sedimentáveis, 74% em Sólidos Totais e 90% em DQO, demonstrando um custo benefício muito bom do sistema, e uma forma adequada e interessante de se promover o tratamento sanitário do esgoto produzido em pequenas comunidades, em especial as comunidades rurais, melhorando o saneamento básico e consequentemente, a qualidade de vida da população

Sistema modular - Reator anaeróbio - Tratamento de esgotos


T0812

ESTUDO DO MODELO HYDRUS-2D NA SIMULAÇÃO DA DINÂMICA DA ÁGUA E SOLUTOS EM COLUNA DE SOLOS (FASE II)


Edson Renato de Lima (Bolsista PIBIC/CNPq), Anderson Luiz de Souza (Co-Orientador) e Prof. Dr. Edson Eiji Matsura (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A determinação experimental de propriedades e parâmetros que descrevem a dinâmica da água e de solutos no solo é uma tarefa complexa devido ao tempo requerido, ao custo e a instrumentação utilizada. Mediante tais dificuldades a utilização de modelos matemáticos mostra-se vantajosa pela rapidez e em geral pela precisão dos resultados obtidos. As equações que descrevem a dinâmica de água e solutos no solo não admitem solução analítica, sendo assim torna-se necessário o uso de outras ferramentas ou modelos que simplifiquem o procedimento para a determinação de uma solução para estas equações. Com este trabalho espera-se através das simulações realizadas com o modelo HYDRUS-2D obter resultados satisfatórios no estudo da dinâmica vertical da água e de solutos no solo e que contribuam para garantir a sustentabilidade da agricultura através do uso racional dos recursos hídricos e otimização da aplicação de insumos agrícolas.

Coluna de solo - Hydrus-2D - Simulação


T0813

TÉCNICA DE MOIRÉ DE SOMBRA PARA RELACIONAR TENSÃO SOFRIDA E DEFORMAÇÃO ESPECÍFICA EM ESPÉCIMES VEGETAIS ASSIMÉTRICAS


Beatriz Veiga Rebolla (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O presente trabalho propõe um método ótico para quantificar as deformações de um espécime biológico. A técnica a ser empregada é conhecida por método de moiré de sombra, a qual consiste em capturar, por meio de uma câmera digital, as franjas geradas pela projeção de uma grade na superfície de um objeto, no caso, espécimes de batata, e então se superpondo ambas as imagens. Dessa forma, obtêm-se medidas topográficas da superfície do objeto em estudo. A mudança da topografia gerada pela deformação do corpo pode gerar a distribuição da deformação específica (strain). Se os valores do módulo de elasticidade e do módulo de Poisson forem constantes podem-se obter a distribuição de carga (stress). Esses módulos mencionados acima podem também ser gerados por ensaios mecânicos em prensa universal de ensaios. Como principais objetivos alcançados teve-se a familiarização do aluno com a técnica de moiré de sombra e ensaios aplicando esta técnica para obter a relação de tensão sofrida e deformação específica em órgãos vegetais de superfícies não-simétricas. Observou-se que nestes experimentos amostrais o método de moiré utilizado para a exploração da relação entre stress-strain em corpos vegetais assimétricos é aplicável e de grande viabilidade.

Moiré de sombra - Deformação específica - Tensão aplicada


T0814

APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE MOIRÉ NO ESTUDO DA GEOMETRIA DE CORPOS VEGETAIS


Igor Moreira Lopes (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A forma dos órgãos vegetais é fator de grande importância na engenharia agrícola, estando envolvida praticamente em todo o processo agrícola, desde a semeadura, tratos culturais, colheita, transporte, beneficiamento e armazenamento, cujos processos estão associados ao relacionamento máquina-planta. O desafio está intimamente vinculado à assimetria geométrica dos corpos vegetais. O objetivo do presente trabalho é gerar as coordenadas em 3D de um órgão vegetal com apenas um ponto de referência, aplicando-se uma técnica ótica de moiré. Para tanto é necessária a rotação do corpo estudado em 90º por 3 vezes após a obtenção da primeira imagem, gerando-se as franjas de moiré de cada superfície. Para cada superfície, por meio da utilização de uma imagem em tons de cinza obtém-se uma matriz da imagem tendo como entradas o valor do tom de cinza para cada pixel. Fez-se então o tratamento de cada matriz (transformando numa matriz 3 colunas representando coordenadas). Para que seja possível um estudo da forma tridimensional do corpo estudado torna-se necessário a referenciação das matrizes obtidas em um único ponto, o que é viabilizado pela aplicação de matrizes de transformação. Assim se obtém apenas uma matriz com 3 colunas representando eixos de coordenadas que representa toda a superfície do corpo em estudo.

Moiré - Forma de órgãos vegetais - Shape survey

T0815

DESENVOLVIMETNO DE UM ALGORITIMO PARA QUANTIFICAÇÃO DE IMAGEM STS POR ENTROPIA


Michele Carvalho da Silva (Bolsista SAE/UNICAMP), Prof. Dr. Silvestre Rodrigues (Co-Orientador) e Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A técnica do Bio-Speckle apresenta características interessantes, por exemplo, acrescentando ao teste de viabilidade de semente um caráter mais automatizado, independente do julgamento humano, e portanto, subjetivo, além de permitir maior velocidade ao mesmo. Essa técnica baseia-se na utilização do laser/óptica e do tratamento de imagens, buscando identificar as características da semente em análise por meio da mudança da figura de interferência formada pela bioatividade do material ao longo do tempo. Este trabalho teve como objetivo desenvolver um programa computacional, capaz de quantificar uma imagem STS, através do cálculo do valor da Entropia, buscando uma relação entre estes valores e o Momento de Inércia. Com o programa foi possível obter resultados para quantificação de imagens STS tratadas ( Matriz de Ocorrência), utilizando um modelo matemático não empírico, diferentemente com o que ocorre no cálculo do Momento de Inércia, que quantifica as imagens STS usando analogia com o momento de inércia da Mecânica de modo empírico.

Bio-Speckle - Entropia - Laser


T0816

ESTIMATIVA DA condição DE BEM-ESTAR DE FRANGOS DE CORTE EM função DA presença DE amônia NO galpão DE produção CONVENCIONAL


Adriana Naomi Owada (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Irenilza de Alencar Nääs (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Visto a importância econômica da avicultura no Brasil, este trabalho tem como objetivo, complementar trabalho anterior, visando determinar as condições de bem-estar de frangos de corte, de acordo com valores de ambiência térmica e concentração de amônia. Este objetivo será alcançado através da analise dos dados de ambiência – temperatura, umidade, velocidade do vento e concentração de amônia - de um galpão de produção de frangos de corte convencional localizado em Rio Claro-SP. Os dados coletados serão analisados com base em resultados obtidos em trabalho anterior com auxilio de lógica Fuzzy.

Avicultura - Amônia - Ambiência


T0817

RECONHECIMENTO DE PADRÕES COMPORTAMENTAIS EM SUÍNOS NA FASE PRÉ-DESMAME ATRAVÉS DA VOCALIZAÇÃO


Leonardo São Leão Campos (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Irenilza de Alencar Nääs (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O bem-estar dos animais tem sido importante foco de estudo na suinocultura sendo através dele possível, tanto uma melhora de desempenho produtivo quanto uma agregação de valor ético ao produto comercializado. Na avaliação do bem-estar a vocalização é uma poderosa ferramenta, pois ela fornece dicas a respeito do bem-estar de uma forma não invasiva , a vocalização na fase pré-desmame desempenha um papel importante onde a comunicação entre a porca e os leitões é crucial no atendimento das necessidades dos leitões. O presente trabalho teve como objetivos a estruturação de dados e metodologia para a implementação de um algoritmo baseado em redes neurais capaz de reconhecer e classificar vocalizações relacionadas com padrões comportamentais. Através de dados de vídeos coletados foram extraídas e rotuladas amostras segundo observação humana, o conteúdo de som dessas amostras foi analisado por modelos de extração de características relevantes tanto no domínio do tempo quanto no da freqüência.Os resultados encontrados mostraram evidências de padrões comportamentais relacionados com vocalização, indicando uma futura boa performance da rede neural, pois eles comporão, na seqüência do projeto, os parâmetros de entrada para o treinamento da rede.

Comportamento animal - Vocalização - Suinocultura


T0818

DESENVOLVIMENTO DE TESTES DE TOXICIDADE CRÔNICA EM SEMENTES DE HORTALIÇAS PARA AVALIAÇÃO DOS EFEITOS TÓXICOS DE CHORUME


Eloisa Maria dos Reis dos Santos (Bolsista PIBIC/CNPq), Noely Bochi Silva, Núbia Natália de Brito Pelegrini, Ronaldo Teixeira Pelegrini (Colaboradores) e Prof. Dr. José Euclides Stipp Paterniani (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Os testes de toxicidade representam uma ferramenta importante para avaliar as características agressivas das águas residuárias. Este estudo visou desenvolver testes de toxicidade crônica para avaliar a maior concentração de percolado de aterro sanitário que não se observa efeitos deletérios estatisticamente significativos (CENO) e a menor concentração que se observa efeito tóxico (CEO) empregando sementes de hortaliças como organismos teste. Para a realização dos estudos foram utilizadas as espécies: Lactuca sativa L.; Coriandrusativum L.; Solanum gilo Radd.; Capsicum frutescens L.; Capsicum annuum L.; Abelmoschus esculentus L.; Petroselinum crispum (Mill.) Nym. Ex. A.W. Hill e Lycopersicon esculentum Mill.. No desenvolvimento da técnica foram realizados estudos preliminares com soluções de fenol, NH4+, Cu e Cr em água de diluição otimizada para cada espécie no valor de pH 7,2. As concentrações obtidas no qual estabeleceu-se o CENO e CEO, variaram para cada espécie e substância. Nos testes com as substâncias fenol e NH4+, encontrou-se o CENO de 5 a 50 mg/L e CEO de 10 a 80mg/L e para o Cu obteve CENO entre 3 e 8 mg/L e CEO entre 3,5 e 8,5mg/L. A espécie Abelmoschus esculentus L. apresentou pouca sensibilidade às substâncias com CENO e CEO em concentrações superiores a 1,0 g/L. Foi possível concluir que as espécies: Lactuca sativaL.; Abelmoschus esculentus L. e Lycopersicon esculentum Mill apresentaram melhores resultados como metodologia de toxicidade crônica para avaliar a possibilidade de reutilização do percolado tratado por processo de filtração lenta e fotocatálise na irrigação de hortaliças.

Toxicidade - Percolado - Sementes de hortaliça


T0819

AVALIAÇÃO DO REUSO DO CHORUME NA AGRICULTURA ATRAVÉS DE TESTES DE TOXICIDADE CRÔNICA EM SEMENTES DE CEREAIS


Monalisa Franco (Bolsista PIBIC/CNPq), Fernanda Gabriela Garcia, Giceane dos Santos Matos Nubia Natalia de Brito Pelegrini, Ronaldo Teixeira Pelegrini (Colaboradores) e Prof. Dr. José Euclides Stipp Paterniani (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Os testes de toxicidade representam uma ferramenta importante para avaliar as características agressivas das águas residuárias. Este estudo visou desenvolver testes de toxicidade crônica para avaliar a maior concentração de percolado de aterro sanitário que não se observa efeitos deletérios estatisticamente significativos (CENO) e a menor concentração que se observa efeito tóxico (CEO) empregando sementes de cereais como organismos teste. Para a realização dos estudos foram utilizadas as espécies: Tritico secale, Triticum aestivum, Zea mays, Phaseolus vulgaris, Avena sativa, Cryza sativa e Helianthus annuus. No desenvolvimento da técnica foram realizados estudos preliminares com soluções de fenol, Cu e NH4+ e em água de diluição otimizada para cada espécie no valor de pH 7,2. As concentrações obtidas na qual estabeleceu-se o CENO e CEO, variaram para cada substância e espécie de cereal. Nos testes com as substâncias fenol, Cu e NH4+ encontrou-se o CENO nas faixas de 300 a 900 mg/L, 10 a 50 mg/L e 250 a 1050mg/L, respectivamente, e CEO variando de 400 a 1000mg/L, 25 a 100mg/L e 300 a 1100mg/L, respectivamente. Foi possível concluir que as espécies: Tritico secale, Triticum aestivum, Zea mays e Phaseolus vulgaris apresentaram melhores resultados como metodologia de toxicidade crônica para avaliar a possibilidade de reutilização do percolado tratado por processo de filtração lenta e fotocatálise.

Toxicidade - Percolado - Sementes de cereais


T0820

Balanço de metais na bacia hidrográfica do DAE da Serra do Japi


Carolina Verbicaro Perdomo (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. José Teixeira Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A gestão sustentável dos recursos naturais, em particular, e a gestão dos recursos hídricos adquiriram nos últimos anos, um maior reconhecimento social e institucional. Esse reconhecimento deveu-se, principalmente, da constatação da escassez e da extrema necessidade da preservação e proteção destes recursos naturais, assegurando a sobrevivência das gerações humanas presentes e vindouras. Notadamente, as áreas de cobertura natural apresentam as condições de regime e qualidade de água relacionada com o meio físico (cobertura vegetal, características do solo e geologia). Assim, a caracterização da qualidade de água dessas regiões permite compreender melhor os impactos das atividades humanas nas bacias. Em especial, a concentração de metais gerados no escoamento superficial. Assim, o objetivo deste projeto de pesquisa é monitorar a carga potencial anual difusa de metais a partir de amostras de água obtidas durante a estação chuvosa e não-chuvosa da bacia hidrográfica do DAE da Serra do Japi. Os metais analisados serão: Ca, K, Zn, Fe, Mg, Mn, Na e Co. Ao longo de um ano foram coletadas amostras de água em conjunto com os dados de vazão. Os resultados mostraram baixas concentrações e as cargas desses elementos na bacia. Esses valores são próximos às concentrações e cargas de outras regiões de floresta no Estado de São Paulo.

Bacia hidrográfica - Serra do Japi - Qualidade de água


T0821

CARACTERIZAÇÃO E ESTUDO DAS PROPRIEDADES REOLÓGICAS DE MIRTILO


Flávia Regina de Faria (Bolsista FAPESP), Profa. Dra. Graziella Colato Antonio (Co-orientadora) e Prof. Dr. Kil Jin Park (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O mirtilo (Vaccinium myrtillus), ou blueberry, como é mais conhecido, é uma fruta originária da América do Norte e pouco conhecida no Brasil. Este fruto é rico em antocianina e ganhou destaque em diversos países devido às suas muitas propriedades medicinais. O comportamento reológico e a definição de modelos adequados à descrição do escoamento de polpas de frutas são fundamentais na engenharia de processos, já que, durante as etapas de armazenamento e processamento, são submetidas a diferentes campos de tensão gerando respostas de deformação. Esses conhecimentos contribuem, juntamente com as características físico-químicas, para o desenvolvimento de produtos e a correlação de parâmetros físicos e sensoriais. Portanto, no presente trabalho foram realizadas as caracterizações física e físico-química dos frutos de mirtilo das safras de 2005/2006 e 2006/2007, obtidas no estado do Rio Grande do Sul. Ambas as safras apresentaram poucas diferenças nos valores das determinações físicas e físico-químicas com elevadas quantidades de antocianinas totais. O estudo da reologia da polpa de mirtilo foi realizado em reômetro de tensão controlada equipado com geometria rugosa de placas paralelas. A polpa apresentou comportamento reológico pseudoplástico com elevada tensão residual em todas as temperaturas estudas e a tensão de cisalhamento diminuiu com o aumento da temperatura.

Fruta - Antocianina - Reologia


T0822

Diagrama de Fases TERNÁRIO de Componentes do Biodiesel Etílico


Gabriela Bevilaqua (Bolsista PIBIC/CNPq), Profa. Anna Leticia Montenegro Turtelli Pighinelli (Co-orientadora) e Prof. Dr. Kil Jin Park (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A crescente demanda energética, escassez de petróleo e impacto ambiental exigiu a criação de um novo combustível. O biodiesel é uma mistura de ésteres obtidos na transesterificação entre óleo e álcool. Quando se utiliza etanol, a separação das fases dos produtos finais (ésteres e glicerol) apresenta dificuldades. Analisou-se o comportamento da solubilidade de substâncias presentes nas etapas da reação geradora de biodiesel. Considerou-se que a reação pode não ter sido completa se houvesse reagente remanescente no produto final. Foram feitas soluções de etanol/ glicerol a diferentes proporções, e adicionou-se óleo gota a gota com o auxílio de bureta de modo que, quando o líquido no interior do tubo apresentasse turbidez contínua, o volume de óleo requerido era anotado. Repetiu-se o procedimento para cada amostra com diferentes proporções etanol/ glicerol. Calculou-se as frações mássicas de cada componente na mistura final e traçou-se o diagrama de fases para o sistema ternário. Foram dez pontos para cada tipo de óleo (óleo bruto de amendoim e de soja refinado). A proporção de etanol/ glicerol inicial influenciou na solubilidade do óleo, portanto, a quantidade de reagentes não consumidos dificulta a separação dos produtos finais ou, a adição de uma das substâncias auxilia na separação das fases.

Biodiesel - Diagrama de fases ternário - Solubilidade


T0823

CONTROLE OPERACIONAL EM UM SECADOR CONVECTIVO


Marcos Chiorato (Bolsista SAE/UNICAMP), Juliana Aparecida Fracarolli, Prof. Rafael Augustus de Oliveira (Co-orientador) e Prof. Dr. Kil Jin Park (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O presente projeto refere-se ao desenvolvimento de um software para o controle de temperatura de um aparelho para a secagem de produtos, a fim de aperfeiçoar o processo que exigem um ambiente controlado, de acordo com a Patente Industrial PI 9905420-5. O secador consiste em uma câmara tubular de secagem munida de um cesto para auxiliar a pesagem, no qual o produto é colocado. O secador também possui reguladores de fluxo (válvulas) que permitem a admissão de ar perpendicular e paralelo dependendo das características do material a ser seco, ou seja, da perda de carga que este material remete ao fluxo de ar, do risco de fluidização do produto e da taxa de secagem que este suporta ou necessita no processo. Foram realizadas adaptações no sistema de ventilação do secador, além de ensaios preliminares quanto aos limites operacionais do mesmo (temperatura ou velocidade do ar). Uma simulação do controle do tipo PID (proporcional, integral e derivativo) será realizado considerando os parâmetros operacionais do secador que devem ser utilizados no processo de secagem. O software irá controlar os parâmetros englobados no PID para manter a temperatura controlada.

Aquisição de dados - Software - Parâmetros operacionais


T0824

OTIMIZAÇÃO DA TRANSESTERIFICAÇÃO DE OLÉOS VEGETAIS COMERCIAIS PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL


Sulimar Munira Caparoci Nogueira (Bolsista PIBIC/CNPq), Anna Leticia Montenegro Turtelli Pighinelli (Co-orientadora) e Prof. Dr. Kil Jin Park (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O biodiesel é obtido pela transesterificação de óleos vegetais com metanol ou etanol, na presença de catalisadores. Para atender demanda por esse novo combustível, busca-se usar oleaginosas mais disponíveis em cada região. O projeto visa otimizar a transesterificação do óleo refinado de soja com metanol e do óleo de mamona com etanol, avaliando o efeito da razão molar entre óleos e álcoois e a concentração de catalisador (hidróxido de sódio), visando encontrar condições ótimas pela metodologia de superfície de resposta. O álcool e o NaOH foram agitados até total dissolução do catalisador, em seguida adicionou-se o óleo, também sob agitação, por 40 minutos. Terminado o tempo reacional, a mistura foi colocada em funil de separação para decantar por 24 horas. Separada as fases formadas, éster e glicerol, o éster foi lavado com água destilada 90°C, por 9 vezes. O éster limpo foi colocado em estufa a vácuo a 70°C, até peso constante. Para o óleo de soja, o resultado mostrou que só a concentração de catalisador afetou significantemente o rendimento em ésteres. A análise de variância mostrou que não foi possível ajustar o modelo, já que o teste F para a falta de ajuste não foi significativo, não sendo possível construir a superfície de resposta.

Superfície de resposta - Razão molar - Concentração de catalisador


T0825

EXTRAÇÃO MECÂNICA DE ÓLEO DE AMENDOIM PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL


Thais Queiroz Zorzeto (Bolsista SAE/UNICAMP), Anna Leticia Montenegro Turtelli Pighinelli (Co-orientadora) e Prof. Dr. Kil Jin Park (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A lei no 11.097 de 2005 autorizou a introdução do biodiesel na matriz energética nacional. Um novo produto exige um investimento em pesquisas relacionadas ao plantio de oleaginosas, extração de óleos vegetais e reações químicas, fornecendo informações relevantes para tornar o processo otimizado. O amendoim é plantado nas áreas de cana-de-açúcar para recuperação do solo. Por possibilitar essa associação a produção de etanol e também por conter um alto teor de lipídios, essa oleaginosa seria viável como matéria-prima para o biodiesel. A extração de óleos vegetais tem por opção mais eficiente, simples e de baixo custo, a prensagem mecânica de oleaginosas. Usando o planejamento experimental fatorial completo e a metodologia da superfície de resposta, buscou-se avaliar a influência das condições iniciais do grão (temperatura e teor de umidade) no rendimento em óleo bruto. O grão teve seu teor de umidade e de lipídios determinados por metodologia oficial; e a extração do óleo foi feita em mini-prensa modelo MPE-40 ECIRTEC. As melhores condições foram próximas aos maiores valores de temperatura e teor de umidade dos grãos, sendo estas variáveis significativas a 95% de nível de confiança. O biodiesel é obtido pela transesterificação do óleo de amendoim, avaliando a influência da quantidade de etanol (razão molar) e da concentração de catalisador no rendimento final através da superfície de resposta.

Planejamento experimental - Teor de umidade - Temperatura


T0826

OBTENÇÃO DA DIFUSIVIDADE EFETIVA EM FUNÇÃO DO CONTEÚDO DE UMIDADE E TEMPERATURA


Vanessa Carniel Marchi (Bolsista PIBIC/CNPq), Ms. Rafael Augustus de Oliveira (Co-orientador) e Prof. Dr. Kil Jin Park (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Neste trabalho foi determinada a difusividade efetiva a partir da Lei de Fick. Foram utilizados dois programas: um foi desenvolvido no software Matlabâ, o qual faz a regressão por meio do método numérico de diferenças explícito e a outro foi desenvolvido no Microsoft Excelâ e consiste de planilha que incorpora um comando de ajustes numéricos. Os manuais da utilização destes métodos estão no site: http://www.feagri.unicamp.br/ctea/index.html. Ambos os programas determinam um valor de difusividade efetiva média. O primeiro a obtém por meio da solução numérica da equação diferencial, ao passo que o segundo utiliza a equação analítica para uma geometria definida. O método de diferenças explícito aplicado na solução numérica foi escolhido por não exigir critério de convergência. A metodologia no Excel foi elaborada com o intuito de facilitar o acesso/utilização aos usuários a uma ferramenta amplamente disponível. Neste trabalho foram utilizados os dados experimentais do processo de secagem de amostras de maçã em formato cilíndrico e de raízes de chicória cortadas em cubos.

Matlab - Excel - Secagem


T0827

PROCESSO DE DESCOBERTA DE CONHECIMENTO EM BASES DE DADOS APLICADO A SISTEMA DE ALERTA DA FERRUGEM DO CAFEEIRO: PREPARAÇÃO DE DADOS E MODELAGEM


Julia Bissoli do Amaral (Bolsista PIBIC/CNPq), Carlos Alberto Alves Meira (Embrapa Informática Agropecuária) e Prof. Dr. Luiz Henrique Antunes Rodrigues (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A duração do período de molhamento foliar na planta é uma variável importante em sistemas de alerta, pois o risco de epidemias de muitas doenças foliares está relacionado com a duração dos períodos em que a água livre encontra-se na superfície da folha. Finalizada a fase de entendimento dos dados, foi realizada a fase de preparação destes onde foi obtido um conjunto de dados para estimativa de molhamento foliar o qual foi explorado com a ferramenta SAS® (Statistical Analysis System) Enterprise Miner TM para analisar sua importância com relação ao alerta da ferrugem do cafeeiro. Foi estudada a relação entre as variáveis com os nós de exploração e utilizada a árvore de decisão para descobrir informações úteis que ajude no entendimento do modelo de sistemas de alerta. Observou-se que quando se tem umidade relativa acima de 90% e precipitação em torno de 1,5 mm, há cerca de 17% de molhamento foliar com valor acima de quatro, ou seja, caracteriza uma superfície mais úmida. Questões como essas, obtidas com a exploração dos dados através do SAS Enterprise Miner, contribuem para analisar a influência dos parâmetros climáticos na evolução da ferrugem do cafeeiro.

Exploração dos dados - Molhamento foliar - Sistema de previsão de doença de plantas


T0828

ORGANIZAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E PREPARAÇÃO DOS DADOS DE MATRIZES DE SUÍNOS PARA PROCESSO DE MINERAÇÃO DE DADOS


Rafael Viola (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Luiz Henrique Antunes Rodrigues (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Empresas detentoras de tecnologias de melhoramento genético produtoras de matrizes de suínos possuem bancos de dados relacionais e estruturados com dados diariamente atualizados, passível de obtenção de conhecimento implícito nessas bases de dados. Essa descoberta do conhecimento é possível através da aplicação de técnicas de KDD (Knowledge Discovery in Databases) em bases de dados. Para isso, é necessária uma fase de pré-processamento, que abrange a seleção, pré-processamento e transformação de dados para aplicação de técnica de Mineração de Dados. O objetivo desse projeto foi realizar o pré-processamento dos dados da base de dados de matrizes de suínos através da determinação dos objetivos do estudo, da preparação dos dados através da análise de todas as variáveis envolvidas e seu relacionamento com as demais variáveis e da identificação das fontes de ruídos e respectivo tratamento. No processo de pré-processamento dos dados foram identificadas diversas fontes de ruídos, sendo que, para cada situação foi realizado um estudo juntamente com profissionais da área para tratamento desses dados. Como resultado desse projeto obteve-se uma base de dados transformada e pronta para a realização da técnica de Mineração de Dados.

Preparação de dados - Pré-processamento - Mineração de dados


T0829

Avaliação do efeito da densidade do solo e da resistência do solo à penetração no desenvolvimento do sistema radicular da aveia preta (Avena strigosa Schreb) para aplicação como planta de cobertura em sistema plantio direto


Bruno S. Oliveira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Mara de Andrade Marino Weill (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O sistema plantio direto se caracteriza por mínima mobilização do solo e manutenção de cobertura à superfície pelo manejo dos restos culturais ou de plantas de cobertura. Após alguns anos de uso do solo sob SPD, em função da mobilização do solo apenas na linha de semeadura, tem sido relatada a ocorrência de compactação próxima à superfície. Nesse contexto, o projeto teve como objetivo estudar o efeito de quatro diferentes níveis de densidade do solo sobre o desenvolvimento do sistema radicular da Aveia Preta (Avena strigosa Schreb), gramínea muito utilizada como planta de cobertura morta no SPD nas condições do Estado de São Paulo. O experimento foi realizado em casa de vegetação no Campo Experimental da FEAGRI, com quatro tratamentos de densidade, de 1,00 Mg m-3, 1,15 Mg m-3, 1,30 Mg m-3 e 1,45 Mg m-3, e três repetições, em vasos e em mini-rizotrons, sendo o solo da classe Latossolo Vermelho Distroférrico típico. Os resultados obtidos incluem a taxa de crescimento de raízes (em cm dia-1), a densidade de raízes na camada compactada (em g cm-3) e a quantidade de matéria seca de raízes (em g).

Plantio direto - Compactação - Mini-rizotron


T0830

DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA DE MATERIAIS IMPERMEABILIZANTES À AÇÃO PERFURANTE DE RAÍZES


Davi S. de Caxias (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Mara de Andrade Marinho Weill (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Um problema comum em construções se relaciona com a proliferação de raízes de plantas nas estruturas, danificando-as e produzindo rachaduras por onde a água infiltra e causa problemas, como no caso de lajes. O presente trabalho consistiu em determinar a resistência de manta impermeabilizante do tipo TORODIN à ação perfurante de raízes, em ensaio conduzido em conformidade com a norma italiana Edilizia UNI-8202. Foram testados seis tratamentos, com três repetições cada, sendo: 1) Testemunha, 2) Manta normal (sem aditivo anti-raiz) sem envelhecimento, 3) Manta normal (sem aditivo anti-raiz) com envelhecimento em água a 60ºC por 28 dias, 4) Manta PLUS (com aditivo anti-raiz) sem envelhecimento, 5) Manta PLUS (com aditivo anti-raiz) com envelhecimento em água a 60ºC por 28 dias, 6) Impermeabilização com primer com adição de alcatrão. A planta indicadora foi o Lupinus albus, uma leguminosa utilizada como forrageira popularmente conhecida por tremoço-branco. Foram utilizados vasos de terracota, em condições de estufa, onde foram aplicados os tratamentos. Os resultados do ensaio incluíram a observação do desenvolvimento ou não de raízes, bem como a determinação da vitalidade das mesmas, utilizando ácido trifeniltetrazólio.

Norma Edilizia - UNI8202 - Manta Torodin


T0831

DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA DE MANTAS IMPERMEABILIZANTES À AÇÃO PERFURANTE DE RAÍZES


Gabriela K. e Silva (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dra. Mara de Andrade Marinho Weill (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A proliferação de raízes nas estruturas de construções costuma ser um problema bastante grave, visto que causam rachaduras por onde penetra a água, causando infiltrações. O presente experimento teve por objetivo determinar a resistência de manta impermeabilizante do tipo TORODIN, à ação perfurante de raízes. Em ensaio conduzido em conformidade com a norma italiana Edilizia UNI-8202, foram testados seis tratamentos, com três repetições cada, a saber: 1) Testemunha (sem qualquer tratamento anti-raiz), 2) Manta normal (sem aditiva anti-raiz) sem envelhecimento, 3) Manta normal (sem aditivo anti-raiz) com envelhecimento em água a 60ºC por 28 dias, 4) Manta com aditivo anti-raiz sem envelhecimento, 5) Manta com aditivo anti-raiz com envelhecimento em água a 60ºC por 28 dias, 6) Impermeabilização com primer com adição de aditivo. Uma leguminosa forrageira, Lupinus albus, popularmente conhecida por tremoço-branco, foi utilizada como planta indicadora. Os tratamentos foram aplicados em vasos de terracota, em condições de estufa. Os resultados do ensaio incluíram a observação do desenvolvimento ou não de raízes, bem como a determinação da vitalidade das mesmas, utilizando teste com ácido trifeniltetrazólio.

Manta Torodin - Norma Edilizia - UNI8202


T0832

AVALIAÇÃO DO EFEITO DA DENSIDADE DO SOLO E DA RESISTÊNCIA DO SOLO À PENETRAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RADICULAR DO NABO FORRAGEIRO (Raphanus Sativus) PARA APLICAÇÃO COMO PLANTA DE COBERTURA EM SISTEMA PLANTIO DIRETO


Victor D. Manabe (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Mara de Andrade Marinho Weill (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A adoção do sistema plantio direto em áreas agrícolas efetivamente reduz as perdas de solo e de água por erosão. Contudo, em função da mobilização do solo apenas na linha de semeadura, tem sido relatado o aumento da densidade do solo mais próximo à superfície. O nabo forrageiro é uma planta de cobertura com vigoroso sistema radicular, que pode atuar no sentido da desagregação da camada compactada. Nesse contexto, este projeto teve por objetivo estudar o efeito de diferentes níveis de densidade do solo no desenvolvimento do sistema radicular do nabo forrageiro. Em ensaio conduzido em casa de vegetação no Campo Experimental da FEAGRI, em vasos e em mini-rizotrons, foram testados quatro níveis de densidade do solo (1,0 kg dm-3; 1,15 kg dm-3; 1,3 kg dm-3 e 1,45 kg dm-3), com três repetições, sendo o solo da classe Latossolo Vermelho Distroférrico típico. Os resultados obtidos incluem a taxa de crescimento de raizes (em cm dia-1), a densidade de raizes na camada compactada (em g cm-3) e a quantidade de matéria seca de raízes (em g).

Plantio direto - Compactação - Mini-rizotron


T0833

REUTILIZAÇÃO DE ÁGUA NA ETAPA DE LIMPEZA PARA TOMATE DE MESA NO SISTEMA DE BENEFICIAMENTO


Christiane Roberta Silva Pires (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Marcos David Ferreira (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A etapa de lavagem é uma das mais importantes em um sistema de beneficiamento para tomates, sendo que a sua eficiência relaciona-se a quantidade e a qualidade de água utilizada. O presente trabalho avaliou a eficiência no processo de limpeza do tomate de mesa através da reutilização de água sintetizada em laboratório, denominada de “água suja”. Este projeto dispõe de duas etapas: na primeira etapa foi avaliado em laboratório qual a potencialidade de uso desta “água suja” para limpeza de tomates. Por meio dos dados obtidos, em uma segunda etapa avaliou-se em um módulo de limpeza a eficácia da mesma, e também acompanhou a vida útil do produto observando a incidência de podridões e porcentagem de perda de massa. Objetivou-se com isto obter informações sobre a aplicação da água reutilizada no processo de limpeza, assim otimizando-se o uso de água no processo de lavagem. Logo, o trabalho resultou que a eficácia de limpeza da “água suja” no módulo de escovas é inferior a alcançada pela água limpa, porém observou-se que há uma remoção dos resíduos superficiais nos frutos não alterando a qualidade do produto. Portanto, estudos posteriores podem avaliar a percepção do consumidor em relação à eficácia da limpeza.

Água - Limpeza - Beneficiamento


T0834

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DA CLASSIFICAÇÃO DO TOMATE DE MESA EM EQUIPAMENTOS DE BENEFICIAMENTO UTILIZANDO-SE SISTEMA ALTERNATIVO


Marina Sampaio Slussarek (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Marcos David Ferreira (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O processo de beneficiamento e classificação do tomate ocorre, atualmente, em galpões de beneficiamento com auxílio de máquinas especiais de seleção e classificação. A classificação do tomate com auxílio dessas máquinas propiciou a diminuição da perda do fruto na colheita e na pós-colheita. Neste trabalho foi verificada a eficiência de classificação de tomates de mesa, tipo oblongo e redondo, a partir do diâmetro externo em um sistema alternativo utilizando rolos divergentes. Para tanto avaliou-se diferentes rotações para classificação, verificando qual a mais adequada para seleção, comparando a classificação obtida com o padrão de mercado (CEAGESP). Foi também observado a qualidade dos frutos após serem submetidos a classificação nas rotações mais altas do sistema alternativo, verificando se houve perda de massa. Para comparação dos resultados utilizou-se o teste de Tukey, ao nível de significância de 5%. Observou-se que neste sistema de classificação a rotação de melhor eficiência, em relação à diferença entre o maior fruto e o menor em cada calibre, foi de 50rpm, para o caso do cultivar Débora.

Classificação - Diâmetro do fruto - Qualidade do fruto


T0835

AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE CONFORTO TÉRMICO EM SISTEMAS DE ALOJAMENTO PARA SUÌNOS


Cesare Di Girolamo Neto e Profa. Dra. Mariângela Amendola (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A partir do que consta na tese de doutorado de Pandorfi (2005), que mostra o resultados de avaliações de sistemas de alojamento para matrizes gestantes, foi selecionado um conjunto de variáveis independentes: temperatura e umidade do ar, visando caracterizar, segundo a teoria dos conjuntos fuzzy, a variável dependente: condição de conforto do ambiente. O objetivo foi desenvolver habilidades práticas com o uso do toolbox fuzzy do ambiente de computação científica do MatLab, o que foi experimentado tanto para reproduzir os resultados previamente obtidos pelo referido autor, bem como para comparar esses resultados com os obtidos pela seleção de distintas funções de pertinência dentre as disponíveis no referido toolbox, o que foi realizado de acordo com o que consta no manual de Amendola et al (2005). A reprodução foi obtida com sucesso e a comparação dos resultados usando diferentes funções de pertinência mostrou resultados que revelam a importância tanto do especialista, na construção da base de regras, bem como do usuário com conhecimentos da teoria, na análise dos resultados.

Conforto térmico - Suínos - Teoria dos conjuntos fuzzy


T0836

USO DA TEORIA DOS CONJUNTOS FUZZY PARA A ANÁLISE DO EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DE SAL (NACL) E DE ÁCIDO CÍTRICO (AC) NA OBTENÇÂO DE TOMATE SECO OSMÓTICAMENTE TRATADO


Nádia S. da Veiga, Gisele Anne Camargo (Co-orientadora) e Profa. Dra. Mariângela Amendola (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A partir do que consta na tese de doutorado de Camargo (2005), que analisa a composição de diversos fatores do processo de secagem osmótica de tomates, foram identificados conjuntos de dados experimentais aptos a serem re-analisados, agora segundo a teoria dos conjuntos Fuzzy. Neste sentido foi realizada a análise do efeito da composição das 2 variáveis independentes que caracterizam a composição da solução osmótica no processo de secagem de tomates: sal e ácido cítrico, na variável dependente que quantifica a perda de massa dos mesmos. Para tanto, primeiramente foi estabelecido um conjunto de regras lingüísticas, baseado no conhecimento da especialista para, em seguida justificar as demais opções no uso da ferramenta disponível no MatLab, o que foi feito baseado no que consta no manual (Amendola et al, 2005). Os resultados dessa análise, quando comparados aos obtidos da análise previamente realizada, mostram concordância, o que revela o uso da teoria dos conjuntos Fuzzy como uma ferramenta útil no processo de decisão de tratamentos de produtos agrícolas.

Secagem osmótica de produtos agrícolas - Tomate - Teoria dos conjuntos fuzzy


T0837

AVALIAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE FUNGOS E CONCENTRAÇÃO DE GASES EM INCUBAÇÃO DE FRANGOS DE CORTE


Débora Passos Alvarenga (Bolsista SAE/UNICAMP), Ana Carolina Souza Gigli, Profa. Dra. Irenilza de Alencar Nääs (Co-orientadora) e Profa. Dra. Marta dos Santos Baracho (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O Brasil destaca-se como uma das grandes potências mundiais no setor avícola. Sendo a produção de pintos de corte fator relevante no desenvolvimento da avicultura, é necessário que o incubatório tenha um manejo adequado e seja homogêneo visto que, essas variáveis podem influenciar na produtividade e na qualidade do produto final. Este trabalho teve como objetivo analisar a qualidade do ar em incubatório comercial avaliando a presença de fungos e a concentração de CO2. A metodologia utilizada foi a exposição de placas de Petri para o crescimento dos fungos e posterior identificação de gêneros e espécies de fungos. Para medição de concentração de CO2 foram coletadas amostras de ar utilizando-se bomba Dräger®. Observou-se elevada contaminação do ambiente, sobretudo pelos gêneros Penicillium, Fusarium e Aspergillus, principais responsáveis por perdas produtivas na atividade avícola. A concentração de CO2 manteve-se praticamente homogênea no interior da incubadora e na sala de vacinação. Tais resultados apontam a necessidade de informações sobre as variáveis ambientais do incubatório, para que seja estabelecido um manejo adequado visando melhorias na produção.

Avicultura - Fungos - CO2


T0838

IDENTIFICAÇÃO DE GÊNEROS DE FUNGOS EM Alphitobius Diaperinus (CASCUDINHO) ORIUNDOS DE GRANJAS AVÍCOLAS


Fabrício Campos de la Nuez (Bolsista SAE/UNICAMP), Ana Carolina de Souza Gigli, Profa. Dra. Irenilza de Alencar Nääs (Co-orientadora) e Profa. Dra. Marta dos Santos Baracho (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O cascudinho é um inseto considerado como uma das maiores pragas da indústria avícola no Brasil e em diversos países no Mundo. Em criações intensivas de frangos estes insetos causam problemas sanitários e econômicos, afetando a saúde e o desempenho das aves. Este trabalho teve como objetivo pesquisar e identificar os gêneros de fungos nas superfícies interna e externa do cascudinho, para caracterizá-lo como possível vetor de fungos. Os cascudinhos (adultos) foram coletados em granja de frango de corte e mantidos em condições de laboratório. Duas metodologias diferentes para detectar a presença ou não de unidades formadoras de colônias (UFC) de fungos foram testadas: 1- exame de contaminação interna; 2- exame de contaminação externa. Em seguida realizou-se a identificação dos fungos morfologicamente. Foram identificados diversos fungos toxicogênicos, entre eles o Aspergillus flavus causador da aspergilose.

Avicultura - Alphitobius diaperinus (cascudinho) - Fungos


T0839

TAREFA E ATIVIDADE NOS SISTEMAS DE TRABALHO DA AGRICULTURA ORGÂNICA (PREPARO DE SOLO, PLANTIO E TRATOS CULTURAIS): UMA ABORDAGEM ERGONÔMICA


Luís Alfredo Pires Barbosa (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Mauro José Andrade Tereso (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O estudo descreve o cultivo orgânico de hortaliças, com os seus sistemas de trabalho abrangendo o preparo de solo, o plantio e os tratos culturais, a partir do método da Análise Ergonômica do Trabalho. Sendo selecionada uma propriedade de cultivo orgânico de frutas e hortaliças na região do município de Campinas. Compondo um quadro que descreva as especificidades de cada etapa da produção, com relação à organização do trabalho e à utilização de recursos tecnológicos, nesses diferentes sistemas de trabalho. Tem-se como objetivo geral deste trabalho a compreensão das dificuldades associadas ao trabalho na agricultura orgânica, particularmente dos sistemas de trabalho de preparo de solo, plantio e tratos culturais, relacionando os auxílios mecânicos e os equipamentos de proteção. A Análise Ergonômica do Trabalho baseia-se no estudo das condições enfrentadas pelos trabalhadores em campo, para sua melhor compreensão e transformação do trabalho, sendo realizadas entrevistas semi-estruturadas, aplicando-se questionários, para as observações diretas. Obtendo-se um diagnóstico comparando-se o trabalho esperado com o efetivamente realizado; as metas e objetivos esperados e explicitados pelas tarefas avaliados em função do trabalho realizado, produção, produtividade e estratégias para cumprir as tarefas, gerando recomendações para mudanças e orientações que minimizem as situações de risco.

Agricultura orgânica - Sistemas de trabalho - Tarefa e atividade


T0840

SISTEMA DE DIREÇÃO NAS QUATRO RODAS PARA UNIDADE MÓVEL DE AUXÍLIO À COLHEITA DE TOMATES DE MESA


Augusto Cesar Sanchez (Aprimorando FUNCAMP), Prof. Dr. Marcos David Ferreira (Co-orientador) e Prof. Dr. Oscar Antonio Braunbeck (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola – FEAGRI, UNICAMP
Neste trabalho descreve-se o funcionamento do sistema de direção nas quatro rodas de uma Unidade Móvel de Auxílio à Colheita (UNIMAC), desenvolvida na Faculdade de Engenharia Agrícola da Unicamp, Campinas, SP entre os anos de 2003-2007. São apresentados os requisitos direcionais do equipamento, assim como a descrição das soluções adotadas para controle e operação do sistema de direção da colhedora. O sistema adotado permite manobras direcionais tanto em deslocamento transversal como longitudinal, assim como o giro sobre o próprio eixo vertical do equipamento.

UNIMAC - Direção nas quatro rodas - Máquinas agrícolas


T0841

USO DE TÉCNICAS DE MOIRÉ NA INSPEÇÃO DA FORMA TRIDIMENSIONAL DE CORPOS SIMÉTRICOS


Douglas Torso (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Co-orientador) e Prof. Dr. Oscar Antonio Braunbeck (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
As técnicas de moiré formam um conjunto de técnicas ativas de aquisição de informações sobre a topografia de superfícies. Essas técnicas consistem na projeção de uma grade sobre um objeto, gerando franjas de interferência cujas imagens são capturadas para posterior processamento. Dessa forma, o objetivo desse trabalho é o levantamento tridimensional da forma de corpos simétricos como cubos, cilindros e esferas, com o uso de uma técnica de moiré, validando esse método com medições via paquímetros e aplicando essa técnica a corpos de geometria irregular como órgãos vegetais. Para isso amostras foram moldadas em uma borracha preta e cobertas com uma pintura opaca branca para melhorar as condições de contraste. As imagens foram capturadas por uma câmera digital e os arquivos foram transferidos a um computador para processamento. As franjas geradas foram multiplicadas pixel a pixel por meio do Software “IDRISI”. As medidas geométricas das amostras foram obtidas por meio de um compasso digital e comparadas com aquelas obtidas pelo método ótico do estudo. Da comparação, obteve-se uma diferença que dá uma base de fonte provável de erro. Isso contribuirá para o desenvolvimento futuro de automatização, estabelecendo e garantindo padrões no processo de seleção de frutos.

Técnicas de moiré - Padrão de moiré - Frutos


T0842

APLICAÇÃO DE TÉCNICA DE MOIRÉ NO ESTUDO DA ARQUITETURA DE VEGETAIS


Elaine C. de S. Alves (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Co-orientador) e Prof. Dr. Oscar Antonio Braunbeck (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Os atributos da arquitetura de plantas podem ser representados em números, posição, tamanho, áreas de superfície, ângulos de inserção, idade, conexões topológicas, das diferentes partes da planta. Este conhecimento pode fornecer informações sobre a fotossíntese, a transpiração, relações cultura-máquina, planejamento da cultura e outros. A representação da planta em três dimensões, criando um modelo virtual 3D através da técnica de moiré, é uma maneira de estudar sua arquitetura. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o método de moiré com deslocamento de fase no estudo da caracterização de arquitetura de plantas. O método utilizado é baseado no uso de quatro grades fora de fase, num ângulo de π/2, seqüenciadas e projetadas sobre o objeto (planta artificial) por meio de um multimídia. Uma câmera digital foi empregada na captura das imagens e os softwares MS PowerPoint®, Corel Draw® e IDRISI® foram usados na projeção, análise e processamento. Em uma primeira fase do trabalho foram observados ruídos e manchas que dificultaram o processamento das imagens obtidas, resultando em dimensões não muito próximas das reais. Erros provocados durante a aquisição dos dados também podem ter contribuído para um aumento do desvio dos resultados. Desta forma, conclui-se que será necessário adequar o experimento para que haja a minimização de ruídos e extinção das sombras.

Moiré - Arquitetura - Vegetais


T0843

Unidade de alimentação PARA COLHEITA DE CANA-DE-AÇÚCAR


José Leonardo Camargo de Campos (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Paulo Sergio Graziano Magalhães (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Atualmente, aspectos ecológicos e sociais estão cada vez mais sendo levados em consideração, tanto em desenvolvimentos, quanto em aplicações de tecnologias existentes. A escassez do petróleo juntamente com a emissão descontrolada de CO2 e também o problema social existente quanto ao desemprego e, principalmente, a integridade física e psicológica do trabalhador são problemas que exigem um grande número de estudos para serem remediados. O presente projeto teve como objetivo geral a construção de um dispositivo mecânico de auxílio à colheita de cana (auxilio mecânico), atentando para todos problemas técnicos, econômicos, sociais e ambientais citados. Dentro deste contexto, o objetivo específico do trabalho de iniciação científica foi a pesquisa, desenvolvimento, construção e avaliação prática de uma unidade de alimentação a ser implantada neste auxílio mecânico. Para tal, o programa Solid Edge® V17 foi utilizado para realização do projeto e simulação virtual do dispositivo. O mecanismo após construído foi avaliado em laboratório, apresentando resultados satisfatórios em relação a capacidade de alimentação e baixa demanda de potência.

Auxílio mecânico - Frente de alimentação - Cana-de-açúcar


T0844

USO DE DIÓXIDO DE CARBONO EM FORMA DE NÉVOA NA REFRIGERAÇÃO DA FERRAMENTA DE CORTE DURANTE A USINAGEM DA MADEIRA E CHAPAS MDF


Raphael Garcia Vanni (Bolsista PIBIC/CNPq), Marcelo Gozeloto (Doutorando) e Profa. Dra. Raquel Gonçalves (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A usinagem da madeira e de materiais a base de madeira não permite a refrigeração da ferramenta de corte por métodos convencionais, baseados na utilização de fluidos líquidos refrigerantes. Dessa forma, o objetivo desse projeto de pesquisa é desenvolver e avaliar metodologia alternativa para a refrigeração da ferramenta de corte através de fluxo de névoa carbônica direcionado na região usinada. Para isso foi acoplado sistema que regula a vazão do fluido diretamente sobre a região a ser usinada e, com auxílio de um software de aquisição de dados, os dados foram obtidos para análise posterior. Análises dos corpos-de-prova usinados com o auxílio do fluido mostraram haver melhora significativa no que diz respeito ao acabamento da peça usinada em termos de rugosidade e queima da superfície, bem como redução de desgaste da ferramenta de corte. A queima do corpo-de-prova no caso do corte a seco ocorre devido às altas temperaturas resultantes do atrito da serra com a madeira. Conclui-se, dessa forma que a adoção do mecanismo de refrigeração por névoa carbônica contribuiu para a otimização do processo de usinagem, uma vez que aumenta a eficiência e a produtividade desses processos, além de reduzir a necessidade de retrabalhos.

Aresta postiça de corte - Processamento da madeira - Eucalipto


T0845

TAREFA E ATIVIDADE NOS SISTEMAS DE TRABALHO - COLHEITA E PÓS-COLHEITA - DA AGRICULTURA ORGÂNICA: UMA ABORDAGEM ERGONÔMICA


Tharlley Faria da Costa, (Bolsista SAE/UNICAMP), Prof. Dr. Mauro José Andrade Tereso (Co-orientador) e Prof. Dr. Roberto Funes Abrahão (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A agricultura é um setor onde se concentra um grande volume de trabalhadores expostos a numerosos riscos de doenças e acidentes do trabalho. Ainda assim, é pequena a disponibilidade de estudos, no Brasil e no exterior, sobre as condições de trabalho no setor agrícola. Se a cerca do trabalho na agricultura convencional existem poucos estudos realizados, na agricultura orgânica esta disponibilidade é praticamente inexistente. Então, foi realizado um estudo dos sistemas de trabalho (colheita e pós-colheita) aplicado ao cultivo orgânico de hortaliças, a partir da utilização do método da Análise Ergonômica do Trabalho (AET). Para tanto, foi selecionado uma propriedade de cultivo orgânico de hortaliças, localizada no município de Jaguariúna. Este trabalho teve por objetivo compreender as dificuldades encontradas na realização do trabalho e levantar demandas dos parâmetros ergonômicos de projeto para o desenvolvimento de equipamentos e ferramentas manuais que possam facilitar a execução das tarefas no cultivo orgânico de hortaliças. Ao final foi possível concluir que a agricultura orgânica compreende atividades complexas, relacionadas à variabilidade de cultivos e falta de tecnologia apropriada, determinando adaptações de ferramentas, equipamentos e materiais.

Ergonomia - Agricultura orgânica - Sistemas de trabalho


T0846

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DA IRRIGAÇÃO REALIZADA POR PRODUTORES CERTIFICADOS DE MUDAS DE CITROS DO ESTADO DE SÃO PAULO


João P. C. Fernandes (Bolsista SAE/UNICAMP), Carlos V. G. Barreto (Doutorando), Conan A. Salvador (Mestrando) e Prof. Dr. Roberto Testezlaf (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
A irrigação é uma técnica usada incondicionalmente para a produção sob condições de ambiente protegido. Para produção de mudas de citros, a utilização de estufas é normalizada para garantir melhor qualidade fitossanitária em campo. Porém, a legislação não se refere ao manejo da água de irrigação na estufa, o que pode trazer impactos ambientais, decorrente da dispersão de resíduos químicos no solo. Com o objetivo de contribuir para a sustentabilidade da atividade, o presente trabalho teve o objetivo de mapear, diagnosticar e avaliar a irrigação realizada em viveiros de mudas cítricas do Estado de São Paulo. O projeto foi dividido em três etapas: a primeira constituiu em uma aplicação de questionário em uma amostra de 53 de produtores de mudas, que possibilitou o conhecimento do perfil dos viveiros do Estado e os locais a serem visitados na segunda parte do trabalho, quando se avaliou a eficiência da aplicação de água e fertilizantes. Na última etapa da pesquisa mensurou-se o potencial de contaminação da água de irrigação pelas análises químicas das soluções usadas nos viveiros.

Irrigação - Mudas de citros - Eficiência


T0847

PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO NO ASSENTAMENTO DOM TOMÁS BALDUÍNO


Débora Marcatto de Abreu (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Sônia Maria Pessoa Pereira Bergamasco (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Em um país marcado por uma estrutura de concentração fundiária e fracassadas tentativas de Reforma Agrária, a agricultura familiar assume importante papel frente a organização da produção moderna, constituindo núcleos de transformação social, econômica e política. O estudo no assentamento Dom Tomás Balduíno revela a realidade dos assentamentos, que sofrem com inúmeras deficiências. O estudo se deu com o auxílio de um questionário contendo questões abertas e de múltipla escolha, aplicado a representantes de todos os lotes do assentamento. Os dados obtidos foram tratados para análise estatística da eficácia do sistema implantado, patamar de desenvolvimento que se encontra, para mostrar o destino da produção e verificar a integração com a cidade proporcionada pela comercialização dos produtos. A análise mostrou que há diferentes níveis de desenvolvimento entre as famílias assentadas, devido, principalmente, à heterogeneidade do grupo quanto à origem, conhecimento e experiência no trato com a terra, o que dificulta o progresso de uma produção coletiva, conforme proposta do assentamento, sendo que apenas uma pequena parcela realiza a prática do comércio, obtendo, assim, renda a partir do lote.

Assentamentos rurais - Produção familiar - Comercialização


T0848

AVALIAÇÃO DO USO DA TERRA PARA FINS AGRÍCOLAS NO ASSENTAMENTO DOM TOMÁS BALDUÍNO


Taísa Marotta Brosler (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Sônia Maria Pessoa Pereira Bergamasco (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O trabalho proposto consiste em analisar a produção no Assentamento Dom Tomás Balduíno. Quantificar e qualificar por meio de questionário o que está sendo produzido em cada lote do assentamento com o intuito de adquirir respostas frente às práticas agrícolas exercidas pelos assentados e a compatibilidade com as características locais. Para tanto foram realizadas visitas ao local como intuito de obter subsídio para a formulação das questões Procurando encontrar respostas diretas ao alcance dos objetivos, bibliografias foram utilizadas para o mesmo fim. Os objetivos traçados foram: classificar o tipo de plantio, a técnica utilizada, as tecnologias apresentadas, a capacitação do assentado e a origem do conhecimento técnico. O questionário foi elaborado segundo metodologia adequada e implantado na sua totalidade. Paralelo a isto as observações visuais descritivas, fotografias e imagens de satélite fornecem um suporte na determinação da capacidade do uso da terra, permitindo analisar os limites da produção local. A junção dessas informações compõe o resultado do trabalho. Foram entrevistadas 51 famílias das 63 presentes no assentamento, obtendo-se conhecimentos acerca das práticas utilizadas, a origem do conhecimento dos assentados e sua dimensão, o apoio recebido e as dificuldades encontradas.

Assentamentos rurais - Uso do solo - Produção familiar


T0849

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE PRODUÇÃO DE SUBSTRATO DE REJEITO DE COCO VERDE PARA CULTIVO VEGETAL


Elisandra Carina Amendola (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Sylvio Luis Honório (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O aproveitamento dos resíduos industriais, agrícolas e domésticos, em outros processos produtivos é uma das alternativas que podem minimizar problemas ambientais e gerar receita e renda. A produção de substrato para cultivo vegetal utilizando como matéria prima o rejeito do coco verde é uma das soluções para o aproveitamento deste resíduo, o qual, na sua forma original, leva aproximadamente 8 anos para se decompor. A presente proposta de pesquisa avaliará o efeito dos teores de umidades do rejeito do coco verde na produção de pó, chips e fibra do coco, através da determinação do peso específico aparente e do tempo de compostagem do pó, chips e da fibra do coco, e também da observação das grandezas elétricas do triturador da matéria prima. Para realizar a avaliação serão utilizadas amostras com quatro níveis de conteúdo de água, sendo a primeira com o teor inicial de água do coco verde, a segunda, a terceira e a quarta terão respectivamente 15%, 30% e 60% da umidade inicial do coco verde.

Coco verde - Substrato - Resíduos


T0850

ESTUDO DE CINEMATOGRAFIA APLICADA NA ELABORAÇÃO DE LAUDOS BIOMECÂNICOS, EM APOIO À CONFECÇÃO DE ACESSÓRIOS FISIOTERÁPICOS E CALÇADOS ESPORTIVOS PERSONALIZADOS


Marília Campos Thomaz (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Victor Ricardo Ciaco de Carvalho (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
As estatísticas de mercado indicam que as técnicas de produção nacionais possuem um relativo atraso em relação aos padrões esperados pelos consumidores, por ter como prioridade o aspecto estético ao invés do funcional. Assim para estudar os pontos mais influentes durante a locomoção humana e auxiliar na produção de artigos ortopédicos e calçados, montou-se um laboratório biomecânico onde dados cinematográficos foram digitalizados e combinados com as informações de pressão e contato entre os pés e sensores de cristais piezelétricos. Esses dados, compilados em um banco, foram analisados para traçar os pontos em comum entre diferentes pessoas durante o processo de caminhar. Constatou-se que cada indivíduo possui características únicas de movimento dentro de um padrão de normalidade, mas que alguns desvios de postura são comuns a muitas pessoas. Este estudo permitirá a confecção de artigos que atendam as necessidades físicas individuais dos usuários visando reduzir os impactos em articulações e auxilio no tratamento de deficiências desses consumidores. É importante ressaltar que o aspecto essencial desse projeto é fornecer dados biomecânicos para produção dos artigos, sendo que os produtos e alterações a serem propostas competem a outro projeto.

Biomecânica - Cinematografia - Locomoção


T0851

AVALIAÇÃO DO BEM ESTAR NA ETAPA DE GESTAÇÃO DE SUÍNOS


Felipe Sister (Bolsista SAE/UNICAMP), Profa. Dra. Daniella Jorge de Moura (Co-orientadora) e Profa. Dra. Yamilia Barrios Tolon (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Vários recursos e estímulos são necessários para que os suínos se encontrem em boas condições de bem-estar. Essa preocupação vem, ao longo dos últimos anos, ganhando maior importância pela complexidade com que os fatores de produção e reprodução estão correlacionados. As informações obtidas através da analise das características do local onde se encontram os animais são de extrema importância para que possamos relacionar diversos fatores como: qualidade do ar, ruídos, presença de fungos e vocalização dos animais com a saúde, desenvolvimento, conforto e bem-estar dos animais. O objetivo deste trabalho é a avaliação dos fatores: gases, fungos, ruídos e vocalização e sua influencia na qualidade do ambiente da gestação de suínos. Foram coletados dados de temperatura, umidade, velocidade do vento, gases, poeira (método gravimétrico), microorganismos e ruídos, no período de vazio sanitário e na presença de animais. Os resultados mostraram que a edificação estudada revela um quadro de desconforto térmico, com temperaturas e umidades excessivas, decorrentes da deficiência da ventilação. Com relação à qualidade química do ar, os teores médios para os gases registrados no interior da instalação, na maior parte do tempo não superaram os valores considerados críticos para matrizes em fase de gestação.

Suínos - Gestação - Bem estar.


T0852

DESENVOLVIMENTO DE UM PADRÃO DE AVALIAÇÃO DO AMBIENTE DE ALOJAMENTO DE SUÍNOS NA REPRODUÇÃO


Marcelo Rojas (Bolsista SAE/UNICAMP), Dra. Irenilza de Alencar Nääs (Co-orientadora) e Dra. Yamilia Barrios Tolon (Orientadora), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Os suínos devido ao seu metabolismo intenso liberam diretamente para o ar, calor, umidade, CO2 proveniente do consumo de oxigênio, gases oriundos da digestão e poeira de seu corpo. Indiretamente outros produtos são liberados para o ar oriundos dos excrementos, tais como: calor, umidade, gases da digestão aeróbica e anaeróbica da cama e dejetos (carbônico, amônia e sulfídrico), poeira liberada do piso e ração. Mecanismos termo-reguladores fazem ajustes fisiológicos para manter o equilíbrio dinâmico térmico em nível de temperatura corporal normal, objetivando manter a igualdade de ganho e perda de calor para o ambiente. O objetivo do presente trabalho foi desenvolver um padrão de avaliação do ambiente aéreo, acústico, e térmico em instalações de reprodução de suínos, utilizando à lógica Fuzzy. As variáveis climáticas coletadas foram: temperatura, umidade, velocidade do vento, gases, poeira, microorganismos e ruídos, no período de vazio sanitário e na presença de animais. A vocalização dos animais foi registrada no momento da coleta do sêmen, durante a alimentação e na ministração de medicamentos e vacinas. Os resultados mostraram que os níveis de ruído encontrados estão dentro do limite de tolerância. Na análise da vocalização foram utilizados os programas VocalizaçãoÒ e AudacityÒ, e o resultado foi positivo, pois, ambos os programas foram capazes de gravar o som produzido pelos reprodutores, integralmente e permitindo uma perfeita análise sonora, as freqüências mais elevadas foram encontradas no período antes da alimentação dos animais. A analise dos dados das variáveis climáticas revelaram um quadro de desconforto térmico.

Suínos - Reprodutores - Bem estar






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   55   56   57   58   59   60   61   62   ...   83


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal