Universidade estadual de maringá



Baixar 0.99 Mb.
Página1/12
Encontro27.04.2018
Tamanho0.99 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12



UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

PROGRAMA DE DISCIPLINA


Curso:

ARTES CÊNICAS

Campus:

SEDE

Departamento:

Departamento de Musica - DMU

Centro:

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - CCH

COMPONENTE CURRICULAR

Nome: EXPRESSÃO CORPORAL I

Código: 6483

Carga Horária: 51

Periodicidade: Semestral

Ano de Implantação: 2011




1. EMENTA

O corpo cênico e suas poéticas a partir do século XX. Interação e Inter-relações: corpo/espaço; corpo/som; eu/outro. Percepção e consciência do corpo em movimento. Elementos e qualidades do movimento.


2. OBJETIVOS

  • Pesquisar e discutir as concepções sobre o corpo do ator;

  • Desenvolver a consciência corporal e a coordenação motora

  • Desenvolver as potencialidades expressivas

  • Ampliar as possibilidades de utilização do corpo (flexibilidade, alongamento, tônus, coordenação, utilização rítmica);







3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Técnicas de alongamento, exercícios para desenvolver força e ampliar a percepção muscular.

. Exercícios para estimular a concentração e criação.

. Construção corpórea/especial, introdução ao ritmo/exploração espacial e criação.



4. REFERÊNCIAS

4.1- Básicas (Disponibilizadas na Biblioteca ou aquisições recomendadas)

FELDENKRAIS, Moshe. Consciência pelo movimento, Summus, São Paulo, 1977

LABAN, Rudolf. Dança Educativa Moderna, Ìcone, São Paulo, 1991

VIANNA, Klaus e CARVALHO, M. A dança. São Paulo: Siciliano, 1990.

AZEVEDO, Sônia Machado de. O papel do Corpo no Corpo do Ator, São Paulo: Perspectiva, 2008.





4.2- Complementares





___________________________________

APROVAÇÃO DO DEPARTAMENTO




_______________________________

APROVAÇÃO DO CONSELHO ACADÊMICO



dddd




UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM


Curso:

ARTES CÊNICAS

Campus:

SEDE

Departamento:

Departamento de Musica - DMU

Centro:

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - CCH

COMPONENTE CURRICULAR

Nome: EXPRESSÃO CORPORAL I

Código: 6483

Turma(s):

Ano de Implantação: 2011

Periodicidade: Semestral



Verificação da Aprendizagem

www.pen.uem.br> Legislação > Normas da Graduação > Pesquisar por Assunto:Avaliação



Obs.: Apresentar abaixo quantas avaliações serão exigidas e detalhar o processo de verificação da aprendizagem (provas, avaliação contínua, seminários, trabalhos etc.), para obtenção das notas periódicas e Avaliação Final.

Número mínimo de avaliações = 2 (duas)






Avaliação Periódica:

1ª

2ª

3ª

4ª

Peso:

1

1









1ª AVALIAÇÃO PERIÓDICA

A avaliação bimestral terá valor de zero a dez, resultando da somatória das seguintes atividades:




2ª AVALIAÇÃO PERIÓDICA

A avaliação bimestral terá valor de zero a dez, resultando da somatória das seguintes atividades:



  • Comentários por escrito sobre os textos estudados no bimestre;

  • Participação em sala de aula;

  • Desempenho prático nas atividades propostas.


AVALIAÇÃO FINAL:

A avaliação final contará com um trabalho teórico a critério do professor de acordo com o conteúdo semestral, seguido de uma apresentação prática.




________________________

Aprovação do Departamento



_______________________

Aprovação do Conselho Acadêmico






UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

PROGRAMA DE DISCIPLINA


Curso:

ARTES CÊNICAS

Campus:

SEDE

Departamento:

Departamento de Musica - DMU

Centro:

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - CCH

COMPONENTE CURRICULAR

Nome: EXPRESSÃO CORPORAL II

Código: 6491

Carga Horária: 51

Periodicidade: Semestral

Ano de Implantação: 2011




1. EMENTA

Observação e análise do movimento na cena. O corpo cênico, sonoro e poético. Experimentação com textos poéticos/dramáticos. Desenvolvimento de níveis de qualidade do movimento: precisão, foco, prontidão. Percursos espaço/temporais. Desenvolvimento da consciência corporal, privilegiando o reconhecimento da estrutura óssea e muscular, assim como os processos fisiológicos, as estruturas anatômicas e os processos motores envolvidos no movimento.

2. OBJETIVOS

  • Desenvolver as potencialidades expressivas,

  • Experimentar e refletir sobre a dinâmica do movimento no domínio do espaço,

  • Orientar a construção de partituras físicas,

  • Estimular estratégias de preparações corporais especialmente afinadas com a Montagem Cênica em questão.







3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

. Técnicas de alongamento, exercícios para desenvolver força e ampliar a percepção muscular.

. Exercícios para estimular a concentração e criação.

. Construção corpórea/especial, introdução ao ritmo/exploração espacial e criação.

. Dinâmica do movimento, fluência, espaço, peso e tempo.




4. REFERÊNCIAS

4.1- Básicas (Disponibilizadas na Biblioteca ou aquisições recomendadas)

FERNANDES, C.- O Corpo em Movimento: o sistema Laban/ Bartenieff na formação e pesquisa em Artes Cênicas. São Paulo: Annablume, 2002.

FELDENKRAIS, Moshe. Consciência pelo movimento, Summus, São Paulo, 1977

LABAN, Rudolf. Dança Educativa Moderna, Ìcone, São Paulo, 1991

VIANNA, Klaus e CARVALHO, M. A dança. São Paulo: Siciliano, 1990.

AZEVEDO, Sônia Machado de. O papel do Corpo no Corpo do Ator, São Paulo: Perspectiva, 2008.


4.2- Complementares





___________________________________

APROVAÇÃO DO DEPARTAMENTO




_______________________________

APROVAÇÃO DO CONSELHO ACADÊMICO







UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM


Curso:

ARTES CÊNICAS

Campus:

SEDE

Departamento:

Departamento de Musica - DMU

Centro:

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - CCH

COMPONENTE CURRICULAR

Nome: EXPRESSÃO CORPORAL II

Código: 6491

Turma(s):

Ano de Implantação: 2011

Periodicidade: Semestral



Verificação da Aprendizagem

www.pen.uem.br> Legislação > Normas da Graduação > Pesquisar por Assunto:Avaliação



Obs.: Apresentar abaixo quantas avaliações serão exigidas e detalhar o processo de verificação da aprendizagem (provas, avaliação contínua, seminários, trabalhos etc.), para obtenção das notas periódicas e Avaliação Final.

Número mínimo de avaliações = 2 (duas)






Avaliação Periódica:

1ª

2ª

3ª

4ª

Peso:

1

1









1ª AVALIAÇÃO PERIÓDICA

A avaliação bimestral terá valor de zero a dez, resultando da somatória das seguintes atividades:



  • Comentários por escrito sobre os textos estudados no bimestre;

  • Participação em sala de aula;

  • Desempenho prático nas atividades propostas.


2ª AVALIAÇÃO PERIÓDICA

A avaliação bimestral terá valor de zero a dez, resultando da somatória das seguintes atividades:



  • Comentários por escrito sobre os textos estudados no bimestre;

  • Participação em sala de aula;

  • Desempenho prático nas atividades propostas.


AVALIAÇÃO FINAL:

A avaliação final contará com um trabalho teórico a critério do professor de acordo com o conteúdo semestral, seguido de uma apresentação prática.





________________________

Aprovação do Departamento



_______________________

Aprovação do Conselho Acadêmico






UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

PROGRAMA DE DISCIPLINA


Curso:

ARTES CÊNICAS

Campus:

SEDE

Departamento:

Departamento de Musica - DMU

Centro:

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - CCH

COMPONENTE CURRICULAR

Nome: FORMAS TEATRAIS I

Código: 6488

Carga Horária: 51

Periodicidade: Semestral

Ano de Implantação: 2011




1. EMENTA

Introdução ao estudo do teatro oriental e ocidental, relacionando as mais variadas manifestações teatrais e o contexto sócio-histórico em que cada uma surgiu, estabelecendo uma dialética entre literatura e sociedade.


2. OBJETIVOS

  • Apresentar as origens orientais e ocidentais do teatro;

  • Discutir o teatro grego pela tragédia e pela comédia;

  • Pesquisar o teatro latino e a relação com o grego;

  • Investigar aspectos relevantes do teatro medieval.







3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Oriente/Ocidente: influências;

- Teatro Grego: tragédia e comédia;

- Teatro Medieval;

- Nô, Kyogen, Kabuki, Butôh;

- Expressionismo e Neo-expressionismo;

- Danças Sagradas;

- Ópera da China;

- Katakali e crueldade;




4. REFERÊNCIAS

4.1- Básicas (Disponibilizadas na Biblioteca ou aquisições recomendadas)

- BARBA, Eugenio & Savarese, Nicola. DICIONÁRIO DA ANTROPOLOGIA TEATRAL. A ARTE SECRETA DO ATOR. HUCITEC e editora da UNICAMP; Campinas; SP, 1995.

- CARLSON, Marvin. Teorias do Teatro. São Paulo: Editora da UNESP, 1993.

- BERTHOLD, Margot. História Mundial do Teatro. São Paulo: Perspectiva, 2004.

- FREIRE, Antônio. O Teatro Grego. Braga: 1985

- PAVIS, Patrice. Diconário de Teatro. São Paulo: Perspectiva, 1989.

- BAKTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média no contexto de François



Rabelais. São Paulo: HUCITEC, 1987.

- ROUBINE, Jean-Jacques. Introdução `as Grandes Teorias do Teatro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

- ROUBINE, Jean-Jacques. A Linguagem da Encenação Teatral. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

- PRONKO, Leonard C. Teatro, Leste & Oeste. São Paulo: Perspectiva, 1986.

- GASSNER, John. Mestres do teatro I e II. São Paulo: Perspectiva. (Coleção Debates)

- HAUSER, Arnold. História social da arte e da literatura. São Paulo: Mestre Jou, sd.

- SCHILLER, F. Teoria da tragédia. São Paulo: Herder, 1964. (Trad.Anatol Resenfeld)

- CROUZET, Maurice. História Geral das Civilizações II. O Oriente e a Grécia Antiga. São Paulo, Martins Fontes, 1993.




4.2- Complementares




___________________________________

APROVAÇÃO DO DEPARTAMENTO




_______________________________

APROVAÇÃO DO CONSELHO ACADÊMICO







UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM


Curso:

ARTES CÊNICAS

Campus:

SEDE

Departamento:

Departamento de Musica - DMU

Centro:

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - CCH

COMPONENTE CURRICULAR

Nome: FORMAS TEATRAIS I

Código: 6488

Turma(s):

Ano de Implantação: 2011

Periodicidade: Semestral



Verificação da Aprendizagem

www.pen.uem.br> Legislação > Normas da Graduação > Pesquisar por Assunto:Avaliação



Obs.: Apresentar abaixo quantas avaliações serão exigidas e detalhar o processo de verificação da aprendizagem (provas, avaliação contínua, seminários, trabalhos etc.), para obtenção das notas periódicas e Avaliação Final.

Número mínimo de avaliações = 2 (duas)




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal