Universidade estadual de ponta grossa



Baixar 161.72 Kb.
Encontro11.12.2017
Tamanho161.72 Kb.




UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Avenida General Carlos Cavalcanti, 4.748 – Bairro de Uvaranas

Fone: (042) 3220-3701 - Telefax: (042) 3220-3702

Internet: http://www.uepg.br e-mail: prograd@uepg.br



CEP: 84.030-900 - Ponta Grossa – Paraná

Prezado acadêmico,

Considerando a necessidade da prática de diversos atos preparatórios para a colação de grau, segue em anexo os seguintes documentos:

- Resolução Univ n.º 23/2004, aprova o regulamento das cerimônias de colação de grau dos cursos de graduação e de diplomação dos cursos superiores seqüenciais da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

- Edital de Convocação n.º 32/2010

- Manual de Colação de Grau

Atenciosamente

GRACIETE TOZETTO GÓES

Pro Reitora de Graduação


RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.

Aprova o Regulamento DAS CERIMÔNIAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE DIPLOMAÇÃO DOS CURSOS SUPERIORES SEQÜENCIAIS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA.
O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, na reunião do dia 29 de novembro de 2004, CONSIDERANDO
a deliberação do Conselho de Administração, na reunião do dia de novembro de 2004;
a necessidade de ajustar o regulamento das cerimônias de colação de grau e de diplomação da Universidade Estadual de Ponta Grossa; e,
CONSIDERANDO, mais, os termos do expediente autuado na Secretaria da Reitoria - Protocolo Geral da Universidade Estadual de Ponta Grossa, onde se consubstanciou no Processo n.º 5.400/2004, aprovou e eu, Reitor, sanciono a seguinte Resolução:
Art. 1.º Fica aprovado, na forma do ANEXO que passa a integrar esta Resolução, o Regulamento das cerimônias de colação de grau dos cursos de graduação e de diplomação dos cursos superiores seqüenciais da Universidade Estadual de Ponta Grossa realizadas em Ponta Grossa e nos “Campi Avançados”.
Art. 2.º Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação.
Art. 3.º Revogam-se a Resolução UNIV n.º 19, de 15 de dezembro de 1999, e demais disposições em contrário. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Dê-se ciência e cumpra-se

Paulo Roberto Godoy

REITOR


ANEXO RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.
Regulamento das cerimônias de colação de grau dos cursos de graduação e de diplomação dos cursos superiores seqüenciais da Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Art. 1.º A colação de grau na Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG é o ato obrigatório, oficial e público, pelo qual os concluintes dos cursos superiores são diplomados.
Parágrafo único. Para os concluintes de curso seqüencial a cerimônia assume a característica de ato de diplomação.
Art. 2.º A cerimônia pública de colação de grau dos cursos de graduação, ou de diplomação dos cursos superiores seqüenciais, como solenidade periódica e ordinária, para sua realização, pode assumir as seguintes características:

  1. individualizada, por curso, executada por empresa especializada, contratada pela comissão de formatura;

  2. individualizada, por curso, executada pela Universidade:

  3. coletiva, por Setor de Conhecimento ou setorial, executada por empresa especializada contratada pelas comissões de formatura;

  4. coletiva, por Setor de Conhecimento ou setorial, executada pela Universidade;

  5. coletiva Institucional, em que se incorporarão formandos de qualquer um dos cursos de graduação e/ou seqüencial, que não tenham reunido condições de se graduarem ou se diplomarem na solenidade oficial de sua turma, executada pela Universidade;

  6. extemporânea, realizada no Gabinete da Reitoria ou local próximo, com a finalidade de oficializar a diplomação a concluintes que não reuniram condições de participar de uma das cinco solenidades oficiais, executada pela Universidade.

§ 1.º No ano em que for programada e levada a efeito a cerimônia coletiva setorial, executada pela Universidade, poderá ser dispensada a cerimônia institucional, desde que a esta se incorporem formandos de Setores de Conhecimento diversos.


§ 2.º Nas cerimônias individualizadas por curso ou coletivas por Setor, caracterizadas nos incisos I e III, à exceção do protocolo escrito, cuja confecção será de responsabilidade do Cerimonial da Reitoria, todos os demais encargos carrerão por conta das Comissões de Formatura e/ou das Empresas que forem contratadas para o preparo e execução da cerimônia.
§ 3.º Nas cerimônias individualizadas por curso, ou coletivas por Setor de Conhecimento, sem a contratação de empresa especializada, ou, ainda, na cerimônia coletiva institucional, caracterizadas nos incisos II, IV e V, além da confecção do protocolo escrito, os serviços de apoio, tais como segurança, elétricos, hidráulicos, de limpeza e similares, de proteção do piso da quadra de esportes, quando houver necessidade, de instalação de biombos protetores e

ANEXO RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.


de armação do palco e de transporte e de organização de mobiliários correrão por conta e responsabilidade da UEPG, através de seus órgãos específicos.
§ 4.º Na cerimônia extemporânea de colação de grau o desenvolvimento protocolar será informal.
Art. 3.º Compete ao Diretor do Setor de Conhecimento, ouvidas as Comissões de Formatura dos cursos de graduação de seu Setor, determinar a data, o horário e o local da cerimônia de colação de grau, tanto das solenidades coletivas por Setor como das solenidades individualizadas por curso, comunicando-as à presidência do Conselho de Administração da UEPG, dentro do prazo estipulado pelo calendário universitário.
§ 1.º Compete às Direções de Setor de Conhecimento baixar por escrito, oportunamente, através de ofícios-circulares, todas as normas e orientações às comissões de formatura, no que disser respeito ao preparo e execução das cerimônias de colação de grau.
§ 2.º Quando se tratar de solenidade de diplomação dos concluintes de curso superior seqüencial, as atribuições relacionadas no caput serão de responsabilidade do Coordenador Geral designado para administrar o curso.
§ 3.º Mediante anuência dos Diretores de Setor de Conhecimento envolvidos, nas cerimônias coletivas setoriais, formandos de curso de graduação de um Setor poderão incorporar-se à solenidade de Setor diverso, bem como poderão ser incorporados também concluintes dos cursos superiores seqüenciais, desde que, em ambos os casos, o número de formandos não ultrapasse os limites viáveis e operacionais da cerimônia.
Art. 4.º A cerimônia individualizada por curso, a cerimônia coletiva por Setor de Conhecimento e a cerimônia institucional, sob a responsabilidade da Universidade, serão executadas sempre durante o mês de fevereiro de cada ano, para os concluintes do mês de dezembro do ano anterior.
§ 1.º Serão exceção à regra do caput os cursos normal superior, seqüencial ou alguns de graduação, com conclusão em período diferente do ano letivo, cujas datas serão estabelecidas por ato específico.
§ 2.º Para candidatarem-se à participação na cerimônia institucional, os concluintes deverão formular requerimento específico, protocolando-o na Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD, até o último dia letivo do ano ou do semestre de conclusão do curso.
§ 3.º As despesas de iluminação, som, ornamentação e outras pertinentes às cerimônias executadas sob a responsabilidade da UEPG correrão por conta dos participantes da solenidade, mediante rateio dos cursos entre os participantes da solenidade, ficando a cargo do Cerimonial da Reitoria a administração dos encargos pertinentes ao assunto.
ANEXO RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.

Art. 5.º A cerimônia de colação de grau compreenderá, usualmente, as seguintes etapas:



  1. entrada dos formandos, antecedidos de seus homenageados;;

  2. entrada e nomeação dos membros da mesa diretiva dos trabalhos;

  3. entronização do pavilhão nacional e das bandeiras do Estado, do Município e da UEPG;

  4. abertura oficial da cerimônia por parte do Presidente;

  5. execução musical ou canto do Hino Nacional Brasileiro;

  6. pronunciamento do orador oficial dos formandos;

  7. juramento de graduado, representando cada curso;

  8. outorga do grau a todos os formandos;

  9. concessão da láurea acadêmica, quando houver;

  10. execução do Hino do Paraná;

  11. homenagem aos pais dos graduandos;

  12. homenagem aos mestres:

  13. homenagem aos amigos;

  14. outras homenagens, se houver;

  15. saudação do Paraninfo aos afilhados, graduados na cerimônia;

  16. mensagem de encerramento da cerimônia por parte do Presidente.

§ 1.º Quanto ao item VIII será outorgado o grau de texto completo a um dos graduandos de cada curso, sendo que aos demais a outorga será a de texto reduzido.


§ 2.º A cerimônia poderá ser constituída de duas partes, a saber, a acadêmica, restrita ao cumprimento do protocolo oficial, neste caso eliminando-se as etapas do item IX ao XIII, e a festiva, da qual a mesa diretiva dos trabalhos poderá deixar de participar, a cargo das comissões de formatura ou da empresa contratada, em cuja parte haverá liberdade de inclusão de outras etapas.
§ 3.º Na cerimônia de diplomação o item VIII será adequado para concessão de diplomação e o item IX será eliminado, em razão da láurea acadêmica ser prerrogativa exclusiva de graduados.
§ 4.º A cerimônia coletiva institucional de colação de grau e/ou de diplomação será constituída apenas da parte acadêmica, dispensando-se a parte festiva.
§ 5.º A escolha dos graduandos ou de diplomandos, que participarão efetivamente da cerimônia como orador, responsável pelo juramento, representante para a imposição completa e responsáveis pelas homenagens, obedecerá critério dos pares, não havendo norma a ser seguida para tal fim.
§ 6.º Será vedada a repetição do juramento de Hipócrates durante a mesma cerimônia.

ANEXO RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.

§ 7.º Tanto o discurso do orador, representando os graduandos ou diplomandos, como o discurso do Paraninfo não deverão ultrapassar o limite de cinco(5) minutos, cada um.
§ 8.º Nas cerimônias coletivas setoriais o orador dos graduandos e os responsáveis pelo juramento e pelas homenagens serão escolhidos pela Direção do Setor de Conhecimento, dentre os candidatos, ou por sorteio ou por concurso a ser promovido pela Direção do Setor.
§ 9.º Na cerimônia coletiva institucional os graduandos diretamente envolvidos na cerimônia serão escolhidos, dentre os presentes, por ocasião do ensaio geral, por aclamação ou por sorteio.
Art. 6.º A presidência da cerimônia de colação de grau ou de diplomação é prerrogativa do Reitor.
§ 1.º O Reitor poderá delegar a presidência da cerimônia de colação de grau ao Vice-Reitor, ao Pró-Reitor de Graduação, ao Diretor do Setor a que o(s) curso(s) se encontra(m) vinculado(s) ou, ainda, ao Coordenador do Curso.
§ 2.º No caso de cerimônia de diplomação, a delegação poderá ser feita também pelo Coordenador Geral do Curso Superior Seqüencial.
Art. 7.º Estarão oficialmente convocadas a comparecer, devidamente paramentadas com vestes talares e capelo da cor característica do curso em que são graduadas, e a compor a mesa diretiva dos trabalhos, nas cerimônias de colação de grau, conforme calendário, horário e local previamente divulgados através de Resolução do Conselho de Administração da UEPG, as seguintes autoridades universitárias:


  1. na cerimônia coletiva institucional: o Presidente da cerimônia e os Coordenadores dos Cursos que tiverem concluintes incorporados na cerimônia;

  2. nas cerimônias coletivas setoriais: o Presidente da cerimônia e os membros do Colegiado Setorial;

  3. na cerimônia individualizada por curso: o Presidente da cerimônia e os membros do Colegiado do Curso e Chefia Departamental;

  4. na cerimônia extemporânea: o Reitor, ou seu delegado, mais, no mínimo, um(1) membro do Conselho Universitário, nesse caso com dispensa das vestes talares.

Art. 8.º O comparecimento à solenidade de colação de grau é obrigatório a todo concluinte de curso.

ANEXO RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.

§ 1.º Nas cerimônias de colação de grau o graduando deverá estar devidamente uniformizado com a beca, faixa da cintura na cor característica do curso e borla.


§ 2.º Nas cerimônias de diplomação os concluintes poderão ou usar a vestimenta de graduandos, bem como poderão optar pela indumentária esporte fino, desde que devidamente uniformizados.
§ 3.º Na cerimônia extemporânea não haverá necessidade de uso de uniforme, bastando vestimenta adequada à cerimônia de tal natureza.
Art. 9.º Cada curso deverá constituir previamente uma Comissão de Formatura que o representará perante as autoridades universitárias.
Parágrafo único. Caberá à Comissão de Formatura manter permanente contato com a Direção de seu Setor de Conhecimento e com a Chefia do Cerimonial da Reitoria, a fim de ultimar as providências pertinentes ao preparo e execução da cerimônia de colação de grau.
Art. 10. Além das atribuições já citadas anteriormente, compete à Direção de Setor:

  1. reunir-se, logo no início do ano letivo, com os representantes de Comissões de Formatura, visando acertar detalhes pertinentes às colações de grau;

  2. dar ciência a todos os representantes de Comissões de Formatura de todas as providências que deverão ser tomadas para o bom e perfeito desenvolvimento das solenidades de colação de grau, inclusive às Comissões dos “campi” avançados;

  3. encaminhar à Presidência do Conselho de Administração da UEPG, para fins de homologação, as datas, horários e locais das sessões solenes e públicas de colação de grau dos formandos dos cursos afetos a seu Setor;

  4. encaminhar ao Cerimonial da Reitoria os dados referentes às pessoas diretamente envolvidas na cerimônia, tais como homenageados, oradores e responsáveis pelas homenagens;

  5. responsabilizar-se por todos os detalhes necessários ao bom andamento da cerimônia, antes, durante e depois de sua execução.

Art. 11. Além das atribuições já citadas, compete ao Cerimonial da Reitoria:

I – apenas nas cerimônias citadas nos incisos II, IV e V do artigo 3.º:


    1. responsabilizar-se pelos ensaios, pela organização de bastidores e pela movimentação dos graduandos antes, durante e depois das cerimônias;

    2. solicitar à Reitoria que oficie aos devidos Órgãos, solicitando o policiamento de pessoas e de veículos, bem como de ambulâncias e de carro de bombeiros, nas proximidades dos locais da cerimônia;

RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.


    1. solicitar à Pró-Reitoria de Assuntos Administrativos o mobiliário a ser utilizado, fornecendo à Divisão de Material e Patrimônio o croqui de disposição dos móveis no local da solenidade, bem como o número e espécies de móveis a serem transportados;

    2. supervisionar a decoração dos ambientes das cerimônias;

    3. contatar com bandas musicais, ou corais e/ou cantores que executarão o Hino Nacional Brasileiro e o Hino do Paraná nas cerimônias coletivas institucionais e nas demais cerimônias, quando necessário;

    4. responsabilizar-se pela indicação do mestre de cerimônia, bem como da colocação de bandeiras, faixas, flâmulas e outros detalhes pertinentes à cerimônia coletiva institucional;

    5. coordenar os entendimentos e formas de pagamento por parte das comissões de formatura na cerimônia coletiva institucional;

    6. tomar as demais providências minudentes quanto à ornamentação, vestimentas das autoridades universitárias e dos formandos, bem como quanto às cores características dos cursos, cores das faixas e outros detalhes pertinentes às cerimônias;

II – Em todas as cerimônias, quer individualizadas, quer coletivas, de execução a cargo da Universidade:

  1. confeccionar os protocolos escritos das diferentes cerimônias de colação de grau e/ou de diplomação;

  2. responsabilizar-se pela guarda, conservação, zelo e transporte das capas acadêmicas das autoridades universitárias que comporão a mesa diretiva dos trabalhos das cerimônias

  3. fornecer as bandeiras, com os respectivos mastros e suportes, bem como o disco compacto(CD) contendo os Hinos Nacional Brasileiro e do Estado do Paraná;

  4. providenciar a confecção do diploma de láurea acadêmica a ser entregue ao graduado durante a solenidade;

  5. tomar as demais providências, visando sempre o bom e perfeito andamento das cerimônias.

Art. 12. Compete ao Centro de Recursos Audiovisuais da UEPG, apenas nas cerimônias de execução a cargo da Universidade:



    1. responsabilizar-se pela sonorização do local da cerimônia, bem como pela sua adequada iluminação;

    2. responsabilizar-se pelo credenciamento dos fotógrafos e cinegrafistas que atuarão na cerimônia, bem como responsabilizar-se pela reportagem fotográfica e de vídeo para divulgação da UEPG;

    3. executar outras atribuições inerentes à função e as que lhe forem designadas pela Chefia do Cerimonial da Reitoria.

Art. 13. Compete à Pró-Reitoria de Graduação:



  1. fornecer ao Cerimonial da Reitoria a relação oficial dos concluintes;

  2. fornecer ao Cerimonial da Reitoria a relação dos graduandos com direito à láurea acadêmica, para a confecção do respectivo diploma e entrega ao graduado no dia da colação de grau;

  3. indicar um servidor de seu quadro para cada curso, com a finalidade de conferir e confirmar a presença dos graduados na cerimônia oficial de sua turma.

Art. 14. Compete à Pró-Reitoria de Assuntos Administrativos, no que concerne às cerimônias de execução a cargo da Universidade:



  1. fornecer veículos para os diversos grupos de pessoas envolvidas diretamente nas solenidades, conforme requisições prévias;

  2. providenciar, através da Divisão de Material e Patrimônio, o mobiliário solicitado pelo Cerimonial da Reitoria, necessário para a execução da cerimônia;

  3. providenciar, através da Seção de Patrimônio, a distribuição e organização do mobiliário no local da solenidade, de acordo com croqui fornecido pelo Cerimonial da Reitoria.

Art. 15. Compete à Prefeitura do Campus Universitário, apenas nas cerimônias de execução a cargo da Universidade:



  1. responsabilizar-se pela limpeza e manutenção do local da cerimônia, bem como pelos serviços de copa, durante sua execução;

  2. responsabilizar-se pela montagem e desmontagem do ambiente, no que concerne ao revestimento da quadra de esportes, utilização de biombos, estrados e outros apetrechos similares, necessários ao preparo e execução da cerimônia;

  3. realizar o transporte do mobiliário necessário, conforme solicitação do cerimonial da Reitoria;

  4. responsabilizar-se pelos serviços de apoio, tais como elétricos, hidráulicos e similares, bem como pelo reparo e conservação da pintura do local de execução da cerimônia;

  5. promover, em conjunto com a Polícia Militar do Paraná, a segurança do local da cerimônia e de suas redondezas.

Art. 16. Compete ao Departamento de Letras a indicação de Banca Examinadora, quando necessária, para classificação de candidatos e adequação do texto do discurso do candidato vencedor, no concurso de oratória promovido para a seleção do orador das cerimônias coletivas, condicionada à solicitação prévia por parte do Cerimonial da Reitoria ou de Direção de Setor de Conhecimento.


Art. 17. As cerimônias de colação de grau ou de diplomação relativas aos formandos dos “campi” avançados serão executadas no Município de sua localização.
§ 1.º Caberá à Coordenação do Campus, mediante contatos com os responsáveis pelas cerimônias na sede, tomar todas as providências necessárias ao preparo e execução da cerimônia a ser realizada no Município de oferta do curso.

ANEXO RESOLUÇÃO UNIV N.º 23, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2004.


§ 2.º No caso de existirem formandos em mais de um curso, a solenidade nos campi avançados será sempre coletiva.
§ 3.º O graduando que não puder comparecer na cerimônia oficial de sua turma do campus avançado, deverá participar da cerimônia coletiva institucional na sede ou de cerimônia extemporânea, também na sede, mediante requerimento próprio.
Art. 18. Os casos omissos serão resolvidos pelo Reitor, ad referendum do Conselho Universitário.
Ponta Grossa, 30 de novembro de 2004.

Paulo Roberto Godoy



EDITAL DE CONVOCAÇÃO N.º 32/2010
A Professora Graciete Tozetto Góes, Pró-Reitor de Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa, no uso de suas atribuições, considerando que no corrente ano letivo de 2010 os cursos de graduação da UEPG, terão concluintes e considerando, ainda, que há necessidade de se ultimar os preparativos e execução dentro dos padrões institucionais da solenidade de colação de grau,
C O N V O C A
1º- Os(as) ACADÊMICOS(AS) que integralizarão o respectivo currículo pleno do curso no corrente ano letivo, a buscar no acadêmico “on line” o requerimento de colação de grau e comparecerem no Protocolo Geral no período de 01 outubro a 13 de novembro, a fim de protocolarem o requerimento, solicitando o seguinte:

a) COLAÇÃO DE GRAU, a realizar-se na datas aprovadas pelo Conselho de Administração.

b) EXPEDIÇÃO DO RESPECTIVO DIPLOMA
2º- O(a) REPRESENTANTE da Comissão de Formatura a entrar em contato com o Senhor Chefe da Divisão de Expediente da PROGRAD, para ultimações dos detalhes da colação de grau, em caso de dúvidas.
O procedimento acima normatizado é importante para que a Pró-Reitoria de Graduação possa conferir os históricos escolares dos peticionários, visando a efetivação da solenidade de colação de grau, bem como a preparação dos documentos para a confecção e registro do Diploma.

Publique-se, registre-se e arquive-se.

Ponta Grossa, 16 de abril de 2010.

GRACIETE TOZETTO GÓES

PRÓ-REITOR

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU

1. COLAÇÃO DE GRAU

A colação de grau na Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG é o ato obrigatório, oficial e público, pelo qual os concluintes dos cursos superiores de graduação recebem a imposição de grau.

Nos cursos seqüenciais a cerimônia assume a característica de ato de diplomação.

Destacam-se três tipos de colação de grau:

  1. INDIVIDUALIZADA, por curso(s), executada por empresa especializada, contratada pela comissão de formatura;

  2. COLETIVA INSTITUCIONAL, em que se incorporarão formandos de qualquer um dos cursos de graduação e/ou seqüencial, que não optarem pela modalidade citada no item 1;

  3. EXTEMPORÂNEA, realizada no Gabinete da Reitoria ou local próximo, com a finalidade de oficializar a diplomação dos concluintes que não reuniram condições de participar dos demais tipos de colação de grau.

No ato de colação de grau o formando recebe o grau acadêmico de bacharel ou de licenciado, o qual lhe outorga os direitos e deveres profissionais. O ato de imposição de grau é imprescindível para o exercício das profissões regulamentadas por lei, sendo conferido na solenidade de formatura, pelo Reitor da Universidade ou por delegação pelo Vice Reitor, Pró Reitor de Graduação e/ou Diretor do Setor de Conhecimento.



2. ATIVIDADES PREPARATÓRIAS

2.1. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO


Todos os prováveis formandos:

- por meio das comissões de formatura devem protocolar processo dirigido ao Diretor de Setor, solicitando o agendamento das datas de colação de grau individualizada por curso executada por empresa;

- entrar no sitio “acadêmico on line” e imprimir o requerimento de formatura, (modelo 1) verificando se seus dados pessoais estão corretos, marcar um x na solicitação de diploma, certidão de conclusão de curso e histórico escolar e colação de grau, optando por uma das formas: oficial por empresa ou coletiva institucional no período de 01 de outubro a 13 de novembro de 2010;

- verificar no mesmo sitio se não existem pendências relativas a documentação necessária a colação de grau : cópias do RG, CPF, CDI , Titulo Eleitoral, original e cópia do histórico do 2º grau, certidão de nascimento ( 2 vias) fotocópia do diploma de 3º grau, se houver.

- em caso de mudança em qualquer dos dados pessoais informar no requerimento de formatura juntando o documento que comprova tal fato;

- os documentos pendentes devem ser entregues junto com o requerimento de formatura;

- protocolar o requerimento no Protocolo Geral;

- 5(cinco) dias úteis antes da solenidade cabe ao acadêmico verificar no sistema ou se necessário junto à Coordenação do Curso se todas as obrigações acadêmicas foram concluídas dentre elas: aprovação em todas as disciplinas do curso e integralização da carga horária nas atividades complementares;

- demais esclarecimentos podem ser obtidos na Divisão de Expediente, PROGRAD, Bloco da Reitoria, telefone 32203708- 3709 ou pelo email kmargraf@uepg.br

2.2. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO

- símbolo oficial da UEPG (átomo) na decoração e no convite.

- por se tratar de um ato oficial, recomenda-se que o tempo total da cerimônia não ultrapasse 2 horas.

- as músicas, escolhidas como trilha sonora devem ter letra e/ou estilo condizente com a cerimônia.

- os discursos do paraninfo e do orador deverão ter até cinco minutos de duração.

- os formandos deverão estar presentes no local da cerimônia em duas horas antes do evento ou em horário pré-determinado pela Coordenação do Cerimonial ou da empresa contratada quando for o caso.

- há possibilidade de entrega de diploma ao formando pelo pai ou mãe que seja do quadro próprio de servidores da UEPG.

- a organização e a decoração do cenário são de responsabilidade da UEPG (Institucional) ou da empresa contratada (particular), com o logo oficial da UEPG e da profissão desde que respaldada pelo curso.

- qualquer situação ocorrida durante a cerimônia, que seja considerada fora dessas normas, a empresa contratada será comunicada e receberá as sanções previstas.

2.3. NÃO SE PERMITE NO ATO OFICIAL DA CERIMÔNIA DE COLAÇÃO DE GRAU

- a ingestão de bebida com álcool e/ou bebida energética. O formando que se apresentar alcoolizado será impedido de participar da cerimônia e encaminhado para colação de grau em gabinete, em data a ser determinada posteriormente;

- propagandas de empresas e/ou instituições

- uso de efeitos especiais durante o ato oficial (chuva de prata, balões, serpentinas, faixas e gelo seco);

- fogos de artifício

- agradecimentos individuais ao vivo;

2.4. ROTEIRO DO CERIMONIAL E PROTOCOLO


O Roteiro / Protocolo do ato oficial será produzido pela Coordenação do Cerimonial Universitário e deverá ser cumprido, na íntegra, pela empresa contratada.
Roteiro (protocolo)
-. entrada formal e solene dos homenageados, acompanhados dos formandos, sem nominação individual;

- entrada das autoridades da mesa de trabalhos;

- abertura oficial pelo Presidente da Cerimônia – Reitor ou autoridade por delegação reitoral;

- execução musical ou canto do Hino Nacional Brasileiro;

- discurso do orador;

- juramento: por curso, nas cerimônias individualizadas por empresa, e por dia na cerimônia de colação de grau institucional;

- imposição de grau ou diplomação pelo presidente da cerimônia;

- concessão da láurea acadêmica, quando for o caso;

- saudação do paraninfo;

- execução do Hino do Paraná;

- homenagens – aos pais, aos mestres, aos amigos e outras; 2.º ato temos que explicaro que são o 1.º e 2.º ato.

- pronunciamento e encerramento da solenidade pelo presidente.


2.5. VESTIMENTA DE FORMATURA

a) Trajes talares

- para os formandos


- BECA ou toga na cor preta

- faixa com a cor característica do curso, de cetim ou seda envolvendo a cintura, com 10 a 15 cm de largura, de forma que a ponta de fora da faixa seja 10 ou 15 cm mais curta que a de dentro, ficando as ambas pendentes para o lado esquerdo.

- BORLA – barrete doutoral – de cor preta, de formato circular e com o emblema indicativo do curso incrustado em seu rebordo, para marcar-lhe a frente ou borla em formato retangular, onde se usa o pingente(obrigatório) pendurado sobre a orelha esquerda e um dos bicos para a frente.

- CAPELO – de cor preta, em formato quadrado, o emblema indicativo do curso incrustado em seu rebordo, para marcar-lhe a frente e pingente(obrigatório) pendurado sobre o lado esquerdo,com um dos bicos para a frente.



- para professores

- BECA ou toga na cor preta, capa ou pelerine na cor do curso.



- Vice Reitor

BECA ou toga preta, samarra azul (cor oficial do Conselho Universitário)



- Reitor

– BECA ou toga preta, samarra branca, borla e colar reitoriais



- complementos: mulheres: sapato social e meias na cor preta

homens: calça e sapato social e meias na cor preta

- é de responsabilidade da Coordenação do Cerimonial providenciar os Trajes Talares ao Reitor, ao Vice Reitor e demais membros do Conselho Universitário. Os professores homenageados e outros que desejarem participar da cerimônia devem possuir seu próprio traje ou solicitá-lo junto ao seu Departamento com capas ou pelerines nas cores de sua área de atuação.

- os alunos da colação de grau coletiva institucional recebem os trajes talares no dia da formatura.

- Cores representativas dos cursos





AZUL










AZUL SAFIRA
História, Letras, Pedagogia, Artes Visuais, Música

Administração (e habilitações), Agronomia, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Materiais, Física (Bacharelado e Licenciatura), Geografia (Bacharelado e Licenciatura), Informática, Matemática, Química e Turismo







CINZA PRATA

Comunicação Social (e habilitações)







GRANADA
Odontologia





RUBI
Direito





SAFIRA AZUL CLARO
Ciências Econômicas





TOPÁZIO
Farmácia





TURMALINA VERDE
Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) Educação Física (Bacharelado e Licenciatura) , e Medicina





VERMELHO
Ciências Contábeis







VINHO
Zootecnia






Verde Escuro

Enfermagem e Serviço Social




3. COLAÇÃO DE GRAU INDIVIDUALIZADA POR CURSO

3.1. CONTRATAÇÃO DE EMPRESAS DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS


A Comissão de Formatura poderá contratar empresa de organização de eventos, desde que seja empresa devidamente cadastrada na Coordenação do Cerimonial em documento próprio.( modelo 2)

A UEPG não se responsabiliza pelos serviços prestados por empresas contratadas e que só poderão atuar no evento após efetivação de cadastro, entrega dos documentos solicitados e participação em reunião coordenada pelo Cerimonial para receber as orientações internas da Universidade.


3.2. CONVITE DE FORMATURA

No convite de formatura (modelo 3), devem constar os seguintes dados:

- Identificação da Universidade (logo pelo Cerimonial e / ou Imprensa Universitária);

- Homenagens de Honra : Governador, Secretário de Estado de Ensino Superior;

- Homenagens Administrativas(não deve constar titulação):-Reitor, Vice-Reitor, Pró-Reitor de Graduação; Pró Reitor de Assuntos Administrativos; Pró Reitor de Extensão e Assuntos Culturais; Pró Reitor de Pesquisa e Pós Graduação; Pró Reitor de Recursos Humanos; Pró Reitor de Planejamento; Diretor do Setor de Conhecimento; Diretor Adjunto do Setor de Conhecimento; Coordenador de Curso; Chefe do Departamento;

- Nome de Turma;

- Paraninfo;

- Patrono;

- Paraninfo Espiritual;

- Professores e Funcionário(s) Homenageado(s);(máximo 3)

- Relação de formandos que irão participar da cerimônia.

- A data, horário e local da celebração eucarística, se houver e cerimônia de colação de grau.

- O texto do juramento, que deverá ser solicitado à Divisão de Expediente.

A Comissão de Formatura poderá encaminhar convite às entidades de classe profissionais: conselhos, sindicatos e associações, verificando se algum representante vai participar do evento.


3.3. . HOMENAGEADOS


A Comissão de Formatura deverá escolher, do quadro de professores e funcionários da Universidade ou mesmo da comunidade externa:

- Nome de Turma;

- Patrono(esse);

- Paraninfo (*);

- Paraninfo espiritual – (até dois);

- professore(s) e funcionários homenageado(s); (máximo de 3)

- funcionário(s) homenageado(s);

3.4. FORMANDOS

A Comissão deverá escolher dentre os formandos:

- orador;

- juramentista;

- homenagem aos pais;

- homenagem aos mestres;

- homenagem aos amigos;

- outras homenagens.

Estes deverão compor a mesa a plataforma de acordo com a orientação do Cerimonial.

No caso do curso possuir turmas em períodos diferentes, os formandos podem escolher homenageados diferentes, por turma, para compor plataforma de homenagens, sendo que somente um faz o discurso.

Preencher Formulário próprio com a indicação de nomes (completos) dos homenageados e do juramentista conforme modelo 4 e entregar na Divisão de Expediente até o dia 13 dezembro.

Encaminhar aos homenageados carta-convite para a solenidade e posteriormente, enviar o convite de formatura à Reitoria e aos homenageados. Obs: O convite enviado à Reitoria, além de cumprir sua utilidade oficial, será destinado ao arquivo do Cerimonial.

Confirmação da comunicação ao professor homenageado conforme modelo 5.

Se alguma turma escolher um homenageado especial todo o procedimento deve ser seguido.


3.5 DOCUMENTAÇÃO

Os acadêmicos que realizarão a colação de grau individualizada por curso executada por empresa especializada, deverão apresentar a Assessoria de Comunicação, dois meses antes da formatura, os seguintes documentos:

- apresentar documentação de registro de Cerimônia de Colação de Grau preenchida e assinada;( modelo 3)

- comprovar o pagamento do ECAD* - Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (deve ser o comprovante original);

- entregar cópia de contrato com a produtora e/ou empresa de fotos e empresa de filmagem;

- lista de entrada dos formandos, podendo ser por afinidade na turma ou em ordem alfabética;

* O ECAD é administrado por associações de músicos para realizar a arrecadação e a distribuição de direitos autorais decorrentes da execução pública de músicas nacionais e estrangeiras. Atualmente, os direitos autorais e o ECAD são regidos pela Lei Federal 9.610, promulgada em 19 de fevereiro de 1998, que veio reafirmar e ampliar os direitos de criação e execução pública de todos os titulares de música. Contato: Rua dos Andradas 1560 - Conjunto 1515, Fone: 32282591, ecadrs@ecad.org.br – Porto Alegre.

3.6. ENSAIO

O ensaio das formaturas individuais por curso executada por empresa é de responsabilidade das empresas contratadas pelas comissões de Formatura.

3.7. RESPONSABILIDADES DAS EMPRESAS


- disponibilizar espaço próprio (mesa) para o Funcionário da Prograd colher as assinaturas dos formandos, ato IMPRESCINDÍVEL para a formatura;

- local para reunir os formandos

- para a montagem e desmontagem dos equipamentos, seguir as determinações do órgão que administra o espaço;

- lanche somente poderá ser servido no camarim das autoridades e dos professores, onde vão receber os trajes talares e as orientações da Coordenação do Cerimonial;

- vetada a propaganda em peças e no espaço físico utilizados no evento;

- projetar vídeo institucional;

- definir espaço para estacionamento dos veículos do Reitor e/ou Vice Reitor;

- água e taças de vidro na mesa diretiva;

- toda a estrutura para a formatura;

- canudos para os diplomas com logo da UEPG;

- Hino Nacional, Hino do Paraná, trilha sonora formal e solene;

- fotos e filmagem;

- sonorização;

- profissionais vestidos adequadamente;

- cerimônias sociais (baile, jantar, etc... e que poderão ser organizadas pelos próprios acadêmicos)

- conhecer as resoluções e portarias da UEPG que tratam das cerimônias de formatura;

- erá exigido recadastramento das empresas a cada dois anos.

3. 8. ORIENTAÇÕES FINAIS


- encaminhar a minuta do protocolo à Coordenação do Cerimonial para a devida revisão e aprovação, com até 10 dias de antecedência da dada da colação de grau;
- apresentar slide institucional UEPG, com áudio, ao início da solenidade, comunicando que não serão permitidas manifestações com instrumentos sonoros como apitos, buzinas, cornetas e outros que possam causar prejuízos à realização efetiva desta cerimônia. O não cumprimento desta determinação poderá provocar a interrupção, suspensão e até o cancelamento do ato oficial, prejudicando os formandos.
- disponibilizar pessoal e utilizar estratégias pacíficas para coibir procedimentos abusivos e não permitindo o consumo de bebidas alcoólicas;
- durante o 1° ato as músicas de entrada dos formandos, de imposição de grau e dos demais momentos solenes, devem ser adequadas não se permitindo “trilha sonora” individual ou qualquer tipo de música que descaracterize o aspecto formal que se exige; as músicas podem ser instrumentais ou letradas, desde que sejam observadas as orientações já apresentadas;
- os ex-reitores e os ex-vice reitores presentes aos eventos, devem participar da mesa principal ou ocupar local reservado às autoridades;
- quando o Reitor se fizer presente presidindo o ato solene, o formado deve se postar à frente do mesmo, segurando o capelo na mão esquerda, inclinar a cabeça levemente para receber a imposição do grau, em seguida, colocar o capelo e estender a mão direita para receber os cumprimentos do Reitor;
- quando a solenidade for presidida pelo Vice Reitor ou outra autoridade universitária, o formando deve entregar o capelo com a mão direta ao presidente, receber a imposição de grau e os cumprimentos.

4. COLETIVA INSTITUCIONAL

4.1. CONVITE DE FORMATURA

Os convites para colação de grau coletiva institucional serão distribuídos pela Divisão de Expediente em período a ser divulgado no sitio da UEPG.



4.2. HOMENAGEADOS

A Comissão de Formatura ou o representante dos alunos que participarão da colação de grau coletiva institucional, deverá escolher junto com os demais colegas, do quadro de professores e funcionários da Universidade ou mesmo da comunidade externa:

- Paraninfo;

- professore(s) e funcionários homenageado(s);

Estes deverão compor a mesa oficial ou plataforma de acordo com a orientação do Cerimonial.

No caso do curso possuir turmas em períodos diferentes, os formandos podem escolher homenageados diferentes, por turma, para compor plataforma de homenagens, sendo que somente um professor do setor fará o discurso. A indicação do professor que discursará nos dias da colação de grau coletiva institucional será através de sorteio a ser realizado entre os indicados.

Preencher Formulário próprio com a indicação de nomes (completos) dos homenageados conforme modelo 6 e entregar na Divisão de Expediente até o dia 13 dezembro.

Encaminhar aos homenageados confirmação da comunicação ao professor homenageado conforme modelo 5.

Se alguma turma escolher um homenageado especial todo o procedimento deve ser seguido.

No caso da colação de grau coletiva institucional o orador será escolhido através do concurso de oratória, o qual tem o seguinte procedimento:




4.3. CONCURSO DE ORATÓRIA
Do objetivo do concurso
O objetivo do concurso é a escolha de oradores para as colações de grau institucionais, analisando-se os seguintes aspectos do orador e de seu discurso:

- duração : máximo de 5 minutos

- conteúdo: deve envolver a homenagem aos formandos

- voz timbre

- postura

Da habilitação
Estão habilitados a concorrer ao concurso de oratória todos os formandos que participam da colação de grau coletiva institucional.

Do processo de seleção
O processo de seleção para o concurso de oratória ocorrerá em DUAS etapas:
1.a ETAPA - INSCRIÇÃO

As inscrições serão divulgadas, através de edital, no sitio www.uepg.br do dia 01 de outubro até o dia 24 de novembro de 2010, no protocolo geral das 8h as 12h e das 13h30min as 17h, devendo juntar ao requerimento uma cópia de seu discurso, que deverá conter:

a) o cabeçalho do discurso do orador deverá conter apenas os elementos adiante especificados:

- Excelentíssimo Senhor Professor João Carlos Gomes,

- Magnífico Reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa, ou

- Excelentíssimo Senhor Professor Eduardo Fávero Caires ,

- Digníssimo Diretor do Setor de Ciências Agrárias e de Tecnologia,

- Demais autoridades, já nominadas,

- Senhoras, Senhores,

- Colegas Graduandos;

b) o arremate do discurso do orador deverá conter o seguinte parágrafo:

“Magnífico Reitor ou Senhor Diretor, representando todos os graduandos desta solenidade oficial, solicito sua nobre e gentil deferência no sentido de que nos tome o juramento, como termo de fidelidade aos nossos deveres profissionais, e nos imponha o grau a que todos fazemos jus.”




2.ª ETAPA - AVALIAÇÃO
A avaliação do discurso ocorrerá no dia 25 de novembro às 18h no Pequeno Auditório no Campus Central, Bloco A sala 201.

3.ª ETAPA
O resultado final da apresentação do discurso será divulgado através de edital no sitio www.uepg.br

4.4. ENSAIO


Na formatura coletiva institucional não haverá ensaio.

5. COLAÇÃO DE GRAU GABINETE


Os formandos que colarem grau em época especial deverão solicitar, mediante requerimento próprio, junto ao Protocolo Geral, com o seu histórico escolar a colação de grau em separado, após o protocolo será agendada um data de comum acordo com a Divisão de Expediente e o Gabinete da Reitoria.

A formatura em gabinete é uma excepcionalidade e deve ser devidamente justificada. Todos os alunos têm igual direito a colar grau na cerimônia oficial coletiva institucional organizada, gratuitamente pela Universidade.

O traje para a cerimônia é social e cada formando pode trazer convidados, máquina fotográfica e filmadora.

Formando



A colação de grau é o momento mais importante de sua vida acadêmica, deve ser muito especial para você e seus familiares.

M O D E L O

M O D E L O 2
FICHA CADASTRAL - EMPRESAS DE FORMATURA


RAZÃO SOCIAL:


NOME FANTASIA:


CNPJ:

PROPRIETÁRIO (Nome completo):


RESPONSÁVEL GERAL (Nome completo):


ENDEREÇO:


CIDADE:


ESTADO:


TELEFONE/CELULAR:


FAX:


WEBSITE:


EMAIL:


M O D E L O 3
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO
CONVITE DE FORMATURA (sugestão)

1 - Os convites poderão ser confeccionados em uma só folha ou compaginados.
2 - Se os convites forem impressos em uma só folha, os detalhes da 4.ª página, adiante especificados, deverão ser separados ou com traços ou com outro realce que os distinga.

Se forem compaginados os homenageados da 4ª página terão inclusão obrigatória, visto que a Instituição é "Estadual".


3 - Os convites poderão obedecer as normas a seguir sugeridas:

1.ª página - CONVITE

__________________, Comissão de Formatura e demais graduandos do ano letivo de _____ do Curso de _________________ da Universidade Estadual de Ponta Grossa, sentir-se-ão honrados com a presença de V. Exª. e Exmª. Família às solenidades de formatura.


2.ª página - SOLENIDADES

Missa ----------------------: (dia, hora e local)

Culto Ecumênico ------------: (dia, hora e local)

Aula da Saudade ------------: (dia, hora e local)

Solenidade de Imposição ----: (dia, hora e local)

Baile de Formatura ---------: (dia,hora,local e traje)


3.ª página - PENSAMENTO - Opcional

"Só quero partilhar o que descobri .... esses novos horizontes".(Richard Bach)


4.ª página - HOMENAGEM DE HONRA(conferir os nomes e respectivos cargos)
Orlando Pessutti

GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ


SECRETÁRIA DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR


5.ª página - HOMENAGENS ADMINISTRATIVAS(conferir os nomes e respectivos cargos)
Prof. João Carlos Gomes

REITOR
Prof. Carlos Luciano Sant’Ana Vargas

VICE-REITOR DA UEPG
Prof.ª Graciete Tozetto Góes

PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO


Prof.Ariângelo Hauer Dias

PRÓ-REITOR DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS

Prof. Benjamim de Melo Carvalho

PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Ana Maria Salles Rosa Solak

PRÓ-REITOR DE RECURSOS HUMANOS


Prof. Miguel Sanches Neto

PRÓ-REITOR DE EXTENSÃO E ASSUNTOS CULTURAIS


Prof. Altair Justino

PRÓ-REITOR DE PLANEJAMENTO


Prof.(.ª)

DIRETOR DO SETOR DE CIÊNCIAS ........


Prof.(.ª)

COORDENADOR(A) DO CURSO DE ..........


Prof.(.ª)

CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ............


Obs.: Quando o curso estiver estreitamente vinculado a mais de um Departamento, os respectivos Chefes devem ser nominados.

6.ª página - HOMENAGENS ESPECIAIS

Turma ...................................:Prof(ª) ____________

Paraninfo(a)...........................:Prof(ª) ____________

Patrono(Patronesse)............. :Prof(ª) ____________

Paraninfo(a) Espiritual............:Prof(ª) ____________
Obs.: Os homenageados acima poderão ser enumerados um em cada página, eliminando-se, então, a expressão “homenagens especiais”.
7.ª página - HOMENAGENS AFETIVAS - Opcional

Obs.: Nessa página citar, se for o caso, os Professores preferidos da turma, por uma ou por outra razão.


8.ª página - NOSSOS MESTRES

Obs.: Citar todos os Professores que estiverem em estreita ligação com os graduandos, desconsiderando-se o Departamento a que pertençam.


9.ª página - GRADUANDOS IMPLICADOS DIRETAMENTE NA COLAÇÃO

Orador ..............................................................................: _____________

Representante da Turma para o Juramento ....................: _____________

Representante da Turma para receber o Grau ................: _____________

Representante da Turma para homenagem aos pais...: ___________

Representante da Turma para homenagem aos mestres: __________

Representante da Turma para homenagem aos amigos.: _____________

10.ª página - JURAMENTO

Prometo ___________________________________________________



11.ª página - RELAÇÃO DOS GRADUANDOS

1.ª- a relação deverá ser preferencialmente em ordem alfabética, podendo os nomes ser colocados de tal modo que formem dísticos;

2.ª- os nomes dos pais e/ou a cidade de procedência, se for o caso, poderão ser relacionados ao lado ou abaixo.
12.ª página - AGRADECIMENTOS

A Deus


Aos Pais, Esposos ou Noivos

Aos Mestres

Aos colegas

Aos funcionários

Obs.: Pode o agradecimento ser afetuoso, em paginas separadas.
13.ª página - DESPEDIDAS - Opcional

A nossa amizade àqueles que sempre nos quiseram bem, o nosso perdão aqueles que, por motivos alheios à nossa vontade, não nos compreenderam .....................


14.ª página - COMISSÃO DE FORMATURA

Com o endereço dos membros da comissão, se for o caso.

Ponta Grossa,

M O D E L O 4
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES PARA A SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU DO ANO LETIVO DE 2010 REALIZADA POR EMPRESA PARTICULAR

(Preencher corretamente em LETRA DE FORMA)



EMPRESA PARTICULAR CONTRATADA PELOS FORMANDOS
1- CURSO________________________________________________________________

2- PRESIDENTE DA COMISSÃO DE FORMATURA OU REPRESENTANTE DA TURMA
Nome:_ _______________________________________________Fone_____________

_____________________________________________________________

Endereço: ______________________________________________________________
__E-MAIL:_

__________________________________



3- PROFESSORES HOMENAGEADOS
Nome da Turma:_________________________________________________________
Patrono(esse):__________________________________________________________
Paraninfo(a):____________________________________________________________

Paraninfo(a) Espiritual:__________________________________________________


4. COORDENADOR DO CURSO ____________________________________________
5. GRADUANDOS LIGADOS DIRETAMENTE À SOLENIDADE ________________________________________________________________

a) RECEBIMENTO DA IMPOSIÇÃO SOLENE E COMPLETA EM NOME DA TURMA:

______________________________________________________________________


b) JURAMENTO EM NOME DA TURMA: _____________________________________

_________________


c) ORADOR(A): _________________________________________________________

d) HOMENAGEM AOS PAIS: _______________________________________________

e) HOMENAGEM AOS MESTRES: __________________________________________
f) HOMENAGEM AOS AMIGOS: ____________________________________________
g) OUTRAS HOMENAGENS (usar o verso se houver).
Ponta Grossa, ____ de ______________________ de 2010.

_________________________________________________

REPRESENTANTE DA COMISSÃO DE FORMATURA

M O D E L O 5
Ponta Grossa, de de 2010.

À Sr.ª


Prof.ª Maria das Dores Pimentel

Mui Digna Docente do DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO DA UEPG

Nesta Universidade.

Prezado(a) Professor(a),

Há pessoas que, mesmo cumprindo suas obrigações com dignidade, dedicação, zelo, assiduidade e eficiência, ainda se destacam entre as demais. Esse destaque naturalmente merece ser reconhecido. Razão pela qual, Vossa Senhoria está sendo contemplada com uma homenagem da turma de 2010 dos formandos do curso de Licenciatura em PEDAGOGIA.

Na qualidade de Presidente da Comissão de Formatura da turma, cabe-me a honra de convidá-lo(a) para ser o(a) _______________________________________________, emprestando sua gentil e carinhosa presença nas cerimônias, cujo programa destacamos a seguir:
Dia __/__/__ - 17h00min - Aula da Saudade

Dia __/__/__ - 19h00min - Culto Ecumênico

Dia __/__/__ - 20h00min - Solenidade de colação de grau

Dia __/__/__ - 23H00min - Baile Comemorativo.


Maiores informações a respeito dos locais dos eventos e outros detalhes pertinentes às solenidades poderão ser colhidos no convite de formatura que estou anexando.

Na certeza da honrosa presença que antecipadamente agradeço, aproveito a oportunidade para apresentar o testemunho de alta estima e distinta consideração.


Saudações Universitárias.
Tereza dos Anjos Oliveira

PRESIDENTE DA COMISSÃO DE FORMATURA
M O D E L O 6

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO
UEPG – COLETIVA INSTITUCIONAL
FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES PARA A SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU DO ANO LETIVO DE 2010

(Preencher corretamente em LETRA DE FORMA)



1- CURSO______________________________________________________________

2- PRESIDENTE DA COMISSÃO DE FORMATURA OU REPRESENTANTE DA TURMA
Nome:________________________________________________________________
Endereço:_____________________________________________Fone:____________
e-MAIL___________________________________
3- PROFESSORES HOMENAGEADOS
Paraninfo(a):___________________________________________________________

(de todos os paraninfos indicados, será realizado sorteio pela DIVEX – Divisão de Expediente, por dia de formatura, para aquele que falará na cerimônia)

Professore(s) e funcionário(s) homenageados_________________________________

4- COORDENADOR(A) DO CURSO
______________________________________________________________________

Ponta Grossa, ____ de ______________________ de 2010.


____________________________________________



REPRESENTANTE DA COMISSÃO DE FORMATURA





Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal