Universidade federal da paraíBA



Baixar 18.24 Kb.
Encontro23.03.2018
Tamanho18.24 Kb.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES

DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS

HABILITAÇÃO EM LETRAS CLÁSSICAS

DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À HISTÓRIA E CULTURA DA LÍNGUA GREGA E DA LÍNGUA LATINA

PROFESSOR: ERICK FRANCE

PERÍODO: 2009/2, 2010/1
PLANO DE DISCIPLINA
I – EMENTA
Introdução à história e à cultura grega e latina; contextualização do universo cultural clássico ocidental, cuja extensão, grosso modo, vai do século VIII a. C. ao século V d. C.
II – OBJETIVO GERAL
Viabilizar o contato com a cultura antiga grega e latina mediante estudos vocabulares, bem como de possíveis relações entre as termos, de textos principais de ambas as culturas como preparação a conceitos essenciais das disciplinas afins do curso, como a paidei/a (paideia) religião antiga, leis e deuses.
III – OBJETIVOS ESPECÍFICOS
* Compreender conceitos e ideias essenciais das culturas antigas grega e latina, sobretudo com vista ao entendimento mais preciso das próprias língua e literatura destas culturas.

* Ser capaz de associar tais conceitos, para avanço na interpretação dos textos de cultura ou literatura antigas das duas culturas.

* Vislumbrar (pois que o estudante, neste estágio, não estaria ainda em contato com as duas línguas) a cautela quanto ao processo de tradução e algumas de suas repercussões.
IV – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Introdução ao Indo-europeu e ao mundo homérico e contextualização da Ilíada
Unidade I: Postura entre Homens e Deuses

Texto ilustrativo: Ilíada de Homero, canto I

Trechos para análise:


  1. Vv. 1–9: a figura do poeta.

  2. Vv. 5–7: intervenções divinas.

  3. Vv. 24–25, 37–42 e 50–52: uma imagem das atitudes religiosas e a confluência entre sacerdote e rei.

  4. Vv. 55–56: a índole precípua dos deuses.

  5. Vv. 62–67: os decretos divinos e como os homens os vêem.

  6. Vv. 184 e 173–175: honra dos deuses e honra dos homens. (texto complementar: do ge/raj (guéras) e da timh/ (timé)

  7. Vv. 183–187, 197–198, 245–246, 275–281, 290–291, (canto II 100– 108): hierarquias.

  8. Vv. 348–354, 357–360, 396–406: análise do apelo de Aquiles.

  9. Vv. 472–479: deuses “de um e de outro lado”.

  10. Vv. 517–527: a palavra de Zeus.

Unidade II: Piedade e Honra

Texto ilustrativo: Ilíada de Homero, canto XXIV

Trechos para análise:



  1. Vv. 3–11: inquietação de Aquiles e honras atribuídas a Pátroclo.

  2. Vv. 14–18: termos para a ideias gerais de piedade e de profanação.

  3. Vv. 18–30: quebra de honras, germes de guerra. (texto complementar: casamento, em Fustel de Coulanges)

  4. Vv. 33–38: obrigações religiosas. (texto complementar: culto doméstico, em Fustel de Coulanges)

  5. Vv. 39-54: como Aquiles honra se desonrando.

  6. Vv. 44–45: pudor religioso.

  7. Vv. 98–99: indiferença desonrosa.

  8. Vv. 112–114: (transição até o encontro de Hermes e Príamo)

  9. Vv. 462–464: aos homens o que é dos homens.

  10. Vv. 486–512: a honra e piedade supremas de Aquiles.

Unidade III: Questões diversificadas da Língua e da Cultura gregas

Texto–ensaio: O homem na concepção de Homero, de Bruno Snell

Texto–ensaio: A língua grega, de Frederico Lourenço

Texto–ensaio: Aedo e herói, de Frederico Lourenço

Texto-ensaio: Cidade dos homens, cidade dos deuses, de P. V. Naquet


OBSERVAÇÕES: o conteúdo programático acima se propõe exaustivo, embora flexível, pois alterações poderão ocorrer, como se explica a seguir: outros textos complementares teóricos ou ilustrativos poderão e deverão ser acrescidos conforme caminhe a disciplina, seja para apoio de estudo do estudante em casa, seja inserido em alguma parte do conteúdo. As avaliações, em princípio, serão três, uma após cada unidade, constando de uma prova escrita que deverá explorar os conteúdos da unidade respectiva, porém a ser respondida em forma de redação ou questões com trechos citados dos textos estudados. Vários tópicos serão vistos por aula.

BIBLIOGRAFIA


BENVENISTE, Émile. Vocabulário das instituições indo-europeias. Trad. Denise Bottmann. 1a ed. São Paulo: UNICAMP, 1995. (2 v., 712 p.)

BURKERT, Walter. Religião grega na época clássica e arcaica. 1a ed. Porto: Calouste Gulberkian, 1993. (638 p.)

BRANDÃO, Junito de Souza. Dicionário mítico-etimológico: mitologia e religião romana. 1a ed. Petrópolis: Vozes, s.d. (406 p.)

_______. Dicionário mítico-etimológico: mitologia grega. 5a ed. Petrópolis: Vozes, 2000. (2 v., 1264 p.)

_______. Mitologia grega. 1a ed. Petrópolis: Vozes, 2009. (3 v., 1240 p.)

COULANGES, Fustel de. A cidade antiga. 5a ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004. (641 p.)

HESÍODO. Teogonia: a origem dos deuses. 6a ed. São Paulo: Iluminuras, 2006. (168 p.)

HOMERO. Ilíada e Odisseia. Trad. Carlos Alberto Nunes. 1a ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2009. (2 v. 1003 p.)

_______. Ilíada. Trad. Haroldo de Campos. 4a ed. São Paulo: Arx, 2004. (2 v., 969 p.)

_______. _______. Trad. Odorico Mendes. 1a ed. São Paulo: Ateliê editorial, 2008. (912 p.)

JAEGER, Werner. Paidéia: a formação do homem grego. 4a ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001. (1440 p.)

KURY, Mário da Gama. Dicionário de mitologia grega e romana. 7a ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003. (406 p.)

LOURENÇO, Frederico. Grécia revisitada: ensaios sobre cultura grega. 1a ed. Lisboa: Cotovia, 2004. (p. 330)

MANGUEL, Alberto. Ilíada e Odisseia de Homero: uma biografia. 1a ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008. (272 p.)

ROBERT, Fernand. A religião grega. 1a ed. São Paulo: Martins Fontes, 1988. (120 p.)

SALIS, Viktor D. Mitologia viva: aprendendo com os deuses a arte de viver e amar. 1a ed. São Paulo: Nova Alexandria, 2003. (232 p.)

SCHÜLER, Donaldo. A construção da Ilíada. 1a ed. Porto Alegre: L&PM editores, 2004. (152 p.)

SNELL, Bruno. Cultura grega e as origens do pensamento europeu. 1a ed. São Paulo: Perspectiva, 2005. (326 p.)

VASCONCELLOS, Paulo Sérgio de. Efeitos intertextuais na Eneida de Virgílio. 1a ed. São Paulo: Humanitas FFLCH/USP, 2001. (402 p.)

VERNANT, Jean-Pierre. As origens do pensamento grego. Trad. Ísis Borges B. da Fonseca. 7a ed. Rio de Janeiro: Difel, 2002. (144 p.)

_______. O universo, os deuses, os homens. Trad. Rosa Freire d’Aguiar. 2a ed. São Paulo: Companhia das letras, 2000. (210 p.)

VIDAL-NAQUET, Pierre. O mundo de Homero. 1a ed. São Paulo: Companhia das letras, 2002. (168 p.)

VIRGÍLIO. Eneida. Trad. José Victorino Barreto Feio e José Maria da Costa Silva. 1a ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004. (450 p.)

_______. _______. Trad. Odorico Mendes. 1a ed. São Paulo: Ateliê editorial, 2005. (315 p.)



_______. _______. Trad. Tassilo Orpheu Spalding. 6a ed. São Paulo: Cultrix, 2000. (280 p.)







Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal