Universidade federal de juiz de fora



Baixar 20.19 Kb.
Encontro23.03.2018
Tamanho20.19 Kb.



INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

DISCIPLINA: SOCIOLOGIA VII (A SOCIOLOGIA NO BRASIL)

CÓDIGO: CSO007
CARGA HORÁRIA: 60


Ementa:
Os objetivos principal do curso é discutir os principais modelos produzidos pela reflexão sociológica sobre o Brasil (século XX), discriminando temas e obras relevantes, bem como os suportes metodológicos mobilizados pelos autores escolhidos para as discussões que serão realizadas. Consideramos que será essencial para caracterizar a produção sociológica no Brasil, evitando assim o tratamento canônico das obras e autores, o estudo criterioso das condições que presidiram a construção do conhecimento sociológico, reconhecendo como dimensões fundamentais que deverão se exploradas: a caracterização da produção dos autodidatas e dos professores universitários, o acompanhamento das trajetórias regionais (MG, RJ, SP, etc.), o desenvolvimento da indústria editorial e a construção das políticas culturais produzidas a partir do Estado. O formato do curso exige a utilização_ predominante_ de aulas expositivas, complementadas por seminários e apresentação de trabalhos.
Programa:
Unidade I: Autodidatismo, impressionismo e ecletismo na interpretação do fenômeno brasileiro

I.1 – Os recursos teóricos, o estágio da pesquisa e a forma ensaística.


I.2 – Intelectuais e política.

I.3 – Euclides da Cunha, Alberto Torres, Manoel Bonfim, Azevedo Amaral, Oliveira Vianna, Gilberto Freyre, Nestor Duarte, Viana Moog, Almir de Andrade.



Unidade II: As Ciências Sociais entre a Universidade e a produção teórica “militante”

II.1 – As mudanças no campo sociológico: pesquisa, escrita e leituras.


II.2 – Ciência e Política; opções excludentes?

II.3 – A USP, o IBESP e o ESEB.

II.4 – Guerreiro Ramos, Hélio Jaguaribe, Nelson Werneck Sodré, Florestan Fernandes, Antônio Cândido, Fernando de Azevedo, Fernando Henrique Cardoso, Raimundo Faoro.

Unidade III: Novas interpretações sobre a dinâmica do capitalismo brasileiro


III.1 – As mudanças no campo sociológico: a profissionalização e a internacionalização dos cientistas sociais brasileiros, mudanças no padrão de financiamento da produção intelectual.

III.2 – O impacto das ciências sociais norte-americanas e dos novos autores marxistas na produção dos cientistas sociais brasileiros.

III.3 – A nova geografia da produção intelectual: IUPERJ, UNICAMP, UFMG, USP.

III.4 – A esfera da política: Wanderley G. dos Santos, Fábio Wanderley Reis, Francisco Weffort, Simon Schwartzman, Florestan Fernandes.



Unidade IV: Os temas da década de 90


IV.1 – Cultura política; sistema partidário e representação política; democracia; globalização; crise do nacionalismo.

Bibliografia:
AMARAL, Azevedo. Ensaios Brasileiro. Rio de Janeiro, Omena e Barreto, 1930.

AZEVEDO, Fernando de. A cultura brasileira. Rio de Janeiro, Nacional, 1943.

BORDIEU, Pierre. Homus Academicus. Stanford University Press, 1988.

CARDOSO, Fernando Henrique. Empresário industrial e desenvolvimento no Brasil. Difel, 1964.

____. Autoritarismo e democratização. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1975.

____. Dependência e Desenvolvimento na América Latina. 7ª ed., Rio de Janeiro, Zahar, 1984.



____. A democracia necessária. São Paulo, Papirus, 1985.

FERNANDES, Florestan. A sociologia numa era de revolução nacional. São Paulo, Editora Nacional, 1963.

____. A revolução burguesa no Brasil. Rio de Janeiro, Vozes, 1980.

____. Fundamentos empíricos da explicação sociológica. 4ª edição, São Paulo, T. A. Queirós, 1980.

FRANCO, M. S. de Carvalho. Homens livres na ordem escravocrata. São Paulo, USP, 1969.

HOLANDA, Sérgio B. de. Raízes do Brasil. 14ª edição, Rio de Janeiro, José Olympio, 1981.

IANNI, Octávio. O colapso do populismo no Brasil. 3ª edição, Rio de Janeiro, C. B., 1975.

____. Sociologia da Sociologia. 3ª edição, São Paulo, Ática, 1989.

JAGUARIBE, Hélio. O nacionalismo na atualidade brasileira. Rio de Janeiro, ISEB, 1958.

____. Condições institucionais do desenvolvimento. Rio de Janeiro, ISEB, 1957.

LAMOUNIER, Bolívar. Formação de um pensamento autoritário na primeira República: uma interpretação. in FAUSTO, B. (org.), O Brasil republicano. São Paulo, Difel, 1977, volume II.

LEAL, Victor Nunes. Coronelismo, enxada e voto. 2ª edição, São Paulo, Alfa-Ômega, 1975.

LOPES, Juarez Rubens Brandão. Crise do Brasil arcaico. São Paulo, Difel, 1967.

MEDEIROS, Jarbas. Ideologia autoritária no Brasil (1930-1945). Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas, 1978.

MICELI, Sérgio (org.). História das ciências sociais no Brasil. São Paulo, IDESP / Vértice, 1995, 2 volumes.

MORAES et all. Inteligência brasileiro. São Paulo, Brasiliense, 1986.

ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo, Brasiliense, 1985.

PÉCAUT, Daniel. Os intelectuais e a política no Brasil. São Paulo, Ática, 1990.

RAMOS, Guerreiro. A crise do poder no Brasil. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1962.

____. A redução sociológica. 2ª edição, Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1965.

____. Introdução crítica à sociologia brasileira. Rio de Janeiro, UFRJ, 1995.

SANTOS, Wanderley Guilherme dos. Ordem burguesa e liberalismo político. São Paulo, Duas Cidades, 1978.

____. Paradoxos do liberalismo. Rio de Janeiro, IUPERJ / Vértice, 1988.

____. Regresso: máscaras institucionais do liberalismo oligárquico. Rio de Janeiro, Ópera Nostra, 1994.

SCHWARTZMAN, Simon (org.). O pensamento nacionalista e os cadernos de nosso tempo. Brasília, UNB, 1979.

____. Bases do autoritarismo brasileiro. 2ª edição, Rio de Janeiro, Campus, 1982.

SODRÉ, N. W.. Introdução à revolução brasileira. Rio de Janeiro, C. B., 1957.

____. Formação histórica do Brasil. Rio de Janeiro, C. B., 1062.

TORRES, Alberto. O problema nacional brasileiro. 4ª edição, Brasília, UNB, 1982.

WEFFORT, Francisco. O populismo na política brasileira. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1978.



____. Por que democracia? São Paulo, Brasiliense, 1984.

____. Qual democracia? São Paulo, CIA. das Letras, 1992.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal