Universidade feevale gustavo henrique bresolin



Baixar 195.79 Kb.
Página1/9
Encontro19.06.2018
Tamanho195.79 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


Universidade FEEVALE

Gustavo henrique bresolin

Uso de mapas mentais nos testes de usabilidade de software

Novo Hamburgo, junho de 2010.

G

ustavo henrique bresolin


Uso de mapas mentais nos testes de usabilidade de software

Universidade Feevale

Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas

Curso de Ciência da Computação

Trabalho de Conclusão de Curso


Professor Orientador: Roberto Scheid

Novo Hamburgo, junho de 2010.

Agradecimentos

Gostaria de agradecer a todos os que, de alguma maneira, contribuíram para a realização desse trabalho de conclusão, em especial:

A minha esposa, Tanise, que sempre me apoiou no decorrer da vida acadêmica. Ao meu pai, Nairo, pelo aporte financeiro para a realização da faculdade. A minha mãe, Janete, pelo empréstimo do carro para deslocamento até a Feevale. Ao meu irmão Guilherme, pelo companheirismo. Aos meus colegas de curso, pela amizade e ajuda nos momentos em que precisei. E por último mas não menos importante, ao meu querido orientador, Roberto Scheid por todas dicas, conversas, risadas, enfim por me apoiar na realização deste trabalho. Obrigado a todos.

Resumo

Devido à crescente complexidade dos sistemas de informação usados pelas empresas, torna-se fundamental o uso de teste de qualidade de software no processo de seu desenvolvimento. Entretanto, garantir o funcionamento correto não é o bastante para um sucesso de vendas de um sistema, visto que - concomitantemente - os usuários exigem uma maior usabilidade por parte do aplicativo. Técnicas de usabilidade vêm sendo utilizadas nos últimos anos, melhorando o uso dos sistemas. Mesmo assim, muitas vezes, estas avaliações (testes), deixam questões que dizem respeito à usabilidade vagas, pois o modelo mental do usuário em relação ao sistema não foi compreendido. Sendo assim, este trabalho visa propor um método para integrar o uso de mapas mentais aos testes de usabilidade e, com isso, possibilitar uma percepção mais dinâmica e visual das reais necessidades de usabilidade dos usuários em relação ao sistema. Para isto, fez-se um levantamento com usuários quanto a usabilidade de um sistema, através de questionário desenvolvido com base nas heurísticas de Nielsen (1994). Os dados foram tabulados e analisados, e com base neles, gráficos e mapas mentais foram desenvolvidos, para demonstrar as diferenças de pensamentos entre usuários e empresa desenvolvedora. Por fim, uma pesquisa com a diretoria da empresa foi realizada para validar o método proposto.


Palavras-chave: Mapa mental. Modelo mental. Desenvolvimento de Sistemas. Técnicas de usabilidade.

Abstract

Due to the increasing complexity of information systems used by businesses, it becomes essential to use quality test software in the process of its development. However, to ensure proper operation is not enough for a successful sales of a system, given that - simultaneously - users require a more usable by the application. Usability techniques have been used in recent years, improving the use of systems. Yet often, these evaluations (tests), leaving questions concerning the usability vague because the mental model of the user against the system was not understood. Therefore, this paper seeks to propose a method to integrate the use of mental maps for usability testing and thereby enable a more dynamic and visual perception of the real needs of users regarding usability of the system. For this, he became a survey of users and the usability of a system, developed through a questionnaire based on heuristics from Nielsen (1994). Data were tabulated and analyzed, and based on these data, charts and mind maps were developed to demonstrate the differences of thoughts between users and development company. Finally, a survey of the company's board was performed to validate the proposed method.


Key words: Mind map. Mental model. Systems Development. Techniques usability.
Lista de Figuras

Figura 1.1 - Expectativa do usuário vs. realizado 13

Figura 1.2 - Critérios de usabilidade segundo Shackel 16

Figura 1.3 - Critérios de usabilidade segundo Nielsen 17

Figura 1.4 - Exemplo de um laboratório de usabilidade 20

Figura 1.5 - Visibilidade do estado do sistema (download) 22

Figura 1.6 - Correspondência entre o sistema e o mundo real 22

Figura 1.7 - Controle e liberdade do usuário 23

Figura 1.8 - Prevenção de erros 23

Figura 1.9 - Consistência e padronização 24

Figura 1.10 - Flexibilidade e eficiência de uso 24

Figura 1.11 - Reconhecimento em vez de lembrança 25

Figura 1.12 - Projeto estético e minimalista 25

Figura 1.13 - Recuperação de erros 26

Figura 1.14 - Ajuda e documentação 26

Figura 1.15 - Etapas da avaliação heurística 27

Figura 1.16 - Questão aberta 28

Figura 1.17 - Questão fechada 28

Figura 1.18 – Escala passo a passo 28

Figura 1.19 - Escala comparativa 29

Figura 1.20 - Escala Likert 29

Figura 1.21 - Escala diferencial semântica 29

Figura 3.22 - Mapa mental do pensamento irradiante 34

Figura 3.23 - Mapa mental para rever crenças e futuro 37

Figura 5.24 – Gráfico dos participantes da pesquisa 48

Figura 5.25 - Versões do SOMA (Clientes) 49

Figura 5.26 - Versões do SOMA (Syspoint) 49

Figura 5.27 - Heurísticas prioritárias 50

Figura 5.28 - Heurísticas prioritárias (Clientes) 50

Figura 5.29 - Heurísticas Prioritárias (Syspoint) 51

Figura 5.30 - Herísticas prioritárias (Clientes - Operacional) 51

Figura 5.31 - Heurísticas prioritárias (Syspoint - Operacional) 52

Figura 5.32 - Afirmativas mais priorizadas 52

Figura 5.33 - Afirmativas mais priorizadas (Clientes) 53

Figura 5.34 - Afirmativas mais priorizadas (Syspoint) 53

Figura 5.35 - Mapa mental da elaboração do questionário 54

Figura 5.36 - Mapa mental das heurísticas utilizadas como base 55

Figura 5.37 - Heurísticas priorizadas 55

Figura 5.38 - Heurísticas priorizadas pelos clientes 55

Figura 5.39 - Heurísticas priorizadas pelos funcionários da Syspoint 56


Lista de Tabelas

Tabela 1.1 - Classificação de erros de usabilidade 18

Tabela 4.2 - Heurísticas vs. Afirmativas 43

Tabela 4.3 - Afirmativas SUMI 44

Tabela 4.4 - Afirmativas SUS 44

Tabela 6.5 - Afirmativas questionário de validação 57

Tabela 6.6 - Tabela de validação diretora comercial 57

Tabela 6.7 - Tabela de validação gerente de desenvolvimento 57

Tabela 6.8 - Tabela de validação coordenadora suporte/atendimento 57


Lista de Abreviaturas e Siglas

IHC

Computer Human Interaction

ISO

International Organization for Standardization

NBR

Normas Brasileiras

QUIS

Questionnaire for User Interaction Satisfaction

WAMMI

Web local Analysis and Inventory of Measure

SUMI

Software Usability Measurement Inventory

SUS

System Usability Scale

SQL

Structured Query Language






















































































Sumário

Uso de mapas mentais nos testes de usabilidade de software 1

Uso de mapas mentais nos testes de usabilidade de software 2

Introdução 11

Introdução 11



1 Usabilidade de software 15

2 Modelos Mentais 31

3 Mapas Mentais 33

4 Metodologia utilizada 38

5 Resultados obtidos 47

6 Validação do modelo proposto 57

7 Considerações finais e trabalhos futuros 59

Referências Bibliográficas 60

Referências Bibliográficas 60






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal